História League of Legends - Campeões "Lendários" - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias League Of Legends (LOL)
Personagens Aatrox, Ahri, Akali, Alistar, Amumu, Anivia, Annie, Ashe, Aurelion Sol, Azir, Bardo, Blitzcrank, Cassiopeia, Evelynn, Gnar, Jinx, Karma, Katarina, Lulu, Lux, Master Yi, Miss Fortune, Mordekaiser, Morgana, Nasus, Nocturne, Nunu, Poppy, Quinn, Rakan, Rengar, Riven, Ryze, Sejuani, Shaco, Shen, Shyvana, Singed, Sion, Sivir, Skarner, Sona, Soraka, Swain, Syndra, Tahm Kench, Taliyah, Teemo, Thresh, Tristana, Trundle, Tryndamere, Twisted Fate, Twitch, Udyr, Urgot, Varus, Vayne, Veigar, Vel'Koz, Vi, Viktor, Vladimir, Volibear, Warwick, Wukong, Xayah, Xerath, Xin Zhao, Yasuo, Yorick, Zac, Zed, Ziggs, Zilean, Zyra
Tags Game, História, Lol, Porno
Visualizações 58
Palavras 1.338
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Magia, Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estamos conseguindo manter, mas não garanto.
PS: desculpa sé ficou muito grande

Capítulo 14 - Harém Estelar - parti 3 - Poppy Lulu Janna


Fanfic / Fanfiction League of Legends - Campeões "Lendários" - Capítulo 14 - Harém Estelar - parti 3 - Poppy Lulu Janna


O garoto pulou entre as arvores para ver Lulu sendo perseguida por um tubaram de pernas de galinhas que avançava contra ela é todos os mascotes do time. Ela corria de um lado para o outro gritando de medo. É foi ai que ele avançou pronto para atacar com seu maior golpe de luz, mas apenas atingiu-o com um pequeno raio de energia. Havia estranhado, mas não podia perde tempo é avançou daquela forma mesmo atingindo a criatura com seus múltiplos raios até que o matou transformando-o em uma pilha de peixe morto furado.
-Ahh E.z.. - Ela pulou e o agarrou pelo pescoço abraçando com força enquanto lhe dava dezenas de beijos - Obrigado, você é meu herói... - Mais beijos - Obrigado mesmo, lhe devo minha vida!
-Tudo bem, eu fiz apenas meu dever... Mas por que não usou seus poderes?
-Eu tentei, mas meus poderes estão muito fracos.
-O que ela fala é verdade - Ahri afirmou mostrando sua esfera de energia na mão tentando acerta uma arvore, mas só conseguindo queimar-la um pouco. - Estamos todos com cinco porcento de poder no máximo, vamos precisar improvisar para sobreviver.
-Concordo, mas antes de tudo, precisamos encontra as outras pessoas na ilha.
-Vamos nós separar - Harmonizou Miss Fortune pegando seu mascote, e uma faca para proteção e foi adentrando a floresta - Ahri é eu vamos para esse lado, da ilha, vocês dois vão pelo outro, nos reencontramos aqui em duas horas.
Todos concordaram é seguiram pela floresta adentro.
(...)
Ezreal caminhava olhando para Lulu estranhando os sorrisos e suspiros que ela o dava de vez em nunca, ele tentou quebra o silêncio mas percebeu no meio de gaguejar que não estava pronto para puxar-lo então tentou ficar quieto mesmo.
-Ia dizer alguma coisa?
-...Ah... Sei lá... Quanto anos você tem?
-Algo entre 6000 ou 9000... Sei lá, perdi as contas.
-Serio? - Ele quase tropeçou olhando para ela - É coisa tua ou...
-É da minha raça, sabe nós Yordle sempre somos mais velhos do que parecemos.
-Todos... Tipo até a...
-Poppy!
-É ela que ia fala. Temos uma boa sintonia aqui.
-Não! Éla está ali!
Só ai que ele percebeu que ela na verdade estava falando da pequena guerreira que estava presa em galhos de uma arvore. Ele foi caminhando a passos largos e com a gentileza e a força de um verdadeiro herói clássico. Ou pelo menos foi assim que ela percebeu conforme ia abrindo seus lindos olhos para sé deparar sobre o toque da luz do sol, sendo carregada pelos braços fortes de Ezreal, é sem mesmo perceber acabou beijando-o apaixonadamente. Ele não resistiu de imediato afinal o gosto de uma Yordle era quase irresistível ao paladar humano, é ficou ali ajoelhado beijando sem percebe que estava sendo visto. Somente a soltou quando ouviu dois gritos agudos de garotas.
É ali estavam Lulu é a recém chegada Janna.
-Olha aposto que da para resolvermos isso... - Dize tentando sé afastar ficando rodeado pelas três - Por que vocês estão sorrindo? - Ele notou as outras duas sorrindo é foi mais uma vez surpreendido pelo agarrar de Lulu que o derrubou no chão e começou a beijar-lo também. Só ai que Poppy notou o que tinha feito, é mais ainda estava tentada em "ir além". Mas agora que estava vendo Lulu o beijando, ficou com vergonha, de faze-lo.
Mas es que Janna também caiu em cima dele agarrando-o braço e colocando o ombro dele entre seus peitos.
Entre as bocas das duas ele conseguiu fala:
-Garotas calma...
-Solta ele que é só meu!
-Não, ele é meu, só muito mais alta!
Mas no meio da briga um cheiro estranho tomou o ar, algo que vinha de dentro dele, é dele que vinha aquele "desejo" que elas ganhavam apenas por estarem perto de Ezreal.
-Podemos dividir?
-Por min tudo bem...
Lulu dize isso tirando toda a roupa e avançando contra o rosto dele, entregando-lhe-os peitos.
Eram pequenos seios, mas durinhos e redondos, e seus mamilos possuíam sabores ricos nunca antes sentidos por ele, que sé dedicou a chupa-la, as mãos dele apertava-a ainda mais contra sua boca.
Enquanto isso Janna levantou sua saia sentou contra o colo duro dele começando a sé esfregar é chupar-lhe o dedo da mão.
É alguns metros daquela opera das preliminares, estava Poppy exitada é sé masturbando e desejando está ali com as outras.
Lulu era a que mais gemia, sentia a língua, lábios é até mesmo os dentes dele fazendo seus seios que mais pareciam choques em sua espinha.
Ele girou-as sobre seu corpo, deitou-se contra os seios fartos de Janna deixando seu pau ali em uma Espanhola lenta é controlada, com Lulu ele dedicou a chupa-la pela vagina enquanto apertava a bunda dela com o carinho digno de um anjo.
É no momento em que Lulu sé deitou sobre seus fortes braços, foi que Poppy sé viu a merce dos olhos lindos de Ezreal, chupando sem para, mas ao mesmo tempo que sé dedicava a duas, mas a olhava como sé dize-se no fundo mais sádico de uma alma gritando "Pode vir, eu aguento mais uma".
Ela caminhou contra eles já removendo suas roupas é chegando ao lado direito dele, tentou fala, mas nem precisou já que teve sua vagina acariciada pelos dedos precisos do rapaz.
Ali abaixo da luz do sol vencendo as folhas das arvores, tendo o rio como seu cantor, e as arvores como suas testemunhas, começaram a ver o sexo apaixonado dos quatro.
Janna com a boca aberta respirando pesado enquanto tinha um pau entre seus peitos, e a cabeça tocando-lhe-a boca como a pancadas erotizadas, de pernas abertas estava Lulu babando e quase perdendo o controle de seu corpo frente ao agarra de E.z. É Poppy abraçava-o com força gemendo suando de adrenalina é prazer conforme os dedos dele adentravam-a.
(...)
Eles trocaram de posições agora ele sentado beijando Janna, com Poppy sentando em seu pau e descendo com cuidado, é Lulu de quatro no chão tendo sua vagina e seu anus acariciados pelos dedos do rapaz.
Poppy chegou até a metade do pau dele é sé sentindo preenchida por completo mais continuava a rebola e subir e descer fazendo uma aperta preciso em partes do pau de E.z. Que ele não pensava que seria tão bom. É frente ao quão aperta ela era, o fazia amar ainda mais aquela pratica sexual. Ele sé curvou de lado quase a derrubando no chão, para que pudesse lamber o cu de Lulu ao mesmo momento em que o seu cu era acariciado por Janna.
Os gemidos eram contidos, todos ali curtiam o momento, tocavam-se uns aos outros. Era luxuria encarnada.
(...)
Elas trocaram novamente agora com Janna de quatro sendo penetrada por ele com precisão é com Poppy em cima dela é Lulu acima da mesma, formando um sanduíche de prazer revesado.
Nas duas Yordle ele trabalhava com a linguá é as mãos, em tapas e caricias.
Quando Janna começou a gemer com força, ele retirou o pau e subiu para meter contra Lulu que teve resistência apenas no começo, mas assim que liberou seu liquido ele pode entra. Foi até o fundo do corpo dela fazendo-a gritar de prazer é tremer em cima de sua amiga, antes de gozar espirrando é ficando mole em cima de suas costas. Ele tirou é voltou a meter em Poppy. Foi fundo nela, e dessa vez mais rápido ao ponto de derruba Lulu ali da pilha.
Ele removeu novamente o pau é voltou para Jana é ficou nesse troca troca até que as duas começaram a gozar, as três estavam no chão sorrindo de prazer, enquanto ele sé masturbava em cima delas, até gozar sobre os seus corpos.
(...)
No fim de alguns minutos ele voltou para as três, com roupas novas é canecas cheias d´água que usou para limpa-las com um carinho quase paterno deixando as três dormindo ali ao redor de si.
Foi quando ele entendeu seu trabalho, iria cuidar delas... De todas elas.
 


Notas Finais


volta ainda:
Soraka
Syndra
Jinx
Lux
:3 depois vai ser geral junto


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...