História Letal Wish 2 - Capítulo 43


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Criminal, Justin Bieber, Madison Beer, Romance
Visualizações 123
Palavras 2.875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vim mais rápido do que eu esperava rsrs
Eu,apesar de tudo,gostei bastante desse capítulo....Demorei pacas para decidir o que eu iria fazer,e particularmente gostei! ❤
Espero que gostem também!
LEIAM AS NOTAS FINAIS 🙏

Capítulo 43 - Manchas vermelhas


Fanfic / Fanfiction Letal Wish 2 - Capítulo 43 - Manchas vermelhas

POV.MADISON

Abracei firme Megan em meus braços,sentindo tudo dentro de mim desmoronar.

- Melhor irmos - Nolan disse baixinho após se aproximar de mim.

- Não podemos deixar ele aqui - falei.

- Vocês não tem escolha.Melhor vazarem daqui,antes que eu mude de ideia - Henry disse impaciente.

- Você vai se arrepender disso tudo - me aproximei dele - Eu juro,Connor.

- Ameaças? - riu - Não se esqueça do trato - arqueou uma sombrancelha.

- Eu não fiz trato nenhum com você - cuspi as palavras.

- Bom saber disso - piscou - Agora suma daqui.

Travei o maxilar e me desviei dele,esbarrando "sem querer" na vadia parada na porta.Logo,Nolan andava ao meu lado.

- O que vamos fazer? - Nolan perguntou totalmente perdido.

- Quer saber - parei no meio do caminho e o encarei - Só preciso proteger a Megan,mas não vou embora daqui sem o Justin.

- Maddie!O que pretende fazer? - me olhou assustado - A gente pode morrer,e você sabe.

- Não me importo,mas não saio daqui sem o Justin.

- Não acho uma boa - Chris se pronunciou - Melhor virem para cá,depois decidimos o que fazer.Tem seguranças por toda a parte.

Bufei irritada.

-Mas que droga - resmunguei.

- Mamãe,onde está o papai? - Megan me encarou com seus olhinhos tristes.

- Alguns homens maus,o levaram de nós,pequena - suspirei - Mas prometo,que logo logo ele estará de volta.

Ela apenas sorriu e deitou a cabeça novamente na curvatura do meu pescoço.

- Agora vamos,Maddie.Por favor - Nolan pediu.

- Tudo bem - me rendi - Mas amanhã mesmo voltamos aqui.

POV.JUSTIN

Fui amarrado à uma cadeira de ferro no meio de um quarto velho e sujo.O lugar cheirava a cadáver,sem contar as manchas de sangue por toda a parte.Bom,eu não estava com medo,mas sabia exatamente o que aconteceria agora.

Henry andava de um lado para o outro em minha frente,enquanto girava uma faca nos dedos.

- Sabe,Bieber - riu sem humor - Sempre quis ter tudo que você tem - revirei os olhos - Mas agora,vejo que mesmo tendo tudo isso - se referiu ao meu império - Você não está completo,falta muita coisa ainda.

- Ah é? - levantei a cabeça - Tipo o que?Sua cabeça em um prato?

- Também! - apontou a faca para mim,piscando um dos olhos em seguida - Mas não é disso que estou falando.E sim,da sua querida mãezinha.

Travei o maxilar.

- Por isso me odeia tanto - se aproximou e se abaixou,ficando cara a cara comigo - Porque eu mesmo a matei,na sua frente - cuspi em seu rosto.

Ele começou a gargalhar - Está vendo - limpou o rosto com as costas da mão - Eu adoro ver seu ódio para cima de mim.Isso significa que sou muito mais do que um simples inimigo.Eu sou importante.Seu ódio me faz importante.

- Se acha importante por ser odiado? - debochei - Você não me engana,Connor.A única coisa que você quer é ser como eu - passei a língua entre os dentes - Você ama minha mulher,e a quer de todas as maneiras,mesmo sabendo que ela não o ama - senti meu rosto ser virado com violência,devido à um soco que eu acabara de receber - Viu? - comecei a rir - Seu ódio por mim,significa ainda mais.E sabe por que? - arqueei uma das sombrancelhas - Porque eu te odeio por você ter me feito mal,por ter tirado minha mãe de mim.Agora você - fiz pouco caso - Me odeia pelo simples fato de não ser como eu.Pelo fato de eu ter a mulher que VOCÊ,ama.Por eu ter filhos,amigos.Uma família. - cuspi as palavras - Você não passa de um babaca,sozinho que não suporta a felicidade do seu pior inimigo. - após essas palavras,fechei meus olhos com força reprimindo um grito de dor ao sentir sua faca atravessar minha perna esquerda.Abri meus olhos novamente e o encarei.Ele mantinha seus olhos em mim,os quais estavam em chamas.Ele ainda segurava o cabo da faca que agora estava em minha perna - Fraco - debochei e senti a faca sendo girada dentro de mim,rasgando toda minha carne.

- Não sou eu que está por baixo agora,Bieber - sorriu,retirando a faca violentamente de mim.

- Isso não muda nada - passei a língua nos lábios - Você continua sendo um merdinha invejoso.

- Você devia medir sua palavras - ajeitou a postura - Você é que está amarrado à uma cadeira,preso,na minha casa.

- Foda-se - dei de ombros - Posso morrer,mas não morro calado.

- Muito afiadinho - disse entre dentes - Se acha esperto não é mesmo? - se virou de costas e caminhou até uma mesa de ferro enferrujada no canto do local - Mas sabe,as suas palavras,de nada vão servir - se virou para mim novamente,revelando uma espécie de mini machado.

- Você é um merda - debochei e ri em seguida - Não sabe nem colocar medo em sua vítima.

- Escuta aqui - se aproximou rapidamente - Eu não estou aqui para brincar,me entendeu.Você vai... - parou de falar,assim que um barulho irritante invadiu o local.Ele voltou a postura ereta e bateu as mãos nos bolsos,enfiando a mão em um deles,tirando de lá,seu celular - Que droga! - resmungou antes de levar o celular à orelha - Alô! - disse e ficou alguns instantes ouvindo - Por acaso é algum tipo de piada? - trincou os dentes - Estou no meio de uma reunião - revirei os olhos - Ok,ok.Estou indo - e desligou - Nos acertamos mais tarde - jogou o pequeno machado no chão e saiu,trancando a grande porta de ferro.

- Até parece que vou ficar aqui,esperando aquele viadinho - pensei alto.

Me remexi um pouco na cadeira,fazendo a mesma sair do lugar.Forcei meus braços,tentando me soltar das cordas,mas estavam muito apertadas.

- Se não fosse um mané,eu não teria como sair - falei,fitando o machado caído a minha frente - Babaca!

POV.MADISON

- Dá pra parar? Você tá me deixando nervosa - Sky disse sentada naquela cama,enquanto eu andava de um lado pro outro no quarto.

- Você não entende - me aproximei dela tão rápido,que a fez se afastar - Ele pode estar sendo torturado - me afastei - Ou até mesmo,morto.

- Não diga isso - se levantou - Bieber sabe bem se virar,garanto que ele já deve estar bolando um plano.

- Precisamos fazer algo - suspirei - Você devia ter visto como a Megan ficou,seria um grande recomeço para nós.

- O Chris está pensando em algo,só tenha paciência.

- Muito fácil falar em - me sentei na beirada da cama - Se eu tivesse ficado lá,seria muito me... - parei de falar,notando um sorriso se formar nos lábios de Sky - O que foi?

- Podemos fingir uma troca - ela dizia tudo sorrindo,encarando o nada - O Henry morreria para te ter ao lado dele,basta o convencer.

- Ah é?E Depois,Scarlett? Atacariamos com o Justin correndo perigo? - revirei os olhos - Isso é fácil demais.

- Tem razão - disse cabisbaixa - Mas ainda acho uma ótima ideia - deu de ombros.

- Ain droga! - caminhei até o criado mudo e tirei de lá um maço de cigarros - Eu tô muito aflita - peguei um cigarro e tirei um esqueiro do meu bolso - Preciso fumar - acendi o cigarro e caminhei até a janela.

- Você e o Justin com essas manias de fumar para relaxar - Sky disse,mas eu não dei ouvidos,continuei a tragar meu cigarro entre os dedos,fitando o jardim lá em baixo - Vou dar uma olhada nas crianças - ouvi a porta sendo aberta - Não se drogue - e então ela saiu.

Joguei a bituca de cigarro pela janela e fui até o banheiro,eu precisava urgentemente de um banho quente.Me despi totalmente e liguei o chuveiro.Enfiei todo meu corpo de baixo dele,sentindo tudo dentro de mim relaxar.

- Eu preciso fazer algo - bufei irritada - Sei que ele não estaria de braços cruzados,se fosse eu em seu lugar.

Terminei o banho,e me enrolei em uma toalha,enrolando meus cabelos molhados em outra,e saí do banheiro.Fui até o closet,vesti apenas um short e uma regata justa.Penteei meus cabelos e desci em direção a cozinha.

- Que bom que saiu do quarto - disse Nolan assim que entrei na cozinha.Ele e Chris comiam alguns biscoitos que estavam sobre a mesa.

- Não tenho ânimo,mas preciso comer - dei de ombros.

- Fica fria,Maddie - Chris disse pacientemente - Vamos tirar o Drew de lá.Contratei mais alguns homens,agora a invasão não vai falhar.

- E quando vamos? - perguntei animada.

- Você não vai - Nolan disse encarando o biscoito em sua mão.

- Como não? - me exaltei - Vocês estão brincando né?

- Não,Maddie - Chris se levantou da cadeira e veio até mim - Achamos que não deve se meter nisso,se caso algo der errado,ainda restará você.

- Ficou louco - levantei às mãos em indignação - O Justin está lá,eu morreria para salva-lo.

- Exatamente.Mas você pensou nas crianças? - arqueou uma das sombrancelhas.

- É claro,por isso...

- Maddie!Se você e o Drew morrerem.Eles vão ficar sem os pais - senti meu coração doer - É isso que você quer?

- Não,mas isso não é tão grande assim - passei a mão nos cabelos - É o Henry,já enfrentamos coisas piores.

- Mas antes,você não tinha dois filhos pequenos para cuidar - rebateu e eu me mantive calada - Você entende o que quero dizer né? - neguei - O Drew quer que a gente te mantenha segura.Ele percebeu que tudo agora é maior,e ele teme por você e as crianças.

- Tudo bem,Beadles - suspirei me rendendo - Só quero ficar bem informada - menti.

Eles eram muito idiotas mesmo,de acreditar que eu iria ficar em casa de braços cruzados. Olívia tomaria conta das crianças,e assim que eles saissem,eu iria atrás.

Peguei apenas uma maçã e subi para o meu quarto novamente,encontrando Sky sentada em minha cama.

- Preciso te contar uma coisa - vi animação em sua voz.

- O que houve?

- É uma notícia muito boa - sorriu alegremente.

- Então diga logo - falei rindo de sua animação.

- Estou grávida! - disse.Fiquei em choque ao ouvir essas palavras,mas logo meu coração se encheu de alegria.

- Isso é incrível Sky - sorri e caminhei até ela,a abraçando - Parabéns!

- Obrigada,Maddie - sorriu ainda mais - Estou tão feliz.

- Chris já sabe?

- Não! - riu de nervoso - Vou contar para ele hoje à noite,depois que a gente trazer o Bieber de volta - bateu palminhas - Quero que todos saibam.

- O Chris vai ficar tão feliz - falei vendo Sky limpar algumas lágrimas de felicidade.

- Também acho - segurou minhas mãos - É o sonho dele ser pai,e é meu sonho ser mãe.

- Vocês vão ser uma família linda,porém doida - ri.

- Estou tão feliz,Maddie - se soltou de mim,dando um giro pelo quarto - Não vejo a hora de tudo se resolver,para eu dar a grande notícia.

POV.JUSTIN

Depois de muito esforço,consegui cortar as cordas com o machado.O segurei firme em minhas mãos e caminhei até a porta,com o intuito de ouvir algo.Nada.

Me encostei na parede,e sentei no chão,acho que fiquei alí por horas,meu estômago roncava,minha perna doía,e eu estava começando a ficar fraco e com sono.

Ouvi um barulho na porta e me levantei o mais rápido que consegui,por causa da perna.Me posicionei alí,de modo que eu ficasse atrás da porta quando fosse aberta,e segurei o machado firmemente em minhas mãos.

Assim que a porta foi aberta,parti pra cima do indivíduo e o derrubei no chão,levantando o machado com força e abaixando em sua direção.

- Drew!Sou eu,porra! - reconheci a voz de Nolan.

- Nolan? - estreitei os olhos - Quase que eu te mato,caralho. - saí de cima dele - Como conseguiram entrar?

- Contratamos uns caras da pesada aí - disse animado - Os caras são foda,mano.

- Ok,ok - revirei os olhos - E a Maddie?

- Deixamos ela em casa. - respirei aliviado - Agora,vamos.O bagulho tá feio lá em baixo.

- Vamos - manquei até a porta.

- Consegue andar? - perguntou olhando para o corte em minha perna.

- Consigo!Mas acho melhor eu amarrar algo aqui,ainda sai muito sangue.

Após eu rasgar minha regata branca,e Nolan a amarrar fortemente em minha perna,saímos daquele lugar,nos deparando com um grande corredor.

- Toma! - Nolan me estendeu uma pistola.Não era nenhuma das minhas,mas servia né.

- E o Henry? - perguntei enquanto a gente caminhava pelo corredor.

- Não o achamos,talvez tenha saído - deu de ombros.

- Ou,ele sabe muito bem se esconder.

- Seria muita covardia da parte dele,não acha?

- Ele é,um covarde! - afirmei.

Nolan apenas riu e deu de ombros.

- Drew! - Chris apareceu no fim do corredor - Aqui está limpo,venham!

Corri até lá,com dificuldade,sendo acompanhado por Nolan.Chris apenas olhou para minha perna e continuou a andar.

- O Connor não é idiota,ele reforçou a segurança pra caralho - disse ele com tédio em sua voz.

- Tipo quanto? - perguntei.

- Tipo,uns 80%.

- E quanto isso dá? - Nolan perguntou,fazendo Chris revirar os olhos.

- Muito,Nolan - ri pelo nariz.

- Vamos ficar atentos - Christian disse olhando para todos os lados.

Destravei a pistola em minhas mãos e apertei o gatilho,atirando em um dos seguranças que surgiu das escadas.

- Merda! - Resmunguei assim que uma bala acertou na parede,ao nosso lado.

- Vamos - Chris passou correndo para o outro lado do corredor.Havia muitos homens do Henry lá em baixo - Cuidado para não matar ninguém da nossa equipe,Drew - riu.

POV.NARRADOR

Justin,Nolan e Christian,estavam do lado direito do corredor,alguns homens que subiam as escadas,eram mortos por eles.Scarlett e Lil matavam todos que podia na cozinha da mansão,enquanto se escondiam atrás dos balcões.

Madison parou seu carro em frente ao portão da mansão,por onde entrou sem exitar.Ela correu pelo enorme jardim e se deparou com dois homens desarmados,para sua sorte.Ela lutou contra eles,sentindo vários hematomas serem criados em seu corpo.Eram dois homens,contra uma mulher.Ela derrubou um dos caras,e conseguiu correr para dentro da mansão,sendo seguida pelo outro capanga.

Os três garotos desceram as escadas correndo,mas pararam,ao avistar a garota entrar pela porta principal.

- Justin! - ela gritou e correu até o amado,sentindo seu coração se aliviar ao ve-lo vivo.

Ela o abraçou bem forte,sentindo o calor de sua pele,agora descoberta.

- Madison! Você é louca,garota. - ele disse com raiva,porém não a soltou em nenhum segundo de seus braços fortes.

- Teimosa pra caralho. - Christian resmungou irritado atirando contra o capanga que corria atrás da garota há alguns segundos atrás.

- Vamos embora! - Nolan disse voltando a descer as escadas.

- Preciso achar o Connor! - Bieber disse trincando os dentes.

- Isso é suicídio,estamos no território dele. - Christian se pronunciou mais uma vez.

- Ele tem que morrer,hoje! - Bieber segurou forte a mão da garota ao seu lado.Ele estava mais do que decido a acabar com seu inimigo.

- Mas... - Madison foi interrompida por barulho de tiros vindo na direção da equipe.Ele correram,se escondendo atrás de alguns móveis na grande sala da mansão.

Bieber se levantou e atirou contra alguns homens que surgiram de algum lugar,Christian e Nolan,fizeram a mesma coisa.

- Pessoal! - Scarlett surgiu correndo da cozinha desarmada - O Henry está em um dos quartos lá em cima,acabei de ouvir um de seus homens dizer. - tentou recuperar o fôlego - Maddie? - a olhou assustada.

- A própria! - lhe soprou um beijo.

- Maluca! - riu.

- Vamos lá pra cima. - Bieber ordenou,mandão como sempre.

- Aonde está Lil? - Nolan perguntou.

- No jardim,ele foi atingido na perna. - Sky justificou.

- Vamos! - Justin segurou a mão de sua amada,a arrastando escada a cima.O restante da equipe foi logo atrás.

Após revirarem praticamente todos os quartos,Christian encontrou o inimigo,em um quarto que estava trancado,até ele arrombar a porta.

- AQUI PESSOAL! - ele gritou,enquanto apontava duas armas para o casal no canto do quarto.

- Maravilha! - Nolan disse animado - Dois coelhos com uma cajadada só.

- Muito covarde da sua parte,Connor - Bieber debochou - Se esconder com a vadia,enquanto metade dos seus homens morrem lá em baixo.

- Eles não valem nada,já eu...Muita coisa - Henry rebateu.

Bieber gargalhou ao ouvir essas palavras ridículas - Acabou pra você,Connor! - disse com convicção.

- Isso é o que vocês pensam - sorriu vitorioso - Nunca é o fim - nesse momento,Sammy sacou sua arma e apontou para todos.A equipe Bieber também fez o mesmo,mas não foi a tempo de evitar uma bala,cravada no tórax de Scarlett.Madison ainda apertou o gatilho,perfurando a testa da inimiga à sua frente.

Chris correu até sua amada ajoelhada no chão com o tórax perfurado.

Justin foi até Henry e o desarmou,o fazendo ajoelhar em sua frente.

Madison também foi até sua amiga,que agora se encontrava deitada nos braços de Christian.

- Você vai ficar bem! - Maddie disse tentando sorrir fraco para a amiga.

- Não... - tossiu,devido ao sangue em sua boca - Não há mais jeito. - fechou os olhos com força,por causa da dor.

- Não diga isso. - Chris disse sentindo lágrimas em seus olhos - Você vai ficar bem,ainda vamos ter uma família.

Madison olhou tristemente para Sky,devido a notícia que ela recebera,horas atrás.

- Nosso segredo! - Sky disse,sentindo seus olhos pesarem.

Madison apenas acentiu,entendendo o que a amiga queria dizer.

- Eu amo você,Christian! - disse olhando fixamente para os olhos azuis do garoto que agora estavam cheios de lágrimas - Amo você,Maddie.Você foi minha única e verdadeira amiga. - Maddie sorriu de lado - Amo todos vocês - se referiu à todos da equipe - Sempre seremos uma família. - foi tudo que ela disse,pois seus olhos perderam o brilho,perderam a cor verde,viva,sempre presente em seu olhar.Agora tudo que tinha em seus olhos,era o obscuro vazio,da morte.


Notas Finais


E então?O que acharam?
Essa morte já estava prevista desde o início da segunda temporada...Era algo que eu queria que acontecesse para dar uma desviada na vida dos personagens.
A Sky era bem querida por todos... Sinceramente,eu amava o jeito dela,mas enfim... Assim como todos,uma hora partimos daqui...E bom,a equipe Bieber,agora está bem pequena não é mesmo 💔
E bom,já vou alertar... Isso é só o começo 🤐😅
Bom,é isso...Espero que tenham gostado assim como eu...
Aah e também ...Adoraria saber a opinião de vocês sobre o noivado... Vocês acham que deve acontecer,mesmo sendo reta final da história?
Beijinhos e até logo,xuxus 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...