1. Spirit Fanfics >
  2. Lhe Trarei de Volta >
  3. Prometo Voltar!

História Lhe Trarei de Volta - Capítulo 2


Escrita por: LeeJackei

Notas do Autor


Aqui está o segundo cap

Recadinhos...

Pode conter erros ortográficos

Não copie inspire-se

Boa leitura

Capítulo 2 - Prometo Voltar!


 

Quando chegamos na nossa casa parecia que ela havia ficado ainda mais nervosa.

 

— Calma, não faremos nada se você não quiser! - digo ao lhe abraçar.

 

— Obrigada! - diz sorrindo pra mim. 

 

Por mais que estivéssemos casados, e eu querendo muito tê-la plenamente, não iria forçá-la, então vou até o quarto pegando algumas cobertas pra dormir na sala.

 

— O que está fazendo? - pergunta da porta.

 

— Estou pegando algumas coisas pra arrumar minha cama! - respondo sem parar o que fazia.

 

— Não vai dormir comigo? - seu tom era triste, franzo a testa e finalmente me viro pra ela.

 

— S-S-S/n?! - ela estava apenas com suas peças íntimas.

 

— Quer alguma coisa? - pergunta abaixando a alça da parte de cima.

 

— Amor… 

 

— Quero ser sua Jack! - diz tirando a outra alça e deixando o pano cair aos seus pés, ficando nua.

 

Eu evitava imaginá-la sem roupas pra não correr o risco de me excitar, mas agora era impossível! Já sentia meu membro pulsando querendo lhe sentir.

 

Me aproximo dela devagar observando cada parte de seu lindo corpo, pela luz do entardecer que adentrava pela janela, estendo a mão a ela pra que a mesma encurtasse o caminho entre nós. 

 

Vejo ela respirar fundo caminhando até mim, mordendo os lábios nervosa, ela para quando estava a alguns centímetros de distância, eu toquei de leve seu rosto.

 

— Se eu fizer algo que te deixe desconfortável me diga okay? - falo e ela afirma com a cabeça. 

 

Então tomo seus lábios nos meus e aproximo nossos corpos, ela arfa quando sente meu membro tocando sua intimidade mesmo que eu ainda esteja vestido. A ergo do chão lhe fazendo passar as pernas em minha cintura e sigo pra cama, sem parar o beijo, deito devagar sobre o colchão ficando por cima dela, meus lábios descem, por instinto, pra seu pescoço, minhas mãos percorrem seu corpo sentindo-a se arrepiar.

 

— Jack… - S/n geme quando beijo o vale entre seus seios deixando algumas marcas.

 

Me ergo de cima dela, a mesma puxa o lençol cobrindo seu corpo sorrio com sua ação, a pouco ela havia se despido na minha frente e agora demonstrava vergonha, tiro minha vestes e voltando pra cama.

 

— Mudou de ideia meu amor? - pergunto.

 

Entro embaixo do pano que escondia seu corpo pelos pés da cama, dou alguns beijinhos por sua perna subindo pras suas coxas ela tenta fechar as pernas, mas não consegue devido ao meu corpo estar entre elas.

 

— Relaxa amor! - beijo sua virilha ouvindo ela suspirar.

 

Vou subindo os beijos por sua barriga, dou leves beijinhos por seus seios enquanto esfregava nossas intimidades.

 

— Céus como você tá molhada!!! Delicia! - falo beijando seus lábios e sentindo ela rebolar embaixo de mim. — Eu vou colocar, você segura a minha mão! Se doer me fala que eu paro!

 

Ela assente e coloco a glande em sua entrada forçado um pouco, vejo sua expressão de dor então paro, ela respira fundo fecha os olhos se impulsionando contra mim, me fazendo entrar um pouco mais.

 

— Amor… Não faz assim! - jogo a cabeça pra trás — Você é tão apertada!!! 

 

— Desculpa.

 

— Não! - digo ao notar que ela se sentiu triste pelo meu comentário — Eu gostei! - quando ela sorri a sinto relaxar então termino de entrar nela — AHHHH! Delícia!!! - digo entredentes.

 

— Ahhhh

 

— Desculpa, tá doendo muito? - acaricio seu rosto.

 

— Agora não!

 

— Eu vou me mexer se doer me fala! - ela assente e começo a me mover devagar ela gemia baixinho, paro temendo que fosse de dor.

 

— Por que parou? - me olha desgostosa.

 

— Achei que estava te machucando! - ela sorri e rebola — Ownn - volto a me mover.

 

S/n gemia baixinho, mas eu notava que a mesma estava se esforçando pra manter nesse volume.

 

— Geme alto pra mim meu amor! Não tenha vergonha! - vou mais rápido.

 

— Jack… Jack… - a sinto contrair.

 

— Como pode me apertar assim!!! - o corpo dela estava trêmulo ela estava quase atingindo seu limite e eu também.

 

— JACK!!!! - ela grita me apertando forte.

 

— AH! - gemo rouco gozando nela. — Você tá bem? - pergunto tocando em seu rosto.

 

— Mais que bem! Podemos fazer de novo? 

 

— Você não está dolorida? - saio de dentro dela que faz uma careta. — Vou considerar isso um sim! - ela faz um bico — Teremos a vida toda pra fazermos isso minha vida! - lhe abraço por trás dando beijinhos em sua nuca, com esse carinho ela acaba dormindo e eu durmo logo em seguida.

 

Na manhã seguinte acordo antes dela, me visto e corro pra casa dos meus pais, bato apressado na porta queria voltar rápido.

 

— Jackson o que ouve? - minha mãe me pergunta quando entre depressa.

 

— Eu vim "roubar" o café da manhã! Queria fazer uma surpresa a ela, mas não sei cozinhar! - digo rindo pegando alguns pedaços de pão e umas frutas. — Bom dia mãe te amo! - beijo a bochecha dela e volto pra casa. 

 

Ao retornar ela ainda dormia, dei graças a Deus por isso, quando tinha a mesa posta vou até ela lhe chamar, a mesma sorri pra mim me beijando.

 

— Amor… Me beijar assim é covardia! Vem depois do café voltamos pra cama! 

 

Minha esposa era maravilhosa de todos os jeitos, depois que ela perdeu a vergonha comigo… Não há um lugar naquela casa onde não tenhamos nos amado.

 

Faziam oito luas desde o nosso casamento, S/n não estava se sentindo muito bem nos últimos dias, eu estava preocupado.

 

— O que foi maninho? - meu irmão diz sentando do meu lado.

 

— É a S/n. - suspiro.

 

— O que ouve?  

 

— Eu não sei! Ela não anda muito bem… - sou interrompo pelo grito dela.

 

Meu irmão e eu corremos pra casa, ela estava sentada à mesa com nossas mães e a minha cunhada.

 

— Amor… O que ouve? - procuro por qualquer coisa que a tivesse feito gritar.

 

— Estou grávida!!! - ela me conta com um sorriso.

 

Mas antes que eu pudesse expressar toda a minha felicidade com essa  notícia ouço as trombetas que avisam da chegada de representantes do imperador, eu seria convocado mais uma vez! Olho pra ela que já havia entendido tudo! 

 

— Prometo voltar! - digo pegando minha armadura e minha espada.


 


Notas Finais


Espero que tenham gostado

Bjsss estados 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...