1. Spirit Fanfics >
  2. Let's Play a Game (Imagine Felix) >
  3. Finish... (Capítulo Único)

História Let's Play a Game (Imagine Felix) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Imagine com conteúdo +18

Capítulo 1 - Finish... (Capítulo Único)


Fanfic / Fanfiction Let's Play a Game (Imagine Felix) - Capítulo 1 - Finish... (Capítulo Único)

 - Eu sou uma pessoa? - Felix perguntou, enquanto brincava com a barra da minha calça jeans.

- Não. - respondi, mordendo o lábio em um sorriso.

- Então ... eu sou um objeto? - perguntou de novo.

- Hm...também não. - disse, rindo ainda mais da cara de dúvida dele.

Felix e eu estávamos fazendo uma brincadeira,era uma quinta-feira à noite. Tínhamos pedido uma pizza e enquanto a mesma não chegava, resolvemos jogar um jogo de adivinhar.

- Já sei, eu sou uma comida?! - ele perguntou convicto dessa vez.

- Sim. - respondo animada.

Felix sorriu pra mim,pode parecer idiotice mas ele estava extremamente fofo com aquele papel colado na testa.

Ele ria o que fazia com que suas covinhas ficassem a mostra e seu lindo sorriso ficasse ainda mais charmoso.

Ele passou os dedos pelo cabelo, colocando suas longas madeixas para trás,sua mão ainda brincava com um fio solto da minha calça levantando a barra da mesma e expondo meu tornozelo.

Seu toque era pouco, mas o bastante para me causar ondas de choques pelo corpo todo.

- Sou um doce? - ele perguntou.

- Acho que não. - respondi em dúvida, tocando a ponta do indicador em meu queixo.

- Como você não pode saber? Foi você que escolheu a palavra. - ele diz indignado me fazendo rir.

- Sim mas, é uma pergunta muito vaga. - digo

- Claro que não. Eu sou doce ou sou um salgado? Fácil. - ele diz.

- Apenas perguntas de sim ou não, senhor Lee. - o alertei.

- Então me dá uma dica. - ele implorou, fazendo um biquinho fofo.

- Tá bem... - suspirei, entortando a boca. - É algo que você gosta. - digo.

- Hmm... - ele pensou, passando dois de seus dedos por dentro de minha calça.

Felix tentava avançar sua mão em minha perna, por de baixo do pano enquanto eu prestava atenção em suas feições.

- Por que a sua calça é tão justa? - ele perguntou, dando um aperto em minha batata da perna.

- Isso não vem ao caso agora. - respondi, dando um chute leve com a ponta do pé em seu ombro.

Ele fingiu dor, segurando minha perna com força.

Felix logo lançou um sorriso malicioso para mim, vindo em minha direção.

Eu estava deitada no sofá com minhas pernas sobre o seu colo.

Felix foi passando suas mãos pela lateral do meu corpo, distribuindo beijos por todo o caminho,mesmo com minha roupa atrapalhando eu podia sentir a intensidade de seus lábios sobre minha pele.

Era incrível como Felix conseguia me deixar acesa com simples toques.

Quando ele chegou próximo ao meu rosto, depositou um beijo em meu pescoço percorrendo até meu queixo.

Seus beijos eram lentos e delicados, me arrepiando levei minha mão até o seus cabelos macios e bagunçando de leve.

-Felix... - soltei um gemido baixo, fazendo com que ele me olhasse cheio de animação. - Você nem descobriu o que é. - digo.

Ele riu fraco, levando a mão até sua testa e retirando o papel da mesma.

- Uma banana?! - ele riu alto ao ler, me fazendo rir junto.

- É...pensei que ia acertar de primeira. Você adora comer isso. - respondi, brincando com seu cabelo.

Felix sorriu para mim, arrastando seu lábio inferior pelo meu pescoço.

- Quer saber de outra coisa que eu também adoro comer? - ele perguntou, sussurrando contra o meu ouvido. - Você.

Não me contive e sorri com aquilo, trazendo o rosto dele para um beijo.

Nossos lábios se moviam com delicadeza no começo e foram intensificando aos poucos.

Eu passava a ponta do meu polegar no lábio dele nos intervalos do nosso beijo, fazendo ele me olhar atentamente.

Seus olhos escuros me observavam com tamanho desejo que era impossível não corresponder ao seu olhar,era como se suas órbitas estivessem me hipnotizando.

Ele desceu suas mãos até minha cintura, brincando com a barra de minha camisa.

Passeava com meus dedos em seu cabelo o puxando cada vez mais para perto de mim, seu beijo era como o ar que eu precisava para respirar tão desejável e tão gostoso.

Ele finalmente decidiu tirar minha camisa, puxando a mesma para cima, levantei meus braços para ajudá-ló ficando recostada no sofá.

Felix aproveitou e também tirou sua blusa deixando seu corpo a mostra, oque me fez morder os lábios. 

Meu impulso foi logo passar meus dedos sobre seu peito contornando cada canto de seu corpo, felix segurava meu pulso com sua mão sem impedir meus movimentos, apenas deixando seu toque naquele local.

Subi meu olhar até encontrar com o dele, que abriu um sorriso largo e se esticou para me dar um beijo rápido, levando sua mão até as minhas costas e tirando meu sutiã.

Apoiei minha cabeça no encosto do sofá, fechando os meus olhos e respirando fundo.

Felix percorria um caminho com seus lábios pelo meu pescoço até meus seios, me deixando cada vez mais molhada e afim dele.

Soltei um gemido baixo ao sentir sua boca chupar a ponta do meu mamilo, rodeando meu bico com sua língua.

Arqueei minhas costas voltando a agarrar seu cabelo com mais força.

- Baby... - gemi pressionando sua cabeça e o incentivando a continuar.

Ele desce seus beijos ainda mais, passando pela minha barriga e parando ao chegar na barra de minha calça.

Ele desabotoou a mesma, me lançando um olhar divertido enquanto puxava aquele pedaço de pano para baixo.

Tentei rebolar e me movimentar para ajuda-ló a tirar minha calça, mas a mesma não estava cooperando.

- Eu te disse que a calça era muito apertada....- ele diz puxando a peça com força.

Eu ri do seu jeito sem paciência, enquanto ele jogava a calça em qualquer lugar do quarto.

- Você fica linda com esse jeans, mas eu ainda prefiro você sem ele. - ele diz, me fazendo rir baixo.

Felix subiu suas mãos pelas minhas pernas, parando em minhas coxas.

Lançando um olhar malicioso para mim, levando sua boca em meu sexo molhado sem nenhuma cerimônia ainda coberta pela calcinha, pude sentir sua respiração batendo naquele local tão sensível me dando um arrepio.

Felix passou um de seus dedos sobre meu sexo, me fazendo arfar de desejo.

- Eu adoro saber que te deixo assim. - disse, passando a língua pelos seus lábios.

Ele logo puxou minha calcinha para baixo, retirando a mesma e a jogando longe, ele abriu minhas pernas com delicadeza.

Coloquei minha perna esquerda sobre o encosto do sofá enquanto a outra estava caída para fora do mesmo, ele se ajeitou ali no meio, levando sua boca até minha virilha e distribuindo beijos molhados na mesma.

Eu gemia fraco, com minha respiração acelerada,apertei firme o estofado do sofá ao sentir seus lábios chuparem meu clitóris, passeando com sua língua sobre o local.

Meus gemidos saem alto enquanto minha cabeça pondera para trás.

- Ah...baby - gemi manhosa, movimentando o meu quadril para obter mais contato.

Ele continuou com seus movimentos em minha intimidade, me deixando cada vez mais louca de prazer arqueava minhas costas, subindo suas mãos até os meus seios e apertando os mamilos.

Sabia que não aguentaria mais por muito tempo, precisava sentir Felix o quanto antes.

- Felix...eu preciso - gaguejei em meio a gemidos.

Meu corpo tremia e podia sentir os espasmos em minhas pernas, eu estava quase gozando quando ele subiu com seus beijos pelo meu abdômen.

- Por favor... não para - resmunguei em protesto, fazendo-o sorrir.

- Vem cá. - ele diz passando os polegares pelos meus lábios e me beijando logo depois.

Envolvi a cintura dele, o trazendo para mais perto de mim, pude sentir seu volume crescer dentro da calça, me causando uma leve ardência na intimidade.

- Vamos logo... - falei contra sua boca, fechando os meus olhos e respirando fundo.

Senti o corpo de Felix ceder se afastando de mim e ficando sentado no sofá.

Abri os olhos e o encarei, vendo-o tirar sua calça junto com a boxer, sorri maliciosa com ao ver o quanto ele estava excitado .

Antes mesmo que ele pudesse fazer alguma coisa subi em seu colo, colocando cada um de meus joelhos ao lado de seu corpo.

Felix olhou surpreso para mim segurando minha cintura e me puxando para baixo. Nós dois gememos com o contato.

Levei minhas mãos até seu peito, descendo lentamente até seu membro.

Felix arfou ao sentir meus dedos acariciarem sua ereção jogando sua cabeça para trás e soltando um longo suspiro em seguida de um gemido.

Aproveitei o momento para deixar um chupão em seu pescoço, podendo sentir seu corpo estremecer sob o meu.

Felix  puxou sua calça a qual estava ao nosso lado e tirou do bolso da mesma uma camisinha, peguei a embalagem antes que ele abrisse deixando o trabalho para mim mesma.

Abri a camisinha e coloquei em sua glande descendo minha mão bem devagar e delicadamente até estar completamente "vestido".

Ele geme rouco com sua respiração acelerada, aí chegar na base dei um pequeno e leve aperto, posicionando-o em minha entrada.

Felix segurou firmemente minha cintura, fazendo força para que eu sentasse em sua ereção, nossas intimidades logo se encaixaram causando uma forte onda de prazer.

- Amor...- ele geme, levando suas mãos até minhas costas e apertando o meu corpo contra o seu peito.

Envolvi seu pescoço com os meus braços, acabando com qualquer espaço que existia entre nós.

Nossos movimentos iam se intensificando, deixando difícil para mim respirar,eu praticamente cavalgava em cima dele sentindo todo seu tamanho entrar e sair de mim com força.

- Continua ...! - gemi alto, cravando minhas unhas em sua nuca.

Nossos corpos estavam colados e melados por causa do suor, sentia que estávamos ficando cansados mas ao mesmo tempo queríamos mais e mais.

Ele gemia rouco em meu ouvido, me causando um enorme prazer misturado com satisfação, era incrível poder ouvi-ló e saber que ele estava daquele jeito por minha causa.

- Goza para mim, vai. - ele disse entre gemidos apertando minha pele com tanta força que, com certeza deixaria marcas no dia seguinte.

Aquelas palavras soavam como uma canção em meus ouvidos, me preenchendo de prazer.

Gemi em resposta intensificando ainda mais minhas cavalgadas.

Felix fincou suas poucas unhas em minha bunda praticamente me afundando em seu colo, ele também intensificou suas estocadas me deixando prestes a ter um orgasmo.

Agarrei seu cabelo com força, jogando minha cabeça para trás.

Ele esconde seu rosto entre meu pescoço e ombro gemendo abafado contra minha pele.

Sentia meu ápice se aproximando, me causando um arrepio em minha espinha.

O prazer me atingiu em cheio me fazendo gemer alto, quase em um grito intenso.

Gemia seu nome com intensidade, o apertando ainda mais contra o meu peito.

O mesmo mordeu meu ombro como resposta, gemendo entre dentes.

Respirei fundo, suspirando em uma tentativa de acalmar o meu corpo, felix se afastou um pouco de mim apenas para depositar um beijo em minha boca.

Ele sorri largo, olhando atentamente dentro de meus olhos, sorri em resposta passando a ponta do meu nariz no dele.

Colamos nossas testas, fazendo com que nossas respirações se misturassem.

Fechei meus olhos para sentir melhor o corpo dele e aos poucos abri lentamente vendo seus olhos castanhos e profundos, sorrindo para mim.

- É a sua vez de jogar. - ele diz.

Ri em resposta, passando meus dedos pela sua mandíbula, colei sua boca na minha deixando que nossos lábios se movimentassem com delicadeza.

Fomos interrompidos pela campainha enquanto nos levantamos devagar do sofá.

- Acho que a pizza chegou. - disse enquanto ele apertava meu corpo contra o dele dando um beijo em meu pescoço. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...