1. Spirit Fanfics >
  2. Legacies - Always And Forever >
  3. Capítulo 5

História Legacies - Always And Forever - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Legacies - Always And Forever - Capítulo 5 - Capítulo 5

                                                      POV HOPE

- Hope - Alaric me chamou passando por entre as duas dúzias de jovens que entravam no colégio

- Quem são? - Questiono me aproximando do meu mentor

- Houve uma situação em Beacon Hills... - Ric explica - Caçadores mataram um clã de lobisomens inteiro... A cidade está tomada por caçadores e não são os convencionais que matam apenas monstros malvados... eles estão matando qualquer monstro até mesmo crianças, estão recrutando moradores e... A cidade não é mais segura para sobrenaturais... esses são os que aceitaram vir conosco para estudarem no colégio...

- Malia... - Eu o olho preocupada

- Os caçadores perseguiram a alcateia dela mas ninguém morreu... - Alaric me olha e sei que tem mais - Atiraram nela... Hope ela foi atingida por uma bala de Acônito...

- Onde ela está? - Questiono sentindo meu corpo todo se tencionar

- Na enfermaria, tiveram de trazê-la em uma Ambulância - Ele completa e eu corro até lá, não é possível que depois de encontrar minha irmã eu vá perdê-la agora.

Ao entrar vejo várias pessoas encostadas em um lado da parede enquanto a enfermeira do colégio e outra mulher cuidam de Malia. Quando entro muitos olhares caem sobre mim.

- Gente... Essa é Hope irmã gêmea fraterna de Malia, explico depois agora temos que nos concentrar em salvar Malia porque se não tivermos uma solução milagrosa agora mesmo... Ela vai morrer... eu posso sentir isso.

Olho para minha irmã que estava inconsciência na cama, toda suada, a bala havia acertado seu ombro esquerdo e as enfermeiras trabalhavam para retirar o progetium.

Muitas perguntas rondavam minha mente, se ela morresse acordaria como uma híbrida de lobisomem e vampiro? Eu não poderia saber pois como ela não havia herdado a parte bruxa talvez também não tivesse herdado a vampira e fosse só lobisomem...

- Eu preciso das gêmeas - Eu digo olhando para Alaric na porta e ele concorda saindo as pressas

- Preciso que tirem a bala o mais rápido possível, eu e as gêmeas Saltzman vamos fazer um feitiço para drenar o Acônito - Eu falo as mulheres.

Ambas as enfermeiras começarem a trabalhar na bala.

Quando as gêmeas chegam mais uma vez tenho que explicar quem Malia era. Estendo as mãos para as duas e peço que recitem comigo uma magia, enquanto falamos podemos ver pequenas bolinhas amareladas saindo do ferimento de Malia, assim que todas se unem no ar a enfermeira coloca uma bandeija em baixo do Acônito flutuante e este cai dentro dela.

- O veneno foi removido isso parou a deterioração - O homem negro que não conhecia fala - Mas o Acônito já causou muito estrago... Se ela não se curar rápido... vai morrer de qualquer forma...

- Talvez... Não sei sangue de vampiro? - Questiono para Ric

- Pode funcionar - Ele concorda - Vou chamar o MG!

Torço para o vampiro chegar logo, sinto braços ao meu redor e então Landon sussurra palavras de conforto em meu ouvido, nem percebi que chorava até aquele momento.

Malia se contorce sobre a cama como se não pudesse respirar mesmo com o respirador... há uma comoção geral dentro da sala até... O monitor cardíaco parar de apitar e apenas um som constante e estridente soar calando a todos.

Ela morreu...

POV MALIA

- Que lugar é esse? - Olho confusa pela floresta, não lembro de como cheguei aqui...

Posso ouvir vozes, acho que música também, eu caminho a passos lentos em direção aos sons, quando vejo estou em um Pier eu acho... há casas de madeira, uma fogueira e pessoas ao redor dela, todos param de cantar quando me vêem e uma das mulheres se levanta e vem até mim.

- O que aconteceu? - Ela parecia triste - Você... Você não devia estar aqui... Não agora... Não por ao menos alguns séculos...

- Eu... conheço você? - Questiono confusa ela me olha com seus olhos manejados e ela sorrir tristemente

- Quando eu vim parar aqui... imaginei que você estaria aqui também, quando não a encontrei pensei que talvez... Talvez você não estivesse realmente morta - Ela diz colocando uma mecha do meu cabelo atrás da orelha

- Eu tô morta? - Eu grito surpresa - Esse é o céu? Mas perai eu não devia ir pro céu... A menos que esse seja o inferno e você seja um Demônio que veio me torturar como em The Good Place!

Ela sorri carinhosa.

- Eu não sou um demônio, e sim esse é o céu mas você não devia estar aqui... você devia estar viva.

- Eu... me lembro do que aconteceu - Toco meu ombro ainda sentindo a dor queimar - Um caçador atirou em Liam com uma bala de Acônito eu... tentei salvar ele mas... O tiro acertou em mim...

- Malia! - Ouço vozes no céu me gritando as de Scott e Hope se destacando sobre as outras

- Você tem que voltar querida - A mulher diz acariciando minha bochecha - Volte, viva sua vida, tenha pelo ao menos um amor épico e quando realmente chegar a hora eu estarei aqui esperando por você e sua irmã...

Espera... Eu finalmente entendo quem ela é

- Mãe?

Ela concorda e beija minha testa.

- Seja feliz Malia... e diga a sua irmã que eu a amo... amo vocês duas Sempre e para sempre...

Tudo se escurece e então abro meus olhos puxando o máximo de ar que posso para meus pulmões.

- Oh meu deus! Não faça mais isso conosco pelo amor de Deus - Scott segura minha mão aliviado e vejo os outros se abraçarem ao meu redor como de comemorassem algo.

Vejo Hope chorando baixinho abraçada com o namorado, ela me olha e sorri.

- Você me deixou preocupada - Ela se aproxima de mim na cama

- Ela... ela disse que ama você... sempre e para sempre... - Eu olho para Hope que me olha surpresa e... emocionada

- Você conheceu a nossa mãe... - Ela sorri

Eu concordo também com os olhos marejados.

- Você precisa descansar Malia... foi um longo dia pra você - Melissa diz - Melhor deixarmos ela sozinha para descansar.

Passo os olhos por todos ali tendo certeza de que Liam está bem e os outros também antes de todos saírem e eu acabar deixando o cansaço me tomar.

Dois dias depois e eu estava novinha em folha...

POV HOPE

- Podemos... conversar?

Malia concorda

- Como você está com tudo isso? - Pergunto

- Irritada, com raiva, ódio... Eu só queria ficar lá e matar cada um daqueles filhos da Puta.

- Você falou exatamente como nosso pai diria... Na verdade se ele estivesse aqui agora e soubesse o que houve ele teria virado aquela cidade de cabeça para baixo e matado cada pessoa que se colocasse em seu caminho, tudo pra proteger você - Eu comento esperando que ela aceite meu comentário e se interesse ao menos um pouco pela nossa família.

- Problemas de raiva? -Ela questiona caminhando pra fora da enfermaria e eu caminho ao seu lado

- Klaus Mikaelson não era um símbolo de autocontrole isso eu garanto - Eu sorrio nostálgica - Mas se tinha algo por que ele lutava com unhas e dentes e era capaz de tudo era pela família...

- Eu vejo ela - Malia comenta - Nossa mãe... mas agora são só sonhos...

- O que você sonha? - Eu pergunto

- Coisas bobas geralmente... fico imaginando como seria se ela tivesse me criado... que tipo de mãe ela era... mas tudo que eu sei sobre ela é som da sua voz e sua aparência...

- O nome dela era Hayley, Hayley Marshall - Eu comento - Ela era... O tipo de mãe que daria a vida pra proteger os filhos, na verdade foi o que ela fez... Ela morreu pra me salvar... Ela, era o tipo de mãe que gostava de registrar cada momento, que tinha o ombro pronto pra consolar quando era preciso... ela tinha os abraços mais quentes, que afastavam todos os pesadelos...

- Ela parecia uma boa mãe - Comenta Malia parecia triste

- Como era sua mãe adotiva?

POV Malia

- Eu não quero falar sobre isso - Respondo e soo mais grossa do que queria. - Desculpe eu não queria soar grossa mas... Quando você passa seis anos como um animal selvagem você acaba perdendo o jeito com sutilezas humanas... Como anda o negócio com a Darach?

- Bom até agora não houveram mais sequestros ou sacrifícios, acho que ela parou...

- Se ela for como a que enfrentamos... Vamos ter muitos problemas pela frente

- Vamos? - Hope questiona

- É afinal já que fazemos parte desse colégio agora e meu namorado Alfa adora bancar o herói é claro que vamos acabar ajudando vocês. - Eu comento - Acho que vamos dar uma de supergemeos agora.

- Não acredito que Malia Tate assiste desenhos infantis.

- Super Amigos é um clássico - Eu completo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...