1. Spirit Fanfics >
  2. Lagrimas do Esquecimento >
  3. Reencontro ou encontro?

História Lagrimas do Esquecimento - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei :3 e espero que gostem do cap de hoje :D

Me desculpem por qualquer erro de português,


~Boa Leitura~

Capítulo 2 - Reencontro ou encontro?


Fanfic / Fanfiction Lagrimas do Esquecimento - Capítulo 2 - Reencontro ou encontro?

P.O.V Dipper

Eu estava paralisado...aquela voz não me era nem um pouco familiar, quer dizer...mais ou menos, parecia que eu conhecia mas ao mesmo tempo não, o apelido eu sabia de quem era...eu estava olhando pra frente sem coragem de ver quem estava atrás de mim...peguei o primeiro pedaço de madeira que vi na minha frente e me virei...me deparando com um belo nada, estava tudo escuro por causa da noite, não podia se ver nada...mas eu tbm não ouvia nada...pensei que poderia estar alucinado por ter anos que não vinha a essa floresta, mas parecia tão real..eu estava continuando meu caminho...quando me deparei com algo vermelho no chão...me aproximei com cuidado e quando cheirei percebi que era sangue...e sangue fresco, vi que tinha uma trilha curta que levava mais ou menos ao local onde eu ouvi aquela voz e quando olhei pro lado vi um garoto...aparentava ter minha idade ou apenas 2 anos mais velho que eu...ele tinha os cabelos loiros com uma parte em preto...suas roupas eram amarelas com uma calça preta...elas estavam todas rasgadas e com sangue envolta do menino...suas mãos estavam presas em uma especie de corrente azul..que brilhava quando senti a mão de alguém no meu ombro...me assustei e quando olhei pra trás vi uma pessoa...ela usava uma roupa parecida com a de guardas da época medieval quando mesmo estendeu uma pedra pra mim

 

Guarda: Quando vc quebrar essa pedra o poder de quem lhe fez mal um dia irá para vc...vc está no comando..ira aprisiona-lo..vc poderá controla-lo e poderá anular os poderes do mesmo com facilidade, sua irmã Mabel tbm terá direito, quando for dar parte dele para ela diga translatio potestatis, ela vai receber em pouca quantidade, mas vai ser o suficiente para poder sobreviverem a qualquer ameaça...tome cuidado e boa sorte - antes que eu pudesse falar qualquer coisa o homem me entregou a pedra e sumiu junto com o vento...me assustei por um momento e olhei para pedra em minhas mãos...elas era preta, tinha cores lindas misturando o preto com azul e roxo escuro...me virei para o menino de antes que ainda estava sangrando no chão...as correntes que o prendiam permaneciam lá, fui até ele e tentei soltar as correntes mas elas acabaram me queimando, mas uma coisa não saía da minha cabeça, de quem aquele homem estava falando?  

 

Ao ver a situação do menino e vi que aquelas correntes não eram corrente qualquer olhei pra pedra respirei fundo e a taquei com toda a força do mundo no chão fazendo a mesma se quebrar em pedacinhos logo uma luz azul e roxa começou a vir em minha direção me deixando um pouco tonto e quando a mesma entrou em contado com minha pele, uma dor insuportável tomou conta do meu corpo...quando ela desapareceu percebi uma eu estava no chão, meu corpo doía...doía muito..me levantei com dificuldade e fui até as correntes que prendiam o garoto..e consegui as quebra com facilidade, e não me queimavam mais...quando as quebrei, elas desapareceram mostrando os pulsos do garoto sangrando muito...eu o peguei apoiei em minha costas e saí o mais rápido possível para a cabana e bati o pé na porta fazendo eles ouvirem o barulho e virem até a mesma

 

Mabel: O Dipper, não sabe abrir a por... - Mabel abriu a porta e ficou estática por uns segundos logo completando a frase com uma cara assustada -...ta? AÍ MEU DEUS - deu um berro logo me puxando pra dentro e e fechando a porta - FORD, STAN VEIAM RÁPIDO AKI - deu um berro fazendo nossos tios vierem em disparada a sala

Stand: Oq houv_ Ai meu Deus - disse o mesmo ao ver o garoto em meus braços

Ford: Oq está acontecendo - falou chegando logo atrás do Tivo Stan e ficando com a mesma reação, mas ao contrário do outro ele me ajudou a segurar o garoto que já estava me deixando com as pernas bambas por ele ser um pouco pesado - Quem eh ele e onde vc o encontrou? - perguntou indo até o sofá e colocando o menino desacordado no mesmo

Dipper: Eu não sei direito..eu tava andando pela floresta quando eu ouvi alguém me chamar de Pinetree_

Mabel: Pinetree? - disse meio assustada - E-esse não era o jeito que o B-Bill te chamava?

Dipper: Sim...eu tbm fiquei assustado, eu até me preparei pro ataque mas não tinha ninguém e aí eu vi sangue de repente apareceu um homem atrás de mim me deu uma pedra falou de poder aí esse garoto tava preso numa corrente azul e.. - dou uma pausa pra respirar e me apoio na mesa que tinha ali ao meu lado - Eh muita coisa

Ford: Okay..vamos primeiro fazer esse garoto recobrar a consciência..depois nós cuidamos do resto okay? 

Dipper/Mabel: Okay - Tio Ford pegou o garoto no colo e o levou até o laboratório e então me sentei no sofá tentando me acalmar

Mabel: Sempre que aparece um garoto bonito ele vem de forma estranha

Dipper: MABEL...vc soh pensa nisso?

Mabel: Ué mas eh vdd...na primeira vez que nós viemos aki em Gravity Falls no primeiro dia eu conheci um garoto que na vdd  era um bando de gnomos nojentos e agora na segunda vez quando nós finalmente retornamos a Gravity Falls TBM no primeiro dia aparece esse garoto que vc achou no meio da floresta acorrentado e sangrando

Dipper: Tah tah..vc tah certa, mas isso não eh coisa que se pense em uma hora como essas 

Mabel: Dipper..vc está bem? De tanta coisa que nós já passamos vc está tão preocupado com isso?

Dipper: Olha soh Mabel..primeiramente eh uma vida humana que está em jogo e em segundo lugar eu estou preocupado pelo oq significa oq aquele homem disse sobre a pedra com poderes..além de alguém ter me chamado de Pinetree e_

Mabel: Soh o Bill te chamava assim

Dipper: sim...eu estou com medo de ter sido ele que fez isso com esse garoto

Mabel: Mas ele está preso..quem o libertaria, fora que eu não conheço mais ninguém que teria essa capacidade além de nossa família e amigos e obviamente nenhum de nós iriamos fazer isso 

Dipper: EU SEIMAS... - eu respiro fundo tentando me controlar e logo me levanto do sofá

Mabel: Onde vc vai?

Dipper: Pro meu quarto, vou tomar banho e dormir, estou bem cansado 

Mabel: Okay entãi..boa noite

Dipper: Boa Noite - vou em direção ao meu quarto logo entrando no mesmo e me escorando na porta ficando ali uns 5 minutos pensando no que tinha acabado de acontecer

 

Em seguida eu me levanto começo a me despojar indo para o banheiro logo depois, (tem um banheiro no quarto dele soh para a informação ;-;) me taco debaixo da água gelada do chuveiro na tentativa de relaxar meu corpo enquanto eu lavava minha cabeça mas não saia dos meus pensamentos oq aquele homem havia dito fora o apelido que Bill me dava sendo dito no meio do nada...tentei me afastar daqueles pensamentos imaginando como foi divertido ter vindo para cá novamente e ter reencontrado meus Tivos, depois de um banho longo e demorado saí do box e me sequei, logo voltando pro meu quarto e me vestindo com roupas largas e em seguida sequei meu cabelo e fui dormir...eu estava exausto e eu queria que aquele dia acabasse...conforme eu fui voltando a pensar sobre a floresta o sono foi chegando e a última coisa que eu pensei naquele dia super exaustivo foi..."Quem era aquele garoto e pq estava acorrentado?" capotando no sono em seguida

 

 

 

 

 

{Continua...}


Notas Finais


Espero que estejam gostando ksks ;w;

Até a próxima Darks!!!
<3 <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...