1. Spirit Fanfics >
  2. Lei do amor >
  3. Liberto part.2

História Lei do amor - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Atualizandoooo

Capítulo 5 - Liberto part.2


- Mas,Dom... — a esposa se levantou. 

- É o quê eu sinto,Nessa.— o homem parecia cabisbaixo.— Me desculpe,Meritíssimo, mas o senhor pediu verdade.

- Concedido senhor,Dom.— o juiz falou.— Continuando! Não há mais nenhuma testemunha? 

- Não senhor.— disse meu pai sério.

- Algo a declarar senhorita Cover? — perguntou o juiz.

- Sim.— respondi me levantando.— Eu fui ao iml ver o corpo da Elisa Sanchez e deduzi que não condiz com o DNA de Elisa. Elisa tinha o sangue A negativo e o corpo que está lá é A positivo. Além do mais, as marcas de sangue que estavam pelo chão da casa,não era exatamente sangue... Eram tintas. O que condiz que Peter Swan Magginani é inocente. E Elisa Sanchez Swan talvez não esteja morta e sim desaparecida. — falei e o pai dela começou a chorar enquanto Peter me olhava sorridente. 

O juiz decretou a sentença de Peter. E logo o guarda soltou suas mãos daquela algema e ele me deu um abraço inesperado. 

- Obrigada.— ele sussurrou no meu ouvido. 

- Que nada. É o meu trabalho.— sorrio. 

- Nossa. — ele colocou a mão no peito.

- o que? 

- Pensei que eu fosse especial.— revirei os olhos e ele riu. — Tudo bem,Katherine. Você está sendo chamada,... Chamada não. Ordenada! Para um jantar comigo. 

- Jantar? — ri. 

- Sim,jantar. Acho que você tem coisas pra me explicar não ? — ele falou.

- Não...— me fiz de boba.

- Ah,qual é,Cover?! 

- Só se você tomar um ipê mega banho.— falei e ele se cheirou e eu comecei a rir. Logo meu pai veio até mim enquanto Peter falava com o pai de Elisa. 

- Você conseguiu.— ele disse sério.

- Não sabia que esse era o caso importante que o senhor tinha.— desconfiei. 

- Tem muito caroço nesse angu ainda,Kat. E eu espero que você não se meta. — ele falou autoritário. 

- Isso foi uma ameaça? — arquei a sombrancelha.

- Não. Um aviso.— ele deu de ombros.— E esquece esse garoto claramente ele deu um jeito de se safar! 

- Pai, para! — falei e ele travou o maxilar.— Elisa não está morta,ela está desaparecida e agora a polícia vai procurá-la. 

- E se não achar seu amigo bandidinho vai voltar a ser réu.— ele disse cruzando os braços. Bufei.

- Vamos aos poucos.— coloquei a mão na cabeça.— O senhor nem me parabenizou pelo meu primeiro caso já veio com sete pedras na mão,como sempre. 

- Sem drama,Katherine.— ele revirou os olhos. 

- Eu não chamo de drama,só compreensão,empatia... O que falta em você.— peguei minha bolsa e sai andando. 

- Te vejo as oito? — Swan segurou minha mão antes deu pegar o elevador.— No cossplay.

- Cossplay? Pensei que fosse a luz de vela! — rimos. 

- Se você quiser ... Coloco até uma orquestra.— ele colocou as mãos no bolso. 

- Não. Cossplay. — sorrio.

- As oito! — ele repetiu.

- Às oito — pisquei.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...