História Learning To Love - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Fifth Harmony, Shay Mitchell
Personagens Ally Brooke, Ashley Benson, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Shay Mitchell
Tags Camren, Norminah, Outros, Romance
Visualizações 154
Palavras 1.836
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores! Boa Tarde a Todooooooos, como vocês estão??? Eu estou ótima! Espero que gostem do capítulo, mil Beijos 💋💋💋💋💋💋 Adoro vocês😍😍😍😍😍 Muito obrigada pelos comentários do capítulo anterior ❤❤❤❤❤💙💙

Capítulo 18 - Revelations.


Fanfic / Fanfiction Learning To Love - Capítulo 18 - Revelations.

          Gramercy,Manhattan ,N.Y.

 

                7 de Julho de 2015.

 

            Pov Dinah Jane Hansen.


 

07:04 AM.


 

Cheguei em casa quase quatro da manhã, dormi por umas duas horinhas e tive que levantar para me arrumar. Depois de pronta, arrumei Sophie e descemos para tomar café da manhã.


 

Não consegui parar de lembrar da noite de ontem… Me entreguei poucas vezes a mulheres e posso dizer que essa foi a melhor transa, Normani me fez sentir um prazer absurdo.


 

:- Mamãe, esse pãozinho tá muito gostoso!- Escutei Sophie dizer e olhei para ela.


 

:- Humm, que delícia meu amor!- Abri um sorriso- Vou provar também.


 

:- Eu te dou um pedacinho do meu!- Ela esticou seu bracinho.


 

:- Não meu amor, você precisa se alimentar! Obrigada- Olhei Charlotte que estava pegando uma fatia de bolo- Você viu a Shay,Charlotte?


 

:- Ela não dormiu em casa Senhora!- Ela me respondeu.


 

:- Obrigada!- Sorri para Charlotte, Filha sabe de quem é aniversário?-Digo animada, olhando para minha pequena.


 

:- De quem Mommy?- Sophie me olhou curiosa.


 

:- Da tia Ally!- Ao ouvir ela bateu palmas toda animada.


 

:- E vai ter bolo? Se tiver me leva, por favor!- Sophie fez um biquinho, totalmente fofo.


 

:- Vai ter bolo sim e Mommy vai levar você!- A respondi.


 

:- Ebaaa! Adoro festas!- Minha pequena comemorou.


 

:- Bom dia amores da minha vida, como se sentem nessa linda manhã?- Regina disse ao chegar na sala de refeições.


 

:- Eita… Que animação! Viu um passarinho verde?- Perguntei, a encarando.


 

:- Bom dia titia!- Sophie a respondeu, voltando a se concentrar no pãozinho.


 

:- Não se pode mais estar feliz?... Tá, tá bom!- Ela riu em negação a própria frase- Eu conheci um príncipe ontem a noite.


 

:- Um Príncipe tia?- Sophie disse, olhando para ela.


 

:- Sim, ele se chama Jack! É muito lindo princesa. Qualquer dia titia traz ele aqui para te apresentar!- Regina disse toda animada.


 

:- Quero conhecer esse rapaz também! Precisa pedir sua mão para mim- Contentei.


 

:- O dia que você tiver tempo na sua agenda, eu trago ele aqui!- Regina disse me olhando.


 

:- Tudo bem, tiro um dia essa semana mesmo!- A respondi.


 

Eu não sei porque, mas já não gostei desse rapaz só de ouvir falar. Não vou comentar nada porque Regina vai dizer que é paranóia minha ou super proteção de irmã, mas eu sei que não é isso.


 

Esse tal de Jack não me passou uma coisa positiva, mesmo antes de eu conhecê-lo e isso é muito estranho.


 

 

           East Village,Manhattan, N.Y.

 

                 Pov Normani Hamilton.


 

09:39 AM.


 

Me levantei mais cedo do que o comum, não consegui dormir direito. Os pensamentos do que aconteceu nessa madrugada não conseguem deixar a minha mente.


 

Como não consegui dormir, resolvi fazer um café da manhã reforçado. Lauren vai chegar em casa um caco, eu sei o que ela fez na noite passada…


 

:- Quem você comeu?- Escutei a voz de Jauregui e coloquei meu copo de suco na mesa para poder encará-la.


 

:- De onde você tirou isso?- Levantei minha sobrancelha, me fazendo de desentendida.


 

:- Por um acaso tem uma calcinha em cima do sofá!- Lauren disse, se sentando na cadeira de frente para mim. Suas olheiras gritantes mostravam que ela não dormiu.


 

:- É minha, eu transei com a Dinah!- A respondi e dei de ombros, esperando a reação dela.


 

:- Oh… Meu Deus!- Lauren me encarou boquiaberta- Até que enfim, Jesus!! Me conta como foi mulher!!


 

:- Ela deu pra mim!- Peguei um biscoito de leite e mordi um pedaço.


 

:- O que?? Como assim? Ela deu pra você? Hansen tem maior fama de Ativa… Meu Deus, eu tô passada!


 

:- Ela disse que era um privilégio dado a mim, para dar prazer a ela!- Encarei Lauren, que estava surpresa por eu estar dizendo tudo abertamente.


 

:- E cadê ela? Não ficou para o café?- Jauregui perguntou, olhando em volta.


 

:- Ela foi embora de madrugada, precisava levar a filha para escola!- Comi o resto do biscoito.


 

:- Ah…- Jauregui fez uma cara de criança que não ganha o que quer- Ela não fez nada com você?


 

:- Uhum!- Abri um sorriso malicioso- Ela me chupou!


 

:- Normani do céu…- Lauren suspirou- Eu tô chocada em cristo, você fazendo putaria e me contando abertamente! Que bicho te mordeu mulher?


 

:- Bicho nenhum, palhaça!- Rolei os olhos- Agora me conta, onde você passou a noite?


 

:- Olha miga!- Lauren sorriu sapeca- Era para eu ter ido para a casa da Megan, mas Camila me pegou de jeito.


 

:- Ui, foi passivinha safada?- Dei uma risada.


 

:- Fui mesmo!- Lauren deu de ombros- Que mulherão da porra… Acredita que ela geme em espanhol?


 

:- Se ela for tão boa como a amiga, você tirou a sorte grande!- Peguei meu copo, para dar mais um gole no suco.


 

:- Hansen te chupou bem foi?- Jauregui perguntou, enquanto enchia sua xícara com café.


 

:- Bem? Mulher… Aquilo parecia a especialidade dela!- Suspirei só de me lembrar- Ela sabe fazer muito bem.


 

Jauregui e eu ficamos conversando durante mais uns minutos de como foram nossas noites, até ela se levantar para tomar um banho e dormir. Minha branquela com certeza precisa mais do que eu.


 

Depois que ela me deixou sozinha, fui preparar as atividades da aula de hoje. Vai ser estranho agora… Olhar para Sophie e lembrar que estou pegando a mãe dela, que Deus me ajude.



 


 

      Manhattan Dance Academy, N.Y.


 

14:00 PM.


 

:- Adivinha quem está aqui?- Escutei a voz de Sophie e me virei para vê-la.


 

:- Hey bebê!- Senti ela agarrando minhas pernas e olhei para frente, ao invés de Dinah era Camila com a bolsa de princesa da pequena nas mãos.


 

:- Como você tá tia?- Sophie olhou para cima e me abaixei para abraçá-la.


 

:- Estou bem melhor agora!- A abracei com carinho- E você? Como está?


 

:- Estou muito bem tia, hoje vou comer bolo com a tia Ally!


 

:- Dinah pediu para te comunicar que não pode vir hoje porque tinha muita coisa no trabalho- Camila disse, encostada na porta- E pediu para te lembrar da festa da Ally hoje a noite.


 

Ahh… Agora sim me sinto mais aliviada em saber o porquê dela não ter vindo. Achei que ela já estava começando a me evitar, que tudo não passou só de uma noite, sou bem paranóica… Eu sei.


 

:- Eu me lembrava!- Fiz um gesto positivo- Mas mesmo assim, obrigada por lembrar.


 

:- Então, eu tô indo. Tchau princesa da tia, até mais tarde!- Camila disse olhando para Sophie- Até mais Mani.


 

:- Tchau tia linda!- Sophie mandou um beijo para ela.


 

:- Tchau Camila!- Acenei, antes da mesma sair e deixar somente eu e Sophie na sala como o de costume.


 

 

             Midtown Manhattan, N.Y.

 

               Pov Dinah Jane Hansen.


 

14:44 PM.


 

Hoje o trabalho aqui no atelier foi tanto, que tive que recorrer a Camila para ela levar Sophie no Ballet. É sempre quando eu tô aqui que fica mais cheio, impressionante… Mas não vou negar, amo isso, amo desenhar e toda a correria para um desfile, sinto que nasci para isso.


 

Escutei o barulho da porta de minha sala se abrindo e imaginei ser Ashley, ela é a única que entra sem bater.


 

:- Meu Jesus Benson, esse vestido é todo trabalhado na…- Parei de desenhar ao ver que não era Ash e sim Shay na minha frente- O que quer de mim?


 

:- Eu vim na paz!- Ela levantou as mãos em rendimento- Podemos conversar?


 

:- Já está aqui né!- Dei de ombros, largando o lápis na mesa- Do que se trata?


 

:- Jacques!- Voltei toda minha atenção para ela ao ouvir o nome- Eu sei, que você já tá sabendo que nós tivemos uma briga antes de cortar laços.


 

:- Como sabe que já estou ciente?- Entrelacei meus dedos, apoiando meus cotovelos na mesa.


 

:- Eu escutei você falando com sua irmã!- Shay disse me olhando fixamente- Mas isso não é o que interessa, eu tô aqui pra te contar o que ele escondeu.


 

:- Eu não entendo porque ele me escondeu!- Suspirei fraco- Éramos tão cúmplices.


 

:- Porque o principal motivo foi você Hansen!- Ela abriu um sorriso irônico- Ele não deve ter te contado, que a mulher que estava na cama dele transando com Louis era eu…


 

Ao ouvir as palavras dela, fiquei sem reação… Como assim?!? Shay foi capaz de trair o próprio irmão, Jacques era realmente apaixonado por Louis.


 

:- Como você foi capaz?- Minha sobrancelha levantou voluntariamente, isso sempre acontece quando tô puta- Não achei que fosse tão vadia a esse ponto.


 

:- Você pode me chamar do que quiser!- Shay deu de ombros- Eu não me importo… Continuando, meu irmão não parou de falar comigo por isso, sim porque ele notou que eu tava querendo te pegar.


 

:- O que é isso? Você queria tudo o que era dele?- Cruzei meus braços, estarrecida com a frieza de Shay.


 

:- Ele disse a mesma coisa, que eu tava tentando tirar tudo que era dele e que era bom eu não chegar perto de você- Shay fez um gesto negativo com a cabeça- Jacques fazia de tudo para te proteger, a boneca dele.


 

:- Isso se chama amizade!- A encarei, totalmente séria- Seu irmão era o meu melhor amigo.


 

:- Eu disse para ele que não me importava com nada e ganhei um tapa na cara! Aquilo doeu tá?- Shay franziu o cenho- Sempre fingi te odiar, mas a verdade é que sempre quis te comer.


 

:- Me poupe!- Pus a mão na cabeça, tentando processar as informações- Eu nunca me deitaria com você Mitchell, nunca te daria esse gostinho.


 

:- Você realmente acha que eu ligo para suas palavras?- Ela riu- Eu só respeitei Jacques por uma vez na vida, porque sabia que você era tudo que restou para ele. Porque se eu quisesse tinha te pegado.


 

:- Não meu amor!- Balancei meu dedo negativamente para ela- Você teria ficado comigo se eu quisesse, porque não é comigo que você vai bancar de fodona.


 

:- Não precisa se fazer comigo não Dinah, só estamos nós duas aqui!- Shay mordeu os lábios- Eu vi o jeito que você me olhou no dia do provador, você teve que se controlar… Teve desejo.


 

:- Então eu acho que você já pode sair daqui e ir direto para um oftalmologista! Tá necessitada de óculos!- Me levantei- Aliás, já tá na hora de te acompanhar até a saída.


 

:- Não precisa, eu sei o caminho!- Ela se levantou também- E ah, se quiser visitar o meu quarto de madrugada, estou disponível!


 

:- Vai para o inferno!- Digo, olhando ela caminhar até a saída e escutei sua gargalhada.



Assim que ela saiu, voltei a me sentar ainda incrédula com tudo que ouvi. Shannon é realmente pior do que eu pensava, se foi capaz de trair o próprio irmão… Não quero nem imaginar o que ela é capaz de fazer para me ter na cama dela. Aí senhor, me ajuda...


Notas Finais


Obrigada pela leitura e Desculpa qualquer erro gramatical ✋😓👌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...