História Legalize Marinara and Centuries to the End - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashlee Simpson, Ed Sheeran, Fall Out Boy, Logan Lerman, One Direction, P9, Taylor Swift
Personagens Harry Styles, Logan Lerman, Personagens Originais
Tags Felicidade, Humor, Musica, Sex
Visualizações 10
Palavras 936
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GEEEEEEEEEENTE QUASE UM ANO SEM POSTAR

Capítulo 14 - Baby


Fanfic / Fanfiction Legalize Marinara and Centuries to the End - Capítulo 14 - Baby

Letícia Stwert Wentz

Combino de encontrar as meninas no shopping, já faziam dois dias desde que Lola e Joe voltaram da Lua de mel, então era claro que ela iria junto.

– Mas você já não tinha comprado tudo ? – disse Bia enquanto tomava café.

– Já – respondi calmamente –, mas agora que são gêmeos tem que comprar tudo em dobro – dou risada. Observo Bruna e ela mexia na sua xícara de chá de ervas chinesas, distante, pergunto : – Hey, Bruh, o que houve ?

– Nada... – ela suspira e continua – faculdade, meu casamento com o Andy, tá tudo uma bola de neve na minha cabeça...

– Ei – Bia começou –, nós estamos aqui, não fique assim... Iremos ajudar você.

– Obrigada meninas! – ela sorriu serena.

– Bom, então vamos aproveitar que estamos aqui e já procurar o vestidos de madrinhas – Bia sorriu, saímos da praça de alimentação e fomos as compras.

Andy Hurley

As coisas estavam uma bagunça, Bia me deixou com a chave da antiga casa delas para eu ir e pegar as coisas da Bruna. Enquanto íamos eu pensava na batida da música que logo lançaríamos.
Abro a casa e pego as coisas dela e arrumo, assim que ela chegasse em casa ia ter uma surpresa esperando ela. Eu ia fazer um jantar para comemorarmos nosso 8 mês juntos. Eu sorria como um besta, era muito óbvio o meu amor por aquela morena.

Chegando na minha casa arrumo as coisas dela no Closet com a ajuda de Bete, minha antiga babá e agora governanta.

– Seu amor por ela é gigante Andy. – ela sorri.

– Você nem faz ideia.

– Você já pediu ela em casamento não é!?

– Já sim, hoje é mais pra gente oficializar sabe.

Terminamos, eu desci e ajudei ela a preparar o jantar: Pasta ao molho branco e um bom vinho tinto.

– A senhorita irá adorar a comida.

– Assim espero Bete, não quero que nada dê errado hoje – sorrio nervoso.

– Não vai dar, eu olho a pasta enquanto gratina o resto do queijo, vai se arrumar.

– Bete, vá embora, você já fez mais do que o suficiente e seu horário já deu!

– Não, não, não, faço questão, pode ir se aprontar.

– Okay, mas vou te pagar a hora extra você querendo ou não

– E adianta dizer que não? – Ela bufa e sorri – Agora vai, ela deve estar chegando.
Subi e tomei banho, passei o perfume que ela adora, vesti minha melhor roupa e fui espera-la.

– Vou indo Andy, vai dar tudo certo. – disse Bete pegando suas coisas e saindo.

– Obrigado por tudo Elisebete.

Vou para a antiga casa das garotas esperar ela.

Depois de um tempo que me pareceu uma eternidade por causa da ansiedade elas chegam, só tinha olhos para Bruna, ela estava em um lindo vestido azul com aquele cabelo rebelde que eu adorava bagunçar.

Bruna Schneider

O dia havia sido cansativo, voltamos para casa e vejo Andy lindo esperando por mim, sorrio, vou até ele e o beijo.

– Oi meu amor! – ele disse e estava sorrindo de ponta a ponta.

– Oi mor. – sorri.

– Tenho uma surpresa para você – as meninas me olham com malícia, eu rio e o olho – Vamos ? – Assenti.
Entramos no seu carro e começamos a conversar.

– Andy, Andy, o que você está aprontando?

– Nada de mais, só uma noite calma para mim e o amor da minha vida.

– Okay – rio falho, odeio ficar nervosa perto dele isso só significa que eu o amo mais e eu era meio fria para essas coisas.

Chegando na casa dele entro, sinto um cheiro maravilhoso no ar, olho para saça de jantar e vejo uma comida Italiana maravilhosa e uma linda garrafa de vinho.

 Oh Andy! Pra mim!? E-eu...

– Shiiiu... – ele me interrompe – Só aproveita nossa noite de 8 meses juntos.

Jantamos e conversamos alegremente, eu estava toda boba, olhava para ele e nossa aliança de noivado, como eu amava aquele homem eu não podia explicar, já era uma coisa que se expressa com beijos pois palavras, não são o suficiente.

– Baby.

– Sim querido!?

– Vem morar comigo aqui em casa?

– Andrew, eu não posso, tem a casa com as meninas e tals, muita coisa, além disso eu não quero ser um peso pra você meu amor.

– Peso aonde? Eu quero passar cada segundo do meu dia do seu lado, sintindo sua respiração, seu cheiro, ouvindo sua voz... Por favor Bruna eu amo você de mais pra ficar longe.

– Tá bom... – eu reviro os olhos e ele sorri – Eu aceito.

– Ainda bem, até porque eu já peguei suas coisas. – ele diz garfando a comida.

– Ei!

- Você não ia poder recusar – falou como se fosse a coisa mais normal do mundo, dou risada.

Depois do jantar, tomo um banho relaxante, visto um pijama simples e deitamos de conchinha e dormimos sorrindo.

Letícia Stwert Wentz

Arrumamos o quarto e as coisas dos bebês, sorriamos bobos a cada roupinha ou sapatinho que arrumavamos.

– Nossa família vai ser perfeita amor eu te juro. – ele disse beijando minha barriga e eu sorri.

– Só de estar com você tudo é perfeito meu querido. – Ele também sorri.

- Ei, eu tenho uma coisa para te contar... – faço carinho na minha barriga.

– O Quê? Não vai me dizer que são trigêmeos...

– Não amor, eu quero te contar que estou ansiosa para a chegada do Bronx e da Suzanne.

– É sério ? Um menino e uma menina ? Sim, uma cópia minha e sua, uma princesa e um príncipe. – sorri.

– Meu amor isso é maravilhoso! C-como você descobriu?

– Fui no médico oras.

– Quando?

– Semana passada, a questão é que nossos pedacinhos não vão demorar a chegar.

– Eu amo você.

– Eu também te amo muito.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...