1. Spirit Fanfics >
  2. L'amour d'une nuit (Jikook) >
  3. Cap. 19

História L'amour d'une nuit (Jikook) - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Oiie! Voltei.
Não deu mesmo pra postar antes.

Mas pra compensar hoje tem atualização dupla. O outro capítulo sai depois das nove.

Desculpe os erros

Boa leitura

Capítulo 19 - Cap. 19


| Jimin on | 

Olhei para Taemin duvidoso, não tinha certeza se seria uma boa ideia sair só nós dois. Mas não seria a primeira vez, certo? 

Seria a primeira vez que iríamos para alguma festa como amigos, antes eles saíamos como casal. Tirando o dia do jantar e aquele dia foi muito legal. 

E  antes de qualquer coisa ele é meu amigo, então não há problema. 

-Tudo bem então, ainda está cedo, vou tomar um banho e depois decidimos pra onde vamos, ok? - Eu disse

-Vai lá, você conhece a casa, fique à vontade. Você já comeu? - Ele me perguntou tranquilo. 

-Na verdade não, eu vim quase direto do trabalho, só passei em casa para pegar umas coisas. 

-Então vai tomar seu banho que eu vou preparar algo pra gente comer. 

Olhei desconfiado para, mas dei de ombros e fui. 

E assim eu fiz, tomei um banho sem pressa no banheiro do quarto do Yoon, aproveitei e usei seus cremes para hidratar minha pele e meu cabelo. Como ele trabalha em um laboratório conceituado ele tem acesso muito fácil aos melhores produtos do mercado, mesmo que Estetica não seja sua área de atuação e aquele malandro guarda tudo pra ele. 

Vesti um conjunto de moletom simples que eu trouxe e como ainda temos tempo não preciso me arrumar agora. 

Quando cheguei na cozinha me deparei com o Alfa com sua camisa social branca com as mangas dobradas até quase o cotovelo, os braços com as veias salientes, os primeiros botões abertos e ele estava concentrado cortando algo no balcão com uma taça de vinho do lado, era uma cena para parar e admirar, realmente de tirar o fôlego. 

Lee Taemin nunca foi feio, ele tinha um porte mais franzino mas isso não impediu dele ser desejado na adolescência por muitos ômegas, mas ele só tinha olhos para Jimin. 

Mas por azar ele era imaturo e inexperiente demais e o relacionamento desandou. Mas pelo visto tomar essa distância fez muito bem pra ele em todos os quesitos. 

Jimin suspirou e se aproximou 

-O que está fazendo? O cheiro está divino. Quer ajuda? - o Alfa levou um pequeno susto por estar concentrado demais. 

- Estou fazendo japchae, ainda é um dos seus pratos preferido? - Ele me olhou esperando uma resposta. 

Não pude conter a cara de surpresa 

- Woow, Lee Taemin cozinhando algo que não seja instantâneo? Deus, eu nasci para ver esse dia chegar. 

Ele deu sua gargalhada gostosa

-Pare de ralhar comigo ômega. - Fez uma cara de ofendido. 

-Desculpe, eu não sabia que cozinhava. 

Ele chegou perto ... muito perto aliás - Tem muitas coisas que você não sabe sobre mim - Falou baixo e se afastou. 

Ok, fui pego desprevenido e não soube o que responder. 

-Então,  Ajuda? -Perguntei

- Não. Vinho? - Foi a vez dele de perguntar 

-Sim, mas eu me sirvo. 

Comemos tranquilos sentados no chão da sala tomamos uma garrafa de vinho, o que me deixou bem felizinho, Taemin não investiu ou fez qualquer tipo de comentário sobre nós. Apenas falamos de nossas carreiras, família e infância. 

Por volta das nove horas decidimos ir a uma boate no centro, onde tinha um espaço reservado longe da pista de dança, assim podíamos dançar e conversar. E como ainda é quinta feira não iríamos abusar, afinal eu trabalho amanhã. 

Fiz questão de deixar meu telefone desligado no apartamento de Yoongi e tentei ao máximo não pensar em Jungkook. Ele não merece e tenho certeza que assim que notar que eu não vou a esse jantar ele rapidinho arruma outra pessoa para ocupar a mente e o pau. Aliás outras pessoas, né? 

O lugar não estava cheio nem muito vazio, o ambiente era agradável e a música apesar de um pouco alta era ótima. 

Não tenho certeza de quanto tempo ficamos ali, conversando, dançando e bebendo . 

Como a intenção hoje era esquecer resolvi beber um pouquinho mais, fomos de tequila, na quinta dose eu e Taemin já estávamos no acabando na pista de dança. 

A música era agitada, mas eu um instante passou a tocar foi Needed Me da Rihanna, e antes que eu percebesse já estava dançando da forma mais sensual possível grudado em Taemin, talvez pela bebida ou pela música ou pela proximidade, não sei bem o porquê mas em algum momento nossos olhos se encontraram e logo depois nossos lábios. 

No começo era um beijo calmo,  familiar demais, com gosto de recordação, que me lembrava bem aquele Taemin que eu deixei pra trás a um tempo,  mas depois ele aprofundou o beijo, com uma certa necessidade, suas mãos me apertavam da maneira correta, não resistir e correspondi com toda intensidade que eu pude. 

Entre um beijo e outro resolvemos ir pra casa, não iríamos pra casa de Yoongi, pois ele era capaz de cometer um assassinato se tivesse em casa e fosse acordado. 

Dentro do táxi os beijos continuaram e não ligamos muito para a presença do taxista. 

Quando descemos do taxi estávamos rindo muito de uma piada que o Lee fez com o taxista. 

Antes de entrarmos no prédio, ali no passeio, ele me encarou e meu riso foi morrendo aos poucos e fui recuperando o ar aos poucos e ele me olhou novamente nos olhos, respirou e me beijou de novo. Suas mãos foram até o meu rosto, me segurando como algo extremamente valioso.  Dessa vez  o beijo foi carinhoso, como se quisesse me passar toda segurança e sentimento naquele ato. 

Assim que terminamos eu não pensei muito peguei sua mão e o arrestei para dentro. 


Notas Finais


Então tá né?!?

Park Jimin Safado.

Será que isso vai prestar??

Digo é nada.

Até mais tarde com a continuação


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...