História Life is Strange - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Justin Bieber
Visualizações 6
Palavras 1.237
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey pessoas que me conhecem e que não conhecem! Na boa? Bom, essa fanfic tá na minha cabeça a muuuito tempo, e eu ficava pensando na personagem, ia ser a Avril como sempre faço, mas decidi renovar e colocar a Marie, porque eu amoo a Octávia de The 100 ^^

Agora, eu queria muito pedir o apoio de vocês com essa fanfic, tenho muitas espectativas com ela, se você gostou por favor de a sua opinião, é muito importante!
Agora, sem mais especulações, o capítulo♥

PS:. Justin Bieber Fanfiction.

Capítulo 1 - Prologue


Fanfic / Fanfiction Life is Strange - Capítulo 1 - Prologue

Point Of View Alison Cyrus

Que garota não sonhou alguma vez na vida em ser irmã da Hannah Montana? Ou qual não sonhou em viver todo santo dia com ela?

Eu nunca. Mas justo eu tenho esse papel. Miley Ray Cyrus; estrela pop, atriz, dançarina, e também... Minha irmã mais velha. Podem me chamar de ingrata ou mal agradecida, mas acredite, por mais que eu ame minha irmã, a pior coisa que existe é ser sua sombra.

É como se eu não tivesse nome, dificilmente as pessoas falam "Oi Alison!" ou  "O que anda fazendo Alison?"

Pelo contrário, é sempre: "Ei, é a irmã da Miley Cyrus!"

Não tenho identidade própria. Sou apenas a irmã de Miley. Sem personalidade. Sem vida. Sem nada. Infelizmente é o fardo que carrego. Mas não posso reclamar da minha vida, então apenas aceito esse fato.

Mentira.

Talvez a rebeldia tenha me dominado com o tempo, mas tento segurar ela quando possível. Hoje é o último dia de aula do meu 2° ano do segundo grau. Eu tenho 17 anos, já que cabulei tanta aula ano passado... Acho que mau cheguei a ir uma semana na escola, acabei reprovada. Meus pais quiseram convencer o diretor a me dar uma prova e me fazer passar, mas ele não quis, meu histórico não é dos melhores. Eu poderia estar me formando e já vazando daqui, mas foi meio burro da minha parte. Meus amigos estão dando "bye bye" para a escola e eu aqui sabendo que tenho o ano que vem inteiro ainda.

Estaciono a moto numa vaga e logo ligo o alarme dela, pondo a chave no bolso do macacão. Vou em direção ao ginásio, de onde escuto gritos, cheguei atrasada.

— Ei, Ali! Se atrasou! — Assim que eu adentro o ginásio, Jack¹ corre para cá. — Eu queria que estivesse aqui para jogar aquele chapéu pontudo na sua cara!

— Porque não aproveitou e enfiou no seu... 

— ...LIIIIS! — Uma voz fina me interrompe, pulando nas minhas costas. — Finalmente, achei que não ia aparecer!

— Só um minutinho amor. — Solto ela sorrindo falso e olho de novo para Jack. — No seu cú! — Virei para Anna² novamente. — Pronto, agora pode falar.

Ela me olhou sério por alguns segundos, até começar a rir escandalosamente, eu acabei por impulso rindo do mesmo jeito e Jack não ficou para trás. Logo todos nos olhavam assustados como se fôssemos loucos. Meu celular começa a tocar.

— Alô? — Atendo mas não dava para ouvir pois ninguém calava a boca. — Um minuto. — Bufo no celular indo até o palco instalado lá e pego o microfone. — Aí, gazelas! Podem calar a boca 5 minutos? Obrigada. — Praticamente gritei no microfone e todos os olhares se voltaram para mim, pasmos e confusos. Revirei os olhos e foquei no celular. — Pode falar.

— O que aprontou, Sis? — Era Miley, eu não havia olhado o identificador de chamadas.

— Ah, oi Miles, qual foi? — Burlei sua pergunta, querendo ir direto ao ponto. Não gosto de ficar enrolando no telefone.

— Pode dar uma passada aqui no Venice B Skate? Eu tô aqui sozinha agora que a Ashley foi embora. — Ela disse com voz chorosa. — E eu quero aproveitar o tempo que me resta aqui com a minha sis, vou entrar em turnê semana que vem.

— Dramática... Chego aí em 10 minutos. — Desliguei antes mesmo de sua resposta e pulei para descer do palco, quase me quebrei mas tá valendo.

Caminhei dentre os olhares curiosos e fui até Anna e Jack. Passei meus braços sobre os ombros dos dois, já que se encontravam de costas para mim.

— Então cambada... Já vou indo. Miles tá enchendo o saco. — Sorri irônica olhando eles.

— Quê!? Mas você acabou de chegar! — Reclamou Anna, fazendo biquinho.

— É, eu sei, mas vocês... É, vocês não conhecem a Miles, mas posso dizer que é uma chata. — Eu disse, cruzando os braços e ficando de frente para eles.

— Lógico que não conhecemos, você faz questão de nos chamar justo quando ela não esta em casa! — Disse Jack, revirando os olhos com uma cara de criança birrenta.

— É... Tchau seus bobocas. — Beijei uma bochecha de cada um e corri ginásio a fora.

Eu não gosto de falar sobre isso com eles. Nunca apresentei meus amigos para a Miles, porque não gostaria de ser conhecida até por eles como irmã da Miley Cyrus. Não falo isso a eles pois sei que vão negar, sempre negam, mas no fim acabam esquecendo da Alison, e só conseguem lembrar da irmã da estrela pop.

Desliguei a moto, peguei o skate grudado no suporte e caminhei a passos calmos até a entrada de Venice B. Skate. Quando eu estava chegando, notei uma multidão, com o que parecia um pouco mais de 100 pessoas. É estranho... Continuo caminhando, tentei andar entre aquele oceano de pessoas, mas era difícil, tão difícil quanto remar a direção contrária em uma maré alta.

Quando estava prestes a entrar, um brutamontes que parecia um armário se pôs a minha frente. Que porra tá acontecendo?!

— Ei! Saí da minha frente! — Bati no peito dele, tentando empurrar ele, mas ele não se mexia. — Que caralhos você não entendeu?!!

— O Sr. Bieber não permitiu a passagem de ninguém. — Ele disse como se fosse um robô.

— Bieber!? Justin Bieber?! Aquele viado tá aqui? — Arregalei os olhos. — BIEBER SEU PUTO, ME DEIXA PASSAR! 

Eu vi os armários se olharem entre sí, pareciam estranhar meu comportamento, mas ao longe vi Kenny, chefe dos seguranças, se aproximando. 

— Ali's! — Ele sorriu acenando e fez um sinal para que os armários me deixassem passar. — Quanto tempo! — Ele me abraçou e eu retribui.

— Como vai, Kennedy! — Eu adorava esse apelido. — Então aquele viado anda por aqui e nem m3 avisou?

— Chegamos agora, por isso sua irmã te ligou. — Ele deu de ombros. — Por aqui. — Fui com ele até o centro da pista.

— Então Justin Bieber mandou interditar meu parque de skate favorito pra errar um Flip Twist!? — Falei alto vendo ele quase cair enquanto me aproximava. Vi ele sorrir largo, com aquele sorriso de sempre.

— Olha minha Cyrus favorita! — Ele venho até mim me abraçar. — Ouvi Miley gritar um "Ei!" para o comentário de Bieber.

— Acho que vou ter que te ensinar a fazer manobras direito, andou enferrujando Bieber. — Sorri de canto, vendo o skate jogado no chão.

— Acho que não vai dar tempo disso acontecer antes de eu vazar, capto rápido mas nem tanto. — Ele riu descontraído.

— Porque? Vai ficar quanto tempo? — Virei a cabeça para o lado, sem entender.

— 3 dias. O avião chega quarta de manhã aqui. — Tinha um tom descontente em sua voz.

— Sério!? Vou te ver só 3 dias??! Faz quase 1 ano que eu não te via! — Reclamei. — Agora mais o que? 4 meses?

— Não... Podemos nos ver todos os dias se... Você aceitar o que eu vim propor. — Ele sorriu.

— O que? Vai me pedir em casamento?! Porque eu já disse que sou comprometida com Leonardo DiCaprio. — Levantei as mãos.

— Ah, não, essa eu sei que não daria certo. — Fingiu um suspiro de derrota. — Que tal você viajar comigo e com Miley dessa vez? Quer ir com a gente na turnê!? — Ele perguntou animado.

— Eu... — Pela primeira vez em anos, eu não sabia o que responder.



Notas Finais


¹= https://goo.gl/images/iN9i3f
²= https://goo.gl/images/KDAZzU

Espero que gostem e please deixem sua opinião e o que pode melhorar! Beijo. ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...