História Lap Challenge - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias One Piece
Personagens Roronoa Zoro, Sanji
Tags Lap Challenge, Sanzo, Zosan
Visualizações 240
Palavras 500
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieeee!!!!

Esta fic participou de outra versão do "Fanfic Game" (sim, AINDA NÃO postei tudo o que eu tinha feito lá), o Desafio de Imagens intitulado "IMAGENS QUE CONTAM HISTÓRIAS", onde um membro do grupo posta uma imagem e aguarda alguém escrever uma fic para esta imagem!
Escrevi bem rapidamente e é a fic é super curtinha também, mas adorei fazer!!

* A imagem de capa é de 一粒 (Yī lì - pixiv)*

** A fanart que encapa o capítulo é a mesma que foi postada no desafio por uma membra do grupo, e pertence originalmente a @nenecyoro (Twitter)**


BOA LEITURA!!

Capítulo 1 - Provocação


Fanfic / Fanfiction Lap Challenge - Capítulo 1 - Provocação

Sanji reverteu as posições subindo no colo de Zoro, precisava diminuir o ritmo ou acabaria com a brincadeira antes mesmo dela começar, Zoro bufou irritado, a ansiedade e a pressa podiam ser sentidas através do tecido de sua calça escura, única peça aliás que Sanji não conseguiu se desfazer.

— Está tão louco por mim que não pode se conter, Marimo-kun... — Sanji lançou um olhar libidinoso.

— Você é o típico exemplo de propaganda enganosa. — Zoro respondeu, a voz estoica mal cobria o desejo em seus olhos.

Sanji se ergueu levemente e pressionou os lábios na testa de Zoro, proporcionando um instante de descontração em que o espadachim cerrou os olhos enredando os dedos através das costas do loiro.

— Você parece quase meigo quando faz isso... é irritante. — Zoro provocou.

Sanji o encarou com uma sobrancelha encaracolada erguida, as mãos elegantes subiram se apoderando de um mamilo túrgido que ele apertou impiedosamente, em resposta Zoro cerrou os olhos e mordeu fortemente os lábios para que gemido nenhum escapasse, preferia morrer do que entregar o quão urgente ele precisava do cozinheiro pervertido.

— Sua máscara de frieza não vai funcionar com esse pau me espetando aí embaixo, admita que quer e eu vou te aliviar. — Sanji falou rente ao seu ouvido.

A língua dele brincou entre os brincos de Zoro e desceu pelo pescoço, em seguida ele se afastou com um sorriso impertinente enfeitando os lábios suculentos.

Zoro escondeu os lábios e mordeu a língua calando um clamor que vinha de sua alma, calor emanava da massiva ereção que, em algum momento, ele começou a esfregar contra a carne sólida do traseiro de Sanji.

— Foda-se, Ero Cook.

Sanji empurrou-se para frente despudoradamente rebolando sobre as coxas firmes do espadachim, Zoro mordeu os lábios e apertou a cintura do loiro, escorregando as mãos em direção a carne, apertando as nádegas com mãos de aço, em resposta Sanji apertou o pênis moreno que palpitava contra a palma de sua mão.

— Seja uma boa alga e nós dois podemos foder. — Sanji ofereceu em um sussurro, apertando a cabeça do pênis. — Vamos... Zo...ro...

— Porra... seu... pervertido cretino... — Zoro falou sem fôlego quando Sanji começou a masturbá-lo. — Foda-se, eu quero...

O sorriso de Sanji aumentou.

— Eu não ouvi... — O loiro cantarolou. — Precisa ser convincente, mostre que seu cérebro não é feito de algas...

Sanji acelerou as manobras, Zoro já começava a sentir a respiração entrecortada, se continuasse assim...

— Eu... ah, maldito... quero você... San... ji...

— Hum... estamos começando a falar minha língua.

O loiro desceu os lábios e beijou-o, Zoro gemeu quando sentiu seu eixo pressionados pelos dedos elegantes, a língua de Sanji brincando no interior de sua boca e ele sabia que não resistiria mais.

— Não vou implorar, desgraçado... — Zoro falou entre gemidos, o sangue pulsando rápido em sua têmpora. — Isso... ah, porra... é o melhor que você vai ter.

Sanji abandonou a boca de Zoro e mordia um mamilo, tudo bem, não imploraria tampouco... era realmente o melhor que poderia ter.

— Por agora, Ero Kenshi. Por agora.


Notas Finais


Oieee!!

Não tenho nem vergonha na cara pra estar postando uma one shot de 500 palavras, né?! rs...

Se leram, deixem um comentário, isso sempre me incentiva a continuar escrevendo!!

Mil Bjs,
Vivi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...