1. Spirit Fanfics >
  2. Lembranças. >
  3. O preço de um sorriso;

História Lembranças. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Hello!

Fiz a fic para comemorar o aniversário de nosso senpai, Kakashi-sensei ;)

A capa maravilhosa (como sempre amém) foi feita por @Ahros.

Boa leitura.

Capítulo 1 - O preço de um sorriso;



Adentrou seu lar, feliz. Afinal, quem não se sentiria feliz ao saber que seu próprio pai voltaria de uma missão? Kakashi estava animado depois de saber que tinha se tornado um chunnin, e contaria para seu progenitor apenas para tentar arrancar um sorriso de seu rosto cansado.

Correu pelos corredores, estranhando o silêncio. O seu velho normalmente o esperava na cozinha, com um copo de chá verde a sua frente e as pernas cruzadas, para sorrir de leve para o filho e acariciar sua cabeça, dizendo: "Chegou tarde hoje, Kakashi. Como foi o treino?" Mas havia apenas o silêncio. O temível e estranho silêncio. Hatake chegou ao quarto de seu pai, e bateu na porta de leve. Era incomum ver seu pai ali, mas já havia revistado a sua casa inteira. Abriu a porta devagar, vendo que a janela aberta deixava a luz branca da Lua entrar no quarto, iluminando um dos corpos presentes ali.

—Papai? -Kakashi evitava chamar seu pai de uma maneira tão infantil, mas ele estava com receio do que poderia encontrar ali se não ouvisse a voz de seu melhor amigo. E ele não ouviu

Havia mais uma silhueta que entrava na luz da Lua. Deitado no chão, imóvel, com uma estranha sensação de paz ao seu redor. O jovem chunnin andou devagar até seu pai, jurando que o mesmo havia caído no sono enquanto o esperava, entretanto, não era tão simples assim. Junto de seu corpo, uma poça de sangue se alastrava pelo tapete, o que foi o bastante para causar uma tremedeira no grisalho mais jovem, que perdendo a força nas pernas, caiu de joelhos na frente do corpo sem vida de seu pai, incapaz de ver o sorriso que tanto amava, ou de sentir o carinho gentil em seus cabelos. Sakumo tinha o corpo frio, como o coração de seu filho naquele momento, que se culpava por não ter visto todos os sinais que encaminharam o Canino Branco para aquele final.

As lágrimas silenciosas caiam com rapidez, mas ele não fez mais nenhum som, como se respeitasse a calmaria fúnebre que fazia ali, em um luto tranquilo, sofrendo nas sombras, onde a Lua não podia tocá-lo. Por um momento odiou seu pai, irritando-se pelo mais velho tê-lo abandonado, deixando Kakashi sem sua única fonte de amor, sem a pessoa que o fazia acordar todas as manhãs e dormir calmamente de noite; sem a alegria genuína de ouvir um `'Bem-vindo´´quando chegasse de casa, ou de sentir o cheiro de comida caseira depois do treino árduo. Não teria mais que esperar altas horas para a chegada de seu pai, dormindo na mesa da cozinha até que o mais velho abrisse a porta devagar para não acordá-lo, e levando o pequeno Hatake até sua cama, onde dormiam juntos. Aqueles momentos que pareciam tão vívidos na mente de Hatake, agora se tornaram apenas uma lembrança distante, como o corpo de seu pai, enterrado a sete palmos embaixo da terra.

Mas depois se odiou, por ser fraco demais. Preso demais na sua felicidade e cego para não ver o quanto seu próprio pai sofria todo dia para poder lhe dar um sorriso doce, para afastar os demônios de si e para o tornar mais forte.

Entretanto, as lembranças foram o que impediram Kakashi de cair na escuridão total, salvo pelo tempo precioso que esteve com seu mentor, amigo e pai. A pessoa que mais acreditou em si, a pessoa que lhe colocou no caminho certo e a pessoa que tirou a própria vida por uma felicidade que não podia ter.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...