História League of Legends: Guerra de Runeterra - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias League Of Legends (LOL)
Tags Jogos, League Of Legends, Lol
Visualizações 16
Palavras 1.345
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Katarina das Águas Sentinas


Fanfic / Fanfiction League of Legends: Guerra de Runeterra - Capítulo 3 - Katarina das Águas Sentinas

Em uma tarde no topo do prédio mais alto do Bastião Imortal (capital de Noxus), Swain observa a face de Katarina com um olhar opressor, Katarina empolgada para partir de Noxus logo.
Darius: Assassinar todos os habitantes das Águas Sentinas? Você está louco, general? Ela não vai conseguir.. Você está mandando ela para morte!
Ele fala isto com um tom de soberania em sua voz. Swain olha para ele muito irritado enquanto vários corvos começam a se aproximar do local Swain: Darius, fique quieto! Eu só não te mato porque você é o melhor guerreiro de Noxus.
Darius: Exato, então eu poderia te..
Katarina interrompe Darius, falando que ela iria para a missão e estaria partindo de manhã. Darius e Swain ficam se encarando prontos para começarem uma briga até a morte, mas Talon chega e manda o Darius ir embora. Katarina sabendo que irá partir ao amanhecer, resolve ir para Demacia ver uma pessoa. Passou-se 3 horas e Katarina chega em Demacia e se infiltra na capital e consegue chamar a pessoa que ela foi visitar para a "Floresta Silenciosa" que faz fronteira com Demacia.
???: Por que você veio aqui, Katarina?
Katarina: Garen... O general de Noxus, Swain me mandou para uma missão e talvez eu não volte com vida...
Garen: Como assim? O que você vai fazer?
Katarina: Swain, está me mandando para as Águas Sentinas ao amanhecer para exterminar todos os habitantes do local!
Garen: Isso é loucura! Você não pode fazer isto! Os Noxianos não cuidam um do outro?
Katarina: Desde que o Swain entrou no lugar de Boram, Noxus está em decadência, me surpreende ainda termos forças para lutar nessa guerra!
Garen: Kat, se mude para Demacia, venha morar comigo, eu posso convencer o nosso rei deixar você morar conosco! Aqui em Demacia, a justiça prevalece e cuidamos um dos outros!
Katarina: Desculpa, Garen... Não posso fazer isso... Podemos fazer isto... Como um adeus?
Garen: Isto não será um adeus!
Eles se aproximam um do outro se abraçam e se beijam
Garen: Este beijo irá traçar nosso reencontro!
Katarina: Sim...
Katarina sorri e vai embora para Noxus e Garen volta para Demacia.
                Katarina quando chegou ao portão ao amanhecer viu sua irmã, Cassiopéia, e Darius
Cassiopéia: Sei que nunca nos damos bem, mas acabe com eles, Kat!
Katarina: Cassi...
Darius: Tome cuidado... Quando você voltar Noxus não será a mesma, eu prometo!
Cassiopéia e Katarina olham para Darius sem entender muito bem e Darius vai embora, após de despedir Cassiopéia vai para casa e Katarina parte para as Águas Sentinas.
                Nas Águas Sentinas, Pyke e Nautilus voltam de sua missão e se reencontram com Miss Fortune, sua líder
Miss Fortune: Pyke, Nautilus, vocês encontraram ele? Precisamos dele para ganhar esta guerra!
Pyke: Não encontramos nada, nenhum rastro, ele é irrastreável. 
Miss Fortune: Droga! Aquele peixe idiota!
Nautilus: Quando eu encontrar ele, vou fazer ele sentir o poder do oceano!
Miss Fortune: Você é forte Nautilus, mas o Fizz conseguiria te derrotar facilmente.
Pyke: O que fazemos agora? 
Miss Fortune: Nautilus irá caçar o Tahm Kench e você Pyke vai ficar de guarda.
Nautilus sai novamente do seu lar e Pyke fica de guarda na Baía das Águas Sentinas.
                Katarina estava próxima das Águas Sentinas, mas ela tem que cruzar o mar para chegar no seu objetivo 
Katarina: Como posso passar por isso...
???: Todos do nosso povo que morrem colocamos em um caixão e jogamos no mar, então você pode passar usando eles!
O senhor levanta as mãos e os caixões começam a subir para a superfície. Nautilus vê aquele senhor pequeno com uma capa e uma arma de Freljord, ele pula imediatamente e lança sua âncora no senhor e ele desvia
Nautilus: FIZZ!
Fizz pula na água e Nautilus segue ele. Katarina ignora o que acabou de acontecer e vai pulando nos caixões para chegar nas Águas Sentinas e os caixões caíam quando ela pisava.
               Pyke parado na Baía e à vista a Noxiana se aproximando e então eles ficam cara a cara
Pyke: O que uma Noxiana faz aqui?
Katarina ataca com suas lâminas, Pyke desvia e usa "Espeto de Osso" (ele lança seu arpão), acerta o braço de Katarina e fica preso lá, ela puxa ele pela corda do arpão e esfaqueia ele com sua lâmina. Pyke puxa seu arpão de volta e Katarina pega suas lâminas, ambos avançam para cima um do outro, mas Katarina vence na troca de ataques e corta um braço do Pyke. Ele fica furioso ao ver seu braço cortado e então se vira para Katarina e usa "Mergulho Fantasma" (a água do mar fica em volta dele e ambos desaparecem), quando Katarina percebeu Pyke já estava atrás dela, ele derruba ela e enfia seu braço cortado cheio de sangue na boca dela, ela estava tentando se levantar mas não conseguia e então Pyke começa a torturá-la, cortando seus pulsos, cortando sua barriga e colocando sua mão lá dentro, cortando seu pé. Após fazer isso tudo, ele pega o pé que ele cortou dela e arranca o olho da Noxiana usando o pé dela. Os peixes falam para o Fizz o que estava acontecendo lá em cima, então o Fizz joga o Nautilus para cima, pega a âncora dele e  joga ele no Pyke e volta para o mar. Katarina mesmo ferida consegue se esconder com a chance que ganhou, mas ainda estava nas Águas Sentinas.
                Katarina consegue entrar na cidade, invade a casa de uma pessoa e se esconde, o dono da casa aparece e alguém chama ele para um lugar, Katarina ouve o nome que chamaram ele "Gangplank"
Katarina: Gangplank? Aquele Gangplank? Gangplank, O Terror dos Doze Mares.
Após se acalmar, Katarina acha vários medicamentos e começa a se cuidar. Passou algumas horas e ele tinha terminado de se costurar, mas ela ainda estava sem um pé e então ela acha uma perna de pau e coloca.
Katarina: Acho que está na hora de fazer o que eu vim fazer neste lugar!
Ela vai para as ruas e começa a matar todos os cidadães e isso se torna uma confusão, todos começam a gritar e isso continuou por uma hora, mas para acabar com esta confusão chega, Miss Fortune, Gangplank, Graves, Nautilus e Pyke (com o braço costurado). Miss Fortune usa "Chuva de Disparos" (ela atira para cima e os tiros começam a cair), Gangplank usa "Barril de Pólvora" (joga vários barris para explodir), Graves usa "Fim da Linha" (dispara um projetil), Nautilus lança sua âncora e Pyke usa "Espeto de Osso", Katarina consegue de desviar de quase tudo, apenas levando danos leve e ela usa "Lótus da Morte" (joga várias lâminas enquanto gira). Nautilus protege todos e Gangplank bate na cabeça dela e ela desmaia.
Gangplank: O que vamos fazer com ela, "líder"?
Miss Fortune: Vamos colocá-la no calabouço, no mesmo lugar que você deveria estar, Gangplank!
Gangplank se cala e leva Katarina para o calabouço e Miss Fortune vai para a margem do mar e usa "Metendo Bala" (ela dispara consecutivamente), após os disparos algo sai do mar.
???: O que você quer, Fortune?
Miss Fortune: Deusa Illaoi, preciso que você corrompa a alma de uma pessoa...
Illaoi: Certo, mas em troca eu vou viver na cidade, vou ajudar vocês na guerra!
Miss Fortune: Sério? Com você a gente vamos ser invencíveis.
Illaoi: Então vamos!
Illaoi entra no calabouço e começa a corromper a alma de Katarina, após 3 horas lá dentro, Illaoi sai do lugar
Illaoi: Vou ir ocupar uma casa!
Miss Fortune: Deu certo?
Illaoi: Veja você mesmo.
Miss Fortune observa Katarina sem suas roupas e com um buraco no lugar onde ficava seu olho, enquanto segurava roupas novas para ela
Miss Fortune: Katarina?
Katarina: Eu... Esse é o meu nome?
Miss Fortune: Sim, você lembra de algo?
Katarina: Apenas que estamos em guerra e nossos inimigos são: Demacia... Ionia, Shurima, Monte Targon, Zaun, Piltover, Ilha das Sombras, Freljord, Bandópolis e Noxus... Principalmente Noxus!
Miss Fortune: A que lugar você pertence, Katarina? Quem é você?
Katarina: Quem eu sou? Eu sou Katarina das Águas Sentinas!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...