História Le Tenébrès Du Noir Pur - Capítulo 9


Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Jalil Kubdel, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Adrinette, Mistério, Novos Heróis
Visualizações 14
Palavras 1.376
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E aqui estamos nós de novo!!!
Galera, estou me organizando, meio que meu celular desliga do nada, e eu perdi todos os capítulos de Legendary Magic, e tenho que reescrevê-los novamente.
Bem, estou economizando ao máximo minha internet, pelo menos tem que durar até o final do mês. Vou fazer um jornal, para hoje ainda, avisando as últimas notícias das histórias.
E em outro caso, vou colocar a notícia nas historias, tenho que dizer que estou viva.
Detalhes à parte....


~podem ler🌌🌌🌌🌌

Capítulo 9 - O Ciclo Da Lua


Fanfic / Fanfiction Le Tenébrès Du Noir Pur - Capítulo 9 - O Ciclo Da Lua

— Mestre por que estamos aqui? – a joaninha perguntou confusa, estavam em uma parte bem afastada da cidade e chegava a ser assustador –

— Irei lhes contar sobre uma maldição lançada na batalha que ocorreu aqui em Paris a muitos séculos, foi quando perdermos os miraculous do lobo branco e negro... Inimigos mortais por mais que tenham sido criados para o bem. Foi lançado um terrível feitiço sobre os dois.

— Como assim? – o gatuno perguntou curioso, logo recebendo um olhar do Mestre –

◀ ⚪ ▶ ⚪ ◀ ⚪ ▶

Há muito tempo atrás, um casal que se amava, um portava o Miraculous do Lobo Branco e outro o Miraculous do Lobo Negro, assim como o Yin-Yang, os dois eram o oposto um do outro, se complementavam com a Luz e a Escuridão, por mais que fossem seres da noite.

Um casal apaixonado, unidos em todos os momentos que existissem em suas vidas. Mas não sabiam que eram vigiados todos os dias de suas vidas, uma sombra que tinha raiva deles, pois amava o rapaz que portava o Miraculous do Lobo Negro.

Duas almas destinadas a se amarem, e ao mesmo tempo depois da maldição a se odiarem com todo coração.

— Jacque, isso lá é hora pra se esconder lobinha. – o rapaz chamava por ela, sem nem ao menos perceber a mesma vi do por trás de si, e pulado contra suas costas –

— Oi Edgard, procurando por mim? – ela foi virada de frente pra ele rapidamente e antes que se desse conta, seus lábios foram tomados pelos dele – Ei!

— Estava me devendo esse beijo desde a luta espertinha. – ele a beijou novamente, e a mesma bufou por causa da falta de ar que se fez presente – Te deixei sem ar mon amour?

— Deixa de ser besta. – ela acertou um tapa em seu ombro, enquanto recuperava o seu fôlego –

Os dois saíram para dar uma volta pelas ruas francesas, encontrando seus amigos em meio ao percurso, o grupo todo saiu para o passeio por sua amada cidade, quando o tumulto se fez presente e todos se dividiram correndo em direções opostas, tomando em seguidas suas transformações.

— Attenia “Transforme moi!”

— Renné “Transforme moi!”

— Tikki “Transforme moi!”

— Plagg “Transforme moi!”

— Trixx “Transforme moi!”

— Wayzz “Transforme moi!”

— Duusu “Transforme moi!”

— Pollen “Transforme moi!”

Os oito heróis foram em direção a luta, mal sabendo que aquela seria a última luta de todos eles, pelo menos de três deles.

As sombras se alastravam, juntamente das borboletas negras que voavam por toda extensão da cidade francesa. Não seria errado dizer que estavam assustados, pois, estavam, aquilo estava além da imaginação de cada um deles.

— Loup...

— O que foi Wolf? – Loup olhou para o namorado após desviar de um golpe de um dos akumas –

— Eu queria te fazer uma pergunta.

— Precisa ser agora? – ela perguntou enquanto escorregavam pelo chão e derrubada o akuma arrancando o objeto akumatizado e o guardando em uma bolsa adequada para aquilo – Estamos meio ocupados.

— Em caso a gente não saia dessa enrascada.

— Meu amigo! Para de enrolar e pergunta logo! – o herói gato gritou do outro prédio, vendo o amigo suspira e dizer –

— Quer casar comigo?

— Como é? – ela estava estática com a pergunta do namorado, que parou de lutar no mesmo instante olhando para o mesmo, por sorte duas amigas estavam dando cobertura para ela –

— Quer ser minha esposa? Estamos nessa a tantos anos por causa da decisão de nossas famílias, e eu não aguento mais te olhar sem poder te ter apenas para mim meu amor, o que me diz? – ele estava com medo da resposta de sua amada, afinal, ela tinha um gênio difícil de lhe dá muitas das vezes, mas o que o surpreendeu foi a aproximação dela, e o beijo que ela lhe deu dizendo em seguida –

— Isso responde sua pergunta Ed?

— Claro.

— Agora, vamos acabar logo com isso! – os dois disseram em uníssono voltando a luta, mas, não sabiam que esse casamento jamais se tornaria verídico -

A luta continuava árdua, até que em um momento a portadora do Miraculous do Lobo Branco, Raposa e Pavão menos esperavam estavam cercadas, e um ataque fatal foi lançado em suas direções.

Mas, seus amados se colocaram em suas dianteiras recebendo os golpes no lugar delas.

— Não! – os três caíram pra trás sendo amparados por suas amadas que sem notarem derrubavam lágrimas em cimas dos corpos –

— Oi lobinha. – Wolf dizia fracamente, o golpe havia acertado seu tórax que fluía sangue – Está mais linda do que nunca.

— Nem se atreva a fechar os olhos Ed! Se você fizer isso eu... – a mesma não conseguia terminar sua frase, pois suas lágrimas se tornaram mas recentes – Por favo, não me deixa.

— Eu te amo.

As transformações dos dois haviam se desfeito, toda a França estava de olhos abertos em espanto ao verem que dois de seus heróis eram na verdade Edgard Demencor e Jacqueline Bowen Jensen.

Quando a Sombra viu aquela cena, amaldiçoou os miraculous deles dois, dizendo que jamais voltariam a se amarem novamente... Até hoje os espíritos de Jacqueline e Edgard estão soltos por aí, esperando que suas almas voltem a se encontrar e se amarem novamente.

◀ ⚪ ▶ ⚪ ◀ ⚪ ▶

— Mestre, quer dizer que esses dois portadores pelo menos os atuais irão se odiar no mesmo momento em que começarem sentir atração um pelo outro? – a joaninha perguntou meio aflita a história era triste –

— Exatamente minha cara. Jacqueline e Edgard tem suas almas separadas, e passaram por muitos séculos até chegarem ao nosso tempo, e elas estão encarnadas nos dois portadores futuros.

— Quer dizer que termos ajuda? – o bichano perguntou –

— Por enquanto não, os dois irão demorar um tempo para apareceu ainda, mas a menina será a primeira a chegar na cidade o rapaz uma dias depois, se preparem será difícil controlar os impulsos dos dois.

— Sendo sincera menina, você não parece bem. – a kwami cinza com partes em branco perguntou para sua portadora –

— Apenas uma dor no peito, essa história é muito triste onde aprende tudo isso?

— Vivi milênios lobinha, eu passei por tudo isso. Agora, estou anciosa pra descobrir quem é a sua alma gêmea! – a pequena começou a rodopiar em alegria, enquanto sua portadora pedia pra mesma ficar quieta –

— Pra sua informação eu não acredito muito nisso, minha família tem essa cultura de acreditar na Linha Vermelha, mas, eu não nasci para amar alguém... E isso nunca vai acontecer... Boa noite Attenia. – a garota caiu no sono em questão de minutos e sua kwami repousou sobre seus cabelos –

— Meu amor, você não sabe, mas sua alma gêmea está em alguma parte do mundo te esperando, um coração assim como o seu esperando ser completado, duas almas esperando se encontrar... Sonhe com ele, assim como ele sonha todas as noites com você princesa do solstício de inverno.

— Aí garoto, você não perde a esperança mesmo em. – um lobo em miniatura cinza com detalhes em preto falou para o seu portador –

— Ela ainda vai me amar Renné, eu sei disso. – o rapaz se jogou em sua cama olhando para o teto –

— Mas, já pensou se ela não for a garota ideal para você? Sabe, que pode ter uma alma gêmea, alguém que nasceu para te amar e você amar a ela.

— Eu amo Marianne e sei que ela vai me amar, você devia me apoiar Renné... Por que não faz isso?

— Garoto, posso te dizer que, meu último portador Edgard sempre foi apaixonado por uma única mulher com quem pretendia se casar, mas os dois morreram... E sabe, ele sempre quis que no futuro quem fosse a reencarnação deles dois se conhecessem e se amassem na mesma forma o ele e a noiva se amaram. – ele olhou para seu portador que havia dormido sem ter ouvido quase nada – Meu garoto, sua alma gêmea está por aí, e sabe, vocês vão passar por muita coisa, brigas, confusões, brincadeiras, consolações, sorrisos, até notarem que na verdade se amam... Meu rapaz, e ela será a pessoas que menos você gostará de estar perto.


Notas Finais


Quem serão esses dois???
Bem, Attenia e Renné já estão ativos em certo ponto, mas tudo que podem fazer só no momento em que os seus portadores se transformarem pela primeira vez, o que nunca aconteceu desde que receberam suas jóias.
Amanhã teremos o próximo episódio, e hoje ainda eu acho que posto um outro de outra história.
Vejo vocês mais tarde com o jornal!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...