História Liar(Vkook) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Rosé
Tags Bts, Jensoo, Jikook, Namjin, Vkook, Yoonmin
Visualizações 22
Palavras 854
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeonghaseyo. Só leiam as notas finais,e deem apoio pra fic oskay? Oskay.
Beijo e BOA LEITURA JOVEM!:)
Música do dia:The first Lie-Stranger Things
Sim,é a trilha sonora,só escuta e não reclama jovem! Agora lê. Brigaduh;-;

Capítulo 1 - Um-A primeira mentira


Fanfic / Fanfiction Liar(Vkook) - Capítulo 1 - Um-A primeira mentira

Seul,South Korea;02:43 a.m.-Kim Taehyung

Já se foram 3 drinks de Vodka. Ainda estou lúcido. Ei... Sem julgar. Todos temos que fugir da perfeição uma hora certo? E  esse é meu programa todas as sextas,na mesma balada,no mesmo banco,a mesma Vodka,tudo para afogar as mágoas e preocupações-mesmo que as mesmas dobrem no dia seguinte. Vejo pessoas se divertindo,bebendo,dançando. E eu fico pensando o motivo delas estarem aqui: pura diversão? Pressão?O mesmo motivo que eu? Com um último drink me levanto do banquinho onde me acomodei 1 hora atrás-cambaleio um pouco sentindo os efeitos da bebida-e vou para a saída onde muitas pessoas já iam entrando. Conferindo no celular a hora,vou começando a tomar rumo de casa. Mas eu esqueci que aquele horário era meio perigoso,ou seja,eu poderia ser atacado. Nunca me havia acontecido isso,mas por pura ironia do destino,um cara me abordou. O que foi lindo.
-Passa a grana palerma.
-Toma ué,engole logo oxê....- Reviro os olhos entregando tudo.
-FICOU MALUCO?? QUER TIRO É MOLEQUE???-O idiota gritou comigo fazendo-me encolher devagar.
-Obviamente ele não quer tiro. Pare de fazer perguntas bobas Soon Jung.-Uma voz veio do poste que iluminava um pedaço da rua escura.
-Você de  novo? Vai pra puta que pariu....-Pareceu revoltado sacando a arma em direção ao desconhecido.
-DESSA VEZ EU TÔ ARMADO.
-Que bom. Porque eu já tô a muito tempo.- Ele sacou a arma de dentro da calça me fazendo tremer e não saber em quem confiar.
-Atira!- O bandido pediu.
-E... Se eu não quiser?-Ele riu debochado ao terminar sua frase- Devolve as coisas pra ele e mete o pé seu satanás....-Assim o tal "Soon Jung" fez e correu sumindo.
-EI... Jovem!-Apontei para mim mesmo.
-Sim ué?-Ele riu debochado- Qual é seu nome?-Jogou seu cigarro no chão apagando as chamas ao pisar no mesmo. Pude vê-lo: Alto,esbelto,olhos castanhos,cabelos negros e pelo jeito tinha uns 25 anos talvez? Seus passos foram marcados pelo meu medo,ele tinha uma arma. Do nada,sua voz mudou daquele tom maduro para um tom doce e gentil.
-Meu nome é K-kim Taehyung....-Gaguejei um pouco por algum motivo.
-Ahh... Prazer! Sou Jeon Jungkook!-Nos revericiamos.
-Parece que precisa de companhia para ir para casa certo?
-Ah... Talvez sim...-Falei um pouco confuso.
-Vamos.-Ele se posicionou ao meu lado. Fomos andando pelas ruas escuras sob a luz do luar.
-Você é bem novinho né?-Ele sorriu enquanto olhava para mim sorrindo docemente.
-Eu tenho 23 anos....-Ri de nervoso.
-Ah..Eu tenho 24.-Errei por um ano.
-Ah...
-Faz o quê da vida?
-Faculdade de teatro.-Finalmente perdi um pouco do nervosismo que se fazia presente antes.
-Eu tranquei a minha de música.
-Por quê?
-Acho que não combina comigo, sabe?
-Entendo.-Olhei naqueles olhos brilhantes. Entretanto,chegamos a faixada da minha casa:
-Aqui certo?
-Sim!-Assenti com a cabeça que sim.
-Me dá seu número?Te achei legal!
-Tá... É aasim..
-Pode falar.
- +85 *************
-Amanhã eu te chamo no  Kakao....
-Okay. Tchau....-Acenei para ele enquanto destrancava a porta cuidadosamente para não acordar meus pais.
-Tchau...-Ele ficou me observando enquanto entrava em casa. Por sorte, meus pais dormiam como "anjos velhinhos". Tirei meus sapatos e os coloquei no armarinho da entrada de casa. Subi sorrateiramente para meu quarto,jogando-me na cama,refleti sobre o Jungkook. Eu realmente gostei da companhia dele,dá um pouco de medo,porém me sinto seguro. Desejo ser amigo dele.

[...]

Seul,South Korea;04:05 a.m.-Jeon Jungkook

Começei o ano com o pé direito. Kim Taehyung. Eu não queria conhece-lo,eu não queria o ter visto,não queria ter conversado com ele,não queria tê-lo levado para casa. Eu realmente não sei o que deu em mim para salva-lo de Soon Jung. Me joguei naquela cama sem consegui dormir ainda,mais uma merda cometida. Por algum motivo, Taehyung me lembrava minha razão de viver,Park Jimin. O primeiro e último amor de toda minha vida. Eu realmente o amava,mas ele não. Namoramos por cerca de 2 anos,até ele conhecer Yoongi. Meu mais novo amigo,que logo teve Jimin para ele. Eu não o culpo,não culpo Jimin. A verdade é que  a culpa é minha. No dia que terminamos eu fui pra uma balada,beijei homens,e cometi o maior erro da minha vida,beber demais. Brigamos feio,eu bêbado,e Jimin lúcido ouvindo minhas revelações "bombásticas". E foi assim que  consegui cortar sem querer Jimin e me machucar por entro. Para pagar minha dívida,faço um corte no pulso todos os dias,eu fumo,mas desde daquele dia,eu não bebo mais álcool nenhum. A partir de agora eu só crio amores e paixões falsos,e quebro os corações de pessoas. Lalisa foi a primeira,e agora Kim Taehyung. Peguei minha "querida lâmina de todos os dias"e fiz o corte diário. Lavei o sangue que escorria de meu pulso na água da torneira e fui tomar meus remédios pra insônia. Apaguei. Acordei com o sol iluminando meu quarto bagunçado,eram quase duas da tarde. Esquentei um Ramen rapidinho e me sentei na sala com o celular em mãos,adicionando o contato de Taehyung. Eu inventaria uma bela mentira para ele dessa vez. Sem realmente nenhuma falha como aconteceu com Lalisa. E com a primeira mensagem enviada, a mentira bem moldada começaria ali.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aquela seria a mentira mais bem moldada que eu já tinha feito na minha vida....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

u.u

;-;


Notas Finais


Continuo?
Espero que tenham gostado.... Comentem,favoritem,adicionem a biblioteca de vocês e eu "te amo vocês".:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...