História Last Round - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 1.136
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Segundo Round


Fanfic / Fanfiction Last Round - Capítulo 2 - Segundo Round

Uma semana depois...

Europa On:

Europa se arrumava para ir trabalhar, a mesma trabalha em uma lanchonete no Centro da cidade pagar sua faculdade de psicologia.

- Vamos lá, Europa. Falta pouco. — Europa disse para si mesma olhando no espelho.

Europa era magra, tinha cabelos castanho escuro junto a um belo par de olhos também castanho escuro, sua pele era branca e lábios avermelhados.

- Bom dia, Europa. — Uma senhora disse para Europa enquanto ela saia do seu apartamento.

- Bom dia, Senhora Alice. — Europa sorriu para a senhora de cabelos grisalhos.

- Pegue! — Alice entregou um pote para Europa. — Ai tem seu almoço para você não ficar gastando dinheiro. — Alice disse sorrindo.

Europa sabia como Alice era gentil, vivia ajudando a jovem com almoço e janta e mesmo Europa falando que não precisava ela sempre fazia questão.

- Obrigado, Sra. Alice. — Europa agradeceu e logo depoissaiu andando. 

Europa foi em direção ao seu trabalho, demorando apenas 20 minutos para chegar. Era uma lanchonete grande e que pagava bem o salário de Europa, bem o bastante para pagar a faculdade e o apartamento onde morava; Europa começou a atender os clientes, a mesma simplesmente ia e vinha da cozinha trazendo e levando bandejas, e ao ouvir um assobio vai em direção a uma mesa.

- O que desejam? — Europa perguntou olhando com os olhos no caderninho de anotação.

- Eu quero uma torta de frango. — Um dos homens disse.

- Um café! — O outro homem falou fazendo Europa reconhecer aquela voz e olhar para onde ela vinha.

Era James.

- Você? — Europa perguntou surpresa enquanto James se mantinha com a expressão séria.

- Vejo que se conhecem. — O homem disse fazendo Europa olhar diretamente para ele. Era charmoso, barba rala e cabelos grisalhos, sem contar que se vestia muito bem. — São amigos? — O homem perguntou interessado.

- Não somos amigos. — James disse seco fazendo Europa suspirar triste.

Europa não sabia porque mas ficou triste como dá primeira vez que ele falou isso.

- Já venho com o pedido de vocês! — Europa disse saindo.

Logo Europa chegou com o pedido dos dois, deixando-os na mesa se retirou sem olhar para James. Durante o expediente Europa olhava alguma vezes para James que nem se dava o trabalho de olhar novamente e isso frustava Europa.

- Querida, venha aqui. — O homem que estava com James chamou Europa.

- Deseja algo mais? — Europa perguntou.

- Sim. Meu amigo aqui foi rude contigo. — O homem disse fazendo James suspirar e revirar os olhos. — E pra te recompensar, ele te convidou para a próxima luta dele. — O homem falou. Europa ficou surpresa e James encarou o homem demonstrando estar surpreso.

- Eu convidei? — James perguntou. 

- Sim, você convidou. E se não quiser levar ela, pode considerar que você perdeu a luta. — O homem disse.

- Mas eu não sei... — Europa foi interrompida.

- E isso serve para você, se não for na luta dele, ele irá supostamente perder. — O homem disse jogando algumas notas de dinheiro na mesa enquanto se levantava. — E se fosse você, garota, não teria essa fera como inimigo. — O homem disse sorrindo de canto. — A luta será daqui dois dias, se acertem até lá. — O homem disse e saiu andando, deixando Europa sem entender e James aparentemente irritado.

- Hm. — James resmungou se levantando. 

Europa ficou estática mas logo voltou a trabalhar, trabalhou duro até dar o horário de ir embora e ao sair da lanchonete viu James perto de sua moto travando perante a ele, Europa não conseguiu pronunciar nada até tomar coragem.

- A-ah.. oi? — Europa perguntou com receio. 

James encarou Europa.

- Preciso de seu número. — James disse fazendo Europa travar e corar.

- M-meu número?... — Europa apertou a alça de sua bolsa desviando o olhar de James.

James suspirou e andou até Europa que abaixou o olhar.

- Coloque ele aqui! — James falou estendendo o celular.

Europa tremendo pega o celular e coloca o número, logo depois, devolve o celular para James que suspirou.

- Venha! — James falou.

- Hm? — Europa estranhou.

- Vou te levar até seu apartamento. — James disse se sentando na moto.

Europa não sabia o que dizer.

- É só pra eu saber onde te pegar quando for o dia da luta. — James falou sério.

Europa andou até ele e subiu na moto, logo depois James entregou o único capacete a ela e saíram.

- É aqui! — Europa disse e James estacionou a moto.

Europa desceu e entregou o capacete.

- Bem... obrigado. — Europa disse. — Pelo menos não irei me atrasar para a faculdade. — Europa disse puxando assunto.

- Não precisa agradecer. — James colocou o capacete e acelerou a moto deixando Europa para trás.

Europa Off:

James On:

James após deixar Europa seguiu seu caminho até um hospital, chegando lá passou pela recepção indo até um dos quartos.

- E ai, coroa? — James disse entrando no quarto.

- Coroa? Eu nesse estado acabo com você. — Um homem velho disse se sentando na maca.

 James sorriu ao ver o senhor a sua frente.

- Duvido! — James falou.

- Não me faça levantar daqui. — O senhor falou.

- Como se sente? — James perguntou se sentando perto da maca. 

- Forte como um touro. — O senhor disse. — E você? — Perguntou.

- Estou bem. Estou conseguindo ajuntar dinheiro para pagar o hospital. —  James disse sorrindo.

O senhor suspirou e deu um peteleco na testa de James.

- Já falei para você não ficar entrando nessas lutas clandestinas. — O senhor disse autoritário.

- Quem diria. O Coronel Phillip Blackhold preocupado com um vira lata como eu. — James falou zombando.

- Mesmo não sendo de sangue você é meu filho. — O senhor agora denominado Phillip.

James sorriu.

- E então? Já arrumou alguma namorada? — Phillip perguntou fazendo James revirar os olhos.

James sem saber o porque lembrou de Europa ficando distraído. 

- Aparentemente sim. — Phillip disse tirando James de seus pensamentos.

- Q-que? Claro que não. — James disse disfarçando. 

- Você ficou distraído quando perguntei, isso significa que você deve ter pensado em alguém. — Phillip disse.

Quando James ia responder uma enfermeira entrou no quarto.

- Senhor Phillip, está na hora de dormir. — A enfermeira disse.

James suspirou.

- Vou indo então. — James se levantou. — Boa noite, pai! — James disse.

- Boa noite, cabeça dura. — Phillip disse vendo James se despedir. 

James foi em direção a sua moto e ao sentar nela, notou como a noite estava bonita mas logo arrancou com a moto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...