História Legendary Warriors: A aventura de Kiara - Capítulo 17


Escrita por: e JenosEyes

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, LGBT, Luta, Magia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - A grande revelação


Calypso olhava furiosamente para Kiara e para Artis. Selma, confusa, perguntou ,por telepatia, á mãe:

- Mãe, porque é que paraste de falar?

- Está aqui aquela miúda...

- Que miúda?-questionou a jovem.

- A loira.-respondeu, arrogantemente , Calypso.

- Aq-...- Selma, não acabou de falar pois vira o cabelo louro do qual a mãe falava. E esse cabelo era o de Kiara.

- Selma, estás a ver aquele homem ao lado dela?-disse Calypso, apontando para Artis.

- Sim.- respondeu.

- Nós temos de ter cuidado com ele.-avisou a deusa.- Ele é um deus e foi ele que me prendeu. Eu tenho de me vingar!

- Mas nós já nós vamos vingar petrificando os Arabikanos.-disse Selma.- E o que dizias sobre aquela rapariga.

- Ah, sim.- respondeu Calypso.-Aquela é a Raskalla. Ela é uma Hybris tal como eu só que ela nasceu defeituosa . Ela é bastante poderosa. Mas neste mundo todos odeiam Hybris tal como humanos. Nós temos de salvar a Raskalla!

Selma concordou. As vilãs foram a correr em direção à masmorra. Na masmorra, Raskalla ainda estava a ser agarrada pelos dois guardas. Gritava, pontapeava e esmurrava os guardas . Mas eles a chicoteavam deixando suas pernas todas negras. Os guardas atiraram a Hybris para uma cela. Um deles disse:

- É bom que te portes bem ou levas mais!

Raskalla ignorou, sentou-se no fardo de palha que estava na cela e começou a chorar.

" Eu vou me vingar! O Saharah vai pagar por isto!"- pensava, furiosa, Raskalla.

Kiara e Artis ainda esperavam á entrada do palácio. Impaciente, Kiara sussurrou a Artis:

- Estes gajos são tão lentos!

- Calma.- riu-se Artis.- Estamos quase.

Um guarda aproximou-se da princesa e do deus e disse:

- Façam o favor de entrar.

O homem abriu a porta. Os dois agradeceram e entraram. Diante dos olhos de Kiara, estava uma sala egípcia cheio de decorações douradas. Estavam lá dois tronos: num estava um homem ruivo , de barbas, com um olhar astuto, com uma armadura de ouro e com duas asas. No outro, estava uma rapariga jovem, da idade de Kiara, de cabelo castanho, com um vestido laranja e vermelho e cheia de pulseiras douradas. O homem levantou-se, sorriu, fez uma vénia e disse:

- Muito prazer ,meu caro Artis.

- Também é muito bom te ver , Saharah.-disse Artis, retribuindo a vénia.

Saharah não tirava os olhos de Kiara. Curioso, perguntou:

- E quem é esta bela jovem?

- Eu.- disse Kiara, virando-se para o rei.- Eu sou Kiara Ferrum, princesa de Ingloria.

- Não pode ser...-disse Saharah.

- O que foi?Tem algum problema?-perguntou Kiara.

- Não...-suspirou Saharah.- Não é nada...

Saharah sentou-se muito nervoso.

" Ela vai me matar! Ela deve de ser como o pai!"-pensou o rei.

- Eu não estou a perceber.-disse Kiara.- Porque é que ficou assim quando eu disse que era princesa de Ingloria?

O rei ficou sentado sem responder. A princesa de Arabika levantou-se do trono e disse:

- Ele está assim porque tu és filha do Heimrinch!

- Sandyne...-suspirou Saharah.

- O que é que aquele velho chato fez?- questionou Kiara, preocupada.

- É melhor não saberes...- respondeu Sandyne de lágrimas nos olhos.

- Porque é que estás a chorar?-perguntou Kiara, preocupada.- Fiz algo de mau?

- Não...-suspirou o rei, abraçando a filha.- Está relacionado com o que o teu pai fez...

- Por favor ,contem-me.- implorou Kiara.- O que ele vos fez? Eu posso vos vingar.

- Mas ele é teu pai!-gritou Sandyne.

- Não interessa!-respondeu Kiara.-Eu cresci sem ele! Ele é um monte de lixo para mim! Ele julgou-me por ser mulher...

Artis colocou a mão no ombro de Kiara, dizendo:

- Saharah, posso lhe contar?

- Por mim podes...-disse Saharah abraçando ainda mais a filha.

- Espera, tu também sabias Artis?- questionou Kiara.

- Sim...-suspirou o deus do gelo.- Então, quando nós conhecemos o teu pai nós formámos  uma equipa para defender todos os reinos. Éramos amigos até que fomos numa missão onde eu e o Saharah saímos destacados pelos nossos atos heróicos. A nossa recompensa foi ascender á categoria de deuses. Mas o Heimrinch não recebeu a mesma recompensa ficando invejoso e cheio de raiva de nós. Mas o verdadeiro crime está por vir...o teu pai é assassino.

- O quê?!-perguntou Kiara gritando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...