História Let Me Love You...Min Yoongi - Capítulo 93


Escrita por: ~

Visualizações 103
Palavras 1.509
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 93 - Rafael


Fui descendo a rua em direção à quadra de basquete, obviamente ele estaria lá, afinal ele passava lá a vida. 
Yoongi apenas me seguia um pouco confuso, ele não estava entendendo nada, mas eu precisava muito de me encontrar com ele.

Ele era a única pessoa que me podia animar agora, afinal, ele era Rafael, meu irmão, não de sangue mas sim de consideração, meu parceiro de travessuras de criança, meu primeiro namorado, ele era muito especial para mim, ele era aquele tipo de amigo que podia ficar anos sem ver ele ou falar com ele, que quando nos encontrássemos ele iria me tratar como se falássemos todos os dias.

 

XxX /flashback de 10 anos atrás/

 

– Vi... – disse Rafael sentado em cima do muro limpando com cuspo a bola de basquete dele.

 

Rafa tinha passado a tarde tentando me ensinar a jogar basquete, não tinha dado muito certo, mas foi uma tarde muito divertida na mesma, o sol já se tava pondo, estávamos apenas esperando a mãe do Rafa nos vir buscar para irmos jantar no Mc Donalds.

 

– Sim? – perguntei tentando sentar do lado dele no muro, ele me ajudou a subir quando me viu com dificuldades pra subir. – Obrigada, mas agora fale.

 

– Você ainda se lembra quando seu país viviam juntos? – perguntou meio tímido.

 

– Lembro de algumas coisas. – respondi confusa.

 

- Ele se beijavam na boca? – perguntou.

 

– Sim, porquê? – perguntei.

 

– Você já beijou na boca de alguém? – perguntou.

 

– Não só tenho 9 anos, lógico que não. – respondi meio confusa.

 

– Ah...

 

– E você? – perguntei curiosa.

 

– Não...

 

– Isso é normal descan-

 

– Mas gostava. – interrompeu.

 

– Sério? – perguntei tímida. – Com quem?

 

– Não sei. – falou olhando pra mim.

 

– Ah...acho que também gostava... – falei sorrindo tímida.

 

– Gostavas de...tentar...comigo? – perguntou escondendo a cara de vergonha.

 

– Claro porque não. – respondi sorrindo, ele olhou pra mim surpreso.

 

– Sério?!

 

– Sim, porque não, Vivían diz que é divertido beijar, ou que pelo menos nos filmes parece ser,  quero descobrir. – respondi sorrindo.

 

– Ok mas...como que se beija? – perguntou.

 

– Não sei, você é mais velho, já devia saber. – respondi.

 

– Cala a boca Jumento, não tem nada haver. – falou rindo.

 

– Vivían falou pra encostar os lábios e colocar a língua na boca da outra pessoa. – falei inocentemente.

 

– Que nojo Vi, não vou enfiar minha língua na sua boca. – falou fazendo cara feia. – Vamos apenas encostar os lábios.

 

– Ok. – falei fazendo biquinho e fechando os olhos.

 

– Ta fazendo o que? – perguntou confuso, abri os olhos e ele estava me encarando com a sobrancelha levantada.

 

– É assim que se beija idiota.

 

– Ah ok, desculpe. – falou sorrindo tímido.

 

Me inclinei para a frente, fechei os olhos e fiz biquinho, meu coração estava a mil à hora, eu estava muito nervosa, senti a respiração do Rafa se aproximando, e depois senti o calor dos lábios dele encostando nos meus, os lábios dele estavam tão relaxados, então fiz o mesmo, eles encostaram na perfeição, e ele logo se afastou uns segundos depois, eu abri os olhos e ele tava vermelho que nem um tomate.

 

– Então? – perguntei sorrindo.

 

– Foi...bom... – falou tímido.

 

– Sim, foi legalzinho até. – falei sorrindo para o acalmar.

 

Ele começou a rir de nervoso, e eu comecei a rir da risada dele, e depois ele da minha, e do nada estávamos rindo muito e nenhum de nós sabia o porquê.

 

XxX

 

 

Estávamos bem na curva onde iria dar ao jardim que tinha a quadra de basquete, quando virámos a curva lá estava ele, um garoto alto, jogando basquete com os garotos do bairro, e como sempre, sem camisa pra ficar com um bom bronzeado.

Yoongi continuava confuso, apenas joguei minha mala no chão, comecei andando rápido até a quadra.

 

– RAFA! – gritei, ele agarrou a bola de basquete e virou pra trás procurando quem estava falando, ele olhou pra mim confuso, não estava me reconhecendo por causa do cabelo. – IDIOTA!

 

– Jumento...?JUMENTO?! – gritou largando a bola de basquete começando a ir devagar e aumento a velocidade até ao meu encontro.

 

– Ah...tô cansada...pera aí... – falei parando pra respirar, de onde tirei a ideia de começar a correr logo, a rua é bem grande, chesus.

 

 

Quando acabei de respirar pra voltar a correr, vi um vulto vindo na minha direção, depois disso acho que desmaiei.

Rafa veio contra mim com tanta força e me abraçou logo e caímos os dois no chão.

 

 

– KHE?!OUTRO EX É?! – gritou Yoongi lá do fundo da rua, tentei olhar pra cima, era Yoongi com cara de derrotado.

 

– Rafa...não consigo respirar... – murmurei, ele estava me abraçando forte demais.

 

– Ah espere...eu estou zangado contigo! – falou se levantando e indo devagar voltando pra quadra.

 

– Khe? – falei confusa me levantando e limpando a minha roupa.

 

– Você mudou de número e não me avisou! – falou puxando meu pé fazendo eu cair no chão sem me magoar.

 

– Ouh...pois foi. – falei rindo.

 

– Vic...Quem é ele? – perguntou Yoongi atrás de mim.

 

– Meu irmão. – respondi.

 

– Khe, agora a mina fala chinês gente, tá bilingue ela. – falou Rafa.

 

– Khe?!Voce tem irmão?! – perguntou Yoongi confuso e surpreso.

 

– Quem é ele? – perguntou Rafa confuso.

 

– Rafa, este é Yoongi, meu namorado. – falei em português. – Yoongi este é meu irmão de consideração, Rafa.

 

– Ah... – falaram os dois ao mesmo tempo. – Oi... – os dois se olharam tímidos.

 

– Yoongi me ajude a levantar pro Rafa não me atirar pro chão de novo. – pedi, Yoongi me ajudou a levantar e depois colocou a mão em volta da cintura.

 

— Ixii fio, ta com ciúme é. – provocou Rafa.

 

– Ele não te entende ;-; – falei.

 

– Ahhh, tendi.

 

– Tava fazendo o quê? – perguntei enquanto voltávamos todos pra quadra.

 

– Dançando ballet. – respondeu ironicamente.

 

– Ah, você sempre teve jeito para isso. – disse ironicamente.

 

– Danço melhor ballet do que você joga basquete. – retrucou.

 

– Nossa... – respondi.

 

 

Rafa riu e bagunçou meu cabelo e saiu correndo de novo pra quadra.

Eu e Yoongi fomos com mais calma até a quadra, quando chegámos lá Rafael já tava de volta ao jogo, eu e Yoongi nos sentámos no muro, que ironicamente tinha sido onde eu tinha perdido o bv com Rafa.

 

 

– Hey Yoongi! – Rafa chamou Yoongi, Yoongi olhou pra Rafa, que lhe atirou a bola de basquete, Yoongi apanhou ela e o encarou confuso. – Do you want to play? (você quer jogar?)

 

– Uhhh, essa eu entendi. – falou orgulhoso. – Naum :)

 

– Why not? (porque não?)– perguntou Rafa

 

– Fala pra ele "porque não". – pediu Yoongi.

 

– Ele disse que só jogava se você pagasse um mc lanche feliz pra nós dois se ele ganhasse. – "traduzi" pra Rafa.

 

– Ok, se o meu time ganhar, vocês me pagam um mc lanche feliz. – falou Rafa confiante.

 

– Ok! – concordei, saltei do muro, e selei nosso acordo com um aperto de mãos. – Yoongi, levanta e faz nois ganhar um jantar grátis.

 

– O que?! – perguntou Yoongi.

 

– Se você ganhar o jogo ele nos paga o jantar, agora vá jogar! – falei empurrando Yoongi pro meio daquela gente alta e desconhecida. 

 

Yoongi ficou num time contrário ao de Rafa, Rafa teve "pena" então colocou os melhores jogadores dali (a seguir ele, claro, já que Rafa se achava o melhor do mundo mas sempre na paz) no time de Yoongi.

 

 

(...)

 

 

 

O maior erro da minha vida foi aceitar aquele acordo.

Já me tinha esquecido que Rafa jogava bem demais, estava dois a dois, e dos dois pontos marcados na time de Yoongi nenhum deles teve a influência do "talento" de Yoongi, na verdade Yoongi meio que já tinha desistido e apenas estava marcando presença ali.

 

Do nada a bola calha bem nas mãos de Yoongi, Yoongi olhou pra todo o mundo assustado sem saber o que fazer, ele tinha duas hipóteses, acertar na cesta que ainda estava longe e marcar, ou falhar miseravelmente e a bola acabar caindo nas mãos de Rafa e fazer ele marcar o último ponto que levaria o time dele á vitória.

Toda a time dele estava gritando "no", ou "don't do it" (não/não faça isso), mas Yoongi ignorou eles e olhou pra mim.

 

"O que faço?" – pude ler os lábios dele dizerem isso.

 

– ATIRE! – gritei.

 

 

Yoongi atirou sem hesitar, tudo ficou em câmera lenta, a bola estava indo lentamente em direção ao cesto, ela rodou e rodou na auréola do cesto e finalmente entrou.

O time de Yoongi festejou e se jogou nele, eu festejei imenso, fui em direção do monte de desconhecidos suados e sem camisa que estavam abraçando Yoongi e quando ele saiu do meio daquela gente eu abracei ele.

 

 

– Aaaaa ganhámos um jantar grátis. – festejei.

 

– E eu... – Yoongi me puxou pela cintura. – ...posso ganhar um beijo seu? 

 

– Hum...depende...posso ficar com duas batatas do mc lanche feliz...? – perguntei com uma voz sexy.

 

– Pode... – falou me beijando lentamente.

 

– Pombinhos! – interrompeu Rafa um pouco chateado. – Vamos, meu carro ta lá no fundo, vamos jantar então antes que eu mude de ideias.

 

 

Eu e Yoongi fomos contentes atrás de Rafa que estava inconformado com a ideia que tinha perdido.

Chegámos no carro e durante a viagem até ao Mc Donalds tentei animar Rafa, ele acabou por ficar rindo, e mesmo com Yoongi não entendo nada também estava rindo, adorei a sensação de saber que Yoongi não ficaria com ciúmes de Rafa, não entendi bem porquê mas fiquei feliz por ele.

 


Notas Finais


Aqui está a identidade do "ele" kkkk
Não sei se ficaram desapontados por estarem á espera que o "ele" fosse outra pessoa, ou se ficaram satisfeitas com Rafael.
Ai gente eu achei tão fofo aquele mini flashback :3 o que acharam?
Este cap está acabadinho de sair do forno kkk
Agora estou meio triste por já não ter contacto com o garoto que eu tratava como primo mesmo não sendo :\ mas né vida que segue #molequeneutro kkkk

Antes demais, NÃO GENTE, RAFA NÃO SENTE NADA POR VICTÓRIA PARA ALÉM DE AMIZADE, esclarecidos?Ótimo, eu só não queria deixar vcs confusos kkkkk se vier ao acaso eu depois num outro cap talvez explique melhor o relacionamento de Vic e Rafa tipo outro flashback,
Vc estão gostando deste esquema de flashbacks?


Perguntinha:O que acharam de Rafael?Quem vcs pensavam que iria ser o ele?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...