História Life As We Know It - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens Jackson, Mark, Personagens Originais
Tags Comedia Romantica, Got7, Jackson, Mark, Originais, Romance
Visualizações 5
Palavras 2.466
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii galerinha ^^
Perdoem pela demora, eu tive alguns imprevistos com o computador e atrasou todo o meu cronograma da fic, mas já resolvi e vou normalizar tudo o mais breve possível!
Trouxe mais um capitulo lindinho pra vocês e espero que gostem!!
Sem mais delongas, boa leitura!
Ps: Comentem o que acham por favor!

Capítulo 2 - Everything Has Its Price


Fanfic / Fanfiction Life As We Know It - Capítulo 2 - Everything Has Its Price


Athena cuspiu na cara de Jackson toda a água que estava em sua boca deixando ambos sem ação, até que ela pegou alguns guardanapos e enxugou o rosto daquele na sua frente.
- Você ficou maluco? – Continuou. – Levanta daí agora e guarda esse anel 
-  Eu sei que é loucura, mas você precisa me ajudar, eu não posso chegar lá e dizer que não estou noivo, você sabe disso. – Contou ele.
- Jackson eu não posso fingir ser sua noiva, sua família inteira me conhece, eu não poderia enganar todo mundo desse jeito. – Rebateu ela.
- Athena, eu entendo o seu lado, mas você é minha melhor chance, como você disse, minha família inteira te conhece e você sabe tudo sobre mim e eu sei tudo sobre você, não vê? É o disfarce perfeito! – Continuou. – Athena, eu já decepcionei meus pais várias vezes, eu já deveria estar casado e com no mínimo dois filhos e olha que só tenho 24 anos, mas não, eu estou solteiro e desesperado pela sua ajuda. 
A morena ficou em silêncio e apenas absorveu tudo aquilo enquanto olhava para a face desesperada de seu velho amigo.
- Wang eu não sei se sou capaz de fazer isso. – Respondeu ela.
- Uma semana. É tudo que eu te peço, uma única semana em Hong Kong comigo. – Disse ele. – Por favor Athena, pega esse anel, você é minha melhor amiga e melhor chance, me ajuda.
- Tudo bem... eu aceito. – Disse ela.
- Isso! Muito obrigado. Athena salvando minha pele desde sempre. – Disse ele colocando o anel no dedo da moça.
- Apenas por uma semana e nada mais. – Disse ela apontando para ele.
- Tudo bem, apenas uma semana, é tudo o que eu preciso. – Respondeu ele.
Athena encarou o anel e soltou uma gargalhada dando um tapa no braço de Jackson que retribuiu com um abraço forte e caloroso a levantando no ar fazendo as pessoas ao redor aplaudirem a cena que acabara de acontecer. 
- Eu sou muito grato por tudo que você fez e faz por mim. – Disse ele.
- Eu sou sua melhor amiga, sua parceira de crime, sempre vou te cobrir! -  Respondeu ela. – Mas e agora? O que nós fazemos?
- Acho que temos que embarcar. – Falou ele olhando o relógio. – Eu só vou pagar a conta e te encontro lá fora.
Athena concordou com a cabeça e saiu da cafeteria, do lado de fora ela encarava o anel perdida em seus pensamentos.
- Nossa isso deve ter custado uma grana alta. – Falou ela contando os diamantes do anel. – O divórcio seria bem vantajoso. 
- Nem nos casamos e você já quer se divorciar de mim? – Disse ele atrás dela.
Ambos riram da situação até que foram interrompidos por uma figura que não era desconhecida por Athena.
- Quando pretendia me contar que estava noiva? – Perguntou.
- Jess... Quanto tempo... que infelicidade te encontrar por aqui. – Rebateu Athena.
Jess era uma antiga companheira de turma de Athena, nunca se deram bem já que Jess era o verdadeiro significado da palavra ‘vadia’ no sentido de ser uma pessoa sem escrúpulos. 
- Faz muito tempo mesmo, mas me diz, quando vai se casar? Ainda está com aquele frentista? Como que era o nome dele mesmo? – Falou Jess.
- O nome dele é Josh e não, eu não vou me casar com ele. – Respondeu Athena.
- Então começou a brincar de noivado? Quanto pagou por esse anel? Aposto que não é de verdade. – Disse Jess.
- Na verdade é cravado de diamante e o principal tem 18 quilates em um corte princesa. – Continuou Jackson. – Devo admitir que não foi barato, mas não devemos falar de preços aqui, acabei de pedi-la em casamento, planejava algo mais romântico, mas não tive tempo por causa do trabalho. A propósito eu me chamo Jackson Wang.
- Jackson Wang? Wang? Da Wang Technology? – Questionou ela.  
- O próprio. – Respondeu Athena.
O silêncio se fez presente mais uma vez e uma sensação estranha tomou conta de Jess, em um sorriso falso ela acenou pra aqueles na sua frente e se virou pra sair.
- Jess mantenha contato, te mandarei um convite para o casamento, se cuide! – Disse Athena acenando.
Jackson olhou pra Athena fizeram um highfive e se viraram para sair dali. Antes que pudesse se sentar para esperar o voo, Violet se manifestou.
- Senhor eu não tenho controle e nem permissão para servir a srta. Athena, devo invadir o sistema do celular dela? – Questionou Violet.
- Não Violet, ficou doida? É só pedir antes. – Rebateu ele.
- Eu acredito que eu não possa enlouquecer senhor, não tenho essa função. – Disse Violet
- Conversando com a assistente ainda? – Continuou Athena. – O que ela precisa pedir? 
- Ela quer invadir seu celular porque ela não tem permissão para entrar em contato com você e assim te servir. – Explicou ele.
- Nossa... se eu der a permissão que ela quer, ela vai poder ligar a câmera do meu celular? Ela vai conseguir me vigiar? – Questionou Athena.
- Eerr... Vai..., mas você não precisa dar a permissão pra ela se não quiser, a Violet foi criada pra servir minhas necessidades e daqueles ao meu redor como meus pais, o Mark e agora você. – Falou ele.
- Legal! Dê a permissão a ela, sempre quis ter uma assistente virtual. – Rebateu.
- Como quiser. – Continuou. – Violet, controle o celular da Athena, você agora também pode servir a ela. 
- Como quiser senhor. – Continuou. – Seja bem-vinda srta. Athena, parabéns pelo noivado.
- Obrigada Violet. – Respondeu. 
Após alguns minutos de espera eles caminharam em direção ao portão de partida do aeroporto, ambos entregaram os documentos e foram guiados pra a pista de partida para entrar no jato particular da Wang Technology. Foi uma viagem demorada sem muita conversa já que ambos estavam cansados de seu dia exaustivo de trabalho e outros afazeres. Algumas horas depois eles chegaram em seu destino, Hong Kong, como esperado o Mark estava no aeroporto esperando seu velho amigo Jackson, que depois de passar pela revista e pelo balcão de imigração, seguiu em direção a saída com os olhos atentos na multidão de pessoas aguardando a chegada de alguns e sentindo a partida de outros.
Mark avistou Jackson e levantou os braços para que este pudesse ver e seguir ao seu encontro, e assim foi feito, Jackson avistou Mark e seguiu em sua direção com Athena logo ao seu lado.
- Jackson! – Disse Mark abraçando seu amigo.
- Mark! Devo admitir que estava com saudades de você também. – Respondeu Jackson retribuindo o abraço.
- Mark seu filho da mãe miserável, como pode sumir por todo esse tempo sem nem deixar uma carta? – Questionou Athena agredindo o mais velho.
- Athena? É realmente você? Minha nossa quanto tempo. – Rebateu Mark abraçando a mulher. – Desculpe por sumir daquele jeito, eu não queria mais atrapalhar a vida de vocês.
- Você faz parte da nossa equipe, nunca mais fomos os mesmo sem você por perto, até porque o infeliz aqui se entupiu de trabalho e esqueceu que tinha amigos. – Disse ela batendo no braço de Jackson.
- Mas me diz, o que te traz a Hong Kong? Férias? – Questionou Mark.
Jackson e Athena se entreolharam e ficaram em silêncio, mesmo assim a resposta estava estampada na cara de ambos.
- Não acredito nisso... Isso vai dar merda, muita merda. – Falou Mark.
- Não tive outra escolha e pare de falar que vai dar merda, ninguém vai descobrir, só precisamos de uma semana aqui, até comprei um anel pra ela. – Respondeu Jackson puxando a mão daquela que estava ao seu lado.
- Vale salientar que eu fui contra isso, mas ele fez cara de cachorro caído da mudança e eu tive que aceitar, além do mais uma semana em Hong Kong com todas as despesas paga pelo sr. Wang, eu não negaria nem em sonho. – Explicou Athena olhando o anel.
- Eu não vou comentar nada até ver onde isso vai dar, vamos andando porque seus pais já estão te esperando. – Falou Mark.
Os três seguiram até a porta de saída do aeroporto internacional de Hong Kong e entraram no carro do Mark que estava estacionado bem perto. Seguiram para o shopping ao invés de irem para casa dos pais de Jackson, Athena precisava trocar suas roupas e comprar algumas peças extras para a ocasião que estava para enfrentar.
Passaram por algumas lojas de roupa e compraram algumas coisas, tudo pago com o cartão do Jackson. Mark apenas assistia seu amigo sentado em uma das poltronas da loja e suspirar a cada peça de roupa que Athena tirava da arara de roupas, desviou o olhar por alguns segundo e avistou um possível problema, a ex namorada do Jackson estava pra entrar naquela mesma loja, ele sabia que Jackson ainda não havia superado o término por conta da vontade de seus pais, portanto correu para “preparar o terreno”.
- Eu nem casei ainda e ela já está me dando prejuízos enormes. – Continuou. – Athena querida, precisamos ir. 
- Jackson nós precisamos sair daqui. – Disse ele olhando para porta da loja.
- Acredite, é a única coisa que eu quero fazer! – Exclamou ele. – Athena por favor, nós precisamos ir.
Mark estava inquieto e Jackson pôde perceber isso, mas ainda estava tentando apressar as coisas com Athena.
- Athena! Eu vou te deixar aqui sozinha. – Disse exaltado. – Querida pelo amor de deus, saia desse provador, já paguei as roupas que escolheu e os sapatos que colocou aqui, o que mais você está fazendo aí?
Mark cutucou o braço de Jackson para que ele ficasse quieto e assim passasse despercebido, mas foi em vão, ele continuou gritando Athena pela loja.
- Jackson... pelo amor de deus vamos embora, sério cara. – Disse Mark.
- Se você conseguir fazer a Athena sair desse provador eu serei o primeiro a sair dessa loja. – Falou ele passando a mão pelos fios desarrumados do cabelo castanho.
Antes que pudesse impedir o reencontro trágico, Eliza veio se aproximando dos dois, Mark tentou chamar a atenção do amigo para outra direção, mas já era tarde demais, Eliza já estava atrás de Jackson.
- Jackson? – Falou Eliza.
Jackson ficou estatelado no lugar, um frio subia pela sua espinha, era como se ele estivesse enfeitiçado, ele conhecia o timbre daquela voz, mas queria só sumir, queria apenas correr, pena que era tarde demais para isso. Mark passou a mão na cabeça e virou as costas, precisava planejar alguma coisa para tirar seu amigo daquela situação, correu para o provador e saiu sussurrando por Athena em cada provador fechado.
- Athena? Athena eu preciso de sua ajuda, Jackson precisa de sua ajuda. – Continuou. – Athena... eu vou entrar... está vestida? Espero que sim.
Mark abriu os provadores até encontrar Athena, que estava caída no chão.
- Athena? Athena? Acorda Athena! – Falou Mark sacodindo-a.
Sem pensar duas vezes ele correu para chamar Jackson que ainda estava sem reação conversando com Eliza.
- Jackson por que você nunca mais me ligou? Não é porque seus pais impediram nosso namoro que você tinha que cortar todo tipo de comunicação comigo. – Disse Eliza. 
- Eu sinto muito... – Respondeu ele.
- JACKSON! – Continuou Mark. – A Athena… ta apagada lá no provador. 
- O QUÊ? – Rebateu ele.
Jackson correu em direção aos provadores e se deparou com Athena rodeada por atendentes tentando acorda-la. 
- Athena! Qual é, acorda Athena! – Disse Jackson sacodindo aquela desacordada na sua frente.
- O senhor a conhece? – Questionou uma das atendentes. 
- Ele é o noivo dela! – Continuou Mark. – Jackson precisamos leva-la pro hospital agora.
Jackson carregou Athena e rumaram para a saída do shopping. 
Entraram no carro e Jackson foi ao lado daquela que estava desacordada. Chegaram no hospital mais próximo e entraram na emergência, Athena foi colocada na maca e levada, Mark foi fazer a ficha dela enquanto Jackson esperava por notícias. Enquanto aguardava sentado na recepção, Eliza se aproximou mais uma vez.
- Você nos seguiu até aqui? – Questionou Jackson.
- Eu ainda não terminei de falar com você e você não respondeu minha pergunta. – Rebateu ela. 
- O que mais você quer saber? Já não é obvio o suficiente? Meus pais nos separaram e foi melhor assim Eliza. – Rebateu ele.
- Nossa... você mudou tanto... – continuou ela. – Até está noivo...
- Eliza... eu... – Antes que pudesse terminar a frase, Jackson foi interrompido pelo celular que estava tocando, pegou o aparelho do bolso e era uma ligação de sua mãe, ele precisava atender.
- Mãe! – Disse ele atendendo o celular.
- Jackson! Onde você está? Já deveria ter chegado a um tempo, seu voo atrasou? 
- Eu sei mãe, me perdoe, é que eu tive que vir para o hospital. 
- Hospital? Está tudo bem com você meu filho? 
- Comigo sim, é que Athena passou mal e desmaiou, mas logo estaremos aí, só preciso esperar ela acordar. 
- Athena? Porque ela está com você? 
- Vai descobrir em breve.
Jackson continuou com sua mãe na linha, mas logo seria interrompido pelo médico que atendeu Athena, com um olhar sereno e uma prancheta na mão o médico se aproximou de Jackson que estava de costas ainda falando no telefone. Mark veio logo atrás com uma cara nada feliz e com as mãos na cabeça.
- Sr. Wang? – Disse o médico.
- Só um momento mãe. – Continuou ele. – Eu. Espero que sejam notícias boas sobre o estado da Athena, o que aconteceu com ela?
- O estado dela agora é estável, mas eu aconselho que ela faça alguns exames, o coração dela não é um dos melhores. – Disse o médico.
- Claro doutor, providenciarei novas consultas logo, mais alguma coisa? – Perguntou Jackson.
- Claro que não, o que mais você quer? né doutor. – Disse Mark pulando na frente de Jackson.
- Mark, você enlouqueceu? Sai da frente cara eu estou conversando ainda. – Falou o moreno empurrando seu amigo para o lado.
- Enfim, parabéns sr. Wang. – Continuou. – Ela está grávida, aproximadamente 13 á 16 semanas já, equivalente a 4 meses de gestação. 
- GRÁVIDA? – Gritou Jackson.
- GRÁVIDA? O QUE? JACKSON?
Jackson olhou para o celular e voltou a falar com sua me que gritava do outro lado da linha. 
- Grávida? Quem disse grávida? Tá louca mãe?
- Você disse “grávida” quem está grávida? 
- Ninguém ué... foi um cara que gritou aqui do meu lado. Mãe eu preciso desligar, a Athena está acordada e nós precisamos ir para casa né.
- Mas Jackson, Jackson espera...
- Até logo mãe, beijo.
O moreno desligou a ligação, colocou o celular no bolso e voltou a atenção pra Mark que estava sentado no banco de espera com a mão no pescoço.
Jackson sabia que tudo poderia piorar a partir dali, mas sabia também que teria um pequena possibilidade de tudo melhorar, estava tudo jogado ao destino agora.
 


Notas Finais


Espero muito que tenham gostado e se não curtiram ou acham que tem muitos erros eu peço desculpas e peço também que deixem nos comentários para que eu possa trazer um capitulo melhor na próxima atualização.
Beijos e até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...