História Lauren e Camila - O preço de uma mentira - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Cameron Dallas, Camila Cabello, Fifth Harmony, One Direction, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Cameron Dallas, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Troye Sivan, Zayn Malik
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Conto, Dinah Jane, Fifth Harmony, Fluffy, Larry, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Norminah, One Direction, Romance, Suspense, Ziam
Visualizações 143
Palavras 908
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Só pra começar o dia :)

Capítulo 26 - Parte 22


Lauren

***

Já era por volta de umas 01:50 da madrugada, quando acordei sentindo um forte cheiro de fumaça espalhado pela casa.

Tentei não despertar a Camila, eu estava adormecida em seu peito e levantei da cama suavemente, para não acorda-la e fui ver o que estava causando tudo aquilo.

Ao sair do quarto, notei que a fumaça vinha da cozinha e putz, lembrei, deve ser o macarrão.

Corri para apagar o fogo e desliguei a saída de gás do botijão para evitar que algo maior acontecesse, quando lembrei que fiz a Camila dormir sem comer nada, caí na risada.

Fiz a mesma gastar todas as energias em uma noite e não à alimentei, e que energias bem gastas. A Camila com todo esse charminho de menina quieta e tímida me surpreendeu na cama.

Ao colocar a panela do macarrão na pia da cozinha, me senti de certa forma observada por alguém, llhei para trás e notei que era a Camila. 

-Acordada essa hora Laur?. -Ela estava encostada na parede com uma cara sonolenta, estava com um lençol cobrindo seu corpo.

-Vim nos salvar de um incêndio, ou esqueceu que deixamos um macarrão no fogo antes de ir para o parquinho de diversão?.

-Nossa, esqueci completamente, e você não cumpriu nosso trato, eu dancei e acho que o macarrão passou do ponto. -Rimos juntas, ela continuou com um tom sedutor. -Mas quem poderia lembrar de macarrão com uma mulher como você do lado?.

-Para, tá me deixando sem jeito, e acredite, estar sem jeito e com fome não combina em nada.

-Eu também estou com fome, mas não vou me arriscar e te deixar pilotar um fogão outra vez. -Falou sorrindo.

-Ah é?Mas não tiro sua razão, rs, acho que nesse horário ainda tem pizzarias abertas, tem uma no centro que funciona a noite toda, que tal uma pizza?.

-Ótima idéia, mas eu escolho o sabor, porque sou eu quem mando.

-Okay senhorita ativa.

Ligamos para o disk pizzas e quase uma hora depois nossa pizza de frango com catupiri e ovos chegou.

Sentamos no tapete da sala que ficava próximo a duas portas enormes de vidro que abri e davam entrada para a varanda que nos oferecia uma vista linda para um céu limpo, estrelado e com uma lua enorme amarela.

Apesar de ter um sofá, preferimos ficar no tapete com almofadas grandes e confortáveis, a vista que deslumbrava nossos olhos, não me impediu de pensar: "Só mesmo a Camila para escolher uma pizza com ovo", mas com a fome que eu estava, fiquei feliz que tenha chegado, só não podia perder a oportunidade de insultar.

-Além de pizza com ovos, quais as outras coisas bizarras você gosta de comer?.

-Além de você?. -Deu risada.

-Deixa de graça, eu realmente quero te conhecer melhor, saber seus gostos, sonhos, desejos, manias, afinal eu preciso conhecer a minha futura namorada, e eu não sou bizarra.

-Futura namorada?. -Falou Caem tom surpreso, ela realmente não estava esperando por isso, eu então decidi consertar.

-Bom...Ahn...Desculpa, eu não... -Ela sorriu e tocou minha mão.

-Não conserta...Foi lindo te ver falando isso, sabe?Desde a primeira vez que te vi você mexeu comigo, eu quis te acompanhar por onde você fosse, não sei o que deu em mim, mas você estava tão apressada que não quis atrapalhar, saiba que eu não costumo ir para a cama com as garotas no primeiro encontro, mas eu quis tanto te encontrar novamente, te encontrei, você bagunçou tudo em mim e sumiu, tenho medo que essa seja minha primeira e última chance e estou sei lá, vivendo o momento. -Ouvir a Camila dizendo tudo isso olhando em meus olhos com tanta sinceridade me deixou tão sem jeito, tão boba que não sabia como agir, então tirei minha mão d'baixo da sua, olhei para a pizza e disse.

-Bom, espero que não tenha que pôr o Ringo em situação de risco novamente para que o destino nos aproxime. -Eu sorri, mas ela não.

Notei sua insatisfação, ela se ajeitou na almofada que estava sentada e agiu como se não tivesse falado nada e respondeu.

-É sempre bom manter o seu melhor amigo bem preso mesmo, rs, mas e essa pizza?Olha Laur, nem vem que essa aqui eu não deixo você incendiar.

-Como eu queimaria uma pizza já pronta?.

-Olha, de você eu não duvido nada, só faltou incendiar aquela cama. -Ela piscou para mim e sorrimos sem jeito.

Então comemos e conversamos sobre coisas diversas, quando já satisfeitas, a chamei para sentar mais perto de mim, ela veio, eu a coloquei sentada entre as minhas pernas, ela se encostou no meu peito e ficamos por algum tempo olhando o céu.

A Camila começou a me falar sobre as constelações e me mostra-las, começou a me contar histórias e curiosidades sobre o universo e as estrelas, eu apenas ouvia fascinada.

-Camila, isso não é justo, você sabe realmente fazer uma garota conhecer as estrelas, fiquei com ciúmes por não ter sido a sua primeira. -Ela sorriu timidamente, virou o rosto para mim com seu jeitinho delicado, tocou meu rosto com carinho e disse.

-Quem disse que não foi?. -Me deu um beijo tão doce que eu nem quis saber de responder.

O nosso beijo foi tão leve, tão suave, puro...

Naquele momento eu vi que era aquela leveza que eu queria em minha vida, apesar de ser muito cedo, tive a certeza que a minha primeira intuição sobre aquela garota se mostrava mais certa a cada minuto que eu passava ao seu lado.

Ela me conduziu até o quarto novamente onde deitamos na cama e nos aconchegamos uma nos braços da outra e assim adormecemos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...