História Leitora x Animes - Nova era - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Bleach, Boku no Hero Academia (My Hero Academia), Fullmetal Alchemist, Haikyuu!!, One Piece
Personagens Edward Elric, Eijirou Kirishima, Fumikage Tokoyami, Ichigo Kurosaki, Katsuki Bakugou, Monkey D. Luffy, Roronoa Zoro, Sanji, Shouto Todoroki, Tobio Kageyama, Toushirou Hitsugaya, Trafalgar D. Water Law, Yagi Toshinori (All Might)
Tags Boys Magia, Girl Power, Harém-reverso, Imagine, Imagines, Leitor, Leitor X Anime, Leitora, Leitora X Anime, Op Girls, Overpower Girls, Pedidos, Reader, Songfic, Você
Visualizações 282
Palavras 2.965
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


COE Galero!
Olha ai, olha so! toma *outro pedido* To ficando eficiente, vo te dizer kkkk os pedidos aumentam e diminuem hehehehe, mas relaxem que todos seram devidamente atentidos, como ja comentei não garanto velocidade e sim eficiencia, bom pelo menos estão saindo bem como imagino se não melhores.

Diga se de passagem amei escrever aquele do Sanji *-* Tenho uma ideia para cada integrante do trio monstro de one piece, heheh ses não tão ligadas na malicia da parada!
--->>> Ahh sim prometo Hentai para os tres È CONFIRMADO QUE TERÁ! Essa bagaça vai sair!

Atendendo a pedidos de @Earlyrise, @Alien_perdida, @jinprecious, @niichanz,@KpopperAngel26, @Chocolate-Amargo (Wattpad) e @Elli_moon, esta ai moças e chamo atenção para @Elli_Moon que deu uma parte da ideia.
(Quanto pedido para ele Berro!!!)

Minha reação a cap do cap:..... Eu quero tirar essa gravata agora! vem aqui!

Capítulo 20 - Shoto Todoroki - Sentimento desconhecido


Fanfic / Fanfiction Leitora x Animes - Nova era - Capítulo 20 - Shoto Todoroki - Sentimento desconhecido

Quando começou sua vida de estudante para herói imaginou que seria um passo gigantesco na sua vida, afinal tinha estudado muito para entrar na U.A, mas não pensou que aconteceria o mais improvável, se apaixonaria. Não, não foi passageiro, era constante e muitas vezes irritante o sentimento ali, rondando, sempre pronto para fazer o coração dar saltos dentro da caixa torácica, deixar as mãos suadas, criar um branco na mente, entre muitas outras coisas.

 

    Isso poderia ter ocorrido com diversos garotos, até mesmo com Bakugou, e olha que ficaria feliz, mas não o coração tinha planos bem diferentes. Todoroki Shouto, sua expressão neutra ou fria, o olhar confuso quando lhe era direcionado alguma piada que não entendia, os raros sorrisos que para você eram momentos memoráveis. No início das aulas não se quer cogitou que isso se tornaria amor de verdade.

 

    Entrava correndo pegando os últimos instantes antes do portão se fechar, suspirou aliviada, mas manteve a corrida. Um pouco antes de chegar nas escadas, por estar focada em não se atrasar, um vulto surgiu a sua frente. Para não atropelar, seja lá quem fosse, tropeçou nos próprios pés, caindo se joelho os ralando. Amaldiçoou o maldito uniforme escolar ser saia e deixar as pernas tão expostas.

 

ー Você deveria olhar por onde corre.ー Uma voz masculina se dirigiu a você, ergueu a cabeça vendo um garoto. Alto, com olhos heterocromáticos, precisamente verde e cinza além do cabelos dividido em duas cores, branco e vermelho.

 

ー Sinto muito, eu acabaria atropelando você.ー Comentou se levantando rindo levemente. Os joelhos escorrendo uma pequena quantidade de sangue. O garoto pareceu não perceber o sangue e já se distanciava. Estranho, pensou.

 

    No fim estava na enfermaria logo no seu primeiro dia, Recovery girl ajudou rapidamente com o ralado e foi para aula, atrasada. Com um pedido de desculpas conseguiu entrar e sentar para finalmente ver a aula. Isso foi apenas o começo, diversas situações acabava encontrando o bicolor e após o festival esportivo percebeu sentir algo, não era oficial, porém já significava alguma coisa.

 

    Assim como ia percebendo pequenas ações do rapaz e tentava se aproximar, assim como Midoriya fez, não apenas pelo sentimento até aquele momento desconhecido, mais também por querer ajudar ele, porém começou a suspeitar que era repelida.

 

    Uma vez teve a oportunidade de estar junto a ele, mesmo que por pouco tempo, queria usar isso para tentar ao menos dialogar, como das outras vezes não adiantou.

 

ー Podemos cercar por aqui, se formos rápido não será preciso se preocupar com Tokoyami vou poder neutralizá lo antes, o problema todo será Midoriya.ー Comentou enquanto passavam pelo tunel que se dirigia a prova, o rapaz parou se voltando para você.

 

ー Não faça nada, posso terminar tudo tão rápido quanto seu plano.ー Voltou a andar sem olhar para trás. Piscou algumas vezes observando as costas do rapaz.

 

ー Por que sempre faz isso...ー Sussurrou para si mesma, mas Shoto pareceu ouvir e se virou.

 

ー O que seria exatamente?ー Perguntou assumindo uma postura defensiva.

 

ー Sempre que tento me aproximar você me distância é quase como...ー Parou de olhar o chão erguendo a cabeça.ー Como se não gostasse de mim.ー Afirmou, esperou alguns segundos antes de ver o outro fechar os olhos como se pensasse em algo.

 

ー Não é isso, mas acho que não é o melhor momento para discutir isso.ー Ele voltou a caminhar.

 

ー È quando exatamente seria se sempre me evita ou sai de perto.ー Segurou a lágrima. Não vou chorar por isso, pensou. Era verdade, passou por coisas bem piores que esse sentimento desconhecido, não iria se deixar levar.

 

    Ele ignorou seu questionamento voltando a andar, baixou a cabeça seguindo o rapaz alguns passos atrás. Quando chegavam no cenário da prova e observavam ao redor, rapidamente se jogou contra o meio a meio impedindo ele de ser acertado. Ao caírem no chão se levantou numa cambalhota, se preparando para atacar.

 

ー Fique para trás.ー Ele ordenou criando as chamas afastando Fumikage e Dark shadow, já que agora ele as utilizava com muito mais frequência após o festival esportivo.

 

ー Por que?ー Se soltou dele. Não era o melhor lugar para se discutir isso, mas estava cansada de ser rejeitada como pessoa, sendo que o rapaz tentava se aproximar até mesmo de Bakugou.

 

ー Sua individualidade já é auto destrutiva o suficiente, se lutar contra Dark shadow acabara muito ferida e perderia um ataque ofensivo muito bom.ー Ergueu outro paredão de labaredas impedindo Midoriya de avançar.ー Não posso ficar carregando você nas costas.ー Ele comentou ríspido.

 

    Parou tentando processar o que o rapaz disse a pouco. Então no fim é isso, ele me vê como um peso? se perguntou mentalmente. Recuou de costas até estar longe das labaredas o suficiente, abriu os olhos (Cor original) que agora tomavam uma tonalidade esverdeada, Shoto não percebeu que se distanciou. Midoriya furou as chamas com um ataque de ar e veio atacar pelo lado direito do rapaz. Disparou uma bola de fogo verde, assustado pelo ataque todos se voltam para você, seu corpo se consumia em chamas.

 

Fogo grego, uma individualidade de poder destrutivo gigantesco, mas bem maléfica ao seu corpo, se utilizada por mais de meia hora consecutiva, causava queimaduras sérias, caso esteja com o corpo quase todo coberto como agora, nem você sabia os riscos.

 

    No fim apenas rendeu queimaduras nos braços e algumas na perna, teve que passar no cenário para apagar seu fogo, afinal apenas você pode extingui lo. Ao voltar de lá Todoroki estava mais adiante no corredor, iria passar ignorando o rapaz, mas ele chama seu nome.

 

ー Eu pedi para se manter distante.ー Shoto a lembra, se virou observando o rapaz escorado na parede.

 

ー Eu estou no curso de heróis, então me tornarei uma, se eu for ficar me auto preservando era melhor ter tentado outra coisa.ー Comentou seguindo a caminhada.

 

ー Espera.ー Ele pediu e veio até você, tirando seu braço levemente da tipoia pois a mão sobre a atadura.ー Pode doer por alguns dias, se manter resfriado é melhor.ー Comentou e voltou a encarar o braço, uma fina camada de gelo se formou sobre as ataduras do braço.

 

    Lembrando de algo, ergueu o olhar para o rosto concentrado de shoto, a queimadura meio encoberta pelo lado vermelho. Agradeceu a gentileza do rapaz e saiu pelo corredor, os passos leves eram uma farsa para seu real sentimento, a verdade era que estava cansada de falhar, cansada de precisar sempre ser salva, esgotada de treinar e parecer que não surte efeito.

 

    As semanas passaram tão depressa que já entrava na semana de provas, a escrita não era um problema, suas notas eram relativamente altas, porém a prova prática a deixava nervosa. O treinamento parecia não ajudar a aumentar a durabilidade da sua individualidade sem causar danos, enquanto se mantinha focada em se acalmar as duplas eram anunciadas, para fechar o pacote Shoto foi uma das primeiras lutas junto a Momo.

 

    Observava a luta um pouco preocupada, o desenvolvimento estava indo de mal a pior e contra Eraserhead não ajudava nem um pouco, sabia o quão bom era o professor. Ao decorrer da prova observava ambos, era estranho, sentia algo crescendo, mas não era so a confiança de Momo que percebia crescer exponencialmente, junto a isso outra coisa, baixou a cabeça. Reconheceria esse tipo de brilho no olhar, pensou dando meia volta.

 

ー __-chan, vamos somos as próximas.ー Toru comentou se aproximando.

 

ー Sim, vamos com tudo.ー Comentou sorrindo para a amiga.

 

    Depois daquele dia compreendeu o que realmente acontecia no seu coração, era difícil admitir, para alguém que vinha de uma família rigorosa de heróis não muito conhecidos, sua individualidade era muito destrutiva e vista muitas vezes como problema já que nada, além de você, poderia apagar o fogo. Tudo isso só ajudou a construir uma personalidade barreira, uma fortaleza para qualquer tipo pessoa que quisesse se aproximar, não impedia de fazer amizades anteriormente, mas não passava de colegas, ou seja amor passava longe de um objetivo na sua vida e após aquela luta percebeu o motivo para o rapaz nunca a olhar da maneira que via ele, alguém já tomava o espaço no coração dele aos poucos.

 

    As férias passaram mais rápido do que pretendia, porém conseguiu um avanço considerável em muitos aspectos relacionados aos seus treinos, apesar de outros fatores da sua vida pareceram piorar consideravelmente ao decorrer que você evoluiu, sua mãe era um dos fatores para estresse, não a deixou em paz um dia sequer.

 

ー Como heroína eu tenho que tomar uma atitude e como mãe também.ー A mulher bateu o martelo na ideia que tinha em mente.ー Foram muitos anos a treinando e acompanhando de perto, apesar dos contratempos, você tem um potencial enorme é desperdício fazer o que está fazendo.

 

ー Batalhei muito para chegar onde estou, não posso aceitar.ー Afirmou a encarando nos olhos, naquela mesa não eram mais mãe e filha, era de heroína para prodigio, isso acontecia quando entravam em questões que envolvia seu ensino e treino.

 

ー Pense bem, eu quero uma resposta convincente, desta vez eu quero uma excelente resposta para negar minha proposta.ー Massageando a testa ela levantou da cadeira do escritório.

 

ー Eu já me decidi.ー Ditou para a matriarca, pediu licença deixando o local.


 

    A volta as aulas foi bastante animada, muitas coisas aconteceram com todos. Sentada junto as garotas ouvia as histórias engraçadas antes de começar a aula, todas pareciam especialmente revigoradas das férias, suspirou cansada encostando a testa na mesa. Olhou a cadeira mais a frente, Shoto ainda não tinha aparecido, voltou a encarar a mesa. Como, como que se luta contra isso, pensou apertando a mão em punhos.

 

ー __, você está se sentindo bem?ー  Virou vendo as meninas preocupadas e Momo que perguntou tinha a mão no seu ombro. Sorriu fraco, tocando a mão da amiga.

 

ー Cansada, mas estou bem, faz parte.ー O sorriso era convincente para quase todas, Uraraka observou estreitando os olhos suavemente. Ouviram o barulho da porta abrindo, ao se virar viu Todoroki parado na porta. Percebia uma falta de brilho nós olhos do garoto, pelo canto dos olhos percebeu Momo encarando o rapaz. Apertou os lábios, respirou fundo e antes de voltar a encarar a mesa alguém a chamou.

 

ー Oe __, estou indo pegar meu uniforme, ouvi dizer que o seu já está pronto.ー Denki surgiu das cadeiras de trás. Levantou se afastando junto ao garoto, enquanto o bicolor caminhava calmamente para a carteira dele junto a Midoriya e Lida conversando algo.

 

    Um certo calafrio atingiu o rapaz heterocromático, levemente ele a encarou saindo pela porta, o estranho era a mudança no seu olhar, determinado e fumegante ele podia até observar pequenas chamas verdes dançarem nas íris por alguns segundos antes de sumir da vista dele ao dobrar a esquina da porta.

 

    Ao chegarem no local e pegar seu novo uniforme observava o novo visual e material, mais resistente as chamas, porém não seria o suficiente. Agradeceu a Hatsume pelo novo uniforme, mesmo que no seu interior surgisse algo novo, ignorando pois o mesmo na maleta e saiu junto a Denki.

 

ー __, eu realmente não sei como comentar isso...ー Iniciou o loiro enquanto caminhavam.

 

ー Pode perguntar, está fazendo essa cara estranha desde que me chamou.ー Comentou fechando brevemente os olhos, talvez analisando as possíveis perguntas ou apenas tentando se focar melhor devido ao cansaço.

 

ー Sei que você finge sorrir.ー Ele parou no corredor esperando sua reação.ー Posso ser “idiota” para muitas coisas, mas reconheço muito bem um sorriso falso.

 

ー Você é bom, não vou mentir é o primeiro que vem diretamente me falar isso.ー Ergueu os braços se espreguiçando.ー E já pensou no por que?ー Se voltou observando o garoto.

 

ー Isso é outra etapa, mesmo que não conversamos muito, como colega, e se você me permitir, amigo eu peço, não faça mais isso.ー Ele voltou a caminhar se aproximando.

 

ー Vou tentar.ー Suspirou sorrindo de lado.ー Vamos Aizawa sensei deve chegar a qualquer momento.

 

    

    Quando abriram passaram pela porta conversando, especificamente sobre o último e hilário ataque de raiva do Katsuki, infelizmente presenciou o que suspeitava. Juntos numa roda alguns dos garotos e garotas conversavam sobre as provas passadas, mas seu foco caiu sobre o Todoroki e Momo. “Desperdício fazer o que está fazendo, lembrou da frase dita pela sua mãe a alguns dias. Que se dane tudo isso, penso e naquele mesmo dia todos puderam notar sua mudança radical de humor sério para quase gélido.


 

    Naquele final de semana ninguém conseguiu entrar em contato com você. Toru e as meninas preocupadas foram até sua casa, sendo recebida pela sua mãe e infelizmente confirmando uma triste notícia para todas as amigas.

 

ー Ela tomou a decisão certa, não tenho nada contra U.A, na verdade eu me formei lá uma ótima instituição, mas __ estava se deixando levar eu notei isso e a alertei, o resultado foi o que sempre avisei para ela.ー Dando os ombros levemente a mulher explicava.

 

ー O que seria isso?ー Perguntou Uraraka preocupada, terminando de beber o copo de suco a matriarca (Seu sobrenome) gargalhou.

 

ー Amor jovem minha criança, __ se apaixonou.ー Ela confirmou risonha.ー Ou ela pensa que é, para mim é apenas uma fase, vai por mim eu passei por algo similar.ー (nome da sua mãe) observou as jovens se entre olharem, vendo surpresa nas feições de todas.


 

    Na escola todas as três presentes durante a conversa queriam avisar aos companheiros, porém como dizer? Como se diziam amigas e não sabiam de nada, todas entendiam sua personalidade difícil de lidar, também sabiam que no fundo era gentil e divertida, mas não perceber seu sofrimento deixou uma sensação amarga, no fim era um conflito que voce decidiu resolver sozinha. A aula corria normal, seu assento vazio hora ou outra tinha olhares sobre, Aizawa observava os alunos atentamente.

 

ー Como muitos demonstram surpresa imagino que não saibam...ー Repentinamente ele iniciou a fala atraindo a atenção geral.ー Já que olham tanto para a carteira da senhorita (seu sobrenome).ー Piscou lentamente.

 

ー Professor, aconteceu alguma coisa com ela?ー Lida se pronunciou preocupado.

 

ー Ela...ー Toru tentou dizer, mas se calou, Uraraka e Mina também ficam cabisbaixas.

 

ー Isso não deveria ser assunto meu, mas é importante que sejam avisados, __ pediu transferência.ー Informou Aizawa já esperando uma confusão, porém um silêncio se instalou no ambiente o que surpreendeu um pouco o professor.

 

ー Isso é mesmo verdade professor?ー Surpreso ele vê que foi Shouto a perguntar e para um aluno sério ele demonstrava bastante angústia, ou seria culpa?

 

ー Cada palavra, ela pediu a alguns dias o resto das informações não sou capaz de lhes dizer.ー Finalizou o herói voltando ao foco da aula.



 

    O ambiente era barulhento e a deixava nervosa com cada aviso de voo que se aproximava, a bagagem de mão junto ao passaporte e ticket ajudaram a incentivar seu passos em direção ao portão de embarque. A acompanhante da linha aérea ia alguns passos a frente mostrando o caminho, olhava o por do sol pelas janelas altas do aeroporto, num momento como esse estaria em casa provavelmente cansada e apoiada na janela observando o espetáculo.

 

ー O embarque será em alguns minutos.ー A mulher avisou gentil antes de sumir pelo corredor. Sentou na cadeira de frente para o vidro e balançou a cabeça voltando a focar seu objetivo.

 

    O aviso do seu voo soou e levantou seguindo para embarque, os sons de passos não foram o suficiente para encobrir a voz levemente rouca e sem fôlego.

 

ー __.ー Travou no lugar se virando devagar, um pouco ofegante, Shoto estava parado do outro lado da faixa que separava as pessoas que embarcariam dos outros. Engoliu um pouco nervosa a própria saliva observando o garoto, ao retomar a respiração ele se endireitou.

 

ー O que faz aqui, achei que ninguém soubesse...ー Comentou ainda surpresa pela presença do outro.

 

ー E esse era seu plano? Ir embora sem avisar a ninguém?ー Perguntou visivelmente abalado, franziu as sobrancelhas.

 

ー Recebi essa proposta a meses ou eu respondia um sim ou um não, uma hora ou outra eu sabia que o sim ganharia.ー Se virou para ir embora, já tinha jogado o pano e desistido, seu foco era se tornar uma heroína e a menor possibilidade de controlar sua individualidade e diminuir os danos a si mesma era a esperança.

 

ー Está indo pela maneira que agi com você?ー O todoroki perguntou a encarando, se virou observando os olhos heterocromáticos.

 

ー Não e mesmo se fosse não se culpe.ー Doeu, como doeu dizer aquilo, seu lado racional parecia quer aniquilar as últimas esperanças para enfim partir em paz.

 

ー Então por que?ー Ele deu um passo a frente, as labaredas dançaram nós seus olhos, respirou fundo se acalmando, não era raiva que sentia era tristeza.

 

ー Porque...ー Antes de dizer uma corria surgiu, aos poucos ia identificando os rostos, a turma se aproximou alguns correndo rindo e obviamente fazendo uma pequena confusão.

 

ー __! Você iria sem se despedir?ー Perguntou Uraraka chorosa.


 

    Sorriu, mesmo que triste deixou desta vez em alguns meses um verdadeiro sorriso surgir, pediu perdão pela saída tão grosseira sem se despedir. Segurou a mala próxima ao corpo e acenou se despedindo verbalmente. Shoto estava paralisado vendo a única chance se esvair, olhou por cima do ombro para o rapaz. sorriu diretamente para o garoto, no mesmo instante ele demonstrou surpresa.

 

    Todos ficaram para ver seu voo virar na pista e quando ele iria iniciar a corrida para pegar velocidade, no bolso da calça o celular do Todoroki tocou levemente, ele pegou o aparelho e vendo a mensagem enviada por um número desconhecido.

 

Ittekimasu shoto.ー Sussurrou a mensagem. Ele apertou o aparelho observando o sol deixando seus últimos rastros no céu.

 


Notas Finais


Sinto que serei apedrejada ;u; por que sera?!!! saushuahshas Fui um pouco má? Provavelmente. Me arrependo? Não ;u; na verdade esse final eu reescrevi umas 4 vezes, sem exagero.

Vamos dizer que os tres primeiros foram bem maus ;u; até demais para os meus padroes, então suavizei por que tenho ideias bem mais malvadas para mais tarde, vamos deixar o Shoto esquecer essa bomba hehehehehe
O que acharam?

Well, obrigado por ler e obviamente KISSUS!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...