1. Spirit Fanfics >
  2. Letters >
  3. Querida Catra.

História Letters - Capítulo 1


Escrita por: eclipse4u

Notas do Autor


Oi gente, rs

Voltei com essa fic bem curtinha, vão ser só dois capítulos até amanhã ou depois eu já devo postar o próximo

É só pra descontrair um pouco, não consigo deixar Catradora de lado nem se quisesse (sobre isso, tem mais coisa nas notas finais)

Esse capítulo é a carta que Adora escreve para Catra e somente a carta, ok? Não está revisado ainda. Espero que gostem :)

Capítulo 1 - Querida Catra.


"Querida Catra,

Essa é a centésima septuagésima nona carta que eu te escrevo. Novamente eu garanto a ti e a mim mesma que você nunca vai receber nenhuma delas, só preciso desabafar um pouco.

Escrever elas sido um bom passatempo aqui em Bright Moon, a maioria do tempo fico treinando ou arrumando a bagunça que Glimmer e Bow fazem, nada comparado a o que nós fazíamos, claro.

Lembro de ter escrito uma carta falando sobre as coisas que você iria gostar aqui, eu acabei de lembrar de mais uma, você iria amar tortas, são a minha coisa favorita depois de acabar com os guardas daqui num treino.

Falando em treino, ah como eu gostaria de te ter pra treinar comigo, você é a única pessoa que já me deu uma surra na minha vida sabia? Acho que ninguém mais conseguiria, nem se quisesse.

Ninguém aqui sequer chega perto de ser como você, poxa.

Ah Catra, porquê você não podia só vir comigo? Você não é má como pensa, Cat. Eu te conheço como a palma da minha mão e não adianta negar, fazem alguns anos desde que tudo começou e você não podia só ter confiado em mim? Vindo comigo? Dá pra ver a sua raiva nos seus olhos quando lutamos. Você não consegue ver o quanto me machuca? Eu sinto tantas saudades...

Todas as vezes antes de dormir eu lembro de nós duas apostando corrida do dormitório até a sala de treinamento, roubando barras cinzas de noite, fugindo de Octavia aos berros, quando você me nocauteava no treinamento , a droga dos planos de governar toda Etéria, só nós duas...

E se eu pudesse fazer isso sem machucar ninguém, eu colocaria toda Etéria aos seus pés. Eu poderia lutar do seu lado novamente, não contra você, Catra.

Nós prometemos cuidar uma da outra, isso ainda significa alguma coisa pra você?

E sim, talvez se não estivesse encontrado a espada eu poderia estar do seu lado, mesmo na Horda e com a consciência limpa, eu não me importaria da ignorância ser a minha benção desde que eu estivesse do seu lado, infelizmente não é assim que o destino gosta de agir.

Durante alguns momentos eu só acho que não vou aguentar mais, ser She-ra é doloroso, eu sei que tenho Bow e Glimmer do meu lado, eles me apoiam sabe? São amigos ótimos, eu os amo também.

Só não é deles que eu sinto falta todos os dias desde que saí da Horda, não é sobre eles que eu passo horas pensando, rindo, chorando com lembranças, não é para eles que o meu coração acelera quando eu vejo em toda batalha. Ah droga, eu não amo eles do mesmo jeito que eu te amo e...

É, de novo, eu sempre acabo me declarando em todas as cartas. Desculpe.

Por um lado bom (não para mim), você não tem mais uma loira chata e melosa para te irritar... Esquece, você tem Scorpia. Ah droga, ela gosta de você, é bem óbvio, eu não consigo evitar ok? Ela pode te ver todos os dias sem que você tente matar ela repetidamente. Eu realmente tenho um pouco de ciúmes disso.

Sinceramente eu quase nunca sei o que colocar nessas cartas, quando eu mais preciso de você eu não consigo evitar. Seria mais fácil com você aqui.

Gostaria de poder ter você comigo de novo, dormindo na mesma cama, gostaria de poder deitar na cama depois da batalha e reclamar com você das milhares de dores pontiagudas que ser She-ra me trás, de te fazer cafuné atrás das orelhas e ouvir você ronronar enquanto conversamos antes de dormir, me aproximar de você e... Poxa Catra, como eu gostaria de te beijar.

Eu gostaria de te dar muitos beijos.

Isso não vai acontecer, eu sei que não mas mesmo assim só... Eu me sinto perdida sem você, eu tenho feito isso tudo por Etéria, pelas pessoas, eu sei que o bem estar de todos é importante, mas eu não queria ter aberto mão de você por isso. Não de quem eu amo.

É só que... Não deve ser tão importante, não é? Dói pra caramba isso tudo, mas o que é a minha dor perto das milhares que já perderam tantas pessoas para a Horda? Eu não poderia fazer outra coisa nem se quisesse.

A única coisa que posso fazer é sonhar em te ter do meu lado algum dia, o pior é pensar que eu não hesitaria um segundo sequer em te abraçar se você viesse.

Eu tô a tempo demais longe de você e ficar longe de você é o que me mata todos os dias, Cat. É a minha obrigação aguentar, mas dói pra caramba sequer poder te dar um abraço no seu aniversário.

Eu poderia finalmente fazer uma festa pra você, outra coisa que acho que você iria gostar. Te dar presentes que não fossem barras cinzas com gosto duvidoso ou um desenho antiquado.

Eu estou esperando o dia que vou poder fazer tudo isso de novo. Rezo para que seja em breve.

Novamente, desculpe estar aqui de novo, mas escrever para você me ajuda a colocar os pensamentos no lugar. Ao menos tenho o conforto de saber que você nunca vai ter que ler isso.

Com muito amor, Adora."


Notas Finais


Sobre o que eu ia comentar, eu tô com o projeto pra uma outra fic Catradora com uns 10 capítulos, ela ainda vai demorar bastante pra ser postada porquê eu tô meio cheia com Enem e tal, talvez saia até ano que vem, mas antes de postar pretendo estar com todos os capítulos dela prontos. O plot dela é o meu xodó, sério. Acho que vocês vão gostar.

Bem, fora isso espero que tenham tido uma boa leitura, qualquer erro me avisem!

Vejo vocês até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...