História Last first kiss - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Louis Tomlinson, Niall Horan
Tags Amizade, Colegial, Escolhas, Harry, Larry, Louis, Niall, Primeiroamor, Romance
Visualizações 116
Palavras 2.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


** aviso aos fracos de coração...
Safadezas e enrascadas nesse capítulo...
Aproveitem...

Capítulo 21 - Nervous


Fanfic / Fanfiction Last first kiss - Capítulo 21 - Nervous

Eu fico um pouco nervoso perto de você

Fico um pouco tenso

Quando eu penso em você

Fico um pouco animado, quando eu penso em você, sim

Eu falo um pouco demais perto de você

Fico um pouco nervoso comigo mesmo 

Quando eu penso em você!!



O quase namoro escondido de Louis e Harry ia de vento em polpa. Era sempre uma tarefa difícil ficarem afastados quando estavam na escola ou na casa dos Styles.

Mas se Niall não notava o que acontecia bem debaixo de seu nariz , Mark notava mudanças significativas nas interações daqueles dois...

Harry e Louis eram como Tom e Jerry desde crianças. Estavam sempre implicando um com o outro e nem poderiam ser deixados sozinhos por muito tempo que acabavam brigando e trocando apelidos ofensivos.

No entanto, nas últimas semanas parecem estar mais próximos, sem piadas, sem provocações quando as duas famílias se encontram no tradicional almoço de domingo.

Louis parece mais feliz, mesmo que seu melhor amigo e companheiro de travessuras esteja ocupado demais com o novo namorado.

O menino sendo ciumento e possessivo em relação a Niall deveria estar surtando e fazendo drama por ser deixado de lado.

No entanto, não reclamou nenhuma vez e parecia satisfeito demais por ser esquecido pelo Styles mais novo!

E parecia íntimo demais do Styles mais velho!

A ponto de Harry estar indo aos jogos do pequeno e ser a pessoa mais vibrante nas arquibancadas. Harry odiava esse jogo!  E Mark tinha até medo de descobrir o motivo dessa aproximação dos garotos!!!

****

Os dois não percebiam o quanto estavam sendo óbvios em seus sentimentos. Qualquer pessoa que prestasse um pouco mais de atenção, perceberia a maneira como se olhavam  e como ambos pareciam uma bola de luz quando o outro estava por perto. Apaixonados!!!

Apaixonados e sapecas...a última travessura foi na escola mesmo. Os dois estavam se esgueirando pelos corredores , tentando encontrar algum lugar em que pudessem se beijar sem correr o risco de serem flagrados.

A chance apareceu quando viram uma das professoras saindo da sala do laboratório. Harry puxou Louis pela mão, com um sorriso safado na cara. O pequeno entendeu apenas quando viu o encaracolado trancar a porta por dentro e vir em sua  direção, agarrar sua cintura e o colocar sobre uma das mesas.

Louis sorriu safado quando sentiu as mãos grandes e ágeis abrindo sua calça com pressa e as baixando até os tornozelos. Agarrou os cachos sedosos quando sentiu aquela deliciosa boca sugando apenas sua glande. Uma provocação antes de engolir todo seu comprimento com vontade. Os gemidos de prazer escapavam de seus lábios sem que pudesse evitar. E Harry sabia exatamente o que estava fazendo. Louis foi deitado sobre a mesa e suas calças arrancadas por completo.

Harry abriu mais suas pernas e continuou chupando seu pau, enquanto seus dedos rodeavam a entrada do pequeno. Louis arfou quando dois dedos foram pra dentro dele de uma vez. O encaracolado agora passava a deliciosa língua em sua glande inchada, como distração. Louis rebolava nos dedos alheios e gemeu um pouco mais alto quando o terceiro dedo foi acrescentado e encontrou seu ponto mais sensível.

O menino gemia e se remexia inquieto com aqueles toques. Harry também não aguentava mais e baixou as próprias calças apressado, gemendo aliviado quando sua ereção dolorida saltou para fora da cueca. Puxou o pequeno e delicioso corpo de Louis para a beirada da mesa e se ajeitou em meio as pernas dele, direcionando seu membro para a entrada rosada e pulsante. Foi deslizando para dentro devagar, beijando-o com paixão, apenas para abafar os gemidos de ambos. Quando sentiu que Louis estava mais relaxado, se impulsionou mais e mais, dando início a uma espécie de dança que estava levando os dois aos limites.

Louis se agarrava as suas costas e mordia seus lábios, quase em desespero a cada estocada forte e certeira em sua próstata. Tudo estava ficando demais e as pernas do pequeno rodearam o quadril de Harry, forçando-o a ir mais fundo. Até que foi demais para ambos e o prazer os arrastou, deixando a ambos trêmulos e quase sem fôlego. Beijaram-se com carinho e se recompuseram com sorrisos nos lábios. Haviam perdido uma aula, mas nenhum deles se importava com isso de verdade.

****

Louis e Niall estavam na aula de laboratório, concentrados em um experimento novo. Tomlinson estava disperso demais e olhando ao redor ao invés de prestar atenção nas instruções de Niall. Sorriu pequeno ao se lembrar o que havia feito com Harry naquela mesma sala. Aquilo foi loucura. Uma deliciosa loucura!!!

O sorriso desapareceu e seu peito foi tomado de pânico quando prestou atenção na sala pela primeira vez. Havia câmeras para todos os lados!! Não tinha como justificar o filme pornô gay que protagonizou com Harry Styles! Se alguém visse aquilo, estaria fodido de todas as maneiras possíveis...

Seu lance com Harry não seria mais segredo. Seu pai seria chamado a escola. Niall o odiaria por isso!!

Merda!! Merda!!! Merda!!!

Já que estava mesmo ferrado, e aproveitando que estava no laboratório, juntou ingredientes que provocaram uma bomba de fumaça. Todos os alunos foram retirados da sala.  Niall não parava de reclamar e Louis foi parar na sala do diretor.

Exatamente onde ele queria estar...

O diretor não entendia porque o comportado Louis Tomlinson estava vindo a sua sala com tanta frequência ultimamente. Olhava o menino encolhido na poltrona diante da sua, deixando claro sua reprovação pelo ocorrido no laboratório. Louis não disse nada, mas parecia estar claramente segurando o riso.

Adolescentes Affff!!

__ Quer me explicar o que aconteceu lá, senhor Tomlinson?

__ Foi um acidente. - fez a cara mais inocente que conseguiu - era apenas fumaça e não precisava desse alvoroço todo.

__ Não vou chamar seu pai dessa vez, mas receberá uma advertência escrita mocinho.

Louis revirou os olhos quando o diretor virou-lhe as costas para pegar o tal bloco de advertência. Correu os olhos pelo lugar, tentando encontrar as fitas gravadas naquela sala. Sorriu vitorioso ao notar uma pequena prateleiras com as fitas marcadas com data e local de gravação. Esticou-se na poltrona, tentando alcançar a fita sem chamar atenção do diretor, que ainda revirava gavetas em busca do tal bloco de advertência.

Louis odiou seus braços serem tão curtos e continuou se inclinando e se esticando. Seus pequenos dedos finalmente alcançaram a fita que precisava resgatar, mas como havia se inclinado demais na poltrona, perdeu o equilíbrio. Caiu no chão com um grande estrondo e soltou mil palavrões. Quando olhou pra cima, viu o diretor com uma cara nada boa, mãos na cintura e balançando a cabeça em negação.

Louis estava com as pernas no ar e teria rido da situação, se não soubesse que estava muito ferrado nesse momento. A advertência provavelmente seria dupla, mas a fita estava bem escondida. Ninguém iria se masturbar vendo-o ser fodido por Harry no laboratório. Não mesmo!!

E aquele safado do Harry ia pagar caro por estar sempre o colocando nessas enrascadas. Embora fossem deliciosas enrascadas...

****

Naquela tarde, depois das aulas, Harry levou Louis ao cinema. Um filme de heróis da Marvel, que Harry não era muito fã, mas que o fez dar muita risada das reações de Louis.

A saída do cinema ficava exatamente no lugar onde Louis costumava ir dançar com Niall. Sentiu falta disso!

Seguiram a multidão para fora, os braços de Harry estavam em torno de sua cintura , de maneira possessiva e o encaracolado lhe roubava beijos sempre que tinha uma chance.

Louis travou no exato momento em que ouviu a deliciosa gargalhada de Niall. Olhou Harry com o pânico claro em seus olhos. O encaracolado segurava um enorme balde de pipoca, que estava vazio e que estava levando embora porque tinha os personagens do filme. Sem pensar duas vezes, puxou o capuz de seu agasalho sobre a cabeça e virou as costas para o local onde Niall e Shawn estavam dançando. O balde foi direto para a cabeça de Louis, que nem ousou protestar.

Aceleram os passos para não serem vistos e se misturaram na multidão saindo do cinema. Harry sentiu seu coração se apertar quando Louis soltou-se dele e voltou para espionar Niall.

O pequeno não disse uma palavra sobre isso, mas parecia triste ao perceber que seu posto como parceiro de dança de Niall havia sido passado para Shawn. Estava claro em seus olhos azuis a dor e o ciúme por ser deixado de lado. E Harry sentiu-se culpado por isso. Sempre achou a amizade daqueles dois algo lindo e agora sentia que Louis havia se afastado por causa dele. Não parecia justo ter que escolher apenas um dos dois, quando podia ser amado pelos dois. Niall precisava entender e aceitar isso.

Louis por seu lado, estava escondido atrás de uma pilastra, se roendo de ciúmes da dança e dos sorrisos de Niall e Shawn. Estava feliz pelo amigo estar apaixonado e sendo correspondido, mas naquele momento, sentiu-se imensamente frustrado por não estar sendo honesto com seu melhor amigo.

Sentiu os braços de Harry em torno de seu corpo e quis chorar. Não podia ficar escondendo isso por muito mais tempo, mas não suportaria ser afastado daquele que tanto amava...

****

Niall estava quase sem fôlego depois de horas dançando com seu lindo garoto. Era algo que amava fazer, mas sentiu-se meio traidor por não estar  ali com Louis. Dançar era uma coisa deles desde crianças. Sentiu falta de seu melhor amigo...

__ Pode me levar pra casa? - Shawn disse contra seu ouvido, fazendo com que desse um pulo e a pele ali se arrepiar.

__ Já quer ir embora?

__ Querer eu não quero, mas temos aula amanhã e minha mãe me mata se eu chegar tarde demais. - o menino disse envergonhado.

__ Tudo bem, eu levo você!

Pouco tempo depois o carro de Niall estacionava diante da bela casa da família Mendes. Beijaram-se como se não estivessem prontos para dar boa noite ou se afastar.

Shawn deu um pulo quando recebeu uma mensagem de seus pais, avisando que estavam em uma festa e talvez demorasse a voltar.

__ O que foi? -  Niall questionou.

__ Meus país saíram... - ele sorriu sapeca e Niall levantou uma sobrancelha , curioso - não quer entrar e conhecer meu quarto?

Oh puxa vida!!!

Niall ficou corado só de imaginar as mil possibilidades do que poderia acontecer naquele quarto, estando os dois sozinhos. Começou a respirar mais rápido de puro nervoso. Queria ligar pra Louis e dizer que existia uma grande possibilidade de perder a virgindade naquela noite e com aquele menino lindo. Niall queria muito isso, mas também nunca esteve tão apaixonado e apavorado como estava nesse momento.

__ Niall...foi apenas uma sugestão. - Shawn acariciou suas bochechas a avermelhadas - não precisamos fazer nada, se não quiser.

Ah, como ele é fofo!!!

__ Eu vou. - foi tudo o que ele disse.

Shawn sorriu e o beijou de leve antes de sair do carro e quase correr até a porta, onde esperou pelo namorado. Niall, no entanto, estava nervoso e dava passos meio cambaleantes em direção ao garoto que não parava de sorrir. Será que estava rindo assim porque pretendia arrombar Niall? Fechou os olhos e quase tropeçou ao lembrar que já havia sentido a grossura e o volume de Shawn em sua boca. Bateu desespero ao imaginar esse mesmo volume e comprimento tentando entrar nele...em outra parte...oh Deus!!! Vai doer pra caralho!!!! Não conseguiria andar no dia seguinte e todo mundo saberia que havia sido fodido. Oh merda!!! Louis iria zoar com a cara dele até o próximo século...

__ Esse é meu quarto! - ouviu a voz do namorado dizendo e arregalou os olhos.

Como chegou ali sem perceber ?

Viu quando a porta do quarto foi trancada. Sentiu quando Shawn envolveu seu corpo de maneira carinhosa e então sorriu quando seu corpo começou a tremer.

__ Está com medo de mim?

__ De você não! Só do seu pau!!!

E Shawn gargalhou sem poder evitar. Niall era tão fofo e ainda mais com aquelas bochechas coradas de vergonha.

__ Não ria!! - protestou ainda preso entre os braços do namorado - eu já fiz boquete em você e sei bem do que estou falando. Isso aí [apontou o volume na calça do outro!], não vai caber aqui [ apontou a própria bunda].

E mais uma vez Shawn estava gargalhando. Niall revirou os olhos e escondeu o rosto corado na curva do pescoço do namorado.

__ Com jeitinho, vai caber perfeitamente, amor. - Shawn  sussurrou antes de tomar seus lábios em um beijo apaixonado.

Niall derreteu-se nos braços do outro e se entregou sem medo. Deixou-se levar pra cama e decidiu que estava pronto para dar esse passo...mesmo sabendo que ia doer pra caralho!!!



Notas Finais


Música : Nervous by Shawn Mendes 😍😍
https://youtu.be/DGzy8FE1Rhk

No próximo temos a primeira vez do Niall 🌚🌚
Louis e Harry ainda se metendo em todo tipo de enrascada com esse romance escondido.
Cadê os comentários???
Sou autora carente e estou escrevendo no celular porque roubaram meu wi-fi, então comentem muito porque eu mereço!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...