História Life always surprise us;; jikook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook Cute
Visualizações 29
Palavras 2.013
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção, Fluffy, Lemon

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É uma simples one shot, ainda estou pensando em como escrever um epilgue com um lemonzinho. Perdão se as coisas acontecerem "rápidas" demais e não desistam de mim.

Capítulo 1 - Single chapter.


Fanfic / Fanfiction Life always surprise us;; jikook - Capítulo 1 - Single chapter.

Park Jimin era um garoto esforçado e inteligente. Para ele não tinha hora ruim, era sempre "para cima" e de bem com a vida. Cabeça aberta e tinha argumentos para todaa as respostas que dava.

 Em meados do ensino médio Park deu o azar que cair na pior turma de seu ano, sendo assim, o único que respondia e debatia com seus professores sobre as questões exigidas.

 O mesmo nunca havia percebido que dês de seu primeiro dia naquela turma, um moreno, alto e de cabelos escorridos nunca tirava seus olhos de Park. Sem deixar de perder até os mínimos movimentos que ele fizesse.

                               - // -

 Park estava desfrutando da paisagem que havia bem à frente de seus olhos, uma bela estante recheada de livros sobre romance que havia num canto da biblioteca da escola. Escolheu um de seus favoritos, Dom Quixote de La Mancha - Miguel de Cervantes, que pelas suas conta já deveria ter o lido umas quatro ou cinco vezes. Pegou o livro e se direcionou ao único puff que sobrará na tal biblioteca para se sentar.

 Durante a leitura do livro foi surpreendido pelo moreno de sua sala o chamando, já em um tom ou pouco menos suave, pois Park parecia estar tão concentrado em seu livro que nem escutou o garoto chamar.

- Que susto garoto! - disse Park, marcando á página do livro que estava lendo e logo o fechando.

- Me desculpe, não era minha intenção assusta-lo. - confessou.

- Tudo bem. Está me chamando faz muito tempo? Este livro me faz viajar, é como se eu estivesse vendo o filme pois consigo imaginar até os mínimos detalhes do que estou lendo.

 

- Estou o chamado não faz nem 5 minutos. - responde o moreno, encarando o chão.

- Ah, então ok. O que você queria mesmo? - pergunta Park, ainda meio confuso do porquê que aquele garoto estava querendo falar com ele.

 

- Eu queria saber se poderia me ensinar a nova matéria de matemática.

- Seria, prismas? - pergunta Park.

- Isto, prismas, era a isso que eu estava me referindo. - Diz o moreno, meio sem jeito.

- Ensino sim, mas, qual seu nome?

- Meu nome é Jungkook, Jeon Jungkook. - responde o moreno.

- a, o meu é.... - Park é surpreendido por Jungkook.

- O seu é Park Jimin, eu sei. Procurei por seu nome com relação ao espelho de classe da sala.

- Incrível, eu nunca pensaria nesta tática. - Diz Park abrindo um sorrido que fez com que seus olhos virassem duas linhas.

 

- Posso passar na sua casa à tarde? Para estudarmos? - pergunta Jeon, voltando ao assunto da matéria.

- Pode sim! Que horas mais ou menos?

- 14:30, tudo bem para você?

- Pode sim, dá tempo de terminar de ler o livro para o trabalho de história. - Diz Park, dando sua total atenção aos olhos brilhantes de Jeon.

- Tudo certo então. Obrigado por ceder seu tempo para me ajudar. - Jeon agradece.

- Claro, Jungkook.

                                  - // -

Jungkook's pov

Me preparo para ir à casa de Jimin. Vou ter que me fazer de sonso pois menti sobre não saber a matéria. Eu sei exatamente tudo sobre a mesma, isso foi apenas uma desculpinha que achei para poder me aproximar dele.

 Chegando na casa de Park, no endereço que eu já sabia por tê-lo stalkeado demasiadamente, toquei a campainha. Sou surpreendido por Park abrindo a porta apenas com uma toalha em suas partes íntimas e deixando seu abdômen totalmente à mostra, relatando que havia a recém saído do banho.

- Entre. - Park diz, com uma voz suave.

Jimin's pov

Sinto-me constrangido por ter que atender Jungkook apenas com uma toalha cobrindo meu corpo.

                                ...

Passou-se algum tempo, Jungkook já havia entendido a matéria então nos encontrávamos no sofá da sala, olhando qualquer coisa que passava na TNT.

- Hyung, qual a sensação de amar alguém? O que é o amor? Como é estar apaixonado? - Jungkook me pergunta de uma forma simples e com uma voz doce.

Confesso que fui bastante surpreendido pela pergunta dele.

- Você nunca namorou Jungkook? - Eu o pergunto, um tanto confuso pois ele já deveria, no mínimo, ter gostado de uma pessoa em algum momento.

- Eu ja namorei sim, mas era algo vazio, entende? Não estávamos juntos por amor, mas sim pela atração física, unicamente compartilhávamos beijos e amassos, sem nenhum sentimento verdadeiro. Eu nem sequer acreditava no amor. - Jungkook confessa, com um olhar cabisbaixo e um tanto curioso.

- Então Jungkook..tem pessoas que podem se apaixonar em segundos, outras podem levar meses, até anos. Algumas conseguem conquistar a pessoa amada em pouco tempo mas já outras, bem, podem levar até uma vida. Algumas desistem na primeira tentativa falha de conquista-lo (conquista-la) e outras continuam tentando até não poder mais.

 Se apaixonar e sentir suas pernas trêmulas, suas mãos soando ao ver aquela pessoa. É abrigar dentro de si o medo de fazer algo errado ou falar alguma asneira, é querer dar carinho, é como estar em um lugar cheio de gente mas você querer observar e dar atenção apenas para ela. É ensaiar ações e diálogos antes para que tudo saia perfeito, mas nunca é. É se dedicar pelo menos um pouco para aprender como ela é, seus gostos, desejos, manias, defeitos e qualidades, é querer desvendar cada mistério escondido no mesmo. Se apaixonar é querer estar sempre por perto, querer fazê-la (fazê-lo) feliz; apaixonar é como um gole de bebida, que você toma uma vez e se vicia, sempre querendo mais. - continuo - Se apaixonar é muito mais que um coração disparado e olhos brilhando, é mais do que um desejo carnal ou atração física e corporal. Se apaixonar é algo puro, o amor é algo puro, que não pode ser forçado. Ele não tem data nem horário para início muito menos para final. Se apaixonar por alguém não é algo que nós podemos escolher, ele não tem data e nem lugar, acontece gradativamente e na hora em que menos esperamos.

 

- Hyung..eu..não sei nem o que responder. - Jeon fica sem palavras para responder o meu discurso.

- Bem, Jeon, um dia você vai se apaixonar da maneira como descrevi, basta você achar a pessoa correta e que lhe faça feliz.

- Talvez eu já tenha encontrado, Jimin. Agora preciso ir, está na minha hora.

                              - // -

Jungkook's pov

Depois do que Jimin falou, me identifiquei com tudo que ele havia dito, mas em relação à ele. Estaria eu, apaixonado por Park Jimin?

                         - // -

Jimin's pov

Jungkook saiu do nada, depois do que eu falei sobre o amor ele apenas disse que talvez estaria sentindo aquilo e disse que estava na sua hora. Por que eu não paro de pensar nele? Por que eu estou ancioso para que dê logo a hora de ir para escola para vê-lo? Estou sentindo falta de seu perfume amargo misturado com um cheiro doce.

PARK JIMIN, PARE!

Ne alto repreendo por ousar pensar em estar apaixonado por Jeon, mas admito que fico pensando em quem ele se referia ao dizer "Talvez esteja sentindo isso", por quem ele estaria apaixonado?

                                - // -

Cheguei na escola n'outro dia e Jungkook me esperava na esquina.

- Hyung, podemos falta o primeiro período de aula? - ele me pergunta, me surpreendendo pois não é alguém que mata aula ou chega atrasado.

- Para fazer o que? - Pergunto.

- Eu quero te conhecer melhor, mais do que já conheço. - ele fala um pouco desajeitado.

- Jeon, podemos fazer isso á qualquer hora, não é preciso faltar algum período de aula.

- Qualquer hora, tipo, quando? - ele me pergunta dando um sorriso ladino.

- Podemos sair depois da aula, irmos ao parque e nos sertarmos no banco para conversar, até mesmo irmos á minha casa apenas.

- Podemos ir ao parque hoje depois da escola? Podemos passar no shopping e comer algo por lá antes, o que acha? - ele me faz tal proposta com o rosto rubro e parecia estar animado.

- Podemos sim, Jeon, claro que podemos.

Nos direcionamos à escola, fomos caminhando pelo caminho mas como estávamos na esquina não demorou muito para chegarmos.

 

                               - // -

Saímos da escola e fomos ao shopping, comemos um Bauru e tomamos uma Sprit. Fomos ao parque e nos sentamos em um banco que se encontrava em frente de um lago, onde dava para ver o pôr do sol nos mínimos detalhes. Nós conversamos por horas, a companhia dele é tão boa que nem vi como o tempo passou rapidamente.

Jungkook's pov

Jimin vai muito além do que eu imaginava e conhecia, ele é mais do que um menino bonito e inteligente. Ele sabe ser frágil em alguns momentos mas tão firme em outros. Eu o "conheço" faz 3 anos porém ele nunca notou minha presença. Sempre foi muito quieto e de poucos amigos e como eu era alguém muito tímido nunca tomei coragem para o chamar.

                          - // -

Jimin's pov

Já faz quase 1 ano e meio que conheço Jungkook. Nossa amizade é a melhor que poderia existir, na minha opinião. Compartilhamos tudo um com o outro, nos conhecemos melhor do que ninguém, mas eu sinto que algo a mais rola entre nós dois, sabe? A nossa química, quando estamos juntos parece que a atmosfera muda, criamos uma "bolha" onde os únicos habitantes somos nós dois. A nossa conversa flui mesmo sem assunto e eu faço questão de ligar para ele na hora de dormir e espera-lo pegar no sono, apenas para escutar o jeito com a respiração dele sai aspirada e tão calma.

Jungkook's pov

Hoje completa 1 ano e 6 meses que Jimin e eu começamos á se falar. Não achei data melhor para pedi-lo em namoro, mesmo que eu nunca tenha perguntado á ele se gostava de mim como gosto dele, ambos nos sentimos, quando estamos juntos, como ele descreveu "o que era o amor/como era estar apaixonado". Pretendo fazer algo simples mas que seja inesquecível.

Comprei um livro, o favorito dele, cortei a metade das páginas deixando um quadrado livre no meio, onde colocaria um papel escrito "quer namorar comigo" dentro. Embora eu tenha certeza que ele vá me esguelar por ter cortado boas páginas do livro, acho que vai compensar. Na parede espalhei polaroides com fotos nossas que eu mesmo havia revelado mais cedo.

Quando chegou à noite, ele parecia não desconfiar de nada quando chegou em minha casa. Quando chegamos no meu quarto entreguei o livro pra ele embrulhado em um papel de presente bem bonito. Ele me olhou um pouco curioso quando viu o livro que era pois ele já tinha ele, e eu sabia disso.

- Jeon, eu já tenho este livro, você sabe muito bem. - Ele disse.

- Eu sei, Jimin. Abra o livro.

Após abrir e ler o papelzinho seus olhos brilhavam e algumas lágrimas escorriam por suas bochechas cheinhas.

Me ajoelhei e fiz o tal pedido, que felizmente, ele aceitou.

                          - // -

O relacionamento dos dois só melhoraram. Ambos viajaram juntos para concluir a faculdade de enfermagem, nos Estados Unidos. Passaram 2 anos lá e voltaram para Busan. Compraram um apartamento no centro da cidade pois ficava mais perto da biblioteca central.

Jeon se transformou num apaixonado por livros, que nem Park, então sempre iam juntos em seu tempo livre para pegar livros novos.

Conseguiram um emprego no mesmo hospital, que, pela sorte deles, era apenas meio período e pagava bem.

Eles tinham a idéia de adotar um filhx mas arrecem tinham 23 anos, eram novos e queriam aproveitar ao máximo antes de decidir ter mais uma pessoinha para cuidar.

Nas datas comemorativas sempre iam para Seul ver seus pais, que agora moravam lá.

Ah, eles tiveram alguns problemas com as suas famílias em relação à sexualidade deles, porém, com muita conversa conseguiram os convencer que namorar outro homem não iria mudar em nada, eles ainda seriam eles mesmos.

E foi assim, eles viviam bem juntos e completavam um ao outro. Claro, haviam conflitos entre eles mas conseguiam resolve-los à base de conversa, e não aos gritos.

   

                                 - // -

Jimin: Jungkook, lembra quando disse que não acreditará no amor.

Jungkook: Sim, eu lembro.

Jimin: Dom Quixote já dizia:

 "Nunca pense que seu amor é impossível, nunca diga "eu não acredito no amor". A vida sempre nos surpreende".



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...