História Letters for who? Longfic - Vkook - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Cosmic Girls, EXO, G-Friend, Got7, Gugudan (GX9), I.O.I, Sistar
Personagens Chanyeol, Dasom, Eunha, JB, J-hope, Jimin, Jinyoung, Jungkook, Kim Se-jeong, Kim So-hye, Mark, Personagens Originais, Suga, V, Yu Yeon-jung
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Cartas, Chanyeol, Dasom, Eunha, Exo, Gfriend, Got7, Ioi, Jaebum, Jeon Jungkook, Kim Sejeong, Kim Sohye, Kim Taehyung, Longfic, Mais Uma História, Mark Tuan, Markjin, Mistério, Originais, Park Jimin, Park Jinyoung, Romance, Sistar, Taekook, Vkook, Vmin, Yu Yeonjung
Visualizações 155
Palavras 909
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora por favor!! ❤❤
Recado no final da fic 😘

Capítulo 57 - I can make an...


Entrei no meu prédio, após muito tempo dando voltas na rua, evitando entrar lá e ter que lidar com a minha vida novamente, mas estava muito frio, meu corpo estava todo molhado da chuva e era melhor evitar qualquer coisa, principalmente um resfriado ou algo do tipo.

— Taehyung onde você estava? - disse Sejeong saindo do elevador e vindo em minha direção. 

— Me desculpe Sejeong, mas eu não quero explicar nada agora! - eu respondi.

— Sr. Taehyung? - gritou o porteiro.

— Sim - respondi.

— Chegou uma carta pra você, sem nenhuma identificação, mas está escrito que é pra você! - disse ele me trazendo um envelope.

— E quem trouxe até aqui? - perguntei. 

— Olha! Pra falar a verdade eu também não sei, ela apareceu aqui do nada. - disse ele.

— Ok tudo bem! Obrigado! - respondi pegando o envelope de suas mãos. 

— O que será que é? - disse Sejeong.

— Bom! Eu não sei, provavelmente é algo que eu me arrependerei de ler talvez!! Mas não posso fazer nada pra mudar o fato da minha vida estar essa bagunça! - respondi.

Entramos no elevador e subimos para o apartamento. Ao entrar, Jinyoung, Jaebum e Chanyeol estavam sentados na sala.

— Tae! Ah que bom que apareceu! - disse Jaebum.

— Gente eu preciso tomar um banho, Sejeong conte pra eles do envelope e por favor esperem eu sair do banho pra abrir! - eu disse.

Eu não estava bem, eu me sentia cansado, não fisicamente, mas mentalmente eu estava exausto de tudo isso! Toda essa história de morte, e perseguição, segredos e mentiras, isso estava me enjoando. Estava preso em correntes impossíveis de se soltar, mas eu tinha que me manter firme sabendo que era impossível! Fui para o banho e debaixo do chuveiro fiquei parado pensando em cada momento da minha vida que eu podia lembrar, cada mínimo detalhe que pudesse me ajudar a me livrar disso tudo. Depois de muito tempo e muita água indo pelo ralo, percebi que o que me prendia nisso era realmente as influências de um passado fraco e escuro, eu tinha que escrever um novo capítulo nisso tudo, mas agora não era só falar, eu tinha que agir, urgente! Me troquei e fui até a sala onde estavam todos.

— Antes de abrir esse envelope eu preciso dizer uma coisa! - eu disse na frente de todos, que imediatamente olharam para mim.

— Pode dizer Tae! - disse Jinyoung.

— Eu sei que vocês dois, Jinyoung e Jaebum tem que se manter escondidos por conta de tudo que fizeram e estão aqui para me proteger, sei que você Sejeong quer meu bem e está aqui pra me ajudar, e você Chanyeol sei que posso contar contigo para tudo! Mas eu preciso que vocês me deixem seguir com isso sozinho! Eu não quero mais nenhum amigo meu num caixão, eu não quero que vocês se sintam ameaçados por algo que eu estou causando, quero que fiquem longe disso tudo, por favor! - eu disse.

— Como assim Tae? - disse Jaebum.

— Dependendo do que tiver escrito nesse envelope, se for bom ou ruim, quero que vocês me deixem tomar as decisões a partir de agora! Cansei de ser sempre a vítima de tudo sem ao menos ter lutado, se for pra perder eu prefiro perder mesmo tendo batidode frente, e não perder por simplesmente não ter feito nada! Ok?

— A gente te entende Tae! Mas eu não sei se... - interrompi Jinyoung.

— Não! Jinyoung não! Sem MAS!! Eu decido e pronto!

Peguei o envelope que estava em cima da mesa de centro da sala e abri. Dentro dele havia um papel queimado, e nele estava escrito "Não era pra ser ele..."

— O que vocês acham que isso significa? - disse Chanyeol.

— Um papel queimado? - disse Sejeong tentando entender a lógica daquilo.

Bem abaixo do papel havia algo escrito, era um tipo de brasão. 

Vocês sabem de onde é isso? - perguntei.

Jaebum pegou o papel de minhas mãos e após ver aquele símbolo olhou para Jinyoung como se ele soubesse do que se tratava. Jinyoung pegou o papel de Jaebum e ao olhar ficou assustado com o que viu.

Eu sei de onde é! - disse Jinyoung.

Onde? - perguntou Sejeong.

A escola onde eu e Jungkook estávamos! A que explodiu! - disse ele. Por que alguém mandaria isso? 

Ele quer eu vá até lá! - eu disse.

Não Taehyung! A área da explosão foi fechada o resto da explosão não foi retirado. - disse Jinyoung com os olhos lacrimejados.

Eu não sei de vocês, mas se é pra jogar esse joguinho, beleza então! Lá vou eu! - respondi.

Tae isso é perigoso. - disse Jaebum.

Eu não estou com medo! - eu disse, saindo do apartamento.

Chanyeol e Sejeong vieram atrás de mim tentando evitar que eu fosse até aquele lugar.

Tae não vá por favor! - disse Sejeong me segurando.

O que exatamente vocês querem? Que eu fique ali sentado? Esperando mais alguém me ligar e horas depois descobrir que essa pessoa morreu? Não! - respondi. 

Então eu vou com você! - disse Chanyeol.

Então vamos os três! - disse Sejeong.

Eu não quero vocês correndo risco, eu vou sozinho! - segui meu caminho e parei em frente ao elevador. 

Vamos os cinco! - disse Jinyoung saindo do apartamento com Jaebum. Na passou da hora de acabar com isso!

Entramos os cinco no elevador e seguimos nosso caminho até a escola que Jungkook estudou.


Notas Finais


Próximos capítulo Sexta ou Domingo.

Se tiverem um tempinho, leiam minha nova fanfic: https://spiritfanfics.com/historia/wrong-cupid-9927854


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...