História Life as it is . - Capítulo 4


Escrita por:

Visualizações 21
Palavras 1.326
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, Lírica, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Orange, Poesias, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Pansexualidade, Spoilers, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 4 - O que os olhos não vê, o coração não sente.


Fanfic / Fanfiction Life as it is . - Capítulo 4 - O que os olhos não vê, o coração não sente.

O dia amanhece , eu me desperto no chão do meu quarto , ainda sentindo muitas dores da surra de ontem , porém eu já estava mais calma , ouço meu pai conversando com alguém, não pude deduzir quem era , então me levanto com dificuldades e me direciono para o banheiro, escovo meus dentes , lavo meu rosto , mas estava difícil me olhar no espelho , meus olhos estavam inchados ,consequência da noite anterior, eu não queria mais estar na minha pele . Quem sabe se eu não fosse mulher, meu pai comessase a me olhar com outros olhos. Fico me encarando meia hora dentro do banheiro até minha mãe me solicitar lá na sala .

- Beatriz, venha comprimentar o Heitor!

- já vou mãe! Só vou trocar de roupa!

Novamente em meu quarto , penso duas vezes em que roupa devo usar , deveria usar aquelas saia longas horrendas e desconfortáveis que meus pais me obrigavam a colocar ou minhas calsas super confortáveis e que eu amava , me sentia bem usando minhas camisas largas e minhas calsas meias rasgadas . Penso bem e decido ir contra minhas vontades , não queria tomar outra surra, então visto uma saia preta com uma blusa azul toda tampada que parecia mais uma burca .

- bom ! A senhora me chamou ??

- chamei filha , esse é o Heitor, filho do prefeito .

- olá! Prazer Beatriz!

- então Heitor oque te traz aqui ??

- meu pai quer que você seja minha noiva Beatriz.

- É eu já sabia !!! Mas ...Eu não quero me casar com você!! Nada contra , mas ...

- Humm.. Eu já vi você antes , na época do ensino médio, eu era louco por você, só que você só ficava andando com aqueles meninos da quadra de futebol .

- eu nunca vi você por lá!!!! Eu gosto de andar com meus amigos!!

- isso pega mal você não acha!??

- não entendi , oque tem de mais eu andar com outros meninos!!

- você é mulher, tinha que andar junto com outras meninas, tem que se preservar , que homem vai querer se casar com uma mulher que vive cercada de homens. Eu ouvi até alguns rumores sobre você!!!

- rumores sobre mim !???

- sim que você não tinha modos , que você andava igual homem!!! Que suas roupas são imorais .

- povo fofoqueiro !! Ainda dizem que vão a igreja !!! Hipócritas.

Converso um pouco com o Heitor e pude notar que ele era repuguinante , mimado pelo papai , preconceituoso, eu não sei como vou fazer para sair fora desse casamento. Sento no sofá da sala , me perco em meus próprios pensamentos , mas sou interrompida por meu pai .

- Beatriz vai conversar com seu futuro sogro menina!!!! E senta direito neste sofá!!! Que modos são esses , tá parecendo homem, sentado desse jeito.

- sim senhor ! O senhor gostou do meu trage!??

- adorei !!! Isso sim é moça de família!! Serva de Deus !

Me distâncio de meu pai, e vou comprimentar o prefeito daquela miserável cidade.

- bom dia prefeito !

- olá bom dia Renata!!! Não me chame de prefeito por favor, me chame de Alberto.

- sim senhor! Alberto!! Mas meu nome não é Renata.....é Beatriz....

- há mil desculpas Beatriz !!! E muito nome pra mim decorar!

- olha senhor prefeito , minha filha é uma moça de família, sabe cozinhar , costurar, moça pura , temente a Deus, e aí oque o senhor decide ??. ( entra meu pai na conversa ).

- bom pude perceber que sua filha tem modos , tem respeito, contrato fechado senhor Otávio! Por mim eles se casavam amanhã.

Ouço tais palavras e me sinto uma verdadeira mercadoria , meu pai estava me vendendo para o filho do prefeito com se eu não estivesse valor, em troca de popularidade, fizeram até um contrato que eu era de propriedade do Heitor. Em pleno século 21 , infelizmente uma mulher é vista como um produto , para mera procriação, e vista como uma empregada do homem. Fico pensando eva veio das costelas de Adão , podemos fazer uma analogia de que a mulher era para ser vista como o sustento , o alicerce do homem, e não como o chão que todos pisam.

Finalmente as visitas vão embora, me tranco dentro do meu quarto , matutando como ia sair desse casamento arranjado, e como eu ia continuar escondendo de meu pai que estava trabalhando.

- Mãe ??? Faz favor ??

- oque foi filha !?? Presiso de uma ajuda da senhora!??

- oque você está aprontando agora Beatriz!??

- bom ! Já faz dois anos que eu estou trabalhando escondido mãe.

- há! Agora está explicado, para onde você ia todos dias depois do almoço. Mas como eu posso ajudar filha !??

- então, meu pai vai ficar em casa essa semana toda , quero que a senhora me incubra, me ajude a sair todos dias , sem que ele perceba !!

- eu posso tentar te ajudar Beatriz, mas como que você  vai fazer pra sair com esses vizinhos fofoqueiros!?

- eu dou meu jeito, eu ja saiu dois anos sem eles me verem !!

- tabom Beatriz, mas oque que voce está fazendo com esse dinheiro !?? Ou melhor quanto que você ganha ??

- eu estou guardando esse dinheiro pra poder sair de casa , óbvio que não vai dar pra comprar uma casa, mas já da pra mim alugar um cantinho pra mim . Eu ganho 500 reais por mês mãe.

- e posso saber de que a senhorita está trabalhando !???

- sim ! Estou trabalhando em uma mercearia .

- você é doida , se isso chega aos ouvidos de seu pai !!!

- não vai chegar mãe! Essa mercearia é em outro bairro .

- mas filha você vai sair mesmo de casa !!! Você perdeu o juízo Beatriz, você já é noiva do Heitor, e outra como você vai fazer pra se sustentar somente com 500 reais me diz !??

- eu não sei mãe!! Mas eu vou dar o meu jeito, eu vou pra longe , porque não quero que esse povinho venham aqui contar pra meu pai aonde que eu estou!!!

- quer vim comigo mãe!!?? Eu prometo me desdobrar em duas pra nós sustentar!!

- não posso filha !! E teu pai!?? Vou deixa lo sozinho!??? E teu irmão, eu sei que ele já é um homem feito , mas ....

- já entendi mãe!! Você quer ficar aqui neste círculo vicioso, e eu entendo ,você ama meu pai , ele te ama também, está nítido isso , o problema dessa casa sou eu né!!!

- você não é um problema filha!!! Nos te amamos !

Que amor é esse mãe que machuca ! Que homilia, me fala ?? Eu não posso me casar com aquele tal de Heitor, ho rapaz irritante!! Ele ficou me dizendo oque as pessoas diziam sobre mim no ensino médio, a senhora acredita!???

- acredito né Beatriz!! Oque ele disse que estavam falando de você!??

- ele falou que o povo comentava sobre meu jeito de andar meio masculino , sobre minhas roupas " imorais " ....blá blá, blá....

- filha , mas é mentira !!?? Você nunca andava com meninas , sempre com aqueles garotos esquisitos , e sobre suas roupas não vou falar mais nada !! Você nunca me apresentou um namorado!?? Sempre focada em jogar futebol , e em estudar, pelo menos isso , você sempre foi estudiosa.

- assim..... a senhora quer que eu te apresente alguém, mas como, meu pai só  faltava aniquilar os meninos que chegava perto de mim. 


- oque vocês duas tanto conversão enfurnada dentro deste quarto , vem fazer logo esse almoço Larissa!!

- nada Otávio, já estou indo fazer o almoço!!

- vem filha , lavar aquelas roupas que estão no tanque para mim!!!








Notas Finais


Será que vai dar certo a fuga de Beatriz, curiosos , oque estão achando..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...