História Las Ensinas - Capítulo 16


Escrita por: e evali

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Clichê, Clichê Escola, Depois A Gente Edita, Escola, Escolar, Gay, Romance, Romance Clichê, Romance Escolar, Triângulo Amoroso, Yaoi
Visualizações 8
Palavras 1.734
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi, voltei, eu tava meio ocupada e sem criatividade. Mas aí está mais um capítulo. Boa leitura.

- CristineLima

Capítulo 16 - Vai bloquear teus sentimentos até quando?


No capítulo anterior...

- Eu também te amo. - Falou o mais velho, logo se deitando e puxando o outro para si, ficaram aproveitando a companhia um do outro, até que acabaram pegando no sono ali mesmo, agarrados.

Neste capítulo...

Já era de manhã, um dia de sábado, ninguém iria acordar cedo, muito menos ir pra escola. Mas algo de muito interessante iria acontecer: A Festa na casa de Ygor.

Sávio se remexeu um pouco na cama, se agarrando mais a Daniel, que já estava acordado à um tempo, não conseguia dormir até tarde. Este observava seu namorado inquieto, não sabia o que era, até que sentiu o mesmo cravar as unhas em suas costas e começar a fungar, como se estivesse chorando:

- Amor? - Chamou preocupado tentando acordar o outro, que começou a chorar e a se encolher. - Sávio! Acorda! - Abraçou o corpo dele e afagou seus cabelos, logo ele acordou espantado e passou a chorar ainda mais, tentando se agarrar ainda mais a Daniel, se é que isso era possível. - Você está bem? O que houve? - Indagou preocupado com a situação do menor.

- N-Nada, só me abraça, me beija, eu preciso sentir que tu tá aqui. - Pediu e encarou o rosto do mais velho, que passou os dedos em seu rosto para limpar as lágrimas, logo depositando um beijo em seus lábios, que foi ficando mais avançado. - Eu te amo muito, muito. - Falou após separarem o beijo.

- Eu também te amo muito, calma...Eu tô aqui, sempre vou tá. - Fez Sávio se aconchegar melhor em seus braços, apoiando a cabeça em seu peitoral desnudo, ficaram assim até o menor se acalmar.

Na casa de Peter...

- Acorda seu merda. - Falou o mais velho jogando um travesseiro em Kalel, que permanecia imóvel. - O Kauan vem pra cá, se levanta!

- Quem é Kauan? - Perguntou sonolento, se agarrando mais ao travesseiro no qual estava abraçado.

- Para de graça, se não se levantar eu vou te dar um beijo, e você sabe que eu acordo com mal hálito. - Ameaçou e subiu em cima do melhor amigo, que levantou as mãos para cima em forma de rendição. - Melhor assim. - Sorriu de canto e saiu de cima do outro, que logo se levantou indo para o banheiro. - Deixa eu ver aqui... - Pegou o celular e abriu no Instagram.

Foi passando o feed novamente, até que viu algo que chamou sua atenção, uma postagem do le_anonimus, que ele havia sido marcado, mas não havia visto. Era imagens das câmeras de segurança da escola:

Foto: Daniel e Peter sentados nos fundos da escola (imagem das câmeras de segurança no ângulo de cima).

le_anonimus: Casal novo? Seria esse o motivo verdadeiro da briga entre Peter, Daniel e Sávio? Eae pombinhos, vão se assumira? E você, Peter, vai bloquear teus sentimentos até quando?

"Vai bloquear teus sentimentos até quando?", isso fez os pensamentos do mais velho entrarem em bagunça, não sabia a resposta para aquilo, e nem sabia o que fazer em relação aos seus sentimentos, isso está ficando cada vez mais fora de controle para ele...

Kalel saiu do banheiro, logo Peter tentou disfarçar sua tristeza ao lembrar de Daniel e se virou de costas:

- Nem tenta me enganar, sua cara não tá nada boa. - Disse o moreno e se sentou ao lado do amigo. - Desabafa comigo, vou te ajudar da forma que eu puder.

- Kalel...Eu não tenho certeza. - Falou apreensivo enquanto olhava para as mãos. - Eu estou apaixonado pelo Daniel? Eu não sei... Será que eu tô? - Esfregou a cabeça e algumas lágrimas caíram.

- Por que você lembrou desse assunto agora? - Perguntou e olhou pro celular do outro, que estava aberto na postagem. - Droga... - Abraçou o amigo. - Se o Daniel realmente gostar de tu como ele diz, tenta se aproximar mais dele, e eu vou tentar com Sávio, beleza? Se tiver que ser, será. Agora coloca um sorriso nesse rosto que eu não gosto de te ver triste, e o Kauan...Ata, o Kauan, lembrei.

- Retardado. - Riu e empurrou Kalel, que estava rindo também. - Coloca uma roupa, você tá só de toalha, e tu sabe que quando ele vem, já chega invadindo nosso quarto.

- Opa! - A porta foi aberta após o momento da fala, logo mostrando o amigo que eles tanto estavam falando. Olhou para Kalel sem camisa e Peter com o rosto meio vermelho, logo deu um sorriso malicioso. - Atrapalhei alguma coisa?

- N-não, não atrapalhou nada, é esse idiota que não queria nem se levantar da cama, e agora não quer se vestir. - Disse o mais velho apontando para o moreno, que permanecia rindo, logo se levantando e pegando suas roupas dentro do guarda roupa, que não tem suas, eram de Peter, mas dividir é importante.

- Se me dão licença, irei me vestir com essas roupas de gente rica. Mentira, a gente é tudo bolsista fudido. - Riu e entrou no banheiro novamente, deixando Kauan com uma expressão confusa.

- Vocês são bolsistas? - Perguntou.

- Longa história, mas basicamente a gente foi expulso da outra escola, e por a gente ser muito inteligente, conseguimos uma bolsa nessa Las Ensinas aí, mas nossos pais são tipo classe média, tá ligado?

- Daniel e Sávio sabem?

- Não, mas não tenho vergonha de contar. - Deu de ombros e se jogou na cama. - Vai pra festa do Ygor?

- Claro que vou, tenho até um esquema marcado, me dei bem. - Sorriu e jogou na cama também. - E tu? Vai com Ana Larissa?

- Não, vou com o Kalel. Você sabe né, já contei o plano.

- Tão clichê. - Riu, levando num soco fraco no braço.

Na casa de Ygor...

- Coloca essas caixas de cerveja no freezer e troca os lençóis nos quartos reservas. - Disse o moreno mandando cada empregado fazer respectiva tarefa. - Porra, cadê aquele organizador? Eu não sou bom com essas coisas.

- Com licença Senhor Ygor, troca os lençóis do seu quarto também? - Perguntou um dos funcionários. Ele iria falar que sim, mas se lembrou que Sebastian estava lá.

- Me der os lençóis, eu troco os meus dessa vez. - Sorriu simpático, logo subindo as escadas com os lençóis na mão, e entrando em seu quarto, trancou a porta e se jogou por cima de seu amigo. - Acorda coisinha. - Chacoalhou o corpo no outro, que resmungou e abriu os olhos.

- Que horas são?

- 9:30.

- Vai tomar no cu, Ygor. Me deixa dormir. - Virou a cara e fechou os olhos novamente, mas o maior não desistiu.

- É melhor você se vestir, porque se não fosse por mim você estaria constrangido com um empregado aqui no meu quarto querendo trocar os lençóis. - Disse rindo imaginando a situação.

- Inferno. - Pegou a cueca que estava no chão e vestiu por de baixo do cobertor. - Pronto, tô vestido.

- Idiota. - Saiu de cima dele e puxou suas pernas, fazendo o menor se assustar e se debater.

- Tu me solta. - Disse e tentou chutar a cara de Ygor, que riu por o outro não está conseguindo fazer nada. Aproveitando certa oportunidade, agarrou as pernas deste e se jogou no meio delas, ficando por cima de Sebastian. - Sai, sai. - Tentou empurrar o outro, sem sucesso.

- Deixa de ser marrento. - Aproximou os lábios com os do menor. - O que tu acha da gente sujar mais antes de eu trocar?

- A gente vai mesmo fazer isso? Eu devo tá com mó mal hálito.

- Não me importo.

- Então só vamo. - Riu, logo foi beijado por Ygor.

No shopping...

Samara e Ana Larissa estavam ajudando Vivian e Clara a fazerem compras, iriam comprar uma roupa para ir à festa de Ygor:

- Ei Vi, olha essa blusa. - Chamou a filha da estilista, fazendo a cacheada voltar a atenção para ela. - Acho que fica bonito em você.

- Deve ficar...Mas olha o preço. - Apontou pra etiqueta.

- Hm...Presente meu. - Sorriu e entregou a camisa pra ela. - Vai lá, experimenta.

- Sério?

- Sim, só vai meu amor. - Falou e foi empurrando ela até o provador. Clara e Ana estavam na parte das calças.

- E aí Clara, andou fazendo o que sexta-feira?

- Nada demais, só mexendo no Instagram, e você? - Respondeu pegando uma calça jeans preta, com alguns rasgos. - Não é bonita?

- Eu fui pra uma festa, e sim, é muito bonita. - Disse e pegou a calça para ver melhor. - Mas você vai precisar ajeitar um pouco seu cabelo, e esse óculos... Já pensou que essa cor não te valoriza tanto?

- Ah, sei lá... - Se olhou para um espelho que estava por ali. - Como tá indo com o Peter? - Perguntou e amarrou o cabelo.

- Nada bem, a gente nem tá se falando, e ouvi falar que ele suspeita sobre eu ter postado as notícias lá no anonimus, mas por que você tá perguntando isso? - Disse arqueando a sobrancelha, Clara nunca havia de interessado sobre esse tipo de informação.

- Ah, nada, mas tá explicado ele ter saído correndo quando você beijou ele, será que é por que ele gosta do Daniel ou por que você não foi boa o suficiente pra ele?

- Olha aqui... - Agarrou os ombros da outra e apertou com força. - Quem é você pra falar que eu não sou boa o suficiente? Por acaso é da sua conta por que ele saiu correndo? Não, então cala a boca. - Empurrou ela, a fazendo cair no chão, Samara chegou bem na hora da confusão.

- Ei, o que tá acontecendo? - Perguntou, chegando perto de Ana.

- Ela! Começou a tocar naquele assunto, e disse que eu não era boa o suficiente.

- Isso é verdade, Clara? - Perguntou, vendo a outra se levantando do chão.

- Eu só fiz uma pergunta simples, ela que não quis responder educadamente. - Respondeu com um sorriso de lado.

- Tá. Escolhe alguma coisa que você queira, eu pago, depois vai cada um pro seu caminho, chega de shopping por hoje. - Falou a morena (Samara), puxando Ana Larissa até aonde Vivian estava.

CONTINUA...


Notas Finais


Desculpa qualquer erro ou frase fora de sentido, até mais!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...