1. Spirit Fanfics >
  2. Lemon Boy - (Sasunaru) >
  3. And i miss my lover, man.

História Lemon Boy - (Sasunaru) - Capítulo 8


Escrita por: oldsatan

Notas do Autor


me desanimei tanto pq tinha escrito esse capítulo e o spirit apagou ele, acabou não saindo muito do jeito que eu queria mas botei toda minha criatividade nisso :( espero que gostem 💕 (Leiam as notas finais por favor)

Capítulo 8 - And i miss my lover, man.


Fanfic / Fanfiction Lemon Boy - (Sasunaru) - Capítulo 8 - And i miss my lover, man.

Abro meus olhos lentamente ao sentir minha cabeça latejar. Leva um tempo até minha visão se ajustar e eu perceber que estou internado numa sala de hospital, completamente enfaixado.

Assim que crio uma noção de espaço e tempo, percebo o por que de eu estar aqui. Parece que minha tentativa foi falha... alguém me salvou. Estando aqui e agora, sinto que fui muito impulsivo e me deixei levar pelos meus sentimentos, e isso me custou umas duas pernas quebradas, eu acho. Nada que não se resolva com uns meses.

Dou uma olhada em volta e meu coração falha uma batida. Naruto! Ele está sentado ao meu lado dormindo, como não o notei aqui?

— Naruto...! NARUTO!— Ele acorda em um pulo, vejo seus olhos fundos e cansados, ele pula em mim carinhosamente e me abraça com força, sinto meu corpo latejar por conta do impacto, nada que não seja suportável. Afundo minha cabeça no seu ombro e inalo seu cheiro... as lágrimas começam a descer dos meus olhos... eu estava com tantas saudades.

— V-você voltou... — Falo sem conseguir manter minha voz firme — Pensei que nunca mais fosse te ver.. Naruto...

— Esse era meu objetivo, até ver você tentando essa coisa idiota! Por que fez isso?!— Diz aflito enquanto tenta controlar a respiração.

— Por sua causa! Você prometeu ficar comigo pra sempre e depois simplesmente vai embora! Eu não sou um brinquedo, eu tenho sentimentos... eu não sou de ferro e...

Sou interrompido com um beijo, pensei que nunca mais sentiria essa sensação doce da sua boca junto com a minha, o quão desesperador foi achar que nunca mais nos veríamos.

Ele se afasta e olha nos meus olhos, nos encaramos por um tempo até sermos interrompidos por Itachi e um médico.

— SASUKE! Meu irmãozinho, meu bebê, achei que eu fosse te perder— Credo, ele enlouqueceu.

— Ei, calma ai, quem você acha que está chamando de bebê?— Dou uma risada quando ele vem me abraçar e dar um beijo na minha cabeça, o que é estranho, ele nunca agiu assim.

— Com licença... — Um homem de cabelos castanhos e um jaleco se aproxima de nós com uma expressão não muito amigável.

— Ah, doutor, gostaria se saber quando vou receber alta. Deve ser logo, não? Afinal, eu estou bem.

— Sasuke. — Ele fala sério — O que você sofreu não foi um acidente comum, da cintura para baixo você foi atropelado por um trem, suas lesões não são simples.

— Mas... Doutor, ele vai ficar bem? Não vai?— Naruto pergunta preocupado.

— Ele não vai morrer nem nada, e com a ajuda dos analgésicos também quase não sentirá dor, porém...

Sinto meu sangue gelar.

— Porém? Vai, diz logo de uma vez!

— Você sofreu uma lesão grave na coluna por conta do impacto do trem com o seu corpo. Sua medula espinhal foi danificada.

— E o que isso significa?!

— Sasuke... você não pode mais andar.

— O QUE?!— Naruto grita. Permaneço em silêncio. Para falar a verdade em estado de choque. Sinto minha pressão caindo. Itachi me encara horrorizado. Sinto meu corpo enfraquecer e cubro minha boca com as mãos, sentindo uma falta de ar.

— Você precisa se acalmar, e antes que você pergunte, isso não pode ser revertido, você perdeu totalmente o movimento das duas pernas, pra sua sorte, não seria necessário amputar, mas você nunca mais vai conseguir mexe-las.

O médico sai da sala, Itachi o acompanha horrorizado, provavelmente para perguntar como vai ser daqui pra frente.

— Me perdoe...

— O quê?— Pergunto ao garoto de cabelos loiros que mais uma vez chora incontrolavelmente.

— Eu estando perto ou longe, a única coisa que eu trago são problemas...

— Você esta aqui agora, isso que importa. — Não consigo controlar minhas lágrimas, puxo o ar com dificuldade enquanto minhas mãos tremem.

Passear no parque. Correr dos espíritos que me perseguem. Subir até o telhado pra ver as estrelas. Nunca mais.

Eu com certeza já comentei sobre o efeito borboleta. Se eu não tivesse ido até aqueles trilhos, eu poderia ter evitado tudo isso, eu poderia. Mas não fiz, não pensei nas consequências...

— Eu te amo.

O que?

— Eu te amo... Sasuke. EU TE AMO!

— Naruto... por que você— Ele me interrompe com um beijo, mais uma vez.

— Eu vou fazer a pena... cada momento da minha existência vai ser pra tentar recompensar todo o mal que eu te fiz... eu te amo tanto.

— Naruto... eu senti a sua falta... — Me jogo em seus braços enquanto ele faz um carinho leve na minha cabeça, distribuindo beijos na mesma.

— Me perdoe Sasuke, oh céus me perdoe... tudo que eu puder fazer pra te ajudar...

— Fica comigo.

— O que disse?

— Pra sempre... fica comigo... nos dias ruins, nos quentes e nos chuvosos, todas as brigas, desentendimentos, eu quero ter tudo isso com você...

— Falando assim, parece um pedido de casamento — Ele sorri, aquele sorriso que aquece meu coração até o fundo da minha alma. O sorriso que eu amo. O sorriso que eu senti falta.

— Obrigado...— Abaixo o olhar e seguro sua mão.

— Por que está agradecendo?— Ele aperta minha mão de leve e levanta minha cabeça carinhosamente, fazendo-me encarar os seus olhos.

— Por voltar...— Sorrio — Por me salvar, por não deixar eu me afundar sozinho... por estar aqui.

— Eu prometi que não te deixaria, descumpri essa promessa uma vez, não vou cometer o mesmo erro duas vezes. — Ele encosta a testa na minha e da vários beijos na ponta do meu nariz, me fazendo sorrir igual um idiota apaixonado.

— Sasuke... podemos conversar?— Itachi entra na sala nos surpreendendo, Naruto me da mais um beijo em cima da cabeça e se retira cabisbaixo, Itachi senta na poltrona próxima a cama e me olha nos olhos.

— Desde que nossos pais foram embora... eu nunca soube como agir com você. E hoje... hoje foi a prova de que eu fui pessimo em ser um irmão e péssimo em te cuidar...

— Não foi sua culpa. Foi um acidente. Ninguém queria que isso tivesse acontecido.— Não pretendo contar pra ele que isso foi uma tentativa idiota de suicidio, não quero causar mais problemas do que ja estou causando.

— Só quero que você saiba, que você sempre vai ser meu pirralho rebelde— Ele sorri.

— E você vai ser sempre um idoso desempregado.

—🍃🍋🌿—

Continua.


Notas Finais


IMPORTANTE!!
Eu ando fazendo tanta apologia à suicidio então é minha responsabilidade deixar isso aqui. Vocé é especial, é incrível e é valido! Lembre-se que você é amado, suicidio não é e jamais será uma opção, procure ajuda médica e caso queira conversar com alguém, me chama no meu instagram @hwzier que a gente se resolve!

Eu te amo, você é importante, caso esteja tento pensamentos suicidas por favor procure ajuda, o mundo não vai ser o mesmo sem o seu brilho ✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...