História Lésbicas Rebeldes - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Rebelde
Personagens Alma María Rey Gómez, Diego Bustamante, Franco Colucci, Guadalupe "Lupita" Fernández, João "Giovanni" Méndez López, Mia Colucci Cárceres, Miguel Arango Cervera, Roberta Alexandra Maria Pardo Rey, Rocco Bezaury, Victória "Vick" Paz Cantú
Tags Adolescentes
Visualizações 66
Palavras 559
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Orange, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Assassinato


Fanfic / Fanfiction Lésbicas Rebeldes - Capítulo 3 - Assassinato

Roberta escuta gritos enquanto faz sexo com as meninas, se levanta veste a roupa e corre para ver o que é; chega na sala do diretor, abre a porta devagar e ver Rodrigo estuprando Sol:

Roberta= o que você faz aqui seu estúpido ? Roberta entroncha a cara e olha enfurecida para ele com as mãos na cintura se balançando

Rodrigo= olha só quem está aqui, Roberta pardo, quem diria que eu ia te encontrar; Rodrigo fala se levantando e com um sorriso forçado no rosto

Roberta= já não basta o que você fez, agora você volta aqui e tenta estuprar a Sol

Rodrigo= que foi ta com inveja é, achei a Solzinha mais gostosa que você

Roberta= não interessa quem você achou mais gostosa, eu quero que você saia daqui agora, senão eu chamo o Pascual ele vai ligar pra polícia

Diego esbarra com Pascual no caminho apenas de cueca:

Pascual= Diego Bustamante, isso que você fez foi um absurdo, eu vou comunicar ao seu pai e te expulsar difinivamente do Elite Way

Diego= só por causa de uma transa, eu vou sair daqui, todo mundo daqui da escola faz sexo e o senhor nem sabe

Pascual= o que você fez não foi sexo, foi estupro, eu pretendo falar com os alunos que também mantém relação sexual nas dependências da escola, portanto você me acompanhe e vá colocar uma roupa; Pascual segura o braço de Diego para que ele vá com ele

Diego empurra o diretor com as mãos nas costas, fazendo - o bater a cabeça na parede e cair no chão com os braços para trás; Diego se abaixa e coloca dois dedos no pulso dele para verificar os batimentos; ele está morto, comenta sozinho e desperado. Ele pega o corpo pelos dois braços e arrasta - o até o quarto, Diego coloca o corpo debaixo de sua cama e veste uma roupa e sai do quarto rapidamente.

Enquanto transa com as meninas Mia se preocupa com Roberta; vou ver o que aconteceu, comenta sozinha, se levanta coloca apenas a calcinha e sai correndo com os peitos de fora, em passos largos chega na sala do diretor e ver Roberta lutando com Rodrigo e Sol nua no chão, Rodrigo derruba Roberta no chão com um golpe rasteiro e apalpa os peitos de Mia que geme: isso, adoro ser tocada nos peitos; Miguel aparece por trás:

Miguel= o que é isso Mia, se oferecendo pra outro garoto

Mia= não Miguel, eu adoro ser tocada por você nos peitos

Rodrigo= seu filho da puta, veio fazer o que aqui; Rodrigo fala em posição de puta

Miguel fica em posição de luta também: isso é por apalpar minha namorada seu arrombado; Miguel soca a cara de Rodrigo e os dois saem na porrada. Mia enfurecida olha Sol pelada e perde o controle

Mia= Você tirou a roupa pra se oferecer pro Miguel não foi Poli Pocket; Mia voa em cima de Sol e da uma surra nela

Diego sente desejo pelo cadáver de Pascual e resolve usa - lo como objeto sexual, tira sua roupa já com o volume na cueca, e se agacha no chão desabotoando a roupa do diretor é o deixa completamente nu. Quando Diego levanta seu pênis para enfiar no diretor fica horrorizado ao ver uma vagina no lugar de um pênis, coloca as mãos para trás da nuca bufando pela boca:

Diego= não acredito que o Pascual é transexual; comenta sozinho


                     Continua...


Notas Finais


O que acharam ? Deixem nos comentários sua opinião sobre o capítulo e continue acompanhando esta fanfic maravilhosa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...