História Learning to love - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Danzou Shimura, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Kakashi Hatake, Kankuro, Kurenai Yuuhi, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sasori, Tsunade Senju
Tags Kakanaru, Kakashi Seme, Lemon, Naruto Uke, Universo Alternativo
Visualizações 32
Palavras 666
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo, mina! Vocês gostam de KakaNaru? Rs.

Então, essa fanfic estava pronta porém nunca havia postado. Comecei a reescrevê-la e espero que gostem!

Gente, a capa foi feita pelo maravilhoso(a) @Black--Rabbit, quem quiser seguir ele, ele escreve muito bem!

Comentem/favoritem ficarei bastante feliz em respondê-los. 💙

O prólogo está curtinho mas é só pra mostrar como eles se conheceram!

Bom capítulo. ;)

Capítulo 1 - Prólogo - Promise


Fanfic / Fanfiction Learning to love - Capítulo 1 - Prólogo - Promise


Kakashi Hatake:


Após finalmente atravessar a janela do segundo andar adentrando assim a enorme mansão, comemorei internamente a infiltração bem sucedida, mesmo que as chances de que eu não obtivesse êxito fossem quase nulas eu tinha de garantir o sucessos dessa missão, afinal haviam pagado caro por ela.


— Agora, onde você está? — Olhei em volta dando-me conta do quão exageradamente grande o quarto era, decidindo então procurar no lugar mais óbvio para uma criança estar a essa hora da noite: cama.


Aproximei-me sorrateiramente da cama espaçosa tentando fazer o mínimo de barulho, uma tarefa fácil considerando minha experiência em espionagem e assassinatos silenciosos.



— Então é você? — Fixei meus olhos na figura loira que ressonava tranquilamente abraçado a um ursinho de raposa. Ele não aparentava ter muito mais que seis anos — Desculpe, mas alguém está pagando caro por sua vida — Tirei de minhas vestes uma faca de caça usada em meus assassinatos — Se eu não trabalhar então voltarei a morar na rua e provavelmente morrerei, então parece que é a minha vida ou a sua — Levei o objeto ao pescoço do garoto pronto para finalizar o serviço.  — Eu espero que me perdoe por isso.


Era comum eu ter esses “diálogos “ com minhas vítimas antes de silenciá-las para sempre, por mais que na maioria das vezes elas não ouvissem, isso fazia eu me sentir melhor e menos culpado.


— Mama, por que não pode brincar comigo? — O garoto murmurou provavelmente tendo um pesadelo, fazendo-me prender a respiração. Tudo o que eu não desejava era que ele acordasse, o que para o meu azar aconteceu — Hum? — Ele fixou as orbes azuis em mim, parecendo confuso. Porém, logo um enorme sorriso surgiu em seus pequenos lábios — Anjo da guarda! — Gritou em animação.


Pela primeira vez na vida não sabia como reagir, normalmente eu o mataria imediatamente mas sentia-me incapaz vendo o quão animado ele estava e feliz ele estava.


— Por que essa faca? — Perguntou fazendo um nó formar-se em minha garganta, eu mal sabia como reagir muito menos o que responder — Está me defendendo de alguém? — Ele olhou de um lado para o outro parecendo assustado.


— Não — Respondi tranquilizando-o — Você está protegido, volte a dormir, loirinho. — Pedi num tom calmo.


— Mas, é a primeira vez que vejo você — Argumentou — Se eu dormir você não estará aqui amanhã de manhã — Sua voz começava a ficar chorosa.


— Não está com sono? — Perguntei vendo-o negar com a cabeça, entrando em contradição ao levar as mãozinhas aos olhos, esfregando-os para livrar-se do sono — É claro que irei estar aqui amanhã — Menti tentando convencê-lo.


— Você tem que prometer — Falou mostrando-me o dedo mindinho de sua destra — Promessa de dedinho.


Suspirei longamente, pela primeira vez sentia-me confuso e sem saber o que fazer, mesmo conhecendo as ordens que havia recebido.


Que pirralho ingênuo, é quase irritante a forma como ele ignora o que está bem a frente de seus olhos, escolhendo eleger-me a anjo ao contrário das pessoas que mesmo se me conhecer julgavam-me como um monstro.


— Prometo — Rendi-me levando meu dedinho ao dele enlaçando-os, firmando assim nossa promessa — Agora você tem que dormir, está ficando tarde. — Insisti.


— Só mais uma coisa — Franzi o cenho por trás da máscara que usava — Qual seu nome anjo?


— Kakashi — Respondi vendo-o sorrir — Kakashi Hatake — Era até estranho pra mim proferir esse nome que nunca usava e sequer era conhecido por ele.


— Sou Naruto, Naruto Uzumaki. — Sorriu largamente — Pronto, Prometo que agora vou dormir! E eu nunca volto atrás com minha palavra — Disse voltando a posição que dormia antes e rendendo-se ao sono logo após aconchegar a raposa em seu peito.


— Naruto Uzumaki — Repeti baixinho ainda fitando o menor que voltava a ressonar — Eu prometo estar aqui amanhã — Prometi ao loiro adormecido, levando faca até minhas vestes e guardando-a novamente.



To be continued.


Notas Finais


Gostaram? Está bem curtinho mas em compensação o capítulo um saíra logo!

Quem gostou da forma como escrevo, me sigam para ver meus outros trabalhos. 💙

Beijinhos da autora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...