História Life Of Fame - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Cameron Dallas, Demi Lovato, Fifth Harmony, Justin Bieber, Little Mix, Miley Cyrus, Nick Jonas, One Direction, Selena Gomez
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Miley Cyrus, Nick Jonas, Normani Hamilton, Perrie Edwards, Selena Gomez
Tags Demi, Demi Lovato, Fama, Lesbian For Demi, Romance
Visualizações 249
Palavras 1.659
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Orange, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heyy amores! Desculpem pela demora! Mas está aí mais um cap para vcs! <3

Boa leitura e sorry pelos erros!

Capítulo 21 - I love you


Demi Lovato Point Of View 


Acordei com uma dor de cabeça desgraçada e me lembrei do ocorrido de ontem. Abri os olhos vendo a Alessia dormindo tranquilamente. Me levantei com todo esforço possível e fui tomar um banho gelado. Após não muito tempo, vesti uma short jeans e uma blusa long da (S/n) e desci vendo a Lauren e meu sangue ferveu assim que Taylor entrou em minha visão. Não estava nem um pouco afim de discutir agora, então desci todos os degraus da escada.

- Bom dia Lauren - Segui caminho a cozinha mas senti alguém me segurar.

Me virei dando de cara com a Taylor.

- Demi eu quero te pedir desculpas - Arqueei uma sombrancelha. - Pode achar o que quiser mas... Eu simplesmente estava tão vidrada dm voltar com a (S/n) que acabei te prejudicando... Eu estou profundamente arrrependida do que fizessem e pretendo consertar isso com a ajuda de vocês. - Falou e eu a olhei sem entender.

- O que você fez? - Perguntei.

- Ajudei no sequestro da (S/n) - Falou e eu a olhei surpresa. - Olha, eu sei onde ela está e a gente pode tira-lá de lá - Tentou se explicar.

- Não estou acreditando, como você pôde fazer um negócio desses? - A perguntei indignada.

- Ela está bem ok? A idéia foi do Wilmer - Arregalei os olhos surpresa - Ele a sequestrou por que ele pensa que você ainda é dele e ele te quer de volta - Falou. 

- Acreditou nisso Lauren? - A perguntei. 

- Sim, é verdade - Lauren falou dando de ombros lamentando.

- Podemos ir buscar-lá - Taylor opinou.

Suspirei pesado e fui para a cozinha encontrando a Camila e a Dinah.

- Dormiu bem anjo? - Camila perguntou.

- Até que sim... - Falei enquanto pegava suco na jarra e colocava no copo.

- Olha aqui, fiz para você - Dinah me entregou um prato com uma tapioca.

Comecei a comer revirando os olhos de prazer, estava muito bom.

- Tá bom né!? - Camila perguntou e eu assenti de boca cheia.

- Receita da (S/n) - Dinah falou observando um caderno azul de receitas.

Parei de comer ficando pensativa.

- Hey Demi, vai ficar tudo bem - Dinah falou e senti sua mão acareciar meu ombro. - A (S/n) está bem, não fique mal... Por ela - Suspirei pesado e voltei a comer.

- Vou na casa do Wilmer - Falei assim que terminei de comer e as duas me olharam de olhos arregalados.

- Calma Demi - Camila falou.

Me levantei indo até o quarto da (S/n) e pegando meu celular, colocando uma de minhas calças que estava lá. Soltei meu cabelo e coloquei um tênis da Adidas e sai do quarto. Desci as escadas rapidamente passando pelas meninas.

- Demi me espera - Lauren falou.

Fui até o William e pedi para que o mesmo me levasse até o local e ele assentiu. Entrei no carro e logo vi Lauren entrar pelo outro lado. Ela fechou a porta ofegante por correr atrás de mim.

- Poderia me esperar - Falou me olhando.

- Vocês não iriam deixar eu sair mesmo - Dei de ombros.

Depois de pouco tempo chegamos a casa de Wilmsr e eu saí do carro indo em passos rápidos ao grande portão. Apertei a campainha e logo ouvi a sua voz no interfone.

- Quem é? 

Sou eu, Demi - Falei brevemente.

- Opa, pode entrar - Revirei os olhos e vi o portão ser aberto.

Entrei novamente no carro e William entrou com o mesmo no grande quintal. Parou em frente a porta principal e eu desci do carro ouvindo um "Vou ficar aqui" da Lauren. Wilmer estava apoiado na porta, com as mãos no bolso de sua bermuda jeans azul clara e mantinha um sorriso debochado no rosto. Fui até a ele.

- Sou eu quem você quer? Aqui estou eu - Falei e ele soltou uma risada sacana.

- Fazendo de tudo para "Salvar" - Fez aspas com os dedos - Sua namoradinha né? 

- Wilmer solta ela, ela não tem nada haver com nossa história - Falei tentando converce-lo.

Se aproximou de mim e pegou em minha cintura deixando nossos corpos próximos. Suspirei pesado me segurando para não tirar as mãos dele de mim. Dei um sorriso falso e ele se separou de mim.

- Wilmer... - Ele me olhou enquanto eu me aproximava dele. - Eu quero ficar com você... - Chantagem emocional é a melhor coisa pra um cara trouxa como ele - Mas só se você soltar ela. - Olhei em seus olhos.

- Não sou trouxa Demetria, você não me engana mais - Falou se jogando no sofá. 

- Acha que estou mentindo? - Sentei em seu colo deixando minhas pernas dobradas e ele me olhou não acreditando no que eu estava fazendo. - Estou falando sério... - Sussurrei em seu ouvido e pisquei para Lauren e ela assentiu saindo dali.

- Wilmer eu... - Ouvi uma voz masculina e olhei para trás vendo um homem moreno e alto sem camisa. - Terminei meu trabalho, com licença - Engoli a seco nem querendo imaginar que trabalho era esse.

O vi sair dali e olhei para Wilmer.

- Não liga não meu amor, continua com o que você estava falando - Falou e era nítida a excitação em sua voz.

- Se você soltar a (S/n), a gente vai poder ficar em paz... - Falei e ele me olhou.

- Meu amor... Eu não quero vocês duas juntas.

- Você pode ser preso com isso! E você sendo preso, não vai poder se aproveitar de mim - Falei com uma voz provocante e passei a mão por seus ombros.

- É verdade... - Pegou em minha cintura me aproximando mais dele me fazendo sentir seu volume. Começou a beijar meu pescoço. 

- Então você solta ela e eu fico com vocês ok? - Perguntei ignorando seus beijos e vi Lauren aparecer ali.

Ela fez sinal com a mão e vi sua boca se formar em chave. Entendi o recado.

- Amor... Me passa tudo, pra você ficar livre - Ele me olhou inseguro.

- Só se você deixar eu te foder aqui mesmo - Falou apertando a minha cintura e vi Lairen fazer cara de nojo.

- Claro... - Meu ajoelhei em cima dele e coloquei a mão em seu bolso tirando sua carteira e a coloquei com cima de uma espécie de mesa que tinha atrás do sofá. 

Coloquei a mão em seu bolso e senti um bolo de chaves e peguei colocando no mesmo lugar junto a carteira logo vendo Lauren a pegar e sair dali indo a mesma direção de antes. Ele me pegou no colo me deitando no sofá e ficou entre minhas pernas. Coloquei meus treinos de luta em ação e envolvi forte minhas pernas nas dele e invertinossas posições nos fazendo rodar e fazer com que nós dois caissemos no chão e eu ficasse por cima de joelhos. Peguei seus braços e coloquei meus joelhos por cima o impossibilitando de se movimentar. Me aproximei dele.

- Acho que o jogo virou não é mesmo? - Perguntei e ele me olhou com raiva.

- Sua vadi... - Não completou a frase pois eu havia pego um controle de televisão e dado na cara dele o fazendo desmaiar.

Me levantei e fui tentei seguir Lauren, indo pelo corredor que ela havia entrado.

Me veio um nervoso misturado com medo dos pés a cabeça quando ouvi um som de choro. Segui o som e vi (S/n) de sutiã e calcinha com o corpo todo marcado e vi Lauren colocar uma blusa nela. Suspirei pesado tentando conter minhas lágrimas. Corri até a ela que apenas me olhou.


- Ai meu amor, eu não queria te ver nesse estado - A abracei quando ela já estava com a blusa.

- Vamos sair daqui logo - Lauren falou.

- Minha... Minha perna tá doendo muito - (S/n) Falou com a voz fraca.

- Consegue levantar amor? - A perguntei.

- Só com... Com uma perna - Falou entre soluços. 

- Vem eu te ajudo - Peguei em seu braço a ajudando a se levantar.

Peguei em sua cintura e ela envolveu seus braços em meu pescoço. 

- Me abraça com sua perna boa - Falei e ela fez o que pedi.

A peguei no colo abraçando a sua cintura e segurando sua perna que estava doendo.

- Vamos - Falei voltando ao local de antes, passando pelo corredor.

Passamos pela sala vendo Wilmer começar a acordar. Vi Lauren apertar o botão para abrir o portãoe logo fui para o carro sendo ajudada por William. Sentei (S/n) no banco e entrei com Lauren pelo outro lado.

- Vai rápido William - Lauren falou assim que fechou a porta.

Logo William avançou e segundos depois já estávamos fora da casa. Olhei para (S/n) que aparentava estar fraca. Vi seu rosto molhado por causa do suor e passei a mão por sua testa vendo a mesma ferver de tão quente. 


- Ela está queimando de febre - Falei para a Lauren. - Vai ficar tudo bem amor... - Falei para (S/n) que me olhava mesmo com os seus olhos um pouco fechados. Acareciei seu rosto.

- Vamos para o hospital - Lauren falou.

- Demi... - Ouvi a voz fraca e baixa da (S/n) a olhei rapidamente. - Eu te amo - Falou em português e senti meus olhos se encherem de lágrimas. 

- Meu amor eu também te amo - Acareciei seu rosto e peguei em sua mão acariciando a mesma.

Passei a mão por sua boca que estava suada e depositei um beijo nela. Foi correspondido com muita calma, mas foi. Era o beijo mais lento que eu havia dado nela. Sua língua estava totalmente sem o gosto de antes, mas mesmo assim era possível sentir a deliciosa sensação da sua língua se envolvendo com a minha. Separei o beijo dando selinhos nela e ela sorriu fraco.

Chegamos ao hospital e William havia entrado com o carro na garagem das ambulâncias. Logo depois que ele chamou, vi cinco funcionários médicos virem com uma maca. A pegaram e a colocaram na maca e a levaram para dentro do hospital. Suspirei pesado.











Notas Finais


Espero que tenham gostado! <3

Obrigada pelos favs meu amores! Amo vcs 💙

Twitter: @Vitorivato
Instagram: @Vitorivato


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...