História Let's live this adventure! - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time, Supergirl, Supernatural, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Alex Danvers, Bobby Singer, Caroline Forbes, Dean Winchester, Elijah Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Genevieve, Hayley Marshall, Henrik Mikaelson, John Winchester, Kara Zor-El (Supergirl), Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Rebekah Mikaelson, Regina Mills (Rainha Malvada), Sage, Sam Winchester, Stefan Salvatore
Tags Bobby, Castiel, Crowley, Dean, Johw, Klaus, Mary, Mikaelson, Rainha Má, Rebekah, Regina, Rowena, Sam, Sammy, Supernatural, The Vampire Diaries, Winchester
Visualizações 9
Palavras 1.932
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Survival, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi Hunters, mais uma continuação para vocês, mas essa é a última parte, no próximo tem Jossy e Anna, amando escrever para vocês.. 😍😍😍

Capítulo 31 - You promised! - Part Four.


Fanfic / Fanfiction Let's live this adventure! - Capítulo 31 - You promised! - Part Four.

Nos episódios anteriores de "Let's Live this adventure!":

- Eu não posso ficar, você não está segura comigo aqui.- Falei.

- Porque diz isso, já falei que não foi sua culpa.

- Foi, claro que foi, não era para ele pegar você, era para mim pegar.- Falei.

- Oque?- Ela falou e eu me levantei para ir embora.- Sam.- Ela falou e seus olhos começaram a ficar cheios de lágrimas.- Sam você não pode me deixar.- Ela falou, mas eu não parei, quando estava chegando no final da escada ouvi ela me chamar pela última vez.

Eu olhei para o Dean, ele e a Rebekah pegaram suas mochilas e me seguiram até o carro.

- Está na hora de voltar para casa Dean.- Rebekah falou abrindo a porta do carro e entrando.

Agora em "Let's Live this adventure!": 

05/11/2001
DEAN (POV-ON...)
          Você prometeu! - Parte quatro.

11:58 PM

- EU ODEIO VOCÊ, O MEU DEUS.- Rebekah gritou para mim.- EU ODEIO TANTO VOCÊ DEAN.- Ela falou, estava tão irritada.

- Rebekah, me perdoe, eu sinto muito, muito mesmo!!- falei me virando para ela de novo.

- NÃO, VAI EMBORA DA MINHA CASA, VAI EMBORA AGORA.- Ela falou.

- JÁ CHEGA, VOCÊ NÃO ESTÁ OUVINDO ELA FALAR DEAN?!.- Klaus falou atrás da irmã.

- Klaus!!!- Freya falou o repreendendo.

- Tudo bem Freya, eu já estou indo.- Falei indo em direção a porta, parei alguns centímetros e olhei para eles de novo.- Vocês foram a minha família por longos meses, vou sentir falta de vocês.- Falei e passei pelo portão.

HORAS ANTES.

O Sammy olhou para nós quando terminou de desce as escadas, a Rebekah e eu pegamos nossas mochilas e seguimos o Sammy até o carro.

- Está na hora de voltar para casa Dean.- Rebekah falou abrindo a porta do carro e entrando.

Eu entrei também e sorri para ela, vou um longa estrada até o aeroporto, o Sammy pediu para que colocassem o seu carro em um avião de carga, depois de muito conversar com o dono do aeroporto ele conseguiu, foi um voo tranquilo na medida do possível, a Rebekah veio abraçada comigo de novo.

(...)

Demorou muito para chegar, mas como dessa vez não saímos de tarde, chegamos no mesmo dia eram 9:30 PM quando descemos a Rebekah pegou o celular e foi logo ligando para a Freya.

- irmã, chegamos.- Falou.- estamos indo, estão todos aí?- Perguntou.- Ótimo, quero apresentar o Sam para o resto da família.- Falou, depois resmungou alguma coisa e desligou.

Ela apressou o passo para me alcançar, parou do meu lado e pegou na minha mão, continuamos caminhando assim até o carro do Sammy, que pousou em um avião que vinha logo atrás do nosso, só tivemos que esperar uma meia hora.

Entramos no carro e fomos para a mansão Mikaelson, Rebekah já entrou correndo e deu um grande abraço na Freya.

- OIII, estava sentindo tanto sua falta..- Rebekah falou ainda a abraçando.

- Eu também senti sua falta, irmã.- Falou Freya.- Oi Dean.- Ela me comprimento me dando um abraço, seus olhos brilharam quando ela viu o Sammy passar pelo portão.- Sam, você voltou..- Ela falou antes de dar um sorriso.

- Estou de passagem.- Ele falou.

- Tudo bem, fique a vontade, vou chamar o pessoal.- Freya foi para a cozinha depois de alguns minutos voltou com uma fila de pessoas que eu conheço muito bem, o Sammy nem tanto.

- Dean, cara!! Estava demorando, ontem matamos vampiros.- Kol falou vindo até mim, eu peguei na mão dele.

- Só quando eu saio que vocês acham esses programas né?!- Falei e ele sorriu.- Deixa eu apresentar o meu irmão, Sammy.- Falei o chamando com a mão, ele veio e parou do meu lado.- Sammy, a Freya você já conhece é a mais velha.- Eu falei e ele arregalou os olhos.

- Você é a mais velha?- Ele perguntou.

- É sou sim, nem parece, eu sou um anjo.- Ela falou e todos riram. 

- Continuando, aquele é o Finn, o segundo.- Falei apontando para ele, ele acenou para Sammy que acenou de volta.- Elijah, o terceiro, o nobre e recatado da família.

- Boa noite.- Elijah falou estendendo a mão para o Sammy.

- Boa noite.- Sammy respondeu pegando na mão dele.

- Klaus, ele é o nosso anti-herói, nunca se sabe se ele é o bem ou o mau.- Falei e Klaus fez cara feia.

- Fala isso porque sabe que faria qualquer coisa pela família, até um assassinato em maça de inocentes.- Ele falou irônico e todos riram.

- Depois veio a Bex, e por último mas não menos importante, Kol, o rebelde indomável.- Falei e o Kol fez uma cara de metido.

- Valeu Dean, mas eu não sou o ultimo, Henrik foi o ultimo.- Ele falou.

- É mesmo, desculpe.- Falei sem graça.

- Eu li alguma coisa sobre ele.- Sammy falou.

- Henrik foi morto por lobisomens a alguns anos, é claro que ninguém sabe, então não deve ter lido sobre isso, eu não o conheci.- Freya falou.

- Não, foi só quem ele era e que já tinha morrido, sinto muito.- Sammy Falou sem graça.

- Então galera, vamos sair?- Kol falou.- Balada?!

- Vamos!!- Rebekah falou, pegando Freya pelo braço subindo as escadas, eu levei o Sammy para o meu quarto e lhe emprestei uma camisa, só porque deve ser minha única coisa que serve nele, quando eu jóquei a camisa para ele a porta do quarto abriu, Freya colocou a mão nos olhos quando viu ele sem camisa, mas logo tirou.

- Achei que iria ver mais coisas, do que só seu abdômen, que é lindo por sinal.- Ela falou irônica e todos nós sorrimos, ela foi até o armário da Bex e pegou uma caixa cheia de coisas.

Quando ela estava na porta ela virou para nós de novo.

- Eu acho que o Elijah é da sua altura Sam, não quer que eu arrume uma calça para você?- Ela perguntou.

- Ótima ideia.- Eu falei.

- Péssima ideia.- Sammy falou, nós nos olhamos.- Elijah não parece ser o tipo de cara que gosta de dividir.

- Está enganado, Elijah é um amor.- Freya falou saindo.

Eu me troquei e Freya apareceu com uma calça que serviu perfeitamente no Sammy.

Todo mundo está pronto e nós fomos para a Balada, só via o Kol com várias mulheres, o Klaus estava do mesmo jeito só que no bar com mulheres e bebidas.

Rebekah ficou sentada comigo e com o Sammy enquanto a Freya se matava de tanto dançar, de vez enquanto ela olhava para o Sammy, ela parece ter se interessado por ele, eu sorriu só de imaginar.

Elijah estava no camarote se divertindo do jeito dele, ele sabe que é lá encima que se encontra as mais bonitas e recatadas mulheres baladeiras, Finn estava em uma mesa bebendo com uma moça ruiva, parece se conhecer a algum tempo já.

- Quem é aquela?- Perguntei e Rebekah olhou de quem eu estou falando.

- É a Sage, a namorada dele.- Ela falou.

- É o que? Desde quando?- Perguntei.

- Não é namorada, namorada, mas eles estão ficando a dois meses.- Falou.

- Onde eu estava?!- Falei e nós sorrimos, ela pegou minha mão me levantando e me levando para a pista de dança, ela começou a dançar para mim, ela colocou suas mãos frias por dentro da minha camisa percorrendo um caminho pelo meu abdômen e aquilo me arrepiava.

Ela dava beijos no meu pescoço sem parar de dançar em nenhum momento, com seu corpo colado ao meu e continuava dançando, eu olhei ao redor da balada e tinha algumas pessoas olhando para a gente, mas eu não me importo, eu olhei para onde estávamos sentados e o Sammy não está mais lá, eu coloquei a mão na cintura da Bex fazendo com que ela parasse de dançar, olhei ao redor procurando o Sammy, mas nada.

Eu deixei a Rebekah lá sozinha e fui procurar o Sammy, quando cheguei lá fora ele estava indo para o carro.

- Onde vai?- Falei e ele parou de andar onde estava.

- Vou voltar para a estrada.- Ele falou.

- É tá achando que vai sem mim?- Falei.

Ele se virou para mim com a testa franzida.

- Você não vai deixar a Rebekah, Dean.- Ele falou.

- Não queria isso Sammy, não queria mesmo, mas você é meu irmão, não vou te deixar sozinho.- Sammy balançou a cabeça.

- Isso é a pior coisa que você poderia fazer na sua vida.- Falou.

- Eu sei.- Falei.- Vamos, só tenho hoje para me despedir.- Falei e nós voltamos para a Balada, a Bex e a Freya estavam dançando juntas, nós ficamos um bom tempo nos divertindo.

Já 11:30 PM quando chegamos em casa, nós entramos.

- Bex, vamos subir?- Falei e ela acenou se levantando e subindo comigo, o Sammy ficou na sala conversando com a Freya.

Quando chegamos no quarto Bex jogou a bolsa sobre uma poltrona e começou a me beijar, eu estava tentando me manter lúcido e não cair em tentação.

- Bex, nós precisamos conversar!- Falei ela parou de me beijar.

- O que aconteceu?- Ela perguntou.

- Eu...- Falei depois deu uma respirada funda.- Eu vou com o Sammy.- Eu falei, fiquei esperando que ela dissesse alguma coisa.

- Você... Você prometeu!!- Ela falou.

- Me desculpe Bex..

- Não me chame assim..- Ela falou irritada.

- Me desculpe, eu não posso deixa-lo.- Falei.

- CLARO que pode, ELE te deixou, você não pode ME deixa.- Ela falou dando ênfase a algumas palavras.

Eu peguei a mochila que já tinha deixado encima da cama quando chegamos de viagem e estava saindo na porta.

- EU NÃO ACREDITO, NÃO ACREDITO QUE ESTÁ FAZENDO ISSO COMIGO.- Ela falou irritada, ela passou por mim brava e eu fui atrás dela, ela desceu as escadas correndo.- VOCÊ QUER IR EMBORA? VÁ!- Ela falou apontando para a porta.

Freya e Sammy vieram da cozinha, Klaus e Elijah vieram pela escada.

- Que barulho é esse aqui?- Klaus falou irritado descendo as escadas.

- VOCÊ QUER IR, VÁ DEAN.- Eu olhei para ela e depois para o Sammy, ele suspirou e deu tchau para a Freya, depois passou por mim e saiu, eu me virei para ir atrás dele, mas parei de andar quando ela começou a falar.- VÁ, MAS SAIBA QUE EU NUNCA MAIS VOU OLHAR NA SUA CARA, QUANDO VOCÊ ME ENCONTRAR EM ALGUM LUGAR, FINGA QUE NEM ME CONHECE, EU COM CERTEZA VOU FAZER O MESMO.- Eu suspirei e voltei a andar.

Ouvi a Freya tentar acalmar a Rebekah.

- AAH, EU ODEIO VOCÊ, O MEU DEUS.- Rebekah gritou para mim.- EU ODEIO TANTO VOCÊ DEAN WINCHESTER.- Ela falou, estava tão irritada.

- Rebekah, me perdoe, eu sinto muito, muito mesmo!! - falei me virando para ela de novo.

- NÃO, VAI EMBORA DA MINHA CASA, VAI EMBORA AGORA.- Ela falou.

- JÁ CHEGA, VOCÊ NÃO ESTÁ OUVINDO ELA FALAR DEAN?!.- Klaus falou atrás da irmã.

- Klaus!!!- Freya falou o repreendendo.

- Tudo bem Freya, eu já estou indo.- Falei indo em direção a porta, parei alguns centímetros e olhei para eles de novo.- Vocês foram a minha família por longos meses, vou sentir falta de vocês.- Falei e passei pelo portão.

Quando finalmente estava fora, sentir uma dor no coração, para mim era como se eu estivesse abandonando minha família de verdade, parei um pouco no portão para respirar.

- Com licença.- Ouvi uma voz feminina e levantei a cabeça, era uma moça de cabelos castanhos.- Meu nome é Hayley Marshall eu estou procurando Klaus Mikaelson, sabe onde ele mora?- Ela perguntou.

- Está no lugar certo moça.- Falei saindo do caminho e indo para o carro do Sammy.

- Obrigada.- Ouvir ela falar atrás de mim, não respondi nem olhei para trás, só continuei andando.

Entrei no carro e Sammy olhou para mim.

- Tem certeza?

- Não, não queria ter que deixa a Bex, mas eu estou do seu lado irmão.- Falei.- É também não tem mais nada o que ser feito.

DEAN (POV-OFF)
                                    (...)


Notas Finais


E para que vocês comecem a amar Dearoline como eu, vou colocar alguns vídeos para vocês assistirem se quiserem:
https://m.youtube.com/watch?v=aDd4VTxIn0I&list=PLxOcBo5B3ODRC54Z9bA3p8gAh9ck2i9s-&index=2&t=0s
OBS: Os vídeos não são meus, então vamos dar os créditos aos devidos donos..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...