1. Spirit Fanfics >
  2. Learning to Love - Min Yoongi >
  3. Relationship of Sisters

História Learning to Love - Min Yoongi - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Genteeee! Amem muito essa fic, deem amor a ela! Do fundo do meu coração...
Sobre ela, serão postados dois capítulos a cada dia, diferente de MBB.
Espero que gostem...

Capítulo 3 - Relationship of Sisters


Seoul, Mansão Kim - 20h40min 

 

Após banhar-me, visto-me com a ajuda das criadas e desço para jantar. 

- Querida, venha - Mamãe diz sorridente ao me ver 

Vou ao seu encontro e meu sorriso se desmancha ao ver Se Hee ao seu lado. 

- Sua irmã veio jantar conosco esta noite! - Seu sorriso é de orelha a orelha 

- Entendo. - Sento-me ao lado de Sohyun e mamãe bufa 

- Mi Cha! Cumprimente sua irmã. 

- Olá Se Hee! - Digo e reviro os olhos 

- Olá Mi Cha! - Ela sorri e percebo que é totalmente falso. 

- Que tal conversarmos antes do jantar? Faz um bom tempo desde que estivemos juntas! - Mamãe sorri 

- Claro mamãe, conte-me Sohyun. Como vai o cortejo do visconde Park a você? 

Já deveria adivinhar que ela entraria neste assunto... 

- Bem, Jimin é um cavalheiro! Estamos apenas nos conhecendo. - Vejo a mais nova corar e sorrio 

- E você irmã? Ainda estou à espera de seu casamento! - Ela gargalha e pela primeira vez, é a única. 

- Oras, Se Hee. Não seja rude! - Mamãe a repreende, rindo. 

- Não estou a ser rude mãe, apenas fiz uma piada! 

- De muito mal gosto irmã! - Levanto a voz  

- Calma irmã, perdoe-me! - Ela novamente, põe a mão no peito 

Desde que éramos pequenas, Se Hee sempre queria tudo que era meu. Tudo que me era dado, ela chorava e ganhava. 

 Tudo estava normal, Papai a repreendia e eu continuava feliz. Mas, após a descoberta de uma suposta doença cardíaca, papai e mamãe se voltaram para a mais velha e esquecendo de mim. 

Se ela queria, ela tinha! E foi assim desde o seu debut, do qual conheceu Jeon Jungkook. E não pense que ele a fez mudar, Jungkook é um bom homem e foi aprovado pessoalmente por nosso pai. 

Após casar-se, foi reconhecida pela sociedade, já que a família do Jeon era de baroneses. Esbanjando alegria e graciosidade, ninguém sabia que por dentro, era podre!  

Após saber que Choi Minho me cortejava, Se Hee espalhou boatos sobre mim e sem que eu pudesse me defender (já que todos eram verdadeiros) perdi a confiança em todos.  

Ganhei olhares julgadores da sociedade e um novo apelido. Megera, era do que me chamavam. 

- Está tudo bem querida? Sente dor? - Mamãe a olha preocupada enquanto a garota nega sorrindo falsamente. 

- Irmã! - Sohyun chama e eu a olho - Não você Mi Cha, a Se Hee! 

Eu arregalo os olhos. As palavras podem parecer simples, mas me atingiram como um canhão! 

- Sim irmã! - Ela sorri e olha para mim e depois para a mais nova ao meu lado 

- Pode me ajudar a escolher meu vestido para o baile da família Park? 

Arregalo novamente os olhos. Sohyun costuma pedir que EU o faça. 

- Claro, descemos antes do jantar. - Ela diz a mamãe que assente e sorri 

As duas correm pelas escadas sorrindo e logo saem de vista. 

- Não era necessário ser rude com Se Hee! - Mamãe bufa  

- O que? - Sinto um aperto no peito 

- Sim, ela apenas fez uma piada querida. Esqueça o passado! 

- Ora, se fosse com a senhora, entenderia a dor que passei por causa desse passado - Digo aumentando o tom 

- Abaixe o tom para mim mocinha! Se Hee é sua irmã apesar de tudo, e se arrepende muito! 

- É claro! Ela é gentil e graciosa ao olhar de todos. Mas só eu sei o que tive que passar por culpa dela! 

- Não fale assim de sua irmã! - Mamãe levanta e grita, o que me surpreende 

- Por que estas a gritar mamãe? Apenas aceite como eu aceitei! 

- Aceitar o que filha? Que odeia a sua irmã por um passado idiota? Por uma brincadeira adolescente? - Sinto meus olhos arderem. 

- Passado idiota? Brincadeira? Mãe, eu passei por tanta coisa por causa dessa "brincadeira". Como podes dizer isso? 

- Porque é isso que foi! Uma brincadeira, não era para te magoar! Você é rancorosa, infantil desde pequena! Roubava os brinquedos de sua irmã!  

- Mãe! - Sinto um bolo se formar em minha garganta. 

- Chega! Sua ingrata, deveria agradecer que Se Hee está disposta a te perdoar! 

- Me perdoar? Ela que deveria me pedir perdão, ela quer... - Sem que pudesse falar, sinto meu rosto arder e ao perceber o que minha mãe havia feito, deixo que as lágrimas desçam. 

- Fez por merecer! Não me arrependo de tê-la batido! - Ela diz e eu arregalo os olhos 

Sem que eu possa dizer algo, saio da sala e vou em direção ao estábulo. 

- Senhorita - Ele se curva 

- Apenas quero cavalgar, dê-me! - Digo de cabeça baixa 

Subo no cavalo e cavalgo para longe.  

 


Notas Finais


E é isso!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...