História Lágrimas do Passado - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bottom!jimin, Bottom!jungkook, Bts, Jikook, Kookmin, Namjin, Perda De Memória, Top!jimin, Top!jungkook, Vhope, Yoonseok
Visualizações 103
Palavras 1.158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom dia leitoras lindas do meu coração!!! Espero que tenha ficado bom. Boa leitura.

Cap em especial para :Baloneza - Ana02Silva - hopejikook - IvyanIsBad - Constantine_B -taexplicado - byJeongguk e Joonieh
Responder este comentárioeu realmente agradeço seus comentários *-*

Capítulo 11 - Capitulo 11.


Fanfic / Fanfiction Lágrimas do Passado - Capítulo 11 - Capitulo 11.

                Jimin havia realmente ficado fascinado com o que via, durante todo o caminho que havia seguido desde que havia saído da pequena cidade que vivia ate a propriedade “Valley of Tears” de Jungkook , os olhos do pequeno ômega brilhavam, era uma viagem cansativa, mas entre pequenos cochilos e paradas para se alimentarem, ele absorveu tudo que via com interesse e Jungkook tinha muita paciência para apontar alguns pontos interessantes para ele.

 Como Jimin nasceu em uma família pobre, nunca houvera oportunidade para viagens, Tae havia o convidado diversas vezes , mas nunca se sentiu confortável para aceitar os convites, mas sempre quando o amigo retornava, Jimin pedia que lhe contasse o que havia conhecido durante seus passeios e mesmo sem nunca ter conhecido nada diferente em toda sua existência, Jimin conseguia imaginar o que o amigo lhe descrevia e que nunca imaginou que pudera ver com seus próprios olhos.

A propriedade de Jungkook era bem afastada da cidade, quando adentraram pelo portão de aço e Jimin desceu da carruagem, a construção enorme na sua frente fez com que prendesse a respiração.

Jimin nunca havia visto algo tão belo, parecia uma fortaleza feita de blocos de pedra e mármore branco.

__Uau! – Jimin não conseguia disfarçar seu deslumbramento, rodopiou no próprio lugar e analisou onde estava, percebeu que toda a propriedade era rodeada por uma densa floresta, sabia que não iria se aventurar ali, seu senso de direção era péssimo. Olhou mais um pouco ao seu redor e ficou fascinado com o que via, havia esculturas espalhadas por todo o jardim, analisando melhor elas tinham o mesmo tamanho e o mesmo porte, mas em poses diferente, todas eram brancas, provavelmente entalhadas em pedra, mas nenhuma delas havia cabeça, Jimin imaginou o motivo, era um pouco aterrorizante, mas não deixavam de ser belas.

__Gostou? – Jungkook lhe perguntou junto ao seu ouvido, Jimin pulou com o susto, não havia escutado o alfa se aproximar.

__Sim, tudo é muito bonito!  - Jimin não conseguia esconder o quanto ficou impressionado com a propriedade, não conseguia parar de estudar tudo o que via, estranhamente se sentia nostálgico naquele lugar. – Sinto como se estivesse vivendo um déjà vu... – O ômega sussurrou as ultimas palavras.

__Isto se chama cansaço. – Jungkook pegou sua pequena mão e o puxou para dentro. – Irei lhe mostrar o quarto que ira dormir por hoje e mais tarde lhe apresentarei os empregados, por enquanto apenas descanse.

Jimin se deixou ser levado pelo alfa, o interior da construção era ainda mais bonito, a mobília era linda, parecia ir entre o dourado e o branco. O ômega tentou prestar atenção pelo caminho que estava sendo levado, o que estava sendo impossível, eram muitos corredores que passavam, Jungkook logo parou em uma porta e abriu, por dentro o quarto combinava com o resto da decoração que havia visto, mas o que mais lhe chamou atenção foi a cama enorme que ficava bem no meio do quarto.

__Mais tarde venho te buscar para jantarmos juntos. – Jungkook se inclinou e beijou o topo da cabeça do ômega e isso foi o suficiente para trazer um sorriso à face de Jimin.

Assim que o alfa saiu do quarto, o loiro se jogou na cama, uma grande parte de si estava eufórico por tudo que havia visto, sabia que sua mãe teria amado tudo aquilo e desejou que ela estivesse consigo naquele momento, sentindo uma grande tristeza em seu coração, mas logo o ômega expulsou tais pensamentos, sua mãe não iria querer que ele chorasse ainda mais, tentando não pensar em mais nada, seu corpo cansado se aconchegou mais naquele colchão macio e não tardou para que se entregasse ao sono.

 

 

 

*-*-*

Jimin não sabia o que estava acontecendo, estava em um lugar muito escuro, não conseguia ver um palmo na sua frente, era quase como se tivesse uma venda sobre seus olhos, levou a mão ate o rosto e nada tampava sua visão. Mexeu os pés e não conseguiu sentir nada debaixo de si, era quase como se estivesse flutuando na escuridão, com a respiração um pouco mais rápida, percebeu que estava entrando em pânico , tentou se focar em algo, mas era impossível, balançando as mãos de forma frenética tentou encostar em algo, mas percebeu que não havia nada a sua volta.

__Jimin... – Uma voz frágil soou no ouvido do ômega.

__Quem está ai? – Jimin gritou.

__Jimin... Por favor! – A voz soou novamente, ainda mais frágil, quase desaparecendo.

__Onde você está? -  O ômega tentava a todo custo ver algo, mas era impossível.

__Por favor...Por favor... – A voz agora parecia ainda mais perto e soava como se alguém chorasse de desespero.

Jimin tentou mexer as mãos em busca de se apoiar, seu coração batia forte, em sua busca cega conseguiu encostar em algo e com desespero agarrou forte em suas mãos, sentiu uma dor enorme por todo seu corpo ao segurar o objeto, mas não soltou, a dor era tão forte que lagrimas desceram por sua face, não conseguiu nem manter os olhos aberto, mas a medida que não soltava o que estava em suas mãos, a dor foi diminuindo, quando já não sentiu mais nada abriu os olhos.

__Onde estou? – Jimin se perguntou, olhou para os lados freneticamente, parecia que estava em um quarto escuro,mas  não reconheceu onde estava, olhou para as coisas em sua volta, uma mesinha velha ao lado, tapete de pele de urso no chão, cortinas azuis na parede, nunca havia visto aquelas coisas antes.

Urgh”, o som como se alguém tivesse sentindo dor soou bem abaixo do ômega, Jimin olhou para baixo e percebeu que estava sentado em uma cama, mas certo em cima de alguém, com o coração batendo forte olhou para suas mãos, tentou gritar, mas nenhum som saiu de sua boca, com os olhos arregalados não conseguiu nem se mexer. Jimin estava segurando fortemente uma faca que estava cravada na garganta de ninguém, suas mãos assim como o colchão estavam sujas de sangue, tentou se soltar, mas era impossível, olhou para o rosto da pessoa que estava com uma careta de dor e com os olhos fechados, mas não era necessário que estivessem abertos para saber quem era, afinal aquele era o rosto que via todos os dias quando se olhava no espelho.

 

 

 

Com um grito Jimin acordou, pulou da cama e percebeu que estava novamente no quarto que o alfa havia lhe deixado mais cedo, suas roupas estavam molhadas de suor, com o coração batendo freneticamente olhou para suas mãos, estavam limpas, sem um sinal de todo aquele sangue, tão logo percebeu que tudo havia sido um pesadelo, uma forte tontura lhe bateu, sentou na cama rapidamente e tentou não entrar em pânico.

                Depois de um tempo já estava mais calmo, olhou pela janela e percebeu que já estava anoitecendo, não querendo mais ficar sozinho naquele quarto logo após aquele pesadelo tomou uma decisão, iria procurar Jungkook, de alguma forma se sentia protegido perto daquele alfa, seu alfa.


Notas Finais


É isso pessoal, espero que tenha ficado bom, não revisei de novo kkkkk
Se gostou da leitura, não esqueça de comentar e ate o próximo cap.

BJS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...