História L'amant - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Álvaro Morata, Eden Hazard, Kim Kardashian, Kristen Jenner, Zendaya
Personagens Eden Hazard, Personagens Originais
Tags Alice Campelo Morata, Chelsea, Denzel Washington, Mohamed Salah
Visualizações 138
Palavras 1.929
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeeeeeeee, de férias, mais vim atualizar! !!!!!

Capítulo 8 - L'amant 8


Fanfic / Fanfiction L'amant - Capítulo 8 - L'amant 8


Khrystal On:


-E como vam as coisas ? -Perguntei.

-A se lembrou que tem uma academia de dança é? -Ironizou. 

-Ha ha ha,  muito engraçada você prima. -Falei. -Eu nunca me esqueci, só tirei umas férias. 

-E que férias. -Gargalhou. -Sua sorte é que eu sou eficiente além de muito competente. -Se gabou. 

-Eu sei e confio em você, qualquer dia destes eu passo lá para ver o pessoal. 

-Faz bem, pois a minha competência infelizmente não supre a saudade que os seu alunos sentem de você e aproveita e da um pé de valsa porque os seus ossos já devem estar enferrujados e criando teias. 

-Aí é que você se engana, eu dou um passo ou outro aqui em casa mesmo, a dança não tem lugar. -Falei. 

-É, só me entristece que você tenha deixado tudo isso de lado por um homem e ainda mais um que não te merece. 

-Zendaya não vamos falar disso por favor. -Pedi. -A quanto tempo nós não fazemos um programa as duas como hoje? -Questionei. -Então vamos aproveitar.

-Termos deixado de fazer programas juntas também é culpa dele. -Disse e eu suspirei. -Ele te quer só para ele, enfim. 

-Sim enfim. -Assenti. -Vamos ver o filme?

-Porque eu estou aqui vendo um filme com você sexta a noite e não ele? -Me olhou. -Não é que ele faça falta é só estranho ele não estar aqui.

-Então é melhor você ir se acostumando. -Forcei um sorriso. 

-Não! -Disse surpresa. -Você terminou com ele, Deus seja louvado. -Saltitou. -Ou não, ele terminou com você? 

-Sinceramente eu não sei. -Sussurei. 

-Vá lá Khrys não fica assim. -Enxugou minhas lágrimas que já caíam.  -Ele não merece. -Me abraçou. -Quer me contar o que aconteceu?


Flashback On:


-Eu amo você. -Disse acariciando o meu rosto. -Muito, muito, muito, tanto que você nem imagina o quanto. 

-Eu sei. -Falei. -E você sabe que eu te amo igual ou se calhar mais. 

-As vezes eu tenho receio de... -Pausou. 

-De? -Questionei. 

-Esquece. -Balançou a cabeça. -Não é nada demais. 

-Eden... -Insisti. 

-Sério amor, é bobagem e eu já te falei que você está linda? -Mudou de assunto. 

-Já, tipo umas mil vezes só hoje. -Sorri. 

-É, parece que esse tempo com a sua família te fez muito bem.

-É, e me fez perceber também que eu não aguento mais de uma semana longe de você. -Admiti.

-E nem eu de você. -Me beijou.

E agora depois de passarmos o dia inteiro matando a saudade que por uma semana acumulamos um pelo outro, nós não queríamos mais nada se não estar um com o outro, sentimental e emocionalmente, sentindo um o cheiro e o toque do outro.

Me deitei sobre o seu peito nu, e pude ouvir e sentir os batimentos do seu coração, bastante acelerados. 

-Está nervoso? -Quebrei o silêncio. 

-Hum? -Pareceu despertar não do sono mais sim de pensamentos profundos. 

-Perguntei se está nervoso? -Perguntei. 

-Eu, não. -Negou.  -Porque?

-Sei lá,  você parece tenso. -Falei. 

-Estou só cansado e com muitas coisas na cabeça. -Disse pensativo. 

-Quer partilhar? -Sugeri. 

-Ham... -Hesitou. 

-Se calhar eu posso ajudar.

-Não é nada que você possa ajudar infelizmente, mas obrigado. -Tocou a ponta do meu nariz.

Mas eu não pude deixar de me encomendar com o facto de ele simplesmente não se abrir comigo. 

-Ok. -Me calei e me levantei puxando os lençóis comigo. 

-Vai me deixar aqui sozinho nesse frio? -Disse e eu ignorei. -Amor?

Desci as escadas rumo a cozinha, fazer um café porque eu estava precisando. 

-Sério que você ficou chateada? -O senti me abraçar por trás. 

-Só com o facto de você não me contar as coisas e ainda dispensar a minha ajuda? -Ironizei. -Não!

-O que você quer que eu te diga? -Me olhou desesperado. -Eu estou cansado, eu passo o dia treinando pesado, depois tenho que vir ter com você, depois tenho que voltar para casa, tenho que estar com os meninos e...

-Não vem então. -Interrompi. 

-Está vendo? -Apontou. -Porque eu prefiro não partilhar. 

-Se eu te canso tanto assim...

-Quando eu digo que estou cansado não estou me referindo a você Khrystal, sou eu, é tudo isso, eu estou cansado. 

-Estranho como de uma hora para outra você ficou cansado da própria vida. -Bebi o meu café.

-É, estranho. -Murmurou. -Mais estranho ainda é como a gente só tem se desentendido nos últimos dias.

-E será que a culpa é minha? -Questionei. -Não sou eu quem tem andado ausente, e eu nem estou falando fisicamente. 

-Khrys eu...

-Você está cansado, sim eu sei, não deve ser de facto muito fácil conciliar tudo isso, não deve ser fácil ter que ser jogador em tempo integral, o marido exemplar, pai atencioso e ter uma amante nas horas vagas claro. 

-Eu não acredito que você está dizendo isso. -Colocou as mãos na cintura, parece que havia se esquecido que estava vestindo só uma cueca boxe.

-Porque é mentira? -O olhei seria. -Você diz que está cansado e eu eu? Você acha que eu não estou cansada de te ter pela metade, de te ter aqui só fisicamente quando mentalmente você está sei lá onde?

-Como você não quer que eu me canse se o que você faz ultimamente é só me cobrar? -Trincou o maxilar. -Por isso, por aquilo, por assado e por cozido, pelo aquecimento global,  quando eu só me esforço todos os dias para te dar o melhor de mim. 

-Porque deve ser um favor muito grande que você me faz. -Debochei.

-Khrystal essa sua infantilidade...

-Deixa eu adivinhar, já está te deixando cansado? -Me levantei.

-Sinceramente eu não sei porquê eu ainda estou aqui aturando essa sua birra e imaturidade. -Esfregou os olhos.

-Então vai que a porta é ali ô! -Afirmei. -Você deve conhecer  mulheres muito mais maduras do que eu certamente, então vai ter com elas. 

-Khrystal! -Me repreendeu.

-A sua por exemplo. -Falei. -A sua mulher deve ser muito madura. 

-Khrystal para. -Ordenou. -Não vamos por aí, nós não temos que falar da Natasha. 

-A Natasha é a maturidade em forma em mulher. -Deduzi. -Então vai para o seu poço de maturidade. 

-Khrystal eu estou  dizendo para você parar. -Disse entre dentes. -Por favor.

-Deve ser por essa maturidade toda que você escolheu ela para ser a sua mulher e mãe dos seus filhos, e eu por tanta infantilidade ocupo o cargo de amante, passa tempo ou ainda a sua alivia tesão. -Gritei. 

E ele esfregou o rosto e respirou fundo parecendo tentar se acalmar, mas eu estava me marimbando para o nervosismo dele, estou mais preocupada com o meu.

-Escuta bem o que vou te dizer Khrystal. -Disse sério e baixo. -Primeiro, você não volta a falar comigo nesse tom, segundo você vai parar de se comportar como uma criança e terceiro que fique pela primeira e a última vez você colocar a Natasha e os meus filhos nas nossas discussões.

Eu ri sem humor. -Vai embora! -Falei antes que as minhas lágrimas tomassem conta de mim. 

-Nem precisava falar, que eu já estava indo mesmo. -Respondeu.


Flashback Off:


-Bem. -Disse impressionada. -Pesado. 

-Muito pesado. -Concordei. 

-Eu não vou dizer que você esteve bem em falar da mulher dele. -Admitiu. -Tendo em vista que ela é a mais coitada nesta história. 

-Eu sei, eu perdi o controle, eu errei. -Admiti também. -Mas ele...

-Ele também não esteve nada bem. -Concluiu. -De todo, foi um grosso. 

-Alguma coisa está acontecendo, e sei lá o facto dele não dividir comigo me fez explodir. -Confessei. 

-Alguma coisa, alguma coisa tipo o que? -Indagou. 

-Eu não sei, mas eu tenho a sensação que está acontecendo alguma coisa com ele e também não sei porque que ele não me conta. Alguma coisa que está incomodando ele de tal maneira, que ele fica distante, pensativo, nervoso, tenso até parece que de uma hora para outra agente começou a ter segredos.

-Você consegue imaginar o que possa ser? -Questionou. 

-Não sei, não faço a mínima ideia. Mas eu sei que ele não está bem, que agente não está bem. E eu tenho medo... -Respirei fundo.

-Não fica assim Khrys, apesar de eu não apoiar, você vai ver que é só mais uma briga boba. 

-Faz três dias e ele não veio, não ligou, não nadou mensagem não disse nada. -Falei. 

-Limite máximo de saudades?

-Uma semana! -Respondi. 

-Então você vai ver que em uma semana ele vai estar aqui batendo na sua porta morrendo de saudade. -Me consolou. -Então você vai dar um gelo nele. 

-Se eu conseguisse. -Sorri.

-É, o amor tem dessas coisas, torna as pessoas burras, é normal você não é a única. Mas agora vamos ver o filme, e afogar estás mágoas em bote bem enorme de sorvete


                   ....


Eden On:


-Está tudo bem? -Álvaro perguntou. 

-Porque? -Questionei também. 

-Nada, desculpa por perguntar. -Falou. 

-Não é nada com você não, sou eu mesmo. -Admiti. 

-Eu reparei. -Olhou para relógio. -Se você quiser conversar ainda tenho um tempinho.

-Não, deixa para lá, tá tudo bem, vai para casa que a Alice já deve estar te esperando. 

-É verdade, não posso demorar que ela já fica uma fera, parece até que com a gravidez ela ficou mais brava ainda. -Suspirei. -Mulheres grávidas. 

-E eu não sei. -Comentei. 

-Agente se vê então. -Se despediu. 

-Até amanhã. -Entrei para o meu carro enquanto o via dar partida para fora do estacionamento do CT. 

Bati minha testa no volante tentativa de aliviar o stress e de não pensar na Khrystal. 

Em vão, liguei o carro e dei partida na corrida, sem rumo, pois eu não sabia para onde ir, ou melhor o meu cérebro tem se negado a ir aonde o meu coração implora para ir ao fim de quatro dias. 

Cara, não importa quantas brigas nós já tivemos, temos ou ainda vamos ter, facto: Eu amo aquela mulher. 

Com todos os seus defeitos. Eu fui o mais errado naquela discussão, só me custa admitir, na verdade eu sou o mais errado nesta história.

Agora devido às coisas que estão acontecendo na minha vida, eu estou completamente encurralado, em um beco sem saída e a minha consciência tem me cobrado ao ponto de me tirar o sono. 

Na verdade, a possibilidade de perder a Khrystal tem me tirado o sono, eu tenho adiado, retardado, fingido, mas eu sei que este dia está pra chegar. 

E eu vou ter que tomar uma hatitude, aliás, ela vai tomar uma atitude por nós dois, porque eu, sou muito govarde para isso. 

E quando isso acontecer o que eu vou fazer? Quando ela me deixar o que eu vou fazer? Se nem uma semana inteira longe dela eu aguento? O que eu vou fazer?

Toquei a campainha insistentemente, com medo de que ela não atendece. 

A porta se abriu e eu suspirei aliviado e vê lá ali na minha frente, me fez perceber que eu não sabia o que dizer e nem ela. 

Então a beijei, a beijei e sorri ainda junto dos seus lábios quando senti ela corresponder e se afastar em seguida olhando para mim, talvez a espera que eu dissesse alguma coisa, mas eu não sabia o que dizer, parecia um moleque que acabou de dar o primeiro beijo. 

-Eu pensei que você não viesse mais. -Falou. 

-Eu também pensei. -Confessei. -Mas olha eu aqui? -Sorri. -Parece que me enganei. 

-Eden agente...

-Não. -A interrompi. -Não, nós não precisamos falar mais sobre isso, eu errei eu sei desculpa,  você também errou, mas já passou, está tudo bem, nós não precisamos mais falar sobre isso. -A abracei. -Está tudo bem. 

-Está? -Sussurrou. 

-Está. -Assenti e a apertei mais ainda em meus braços, não querendo mais soltar só de pensar que em qualquer momento ela pode não querer mais o meu abraço, o meu toque, o meu olhar, ela simplesmente não me querer mais.






















Notas Finais


É aí meninas? Gostaram?

O que será que o Eden gato Hazard está escondendo? Quero palpites hein! !!

Comentei, opiniões, críticas, sugestões, e favoritem claro! !!!
Obrigada de ♡♡♡♡♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...