1. Spirit Fanfics >
  2. Lei do amor >
  3. A procura da verdade

História Lei do amor - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Capítulo novo e surpreendente. Espero que gostem!!

Capítulo 3 - A procura da verdade


Chego no quarto mas a janela estava aberta parecia que alguém saiu por ali. Olho pela janela e a rua estava vazia,como se nada tivesse acontecido. Suspiro.Reviro um pouco mais a casa e nada encontrei a não ser umas manchas de sangue espalhada pela cozinha e uma faca também coberta por um pano todo manchado. Guardo aquelas provas em um saco plástico. E saio da casa. Canto pneu até o presídio. 

- Por favor, leve o Sr. Swan para a sala.— falei com o guarda.

- Ele já está com um homem na sala.— disse o guarda. Estranhei mas não falei nada apenas segui até a sala.

- Pai? — arquei a sombrancelha.

- Katherine?! O que faz aqui,filha? — ele perguntou e ajeitou seu paletó.

- Esse é meu cliente. — respondi.— E o senhor? 

- E-eu... Eu sou advogado da família da Elisa. — ele disse.— Então senhor Swan,tenha um bom dia. Já vou querida,bom trabalho com esse daí.— ele disse com nojo ao olhar pro homem e saiu batendo a porta. Cruzo meus braços e vou até o Swan. 

- O que ele conversou com você? — perguntei e ele hesitou. — Não complica as coisas. 

- Nada. Só quis saber o que eu dizia era verdade.— ele revirou os olhos.— Alguma notícia do meu inquérito? 

- Não... A... Mora alguém na sua casa? — perguntei.

- Não. Só eu e minha falecida esposa. Por quê? 

- Nada.— dei de ombros.— Parece que...

- Você foi até lá? — ele perguntou me interrompendo e eu assenti.

- Peguei algumas amostras dos sangues esparramado pelo chão... E procurei alguma pista,mas eu não achei... Nada.— falei. 

- Certeza? — assenti. — Então isso quer dizer que eu posso sair? 

- Depende. Como eu disse peguei as amostras quero ver o que mostra. E só assim eu vou pedir sua sentença. Nem que seja domiciliar.— falei.— E eu só quero que você fala a verdade,sempre pra mim. 

- Pode deixar,Katherine.— ele falou.

- Pra você é Cover.— respondi seca. Ele riu.

- Ok,Katherine Cover.— revirei os olhos. 

- Se tudo der certo posso pedir seu alvará amanhã.— quebrei o silêncio. 

- Ok, doutora,obrigada.— ele falou. Sério sem amostrar nenhuma felicidade. Ele me assustava,mas ao mesmo tempo eu queria saber o que se passava na cabeça dele. 

- Preciso ir,Swan. — me levantei pegando minha bolsa. 

- Sempre que precisar estou aqui.— ele debochou o que me fez rir pelo nariz e logo dei um sorriso.— olha! Eu consegui tirar um sorriso desse belo rosto. 

- Não se acostume a qualquer momento posso dar na sua cara.— ele riu e eu saí daquela sala.






Notas Finais


❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...