1. Spirit Fanfics >
  2. Lemon Haze - Camren >
  3. Prólogo

História Lemon Haze - Camren - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


E aí, pessoal? Como cês tão? Eu tô aqui mais uma vez com outra fanfic maluca que eu inventei do nada, não sei se irão gostar ou se vai ter algum view (Sou meio Flop). Eu só espero que vocês gostam, tô tentando dar continuidade as fanfic que tenho em andamento, mas enquanto isso não ocorre, aconselho-lhes a lerem essa.

É apenas um prólogo pequeno para deixá-los alertas sobre o que pode acontecer.

POR FAVOR, SE PUDEREM DEIXAR A OPINIÃO DE VOCÊS NOS COMENTÁRIOS, EU FICARIA BEM FELIZ. LOVE U

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Lemon Haze - Camren - Capítulo 1 - Prólogo

— Lauren, eles chegarão logo! Você precisa ir! - No telefone, Ryan me passava as informações do rádio da polícia. 


— Tudo bem, estou indo! - Respondi com pressa, enquanto colocava algumas sementes em minha mochila. 


— Eles estão chamando outras viaturas pelo rádio. Você tem três minutos para sair daí pelos fundos, até as outras viaturas cercarem todo o perímetro. Tem um carro pra você na próxima quadra, a chave está no painel. Boa sorte. 


— Valeu, Ryan. Você foi um grande amigo! A gente se vê por aí... - Dito isso, desliguei o telefone pré-pago. 


Olhei uma última vez para toda a minha plantação no sótão, enquanto flashes rápidos de memória passavam por minha cabeça. Bons momentos. 


— Adeus, papai... - Sussurrei, jogando o isqueiro aceso ao chão. 


Consegui ouvir batidas na porta e a voz abafada, dizendo: "Lauren Jauregui, abra a porta ou seremos forçados a arrombar!". O cheiro de queimado pairava no ar, a mistura de CO², CO, N²O, CH⁴. Eu tinha menos de um minuto para sair da casa antes que tudo explodisse, mas mesmo assim me mantive tranquila a todo momento. Abaixei o capuz do moletom folgado que eu estava usando e sai pelos fundos, fitando meus próprios pés, como se fosse um dia normal como qualquer outro. Quando dobrei a esquina pude ouvir o barulho estrondoso da explosão. Sei que muitos se perguntarão o porquê de eu ter incendiado minha própria casa, mas eu não deixaria todo o meu cultivo ser apreendido e usado por esses policiais idiotas que em público julgam usuários e traficantes, mas são os maiores consumidores do produto. E além do mais, quero que eles percam tempo achando que eu ateei fogo na casa comigo dentro, isso me dá um tempo para fugir, enquanto eles focam em tentar achar um corpo. 


Avistei o carro assim que dobrei a esquina, entrei no mesmo e como Ryan me disse, a chave já estava no painel. Dei partida e cliquei no botão lateral para que os vidros que tinham um tom fumê acima do que a legislação permite pudessem subir ao máximo, impedindo a visão das pessoas do que havia dentro do carro. Retirei o veículo do acostamento e dirigi em direção a saída da cidade. 


Eu sabia que em algum momento isso aconteceria, mesmo com toda a minha cautela, todo o meu disfarce mantendo uma vida simples aos olhos de terceiros, com um emprego de merda e um semblante triste de alguém que não tem família. Mesmo agregando minha imagem à essas características um paspalho ainda teve a coragem de me trair, eu só não faço ideia de quem seja, e nem tenho a pretensão de descobrir. Não quero correr o risco de perder nove anos da minha vida por tráfico de drogas, e mais dez anos pelo que os policiais podem alegar sobre mim que não condizem com o crime cometido. Meu destino atual é Miami. Não tenho a pretensão de voltar ao Kansas, pelo menos não sendo procurada como criminosa de "alta periculosidade" e influência. 


Encaro a vida como um Tabuleiro de Xadrez, assuntos são peças, problemas são jogadas e a vida é uma estratégia. Por isso é necessário saber a hora certa de recuar e de avançar. 


Notas Finais


Se vocês gostarem, eu posto a continuação... Se não, ela vai cair no esquecimento igual o resto das minhas fics kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...