1. Spirit Fanfics >
  2. Let Her Go >
  3. Capítulo Único

História Let Her Go - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


FINALMENTE TO POSTANDO A TAG DA ESCRITA, DIAS DE LUTA DIAS DE GLÓRIA IRRA

Meu tema era "são os laços que temos com as pessoas que nos tornam frágeis". Quem me desafiou foi a @Luiza77, que também foi quem fez essa capa magnífica <3

(A fic é inteiramente narrada pelo Soul)

Capítulo 1 - Capítulo Único


Nós crescemos juntos. Éramos amigos, melhores amigos, desde tão pequenos. Não sei dizer em que momento tudo aquilo começou a mudar, mas em certo momento, eu já não conseguia mais ver Maka somente como uma amiga, sabia de tudo o que sentia por ela.

Mas acima de qualquer sentimento por ela, havia o medo que eu tinha. Medo de me confessar e ser rejeitado, medo da sua reação, e mais ainda, do que seu pai diria sobre isso, porque ainda que fôssemos nada mais que amigos, seu pai não gostava da minha presença, não gostava que eu passasse tanto tempo com Maka em sua casa.

Eu não imaginava que amar ela assim doeria tanto, mesmo quando estávamos longe, aqueles olhos verdes tão claros não saíam da minha mente, me perturbavam onde quer que eu estivesse. Os dias transcorriam, e nada daquilo diminuía, só insistia em aumentar, até que não aguentei mais, o final da tarde quente em que nos encontrávamos no parque pareceu um bom dia para falar o que sentia.

Cada um de nós segurava um sorvete, sentados em um banco, tudo aquilo era tão normal há anos, mas pra mim, era diferente hoje. Pulei do banco, jogando o palitinho do sorvete no lixo, ficando em sua frente, segurei suas mãos com delicadeza, olhando-a diretamente.

– Maka… – comecei baixo.

– Hum?

– Eu gosto de você.

– Ah, eu também gosto de você! Somos melhores amigos.

– Não desse jeito... Tipo... Eu gosto de querer te beijar. Sabe… Diferente… Não era assim antes, eu não sei quanto tudo isso começou a ficar diferente, mas não consigo mais fingir que não tem nada de mais. Sabe, a gente pode ficar escondidos do seu pai, se você estiver pensando nisso.

– Desculpa, Soul. Eu não gosto de você dessa forma, entende?

– Sim.

– Nós podemos continuar sendo amigos. Como sempre fomos.

– Eu sei.

– Você vai encontrar alguém tão incrível quanto eu. Que combine com você. Sei que tem muitas garotas que te querem.

– É você que combina comigo, Maka.

– Não é. Não vai dar certo. – ela falou, se levantando também, me dando um beijinho na bochecha, com um sorrisinho fraco.

Concordei, mesmo sabendo que provavelmente aquilo jamais daria certo mesmo, como ela dissera, eu já não conseguia mais ver Maka apenas como amiga. Não consegui me despedir, sabia que iria doer mais do que qualquer coisa ter que falar novamente com ela agora. De repente aquele fim de tarde quente parecia tão frio, eu me sentia completamente sozinho, mesmo estando em um parque lotado.

Caminhei de volta pra casa, lágrimas escorriam por meu rosto, por mais que eu tentasse dizer pra mim mesmo que tudo ficaria bem, sabia que não ficaria. Nada mais seria igual, aquilo iria me machucar pra sempre. Éramos obrigados a nos ver na escola, sentar lado a lado por conta das carteiras que nós mesmo insistimos para os professores que ficassem juntas.

Se não fosse por isso, talvez eu não mais quisesse olhar pra ela. Maka não parecia entender o quanto aquilo me machucava, porque ela não sentia o mesmo, e assim, aos poucos nos afastamos, nossos laços ficaram frágeis ao ponto de que nem a amizade restasse entre nós dois.

Ela passou a ficar com outros garotos, sei que ela sempre gostou de outra pessoa, só que eu não conseguia aceitar isso, meus dias eram sozinhos agora, e os tempos em que fomos tão próximos ja pareciam uma lembrança muito distante, ausente, eu não podia mais sequer estar perto de Maka e me sentia totalmente perdido.

Eu me rendi, parei de insistir em algo sem futuro, mas sabia que não a esqueceria, não importava o que acontecesse depois, mas se ela estava feliz longe de mim, eu aceitaria, eu sabia que a amava de verdade quando a deixei ir. Não sei como deixei tudo aquilo acabar, mas me tornei frágil e vazio, tudo desmoronava ao meu redor, e eu só queria fugir. Maka sempre deu um sentido a minha vida, mas agora eu havia perdido pra sempre, e nada nos faria ser como um dia fomos.


Notas Finais


Foi minha primeira fanfic postada de Soul Eater, eu shippo MUITO MakaSoul, e é isso ;w;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...