1. Spirit Fanfics >
  2. Legacies - HP >
  3. Hogwarts

História Legacies - HP - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, sim eu sei eu demorei para caralho mas eu estou com umas dez fanfic para atualizar eu não aguento K.

Espero que todos estejam em casa LAVANDO AS MÃOS e votando no Daniel para ele sair hoje irra.

Capítulo Não revisado pode ter erros K

Boa leitura

Capítulo 3 - Hogwarts


Fanfic / Fanfiction Legacies - HP - Capítulo 3 - Hogwarts

James foi em direção a sua cabine com a mão em sua bochecha que pelo tapa recente estava vermelha. Assim que o garoto entrou ele viu roxy comendo alguns doces e sentou emburrado no banco.

── O que foi? Cade os doces? - A Weasley perguntou.

── Uma garota derrubou. - Ele murmurou.── concerteza sonserina!

A ruiva sorriu atrevida com seus pensamentos enquanto abria seu segundo pirulito e colocava sobre sua boca segundo o gosto doce de morango.

── Bem… podemos dar um troco nela na escola. - Ela falou divertida.

A garota que acompanhava os dois no vagão abaixou seu livro e encarou os bruxos que sorriam de forma maldosa.

── Charles, o mundo não é mais o mesmo. - A loira sussurou a si mesma segurando seu livro e voltando a ler novamente.

×××

Hope se segurava para não revirar os olhos com as falas de Lizzie com os garotos, a Mikaelson olhou para Gilbert que estava encostado na janela quase dormindo, ela sorriu ao olhar para o garoto.

── O que é tão engraçado? - Perguntou Gilbert fazendo a garota olhar em direção a janela.

── Você dorme de um jeito bonito. - Ela Sussurou sem querer chamar atenção, ele se aproximou da garota, por alguns minutos eles ficaram se encarando até que a morena Saltzman se aproximou deles assustando ambos.

── Por que estão sussurrando? - Josie perguntou e rapidamente eles se afastaram abafando suas risadas com a mão.

── Por nada Saltzman. - A Mikaelson respondeu rapidamente mas a troca de olhares do Black com a Mikaelson foi praticamente inevitável a viagem toda.

A conversa fluiu de forma calma, Lizzie era quem falava no caminho inteiro, Hope se pudesse jogava um Crucio na garota, mas a loira não mereceria tanta atenção assim.

── Qual casa querem ir? - Aspen perguntou atraindo a atenção de todos presentes naquela cabine.

── Sonserina. - Hope respondeu com confiança, seu olhar cruzou com o do lestrange que sorriu minimamente.

── Grifinoria. - Gilbert respondeu fazendo a Mikaelson fazer uma careta de desgosto.

── Grifinoria só tem idiotas. - Hope Resmungou o que fez o black olhar para ela.

── Sonserina só tem bruxos das trevas. - Ele rebateu fazendo a morena cemiserrar os olhos em sinal de alerta.

── O que está querendo dizer?

── Acho que me entendeu muito bem.

── Pelo menos na sonserina as pessoas não são falsas. Somos cobras de verdade e nos orgulhamos de nossos ancestrais. Já os leões são apenas pequenos gatos medrosos.

── Harry Potter esteve na Grifinoria. -Josie se intromenteu fazendo hope sorrir mas daquela vez… Não era amigável.

── Harry Potter só ficou famoso pela simples marca que Voldemort deu a ele, sem isso o pequeno potter seria apenas um garoto de uma família mestiça e impura.

── Você é apenas uma garotinha fútil e mima…

Hope rapidamente sacou sua varinha como seu pai havia ensinado, a ponta da madeira estava sobre o pescoço do Gilbert que não moveu nenhum músculo.

── Repete… - Sua voz soou calma, mas a fúria estava dentro da pequena Mikaelson, pela suas íris castanhas era possível ver o fogo passando por suas orbitas. ── EU MANDEI REPETIR! - Seu grito estético saiu pela garganta da garota mostrando que não estava feliz com as palavras do mesmo, ela queria ver se o grifinoro seria de fato corajoso.

O trem parou com certa violência fazendo os dois que estavam de pé cairem pelo chão da cabine, a luz se apagou deixando o ambiente escuro e sombrio, o barulho da drenagem do trem era alto fazendo os ouvidos de Heath doerem.

── O que está acontecendo? - Lizzie perguntou aos sussuros

── Não sei. - Josie respondeu com calma.

A Mikaelson rapidamente se levantou vendo que tinha caido acidentalmente encima de Gilbert. Ela caminhou com a varinha em sua destra até a porta da cabine que até então estava fechada, assim que ela abriu a porta seus olhos vagaram pela escuridão, a todo caso ela não podia usar magia fora de Hogwarts, o lugar estava gelado, mas tinha algo na escuridão, frio e sinistro hope não podia exagerar mas cosneguia sentir a maldade que tinha dentro dele.

── ENTRE PARA CABINE. -O grito do monitor fez a menina acordar e rapidamente foi puxada para dentro da cabine pelo Black que a olhava preocupado.

Ambos sentaram novamente em seus lugares e a viagem continuou em silêncio até a proxima estação. Afinal eles estavam preparados para ser selecionados para suas casas e seguir seu legados.

×××

Assim que o barco parou enfrente ao grande castelo os olhos de Hope se arregalaram ao ver tamanha beleza diante de seus olhos, a pequena Mikaelson jamais imaginária morar em um lugar tão lindo, assim que seus pés firmaram em terra firme ela e os outros alunos foram levados para dentro da escola.

A garota sentiu seu braço sento puxado para o lado, seus olhos foram direcionados a pessoa que ousou a puxar seu braço, assim que viu Gilbert sua feição de brava foi para confusa, afinal o que ele queria?

── Hope eu… não precisa ser igual sua família. - Ele disse.

── Esta dizendo que minha família é ruim? - Suas pupilas dilataram no momento de raiva, realmente Gilbert Black não sabia usar as palavras.

── Não foi isso que eu…

── Estão nos chamando. - Avisou Aspen que estava perto de ambos

── Melhor irmos. - Hope rosnou indo em direção as esscadas.

O professor esperavam as crianças do primeiro ano, hope se apressou a subir a escada para ficar ao lado da Malfoy que tinha conhecido na festa a algumas semanas atrás.

── Sejam bem vindos a escola de magia e bruxaria de Hogwarts, Em poucos minutos vocês vão atravessar essas portas e conhecer seus colegas, mas antes de tomarem seus lugares vão ser selecionados para suas casas. Elas são Grifinoria, lufa-Lufa , Cornival e Sonserina. - Explicava o professor. ── Então enquanto estiverem aqui... Suas casas são como suas famílias, seus triunfos iram render pontos. Se quebrem alguma regra, irão perder pontos. No final do ano a casa que tiver mais pontos ganha a casa das taças. - Ela deu uma pausa olhando severamente os alunos. ── A seleção das casas começará em um instante. Siga-me!

Ultrapassamos as grandes portas entrando no salão principal, Vênus passou seu olhar para os outros alunos que olhavam os novatos com curiosidade.

──Façam uma fila. - murmurou o mcGonnogal subindo alguns degraus, ali estava um banquinho de quatro pernas e encima um chapéu velho, Lynx Malfoy olhava curiosa para o chapéu que não parecia ter nenhuma utilidade. ── Aquele cujo o nome for citado, de um passo a frente e dirija-se até mim, sente-se no banco que eu vou colocar o chapéu em suas cabeças e ele decidira qual casa você mais se encaixa.

Hope apertou suas vestes ansiosamente enquanto esperava seu nome ser chamado, todo mundo parecia ser chamado menos a pequena Mikaelson que parecia muito inquieta. James Potter foi o próximo chamado fazendo a garota revirar os olhos, mas o alívio foi quando ele foi mandado para a Grifinoria a deixando relaxada por não ter que dividir a mesma comunal que ele.

──Heath Hope labonair Marshall!

Seu nome foi chamado o que o frio na barriga crescer em seu estômago, ela ajustou sua roupa e subiu e sentou no pequeno banco que tinha ali presente, assim que o chapeu foi posto en cima de sua cabeça, ele nem precisou pensar antes de dizer.

── SONSERINA!

Rapidamente um sorriso apareceu no rosto da pequena que correu para a casa das serpentes que apladia alegremente. Rapidamente seus olhos cruzaram com o Black que se sentava na mesa dos leões a encarando.

── Heath! - Malfoy a chamou atraindo a atenção da garota.

── Você veio para sonserina. - A morena disse animada esquecendo o que tinha acontecido a alguns minutos atrás.

── Claro, tenho que honrar minha casa. - Ela sorriu. ── Você brigou com o Gilbert?

── Seu primo é um idiota. - Ela falou voltando a encarar a diretora.

── Eu sei, mas não liga pra isso.

── Vou tentar. - Ela murmurou olhando para a diretora scamander que naquele momento já discursava sobre o primeiro ano deles. Seria uma aventura em tanto.

Logo eles foram direcionados para suas comunais logo após o jantar, Heath foi contente ao lado de Aspen Lestrange e Lynx Malfoy que conversavam animadamente sobre as aulas de amanhã.

── Hope, quem é sua colega de quarto? - Lynx perguntou.

── Eu vou ficar com um quarto sozinha. - Ela respondeu dando os ombros.

── Por que? - O lestrange perguntou curioso.

Ela apenas sorriu subindo as escadas de seu dormitório, hope era especial e todos naquela escola sabiam disso. Seu sangue totalmente puro com uma descendência perfeita, e um futuro promissor escrito por videntes. Tudo estava escrito para ela. Heath hope labonair Mikaelson.

×××

A Mikaelson abriu seus olhos, suas pupilas dilataram por um segundo fazendo sua visa embaraçar por alguns instantes causando uma tontura rapida na morena que respirou fundo antes de jogar o lençou que a cobria para o lado e ela em fim poder levantar de sua cama para começar o dia.

Colocando rapidamente seu informe da sonserina e seu sapato que combinasse perfeitamente com sua simples roupa, seus cabelos foram penteados deixando eles enrolados na ponta. Ela pegou sua bolsa levando consigo para sua primeira aula que no caso seria história da magia com o professor Guilherme.

Ela caminhou calmamente pelos corredores de hogwarts quando sentiu alguém empurrar a mesma contra o chão, a sonserina rapidamente segurou sua varinha e se virou vendo roxanne Weasley e James Potter.

── Ah que ótimo. - Hope Resmungou. ── Grifinoros.

── Ola Marshall. - Roxanne comprimentou a garota apontando a varinha para a mesma.

── Se escondendo atrás de uma mulher Potter? Bem a sua cara. - Hope Debochou. ── Me diz roxy sabe algum feitiço sem ser leviosa? Por que eu posso te ensinar uns bem legais.

Sem mais dizer nada a Marshall deu uma rasteira na Weasley que caiu no chão fazendo a morena se levantar rapidamente.

── Eu sei um feitiço. - A Weasley falou. ── Estupefaça.

Hope sentiu o impacto ao seu corpo ser jogado no chão novamente, a Marshall rodou pelo chão, o barulho foi alto o suficiente oara fazer o professor de história da magia sair de sua sala e ver o que estava acontecendo.

── O que está acontecendo aqui? - Ele perguntou.

── Ela me acertou, essa grifana louca. - Hope se defendeu se levantando do chão, seus joelhos estavam ralados igual a sua mão.

── Senhorita Weasley e senhor Potter estão de detenção!

── Não vai ouvir nossa história? - James perguntou, como sempre um garoto mimado.

── Me diga potter, quem está com a varinha na mão? - Guilherme perguntou fazendo a ruiva suspirar de raiva.

Hope deu um sorriso para ambos e rapidamente entrou na sala. Então Weasley entendeu, ela não queria atacar por que esse era o plano dela, fazer eles serem culpados.

── Sonserina maltida. - Roxy falou com raiva indo a caminho para sua aula de Defesa contra artes das trevas.

×××

── Para a próxima aula eu quero um relatório sobre a aula de hoje, com no mínimo dez pergaminhos e ainda conclusão. - Guilherme mandou e todos os alunos concordaram ao sair da sala do mesmo, hope arrumou suas coisas e guardou seu pergaminho e tinta na sua bolsa.

── Professor McGonnogal? - Ela o chamou. ── Obrigada por me ajudar. - agradeceu falsamente.

── Sempre que precisar Hope.

Ela se virou para sair da sala, com um sorriso maldoso no rosto, afinal todos da sonserina eram ruins e traiçoeiros… não eram?


Notas Finais


Genteeee hope nossa cobra Aaaaah eu amo demais okay? Okay!

James se escondendo atrás da roxy... que feio james, hope encara tudo de frente meu amor 2bj.

Guilherme defendendo hope tudo pra mim af ❤❤

Gilbert e Hope meu amor todinho amo mesmo fodasse.

Até mais meus amoress

Não esqueçam de deixar seu amor pela fic nhay❤❤❤✊🔥

Essa é a fanfic que me inspirou o spin off de legacies, vagas abertas vão participar 🔥✊❤
https://www.spiritfanfiction.com/historia/time-travel--interativa-18612851


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...