1. Spirit Fanfics >
  2. Lessons Of Seduction >
  3. A different encounter

História Lessons Of Seduction - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


> O capítulo não foi revisado

> Boa leitura

Capítulo 11 - A different encounter


Fanfic / Fanfiction Lessons Of Seduction - Capítulo 11 - A different encounter

Alguns dias depois

Faz cinco dias desde a última vez em que Jorge esteve aqui. Confesso que sinto falta dele, de seus beijos, de seu toque, até de suas provocações... Ultimamente eu tenho sonhado bastante com ele. Acho até que... Não. Não posso estar me apaixonando por ele. Jorge Blanco não é o tipo de cara que pode me amar de volta. E tem Diego, ele também não sai de meus pensamentos nem por um instante, acho que ele não quer mais saber de mim, já que durante esses dias ele nem me ligou nem nada. Esses homens ainda irão me deixar louca. 

Ouço o toque de meu celular e vejo o nome de Diego na tela. Sorrio e atendo. 

Ligação On

— Achei que você tivesse se enjoado de mim. — Faço um drama. 

— Isso nunca. Eu sei que já faz algum tempo que a gente não se ver, mas é que minha vida anda meio corrida, mas quero que você saiba que eu sinto muito a sua falta. 

— Você está mentindo. — Continuo com meu drama. — Não consigo imaginar um homem como você sentindo falta de alguém como eu. Aposto que você está acostumado com mulheres se jogando o tempo todo para você. 

— Você não está errada. — Ele ri. — Mas não estou mentindo, Martina. Na verdade, quero levar nosso relacionamento ao próximo nível. — Sinto meu coração bater aceleradamente agora. 

— Co-como assim? 

— Você se importaria de vir à minha casa hoje à noite? 

— Não, claro que não. 

— Ótimo. Nos vemos as oito? 

— Sim, até mais tarde. Beijos. 

Ligação Off

Mal posso esperar para ver o que Diego está planejando. E talvez, Jorge ficará feliz em ouvir as novidades. Ligo para ele.

Ligação On

— Diego acabou de me mandar uma mensagem. — Falo assim que ele atende e diz um "Oi" Sem vida. — E ele me pediu para ir visitá-lo hoje à noite. — Jorge não fala nada, então eu continuo. — E ele disse algo sobre levar nosso relacionamento ao próximo nível. — Mordo o lábio inferior, esperando uma resposta. 

— Ok... 

— Isso é tudo o que você tem a dizer? — Ele não diz nada. —Jorge? Você ainda está ai? — Sem respostas.— Eiiiii. 

— Prometa que não deixará ele roubar você de mim como ele roubou minha ex. — Jorge fala com tristeza e medo na voz. Fico algum tempo em silêncio, sem saber o que responder. Eu nunca vir Jorge assim.

— Jorge... Eu... prometo. — Ouço ele soltar um suspiro. — Eu nunca trairia você. 

— É bom ouvir isso. — Dito isso, Jorge desliga o celular. — Sempre mal educado. 

Ligação Off

[...]

Me olho no espelho pela última vez, e sorrio com o resultado. Eu vestia um macaquinho bege, calçava um salto preto, meu cabelo estava com alguns cachos nas pontas. 

Samuel me pega na frente do apartamento. Noto que ele estava um pouco estranho, ele franzia a testa o tempo todo. 

— Oi, Samuel. — O cumprimento com um abraço o qual não é correspondido. — Você parece chateado. O que houve? 

— Eu provavelmente não deveria contar. 

— Você provavelmente deveria sim. Caso contrário, passarei a noite inteira preocupada. — Ele hesita antes de responder. 

— Tudo bem. — Samuel respira fundo antes de continuar. — Jorge está recebendo alguns e-mails ameaçadores. 

— O que?

 — E as coisas estão cada vez mais insanas. Pelo que entendi, alguém está planejando um ataque contra a Hot Desire. 

— Ai meu Deus. — Coloco à mão na boca. 

— Eu queria ficar com ele hoje à noite. Você sabe, ficar de olho. Mas ele queria ter certeza de que você chegaria ao seu encontro em segurança. 

— Entendo... E não se preocupe, se Diego está por trás de tudo isso, eu vou destruí-lo antes que ele possa arruinar a Hot Desire. — O rosto de Samuel relaxa. 

— Eu não sei o que Diego está planejando, mas se cuide, está bem? — Samuel fala com preocupação. — Nós não queremos que nada de ruim aconteça com você.

— Nós? —Pergunto franzino a testa.

— Eu vi como Jorge agiu quando ele me enviou para buscá-la. Eu acho que ele está tendo dúvidas sobre o acordo de vocês.

— Você acha isso? 

— Sim, e Jorge provavelmente cancelaria se não estivesse tão desesperado. 

— Talvez ele esteja só com ciúmes de Diego ficar com toda a diversão está noite. 

— Eu não sei dizer. 

— Olha, Samuel, não importa como as coisas acabem... Eu Vou honrar meu acordo. Ajudarei Jorge a salvar a Hot Desire. Se não for por ele, então será por você, pela Greeicy o Ruggero e todos os que trabalham lá. — Samuel sorri e abre a porta do carro para mim.

 — Obrigado, madame. Fica bem evidente por que ele confia em você.

 [...]

Depois de um curto percurso, Samuel me deixa na luxuosa mansão de Diego. 

Uma das empregadas abre a porta para mim, ela me leva para outra parte da casa. Diego já estava lá, esperando por mim. Ele me cumprimenta com um sorriso. 

— Você está maravilhosa. — Ele beija minha bochecha e me olha de cima a baixo. 

— E você está lindo, como sempre. — Ele sorri e junta nossos lábios em um beijo apaixonado. 

— Bom, hoje eu quero que você conheça uma pessoa. 

 — Quem? — Antes que ele possa responder, a porta se abre e um homem mais velho entra. Ele me parece famíliar e eu rapidamente percebo onde já vi seu rosto antes. Era o senador Dominguez. 

— Pai, essa é Martina. — Diego fala me abraçando pela cintura. — Martina, este é meu pai. Omar. — Sr.Omar aperta minha mão.  

— É um prazer conhecê-la. — Sorrio o cumprimentando. 

— O prazer é todo meu, senhor, Dominguez. — Confesso que me sinto um pouco nervosa de estar na frente do ex-senador, tanto que eu nem sei o que falar.— Eu... Eu realmente concordo com seus posicionamentos sobre a educação. 

— Obrigado. É bom saber que meu filho está saindo com uma mulher sensata. Mas, por favor, me chame apenas de Omar. E não vamos falar sobre política hoje à noite. — Omar me dá uma piscadela amigável e suspiro aliviada. Ele parece ser uma boa pessoa. Nos sentamos nos sofás e logo uma empregada veio e nos serviu uma bebida.

 — Eu também queria apresentar você à minha mãe, mas ela está viajando. — Diego fala. 

— Entendo.

— O que posso dizer? Minha esposa tem um espírito independente. — Omar ri, mas percebo que ele não está tão feliz com a ausência de sua esposa quanto finge estar. — Conte-me um pouco sobre você, Martina. Não é sempre que Diego me apresenta uma dama. 

— Pai... — Diego tenta falar, mas eu o interrompo. 

— Não, está tudo bem. — Sorrio para Diego depois coloco minha atenção em Omar. — Bom, eu trabalho como assistente pessoal a distância de um empresário europeu. Normalmente trabalho em casa. 

— Parece um ótimo trabalho. — Omar diz. 

— Sim, eu adoro meu trabalho. — Nem tanto. 

— Você é uma mulher de sorte. Mas onde quer que suas ambições a levem, lembre-se de que nada é mais importante que o amor. 

— Está vendo, Martina? — Diego fala. — Meu pai é um romântico incorrigível.

— Não, estou falando sério. Eu conheci muitas pessoas de sucesso. Parece que quanto mais ricas elas ficam, mais difícil é para elas ficarem próximas de seus entes queridos. É como uma maldição. Mas eu me considero sortudo. Estou com minha esposa há mais de trinta anos. — Omar fala.  

— Isso é tão lindo. Eu pensei que relacionamentos assim existissem apenas nas novelas. — Falo.  

— Bem, eles também podem acontecer na vida real... Se você encontrar a pessoa certa. — Concordo com a cabeça. Uma empregada entra e sussurra algo no ouvido de Omar. — Com licença. Eu tenho que atender uma ligação importante. — Ele se levanta e sai da sala. Diego coloca sua mão em cima da minha que estava em minha coxa.  

— É bom ver você se dando tão bem com meu pai. — Ele diz com a voz suave, apertando levemente minha mão. — Não me sinto tão feliz há muito tempo. — Sorrio.  

— Eu também estou feliz. — Entrelaço nossas mãos.  

— Há apenas uma coisa no caminho da minha felicidade absoluta: a Hot Desire. — Olho para Diego, sem me preocupar em esconder minha confusão.  

— Como assim? Por que esse clube é tão importante para você? A kiss night já é bem sucedida por si mesma.  

— Isso é verdade, mas... A Hot Desire é como um monumento para o período mais doloroso da minha vida. Sua mera existência me envergonha. Eu... Não é fácil para mim falar sobre isso.  

— Memórias dolorosas? Estou aqui se você quiser conversar. — Diego parece em dúvida sobre revelar a verdade, então aperto levemente sua mão e digo. — Se você não se sente bem para falar sobre isso, tudo bem, eu vou entender. Mas eu adoraria saber o que aconteceu. Eu quero conhecer você melhor. Eu quero conhecer suas razões, e o que motiva você, o que causa dor e como aliviá-la. — Ele respira fundo, para relaxar.  

— Anos atrás, quando eu saí da faculdade, me apaixonei por uma garota. Costumávamos frequentar o mesmo bar nos fins de semana. Ela era... Perfeita. Divertida, descontraída, inteligente. Nas poucas ocasiões em que conversávamos, ela parecia bem educada, espirituosa... Ela também era a garota mais bonita que eu já vi. — Diego faz uma pausa para me olhar nos olhos. — Você é a primeira a superá-la.

 — Obrigada. Mas, por favor, continue.  

— Bem, quando eu tive coragem de convidá-la para sair, ela já estava apaixonada por outra pessoa. O maldito sortudo era Jorge Blanco. 

— Ah. — Finjo surpresa.  

— Não sei se ele realmente a amou. Eu sempre suspeitei que ele sabia o que eu sentia e foi atrás dela de propósito.  

— Por que ele faria isso?  

— Por inveja? Ele é bonito e rico agora, mas naquela época as garotas não prestavam atenção nele. Elas se jogavam em mim. A ironia é que valeria, a única garota que eu realmente queria... O escolheu.

 — Vocês eram amigos? 

— Sim. Nós tínhamos muitas coisas em comum, tínhamos planos de construir um negócio juntos... Ate que ele me traiu. Veja, ele não foi apenas atrás da garota que eu gostava. Eu também ouvi dizer que ele estava planejando comprar a propriedade da Hot Desire por conta própria. Nosso plano original era fazer uma parceria. Quando perguntei sobre isso a ele, o desgraçado teve a cara de pau de mentir. Eu estava furioso, de coração partido, Irritado. E cheguei ao meu limite.  

— Tenho medo de perguntar... Mas o que aconteceu? 

— Por pura raiva, fiz algo com a valeria. Eu estava agindo como um completo idiota... Mas ela acabou gostando. Naquela noite, fizemos sexo no banheiro do bar... E isso foi apenas o começo. Ficamos louco. Nossa química era explosiva e então, dois meses depois, Jorge comprou a Hot Desire. Na noite seguinte, filmei um vídeo transando com Valeria... E enviei para ele. 

— E ela sabia? — Ele me olha sem entender. — Que você estava gravando?  

— Não, quando ela descobriu, se sentiu humilhada. Ela terminou com Jorge por mensagem de texto. Ela não conseguia encará-lo. Valeria chorou a noite toda. A ultima coisa que ouvi foi que ela havia deixado o país para sempre. Passei o mês seguinte bêbado ou de ressaca. 

— E Jorge?  

— Ele seguiu em frente como se nada tivesse acontecido. Abriu aquele maldito clube. 

— Sinto muito. Isso deve ter sido bem difícil para você.  

— Você não faz ideia do quanto. — Ele passa as mãos pelo rosto. — Toda vez que seu rosto vem à minha mente, eu morro um pouco por dentro. O desgosto se foi há muito tempo... Mas a vergonha permanece. — Diego desliza a mão em volta da minha cintura e me puxa para mais perto. Então ele deposita um beijo suave em minha testa. — Obrigado por me ouvir. Ainda me lembro da noite em que você apareceu naquele leilão de arte. — Ele passa os dedos delicadamente em meu rosto. — Não sei se foi amor à primeira vista, mas sempre serei grato por esse momento. — Sinto meu coração bater fortemente em meu peito e um sorriso bobo se formando em meu rosto. Mas uma parte de mim não pode deixar de se perguntar... A história se repete? Antes que eu possa pensar mais sobre isso, Omar retorna. — Pai, você já recebeu notícias de Ricardo?

— Ele disse que vai precisar de uma semana ou duas. — Omar diz.  

— Perfeito. — Diego olha para mim com seus olhos brilhando de alegria. — Ricardo trabalha para o governo, e ele pode nos ajudar a fechar a Hot Desire. Ele...  

— Diego! — Omar chama sua atenção e Diego o olha. — Discrição, por favor. — Omar fala visivelmente preocupado.  

— Está tudo bem, pai. Ela sabe, e eu confio nela.  

— Mas este é um assunto sério.  

— Estou levando esse assunto a sério. E como eu disse, confio em Martina.  

— Bem... Suponho que posso entender por que confia nela. — Omar diz.  

— Desculpe, meu pai pode ser paranóico às vezes. — Diego me olha com tanta ternura que eu não acredito que ele possa ser o vilão da história. Mas ele é... E eu não posso deixar ele arruinar a Hot Desire.  

— Certo. Bem, uma vez que já estamos falando sobre isso... Se você quiser, posso ligar para Ricardo agora e pedir que ele acelere um pouco as coisas. — Omar diz.  

— Pode mesmo?  

— Sim, eu só preciso do meu celular de negócios. Você poderia pegar para mim? Está lá em cima. No meu escritório.  

— Ok. Volto logo. — Diego se levanta e me dá um rápido selinho, antes de sair da sala. Sorrio timidamente para Omar, que me encarava sorridente. Ele vai até uma mesa onde havia uma garrafa de vinho e enche duas taças, me oferece uma e eu levanto-me para pegar.  

— Estou tão feliz que meu filho finalmente tenha conhecido uma mulher como você. Fico ainda mais feliz por você ser discreta e confiável.  

— Obrigada. — Confesso que estou me sentindo um pouco nervosa. Omar me olhava de uma maneira bem estranha agora.  

— Eu estava esperando um momento a sós com você. — Ele me puxa pela cintura e desliza a mão até minha bunda. Eu tento me afastar, mas ele é bem mais forte. — Então, Martina? Você está interessada? — Ele sussurra em meu ouvido. 


Notas Finais


> Looks da Martina

Macaquinho: https://pin.it/1j52cLe

Salto: https://pin.it/41XgPsD

> Beijos e até a próxima 💋😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...