História L.I.E. - Jimin Está Mentindo - Jikook - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Alfa, Bangtan Boys (BTS), Jikook, Jikook Abo, Ômega
Visualizações 54
Palavras 1.028
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Harem, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Jimin está enrascado


Fanfic / Fanfiction L.I.E. - Jimin Está Mentindo - Jikook - Capítulo 4 - Jimin está enrascado

 – Ah,...

Jimin estava prestes a começar mais uma de suas mentiras mirabolantes, um pouco mais nervoso que o habitual, mas felizmente foi salvo pelo gongo, quando seu professor entrou na sala e pediu para todos se virarem e prestar a atenção no quadro.

– Depois terminamos essa conversa Jimin. –Seolhyun disse antes de focar os olhos no professor.

Jimin sabia que estava encrencado, Seolhyun estava de olho nele, se ele desse um paço em falso... Seria pego, precisava de mais tempo para organizar seus pensamentos, por isso usou o tempo do intervalo para se esconder e criar algo... Mas pela primeira vez, não conseguiu pensar em nada, estava perdido e completamente acabado. Não tinha outra escolha, teria que fugir do país... Sim, ele sabia que era um pouco de exagero e até arriscado mas sua mãe não encontraria outra escola no meio do ano, a vida de pessoas pobres não é tão simples assim.

O Desespero chegou no seu auge quando bateu o sinal. Chegou a hora de ir embora, chegou a hora da morte,do fim, da retaliação. As duas gêmeas se grudaram uma em cada braço de Jimin, e mesmo com os protesto dele, sobre compromissos muitos rigorosose indispensáveis, elas com mais cinco alunos, alguns ômega e outros betas, levaram Jimin para um Caffee perto da mansão Jeon, Jimin viu ali sua grande chance de fugir, mas antes de ter oportunidade de arquitetar melhor o plano, foi impedido pelas Gêmeas que começaram a fazer um discurso digno  da Equipe Rocket. 

– Certo Jimin.–começou a beta das Gêmeas. 

– Essa foi uma mentira excelente –a outra Gêmea Kim completou de forma bizarra.

– Nós até acreditamos no começo. –disse a beta não deixando Jimin falar.

– Mas a questão é... Você foi descoberto. –a ômega tinha um sorriso tranquilo no rosto.

– E como nós somos simpáticos e gostamos muito de você. –Seolhyun disse de maneira ensaiada.

– Vamos deixar você confessar, pode falar prometemos não espalhar. –Junghwa trocou olhares com os outro, olhares que Jimin não sabia mas significa que amanhã toda escola ia saber.

– Vocês acham que "eu" estou mentindo?! Como é possível?! Eu nunca mentiria pra vocês. –Jimin se ofendeu por elas não terem acreditado nele, ele mentia sim, mas mentia muito bem. – Eu não inventei o Jung.

– Então porque sumiu no intervalo? Não queria vir aqui com a gente... E ninguém nunca viu ele, Jimin, nem mesmo em foto,esse Jung nunca te liga.. Todos queremos saber o porque. –Seolhyun se cansou de Jimin.

– Por que? Por que? Ora é bem simples, Jung é muito rico ele não sabe que eu tenho amigos em uma escola como a nossa, e nem vai saber. –Jimin começou a dizer sem saber onde essa conversa ia terminar enquanto olhava para o lado de fora do Caffee e reconheceu alguém.

– Mas se vocês querem mesmo ver ele, lá está. –Jimin apontou para um garoto magro, cabelos escuros, altura mediana que estudava em uma escola de elite, lindo, um pouco frio superficialmente, arrogante, porém com pessoas íntimas em momento íntimos era um amor, apontou Jeon "Jung" Kook.



°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°


– Juuung! – JungKook ouviu alguém gritar enquanto estava pela primeira vez no ano caminhando até sua casa.

– Juung Kooook! –Jungkook viu Jimin descendo as escadas de um Caffee enquanto o chamava, e parou de andar.

– Jungkook! –Jimin falou suspirando quando chegou mais perto. – Oi. –Jimin falou tocando os ombros de Jungkook com as mãos.

O único pensamento a se passar na cabeça de Jungkook era o mais puro e básico "QUÊ ?“

– Que? –Jeonkook falou e Jimin sorriu estranho, depois de alguns minutos desnorteado com a presença do ômega, Jeon reagiu. Puxou com toda a sua força os braços de Jimin para baixo o que resultou em um Jimin perdendo o equilíbrio e caindo para frente, no Jeon, como um abraço esquisito no abdómen de Jungkook.

– Você bebeu? –Jungkook perguntou e escutou alguns gritos vindo do café mas antes de ter a chance de reagir a isso também Jimin se separou do abraço passou seu braço direito pelo esquerdo de Jungkook deu um tchau em direção aos gritos e o puxou para perto do portão preto da Mansão Jeon longe da visão das pessoas que estavam no Caffee e apertou o botão que alertava os seguranças que alguém tinha chegado e esperou.

– O que exatamente foi isso? –Jungkook perguntou enquanto apertava o mesmo botão que Jimin só que por mais tempo até fazer um bip.

–Sim? –respondeu alguém no auto falante da campainha.

– Choi, mande trazerem um carrinho. –Jungkook ordenou enquanto olhava para Jimin.

– Sim senhor. –Choi respondeu antes da campainha fazer outro bip, Jungkook continuou a esperar uma resposta de Jimin.

Resposta que não recebeu, depois de alguns minutos em que nenhum dos dois pararam de se encarar o portão abriu revelando um carrinho de golfe branco e verde com dois acentos, mas os dois continuaram se encarando, e Jungkook notou o quão bem um simples uniforme caia em Jimin, a beleza desse ômega é incontestável, ainda mais com o cenholevemente franzida enquanto entortava a cabeça para o lado e dizia :

– Você não vai entrar não?

– Claro. –Jungkook impinou o nariz típico dos Jeons, sentou-se no carrinho e deu a partida, porque uma coisa que sua mãe o ensinou é que um Jeon nunca passa vergonha mas se passar... Deve agir como um Jeon, em outras palavras... De forma cruel e arrogante.

– Idiota... –Jimin sussurrou quando notou que teria que ir andando até a Mansão, mas nada ia o desanimar, ele finalmente provou para seus amigos que tinha um namorado, finalmente provou que não estava mentindo, que sorte, ele nem tinha percebido que enquanto descrevia Jung ele também descrevia Jungkook, Jungkook se encaixou perfeitamente na mentira, Jimin estava tão orgulhoso de si mesmo, agora teria paz...





Jimin teve paz, paz que durou cerca de cinco minutos até seu celular vibrar com a chegada de uma mensagem de Seolhyun.

 "Parabéns Jimin, está todo mundo acreditando em você agora, então resolvemos te dar mais uma chance única para nos apresentar formalmente a ele, sábado vamos sair em casal para  um jantar em um restaurante muito caro, apareça com seu Jung por lá, sério, dessa vez não aceitaremos desculpas."


Notas Finais


Obrigada por ler e desculpe os erros, eu fiz esse capítulo de última hora, espero que agrade.

bye ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...