História Let me stay - YoonMin - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Hentai, Lemon, Namjin, Vkook, Yoonmin
Visualizações 105
Palavras 1.764
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amores, eu estou aqui com mais um fanfic para entreter vocês, espero que dêem muito amor e carinho a ela, pois eu estou dando o meu melhor para que ela fique boa!

Boa leitura!

Capítulo 1 - Companheiro gato


      P.O.V Min Yoongi


 - Você não vai Min Yoongi!


A maldita discussão continuava a cada dia que se passava com a minha mãe que insistia em dizer que eu não cursaria a área de medicina, que não me levaria a um lugar alto em minha carreira e que a área de administração sim, me daria um futuro melhor, com dinheiro e fama. Mas do que adianta eu me formar em algo que não me fará feliz e que eu tenho prazer em realizar ? Só causaria problemas na minha cabeça, pelo menos é isso o que eu penso. 


- Não vou fazer o que não sinto vontade, não me obrigue a ser infeliz com o seu sonho que não pôde ser realizado!


Levantei a voz já revoltado com o que a mais velha falava, aquilo tudo já estava me enchendo a paciência. Eu já não aguentava mais ouvir ela dizer que eu só escolhia coisas fáceis por ser um inútil e não saber fazer nada direito.


- Se você sair por aquela porta para fazer essa maldita área que não vai te levar a lugar algum, não tenha o esforço de voltar mais


Ela só podia estar brincando... Estou sendo expulso da minha casa por  fazer o que desejo, não acredito que ela realmente irá fazer isso comigo


-Prefiro ficar fora de casa e fazer coisas que me fazem feliz, do que morar com você e ter que ser infeliz com aquilo que você quer


Eu realmente estava magoado com o que minha mãe estava fazendo, mas não sou de dar o braço a torcer, principalmente quando é para as coisas que eu quero.


- Adeus mãe...


Deixei um breve selar no topo de sua cabeça e peguei as duas malas em que guardei as roupas que usava e alguns tênis. Caminhei até a porta já aberta e tirei as chaves de casa do bolso, as pendurando do lado da porta.


- Irei fazer você ter orgulho de mim, omma...


Sorri fraco a olhando por cima do ombro e vi a mais velha suspirar baixo, segurando as lágrimas que já se formavam em seus olhos, mas como o orgulho era mais forte, ela as impedia, pelo menos na minha frente. 


O táxi já me esperava na frente da enorme casa, iria me levar para o dormitório da faculdade, o único lugar que eu tinha para dormir e me banhar. Olhava atentamente para a janela, olhando a paisagem que eu já tinha guardado em minha cabeça desde pequeno. Os grandes prédios e o parquinho que eu adorava brincar quando criança. "Acordei" dos meus pensamentos assim que ouvi o taxista dizer que já tínhamos chegado, o ajudei a retirar as malas de trás do carro e lhe paguei a pequena quantia que me foi cobrada pelo curto trajeto que percorremos. Me aproximei do balcão de informações e vi a recepcionista sorrir alegremente pra mim.


- Bom dia, em que posso lhe ajudar ?


-Poderia me informar onde fica o meu quarto ? Me chamo Min Yoongi...


Vi seus dedos começarem a teclar rapidamente o computador e ela logo me entregou um pequeno papel. Quarto número 342


- Hm... Você poderia me dizer se o meu companheiro de quarto já chegou ?


A moça olhou novamente para a tela do computador e negou com a cabeça, me fazendo soltar um leve suspiro, um pouco aliviado.


- Ainda não, não tem nem um registro do seu companheiro de quarto aqui


Sorriu levemente e eu apenas me reverenciei agradecendo. Apertei o botão do andar do qual o meu quarto pertencia e me encostei na parede de metal. Eu realmente queria passar o tempo um pouco sozinho, quero me programar com antecedência e além do mas, minha mãe já encheu a pouca paciência que eu tinha, não estava para muita conversa hoje. Peguei a chave que me foi entregada e abri a porta colocando as malas no chão, observando o pequeno apartamento em que eu viveria agora. Uma pequena sala com cozinha estilo americano e um curto corredor, contendo três portas, que logicamente seriam as duas dos quartos e a última do banheiro. Fechei a porta atrás de mim e voltei a trancar, colocando a chave no bolso, voltei a segurar as malas e me direcionei até o corredor, parando em frente a uma porta completamente branca, a abri e levei os meus dedos até o interruptor, acendendo a luz do quarto. Minhas malas foram deixadas ao lado do guarda-roupa e me virei para olhar cada canto do quarto, decorado por uma cama de casal, um criado mudo ao lado e uma pequena escrivaninha, que tinha por acessório o abajur preto, as paredes tinham a cor de um agradável azul néon. O que me restava a fazer agora era dormir, não tenho que me preocupar com nada por enquanto, as aulas só começarão daqui a duas semanas. Tomei um banho rápido já estreando o banheiro médio e voltei para o meu quarto, me vestindo com uma roupa confortável para dormir, dei uma breve olhada para o relógio e me deitei na cama, suspirando baixo ao sentir uma leve dor de cabeça. Talvez seja por conta do imenso calor que se faz aqui na cidade de Seul.



   P.O.V Park Jimin


- Eu não tenho certeza, hyung...


Disse ao meu irmão mais velho, que me ajudava a colocar as malas no carro. Eu estava muito inseguro com a área que iria cursar na faculdade, ouvi dizer que as pessoas dão tudo de si e que além de tudo são perfeitas.


- Vai dar tudo certo, Jimin. Tenho certeza absoluta de que você dança muito bem, no meu ponto de vista você dança quase ao mesmo nível de Michael Jackson


Sorri negando ao ouvir meu hyung me comparar a Michael Jackson, o que estava fora de cogitação. Ninguém, exatamente ninguém chega aos pés do rei do pop. Minha mãe e meu irmão estão me apoiando desde o dia em que eu disse que queria me formar em dança, principalmente a minha mãe, que não parava de dizer que estava orgulhosa de mim e que a princípio de tudo, queria que eu me formasse em algo que me faça feliz.


- Venha se despedir da sua mãe, chimchim


Sorri ao ouvir o apelido que a mais velha havia me dado e andei até ela, envolvendo meus braços em volta de sua cintura, a dando um abraço apertado.


- Não será uma despedida, omma... No máximo, um até logo!


Disse sentindo as mãos pequenas em minhas costas, acariciando a mesma. Me afastei um pouco e deixei um beijo em sua bochecha, a vendo sorrir.


- isso, será apenas um até logo


Concordei com a cabeça e voltei a ser abraçado por ela. O taxista buzinou fazendo com que a minha mãe resmungasse baixo, se separando do abraço aos poucos. Fui acompanhado por ela até o carro e olhei para o hyung, que não parava de sorrir. 


- Quero que fique sempre feliz, ouviu ? Não ligue para o que os outros poderão dizer a você


O mais velho me deu um abraço apertado, bagunçando levemente o meu cabelo, a porta do carro foi aberta por ele e eu logo entrei no carro, olhando os dois pela janela.


- Dê o seu melhor, fighting!


Levantou o pulso junto a minha mãe e eu fiz o mesmo, vendo os dois ficarem para trás aos poucos. Farei como o meu irmão disse, darei o meu melhor e não irei me importar com o que irão dizer.



 [...]



O carro parou em frente ao prédio dos dormitórios, paguei o taxista e peguei as minhas malas, tomando mais um pouco de coragem para entrar ali.


- Eu acho que é normal ficar nervoso...


Ouvi uma voz um pouco grossa ao meu lado e olhei para o homem um pouco mais alto que eu, olhando para o prédio fixamente. 


- Eu acho que sim


Vi o mesmo me olhar com um leve sorriso no rosto, deixando suas covinhas fofas expostas.


- Me chamo Jung Hoseok, é um prazer! 


- Park Jimin, é um prazer conhecê - lo


Sorri apertando sua mão que estava estendida, voltando a olhar para o prédio. 


- Com certeza o nervosismo vai aumentar assim que colocarmos os pés na sala de aula


O vi concordar e colocar as mãos no bolso, soltando um suspiro baixo.


- Não vejo a hora de entrar na sala de prática, deve ser tão animador, mesmo que eu esteja com um pouco de medo...


Acabei rindo baixo ao o ouvir murmurar baixo e o olhei. Se as aulas dele serão em uma aula de prática, significa que ele também cursará dança ?


- Você também vai fazer a área de dança ?


Seu olhar se encontrou com o meu e ele apenas balançou a cabeça, entrelaçando os dedos das próprias mãos enquanto dava pequenos pulinhos. 


- Vai ser tão legal estudar com você Jimin, você aparenta ser muito talentoso! 


- Obrigado, aposto que você deve ser tão talentoso quanto eu! 


Ri baixo ao ver o meu novo amigo fazer alguns movimentos um tanto quanto esquisitos. Hoseok parece ter alegria para dar e vender, nunca vi uma pessoa tão animada quanto ele. 


- Vamos entrar, está ficando muito quente aqui fora


Falhei ao tentar fazer um pouco de vento, balançando a minha mão na frente do meu rosto. Entrei juntamente com Hoseok no prédio e o acompanhei até a recepção. 


- Jung Hoseok e Park Jimin


O mais velho disse os nossos nomes para a moça e eu apenas peguei um pequeno papel, juntamente com um par de chaves.


- Quarto 342


- Quarto 340


Caminhei ao lado dele até o elevador e entrei no mesmo, vendo algumas outras pessoas saírem do mesmo, nos deixando sozinhos.


- Nós estamos no mesmo andar, isso é ótimo!


Concordei com Hoseok e apertei o botão do nosso andar, vendo as portas se fecharem.


- Pode dar uma passada no meu quarto depois, acho que o meu companheiro de quarto ainda não chegou


- Tudo bem, vou ver se vou lá depois de arrumar as minhas coisas


Sorri levemente e logo saímos do elevador, parei em frente a porta do quarto de Hoseok e passei o meu número para o mais velho, que não tirava o sorriso do rosto. Acenei pra ele enquanto andava até o meu dormitório, que logicamente já estava sendo habitada por uma pessoa, respirei fundo e girei a chave na fechadura, acabei ficando um pouco surpreso ao ver um homem que parecia albino de tão branco que era.


- Oi, me chamo Park Jimin


- Min Yoongi


O vi deixar o copo que segurava em cima do balcão e olhar fixamente pra mim. Min Yoongi é completamente atraente, mesmo tendo o corpo magro ele parecia ser forte, os cabelos úmidos que estavam na altura dos olhos o deixava completamente sexy.


Meu companheiro de quarto é um tremendo gato!


Notas Finais


Me desculpem pelo curto capítulo, mas é que eu já estava com um tremendo fogo para publicar a fic, em breve eu a revisarei e repararei os erros.

Visitem o meu perfil para lerem as minhas outras fics, garanto que irão gostar!

Comentem e favoritem se gostarem!

Abraços da Ursinho!♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...