História Last Day - Saida (Sana and Dahyun) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias (G)I-DLE, BABYMETAL, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, CrystaL Clear (CLC), EXO, G-Dragon, Girls' Generation, Got7, Loona, T.O.P, TWICE
Personagens Baekhyun, BamBam, Chaeyoung, Chanyeol, Chen, Choerry, Chuu, D.O, Dahyun, Elkie, Eunbin, G-Dragon, GoWon, Haebin, Hana, HaSeul, HeeJin, Hyeyeon, Hyoyeon, HyunJin, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jessica, Jihyo, JinSoul, Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Jungyeon, Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lisa, Lu Han, Mark, Mimi, Min Yoongi (Suga), Mina, Mina, Minnie, Miyeon, Moametal, Momo, Nayeon, Nayoung, Olivia Hye, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sally, Sana, Sehun, Sejeong, Seohyun, Seunghee, Seungyeon, Shuhua, Soojin, Sooyoung, Sorn, Soyee, Soyeon, Suho, Su-metal, Sunny, T.O.P, Taeyeon, Tao, Tiffany, Tzuyu, ViVi, Xiumin, Yeeun, Yeojin, Yoojin, Yoona, Youngjae, Yugyeom, Yuimetal, Yuqi, Yuri, Yves
Tags 2yeon, Blackpink, Bts, Chaeyoung, Dahmo, Dahyun, Jihyo, Jitzu, Jungyeon, Michaeng, Mina, Momo, Namo, Nayeon, saida, Sana, Satzu, Twice, Tzuyu
Visualizações 53
Palavras 503
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Só um aviso rápido, se vocês gostarem votem, não precisa ser obrigatório, só se gostarem claro, porém se gostarem e quiserem que eu continuem vocês poderiam votar, isso me motiva, boa leitura 💗🍶✨

Capítulo 1 - Prólogo;;


Já era de tarde, Sana havia ter que ir ao consultório ver seus exames e resultados, ela estava uma mistura de ansiosa e nervosa, já quase na chegada do hospital o ônibus para no ponto e libera os passageiros. Sana desce e no portão do hospital ela respira fundo, entrando vai ao balcão de atendimento.

— Boa tarde, Senhora... — O moço da uma pausa para que a mesma diga seu nome.

— Minatozaki...Minatozaki Sana, tenho uma consulta para agora. — Diz.

— Consulta com o doutor Kang, claro, está liberada, Sala 20, lá em cima pegando aquele elevador. — Ele dá uma ficha para a mesma que saí do balcão e vai até o elevador apertando no andar 02. Depois de alguns segundos o elevador para no segundo andar e Sana saí ainda muito nervosa e dando passos devagar, chega na sala e bota a ficha na porta para identificar que a mesma estava liberada para entrar. Após entrar o Doutor para de digitar e da um sorriso para Sana e leva sua mão apontado para a cadeira que dizia para a mesma se sentar, e lógico, Sana sentou.

— Boa tarde, Srta Sana. — Diz o doutor que estica seu braço e Sana aperta de forma amigável.

— Bem, sinto que veio aqui para saber sobre seus resultados... — Diz o doutor sornamente fazendo uma expressão de sério.

— Sim vim para isto mesmo. — Sana diz e engole seco.

— Tenho dê informar que os resultados não foram muitos bom... — Após o Doutor dizer isso Sana já sente se fechar.

O mesmo entrega uma sacola com os exames e Sana abre a sacola tranquila e logo vê seus resultados, respira fundo mas não solta o ar e continua lá para segurar as lágrimas e só depois de um tempo ela expira.

— Mas...Mas doutor, eu não posso morrer assim, sabe? Não existe outro exame? Outra cirurgia? Medicamento? — Sana o encheu de perguntas e o mesmo apenas escutava e logo se promoveu.

— Não há nada que possamos para evitar, Minatozaki, não acha que se tivesse teríamos avisado? Eu até gostaria que tivesse uma possibilidade mas não há nada que possamos fazer, já tentamos de tudo — O doutor diz seco e Sana apenas aceita.

— Obrigada... —  a morena dizia e se levantava.

— Não tem de quer. — o doutor falava seco e com expressão triste.

Sana saiu da sala praticamente chorando, "como vou contar isto a meninas?" Era uma das coisas que Sana pensava, andando com passos rápidos até o elevador, que logo chegou e apertou no "P" para descer. Sana saiu correndo da residência enquanto todos olhavam para a mesma com uma expressão de preocupados, Sana ignorou tudo aquilo e só queria que aquilo fosse um pesadelo, e logo saiu do lugar. "Que dia eu vou morrer? Como vou poder aproveitar meu último dia se nem sei qual é" Sana pensava, porém o que ela mais estava preocupada era.


Como vou viver sem Kim Dahyun...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...