1. Spirit Fanfics >
  2. Last week >
  3. Formatura

História Last week - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Aaaaaaah perdão pela demora, bloqueios são complicados...
Terminei de escrever o cap agora à pouco e estou muito insegura quanto à ele, mas quero atualizar logo...
Enfim, perdão se não estiver bom...aaaaaaa to ficando louca com isso.

Eu estava pensando que talvez seja injusto terminar só com um hentai kkkkkkkk então vou começar à trabalhar em um...só não sei quando vou entregar. E bem, acho que a fic vai acabar com um hot mesmo...

(E perdão pelo título ruim)

Mas enfim...realmente espero que goste!!♡♡

Boa leitura!!♡♡♡

Capítulo 7 - Formatura


Aizawa pov's

O sol estava alto no céu. Enquanto os outros arrumavam as coisas para a formatura eu estava sentado em um banco tomando um copo de café e mexendo no celular, apenas lendo algumas notícias sobre furtos durante a noite, talvez eu tente dar uma parada nisso hoje.

Vi a Kayama surgir por perto e se sentar do meu lado, com isso, bloqueei a tela e olhei para ela, que possuía um leve sorriso no rosto.

--- O que foi? -- perguntei.

--- Está saindo com alguém né, Aizawa... -- ela curvou a cabeça para o lado.

Desviei o olhar e fiquei em silêncio, ouvindo seus risos.

--- Imaginei, hoje você chegou meio...sei lá, parecia bem, de verdade, se comparar com os outros dias.

--- Como assim? -- a olhei confuso.

--- Estava tranquilo, como se nada de preocupasse, além disso, seu cheiro estava diferente...você transou Aizawa? -- me assustou com a sua análise -- Bem, isso não importa, o que importa é quem é ela. -- vi a outra sorrir maliciosamente.

--- Como...por que reparou no meu cheiro? -- vi a outra dar risada, me fazendo suspirar -- E eu falo pra você depois. -- não tentei esconder, desviando o olhar.

--- Sobre o sexo? -- perguntou.

--- Quem é ela! -- corrigi.

--- Claro claro... -- ela riu -- Deixa só eu tirar uma dúvida? -- perguntou em voz baixa.

--- Claro. -- dei de ombros, dando mais um gole no meu café.

--- É uma aluna? -- me fez engasgar e riu -- Incrível, nunca imaginei que você fosse achar alguém justo na sala de aula.

--- Como soube? -- perguntei após me recuperar.

--- Eu deduzi.

Fiquei em silêncio. Bem...mesmo que ela saiba não faz tanto mal assim, ela é próxima, e tenho certeza que tentará me ajudar com isso...

--- Mas me fala, quem é? -- insistiu, me tirando um suspiro.

--- (S/n)... -- falei em voz baixa.

--- A do 3-B? -- perguntou, fiz que sim com a cabeça -- Ah, ela já gostava de você né...e conseguiu te conquistar. -- sorriu para o céu.

--- Sabia disso também? -- perguntei.

--- Eu não sou lerda como você, Aizawa... -- colocou a mão no topo da minha cabeça, se levantando -- Ela é bem nova né...não terão problemas com isso? -- franziu as sobrancelhas, mas antes de eu responder qualquer coisa ela voltou à falar -- Ah, mas acho que isso não importa muito, já é de maior, vai se formar hoje...mas de qualquer forma, se precisar da minha ajuda estou aqui, tá? -- sorriu e virou as costas -- Aliás, parabéns. -- riu -- E toma cuidado, você tem um belo coração de pedra. -- disse antes de voltar à andar. Ri nasaladamente, voltando à beber.

Flashes de ontem passavam pela minha cabeça, acho que eu realmente gosto dela, afinal, quero mais disso, poderia até considerar viver com ela.

Talvez eu esteja pensando demais no futuro...

--- Aizawa, precisamos da sua ajuda aqui. -- ouvi me chamarem no rádio.

--- Estou indo. -- respondi e me levantei, andando calmamente para o local.


(S/n) pov's

Pensei que a formatura seria mais legal, ficar encostada em uma parede bebendo refrigerante não era o que eu esperava, mas a Hinata sumiu, e o Yuu, como sempre, está cheio de garotas à sua volta, parece até um idol. Quanto ao Aizawa, eu não havia visto ele ainda, e me encontrava pensando em como reagir quando isso acontecer. Ontem eu fiquei mais um tempo na casa dele depois de tomar banho, e o clima não parecia pesado, na verdade foi o contrário, tudo pareceu bem mais leve depois que fizemos...

Não é que eu esteja com vergonha de falar com ele ou algo do tipo, longe disso, mas hoje é a formatura e eu não sei se depois de tudo isso eu vou conseguir ver ele como professor. Mas, de qualquer forma, amanhã ele não será mais o Aizawa-sensei, e sim, Aizawa Shouta, meu namorado.

Ri com o meu próprio pensamento, é um pouco esquisito chamar ele de namorado considerando que ele era o meu professor...mas estou muito feliz por saber que meu sentimento era recíproco.

--- Peço a atenção de vocês para os professores. -- a voz do diretor Nezu ecoou no local, olhei para o palco, vendo o Aizawa junto de outros professores mais atrás. Ele parecia conversar com a Midnight, que sorria abertamente.

Nunca senti ciúmes da relação deles, até porque eu não era nada, não tinha o direito de me sentir assim. Mas eu costumava sentir um pouco de inveja dessa proximidade...bem de qualquer forma agora eu não preciso sentir nada diante disso, eu acredito.

O Nezu continuava seu discurso:

--- Durante esses três anos vocês aprenderam muitas coisas, e grande parte disso foi graças a eles... -- ele passou seus olhares pelos professores, logo voltando a falar -- e eles queriam falar algumas coisas pra vocês nesse dia tão marcante. -- sorria para os alunos -- Como o All Might já fez seu discurso mais cedo, o Eraserhead, ou como vocês costumam o chamar, Aizawa, irá começar. -- se afastou do microfone, abrindo espaço para o outro.

--- Boa tarde. -- falou bastante perto do microfone. Um sorriso surgiu no meu rosto quando ouvi sua voz -- Bem...eu queria desejar boa sorte a todos vocês, viver como herói não é fácil, principalmente quando se tem a mídia no seu pé, pois qualquer coisa pode acabar com a sua imagem. E por esse motivo eu preferi evitar os holofotes. -- nossos olhares se encontraram por alguns segundos silenciosos -- Mas não se abalem com qualquer coisa, não deixem de fazer algo porque vão julgar, ou você nunca irá pra frente. Isso não vale apenas para a carreira de herói, mas sim para a vida. -- respirou fundo, dando abertura para algumas palmas entre os alunos -- Era basicamente isso, obrigado... -- agradeceu, recebendo palmas ao se afastar levemente do microfone para se curvar.

Ao ir para o canto do palco nossos olhares se encontraram novamente, e eu vi ele estreitar os lábios, falando algo para a Midnight e saindo de lá quando o Ectoplasm começara a falar. Não demorou muito para que ele chegasse até mim, olhando para o horizonte.

--- Oi... -- sorri, dando alguns passos até ele -- boa fala.

--- Obrigado. -- ele sorriu de volta, me olhando nos olhos -- Você tem compromisso pra hoje ou amanhã? Vai ver a sua família ou algo do tipo? -- perguntou.

--- Não...por quê? -- o olhei confusa.

--- Ah, eu pensei em te chamar pra ficar lá em casa, digo, passar a noite. Se quiser, claro. -- ele se corrigiu de última hora, franzindo levemente as sobrancelhas ao ver que um sorriso se abriu no meu rosto.

Pensei se eu podia fazer aquilo, pois eu queria, mas não devo deixar a Hinata sozinha.

--- Tudo bem... -- assenti -- talvez eu não durma lá, mas podemos nos divertir durante esse tempo. -- sorri de lado, sentindo meu rosto esquentar.

--- Nunca imaginei que você fosse assim. -- ele desviou o olhar, rindo nasaladamente. Ri junto.

--- Então... -- me aproximei perigosamente dele, que ao notar, se afastou -- Vamos Aizawa, é a formatura... -- suspirei.

--- Estamos na escola, fazemos isso em casa. -- ele desviou o olhar para o palco.

--- Tudo bem... -- ri um pouco, desistindo e parando do seu lado. Olhei para o seu rosto e senti meu coração acelerar, tal sensação me fez morder o lábio inferior.

Droga...eu queria muito te beijar agora.


Aizawa pov's

Queria beijá-la na frente de todos, mas isso traria problemas que ainda não estamos prontos para lidar...

Por enquanto ficar com ela na minha casa é o melhor que podemos fazer, quando a situação se estabilizar um pouco mais conversamos com os outros. Conto pra ela mais tarde sobre a Midnight.

Pensei um pouco ontem sobre a família dela, já conversei uma vez com os seus pais, que se mudaram para o outro lado da cidade há alguns meses, assim, ela começou à morar com a amiga. Provavelmente ela irá para lá daqui à um tempo, temos que resolver isso. Talvez seja difícil pra ela, ou melhor, pra gente...

Olhei para a mesma do meu lado, que prestava bastante atenção na fala já de outro professor.

Bem, não irei ficar pensando muito nisso agora, logo poderemos ir pra casa e passar um tempo juntos, depois teremos tempo para resolver tudo isso.

*Timeskip*

O pôr-do-sol coloria o céu em laranja, enquanto eu via a (s/n) andando na minha direção. Sorri levemente pra ela, tirando minhas mãos do bolso.

Ainda haviam muitas pessoas no local, mas decidimos sair mais cedo, ou então só iríamos embora de noite.

--- Ela disse que tudo bem se eu passar a noite fora, mas não tenho certeza disso. -- falou olhando para o chão.

--- Bem, faça como preferir. -- levei uma mão ao pescoço, coçando o local -- Vamos? -- perguntei. Mas fomos interrompidos por um garoto alto de cabelos loiros.

--- Yuu? -- (s/n) pareceu corar instantaneamente, olhei curiosamente para ele.

--- Oi, (s/n). -- ele sorriu -- Aizawa-sensei. -- se curvou levemente -- Eu ia perguntar se você não queria sair com a gente mais tarde. -- falava com ela.

--- Ah, eu já tenho compromisso. -- sorriu, olhando pra baixo.

--- Hm...entendi, tudo bem então. -- ele pareceu pensar -- Eu não vi você tirar nenhuma foto hoje, posso tirar uma de vocês dois? -- perguntou.

--- Ah...claro. -- ela sorriu levemente, pegando seu celular e entregando para o outro.

Vi a mesma se aproximar de mim cuidadosamente. Passei meu braço pelo seus ombros e a trouxe pra mais perto, ajeitando a postura para a foto, sem sorrir. Depois do clique o celular foi entregue de volta para ela e eu recolhi meu braço, colocando a mão no bolso.

--- Achei esquisito você não ter tirado uma foto com o sensei desde que entrou na escola, afinal, ele sempre foi o seu herói favorito. -- sorriu, desconcertando a outra do meu lado -- Bem, eu vou indo. -- acenou e foi embora.

Olhei para o lado e vi ela de cabeça baixa, provavelmente constrangida com o que o garoto havia acabado de falar.

--- Vamos. -- a chamei, começando à andar para fora da escola.

Seus passos me acompanharam e cobriram o silêncio por alguns segundos, antes de ela começar à falar.

--- O Yuu é um amigo muito importante. Se não fosse por ele a gente não...estaria assim agora. -- revelou, me fazendo parar de andar.

--- Como assim? -- perguntei, me virando pra ela.

--- Eu pedi a ajuda dele antes de me confessar pra você...claro que não mencionei nomes, mas ele deduziu que era um professor depois. -- explicou, dando espaço para o silêncio novamente. Ficamos parados ali, de frente um para o outro.

--- A Midnight descobriu que estou com você. -- quebrei o silêncio, falando de uma vez sobre isso.

--- Quê? -- me olhou suspresa.

--- Aparentemente deduziu também. -- franzi as sobrancelhas, me sentindo melhor por ter falado -- Mas ela não foi contra, disse que ajudaria caso eu precisasse.

--- Entendi... -- pareceu pensar sobre isso. Logo voltamos à andar.

--- Então...eu sou o seu herói favorito? -- perguntei, ainda olhando pra frente.

--- Sim... -- ela riu um pouco sem graça.

--- Como me descobriu? -- fiquei curioso, sabendo que quase nunca apareci em uma matéria. Quase nunca.

--- Eu tinha uns 13 anos, e gostava bastante de saber sobre os heróis. Um dia vi na internet uma foto sua, só sua silhueta na verdade, e isso me deixou curiosa, então comecei à pesquisar em todos os lugares sobre o "Eraserhead", como achava poucas coisas sobre você, minha curiosidade só foi aumentando. Comecei à te admirar por não precisar da mídia pra ser um herói, isso era bem legal... -- refletia consigo mesma, me fazendo sorrir.

--- Ah...entendi. -- falei após um suspiro.

--- Vi seu nome na lista de alguns heróis que estudaram na U.A. e resolvi tentar entrar ali. Mas nunca tive coragem de mostrar minha admiração, que começou à evoluir pra paixão... -- seu tom de voz diminuiu.

Parei na frente de casa, pegando a chave do bolso e abrindo a porta. E logo ao entrarmos parei na sua frente, vendo ela erguer a sua cabeça para me olhar e me dando a oportunidade de beijá-la.

Quando nossos lábios se tocaram, me senti incrivelmente bem. Era como se toda a tensão ao nosso redor tivesse desaparecido. Um leve estalo foi audível quando o toque se desfez. Com os rostos próximos, nossas bocas se tocavam com qualquer movimento.

Levei minhas mãos para as suas pernas e a ergui em meu colo, sendo roubado pelos seus lábios novamente. Sorri durante o beijo. Essa garota é incrível...


Notas Finais


Nn sei...parece que tá tão ruim...mas vou soltar mesmo assim.

Percebi esses dias que meus romances são horríveis, sempre tá tudo pronto, aí nn tem a emoção do amor pq eles já se amam e ngm é contra isso, foda kkkkkkk talvez eu faça uma continuação dessa fic...
BEM!! Não irei falar demais kkkkkk

Espero que tenha gostado!!♡♡

Muito obrigada por ler!! De verdade!♡♡

E até...eu acho kkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...