História Lhe enviei uma carta cheia de adesivos e corações - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Droubble, Lgbt, Literatura Feminina, Shoujo, Violencia, Yuri
Visualizações 94
Palavras 203
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Droubble, LGBT, Literatura Feminina, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


girls like girls sim e o preconceito dessas pessoas imbecis não irá impedir isto! boa leitura.

Capítulo 1 - Duas princesas que não precisam de um príncipe


lhe enviei uma carta cheia de adesivos e corações na qual eu depositei todo meu amor, palavras cursivas e descrevendo tudo que eu sentia por você. tudo que eu realmente sentia, eu dizia o quanto te amo, e o quanto eu gosto de você. mas seus brilhos no olhos se apagaram quando alguém puxou a carta da sua mão e depois a vi ser rasgada por um garoto babaca que gritava com você e dizia que duas garotas não poderiam se amar. ele começou a gritar para todos o meu amor por ti e logo depois puxou seu cabelo e disse que aquilo era ridículo e que garota é feita para garoto, claramente eu não deixaria isto impune, me levantei e dei um empurrão no garoto e logo após um soco que atingiu o nariz dele, e você me impediu de arrebentá-lo mais e fazer aquelas outras pessoas rirem mais da vergonha que ele passou, ele apanhou de uma garota que ele considerava fraca. e eu ajeitei seu cabelo, e ali eu te beijei e provei pro mundo o quanto é normal duas garotas se amarem.

duas princesas que não precisam de um príncipe para enfrentar o dragão, duas princesas que se amam.


Notas Finais


foi isso, espero que tenham gostado e vamos parar com o preconceito, né sociedade? duas garotas se amarem é tão normal quanto ver um pato e uma pata, assim como é normal todas as outras pessoas se aceitarem do jeitinho que são independente se são gays, trans, drags, travestis, assexuais, pansexuais, heterossexuais e etc, todo mundo pode sim ser feliz e viver seus "felizes para sempre" se o mundo preconceituoso no qual vivemo permitir, e eu garanto que se continuarmos a travar está luta um dia sim vamos poder sair ás ruas sem ser espancados, humilhados e até mesmo mortos. esse texto tem um meio lgbt e um meio machista se vocês notarem, eu quis retratar isto pois é isto o que acontece no dia-a-dia de muitas mulheres lésbicas e é o que eu digo; pessoas que pensam que uma pessoa se casar ou gostar de outra pessoa do mesmo sexo é incomum e bizarro, por favor, internação e área 51. o mundo já ficou colorido. espero que tenham gostado e até a próxima, beijos! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...