História Life of the Party - Shawn Mendes and Jade Picon - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Canadá, Clichê, Drama, Jade Picon, Magcon, Opostos, Romance, Shawn Mendes, Youtuber
Visualizações 176
Palavras 2.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora, estou meio sem tempo esses dias..
Espero que gostem!

Capítulo 5 - Four: Pan Brigadier


P.D.V de Jade:

 

 - Então você quer ficar no hotel em vez de ir ao estúdio comigo? – perguntou minha mãe.

 É de manhã, daqui a pouco ela sai para trabalhar com Emma e toda a equipe. Minha mãe veio ao meu quarto (e do Shawn) me chamar para ir com ela fazer vários nadas no estúdio.

 Ela não dizia que não queria me ver sozinha? Então, no hotel nunca vou ficar sozinha e além disso vou poder sair do tédio e quem sabe gravar vídeo..

 - Isso, eu fico no hotel você trabalha – eu disse sorrindo.

 Ela suspirou e pareceu pensativa.

 - Mônica? – perguntou Emma do lado de fora do quarto – As meninas e o Shawn já estão lá em baixo, a Jade vai?

- Certo, já estou indo – respondeu ela – E quanto a Jade..

 Mamãe pensou mais um pouco.

 Aqueles segundo pareciam uma eternidade e estavam prestes a decidir minha “liberdade” dos próximos dias.

 - Ela vai ficar no hotel – respondeu minha mãe sorrindo.

 - Ok! – gritou Emma do corredor.

 Eu sorri:

 - Valeu!

 Ela beijou minha testa e fez uma cara de brava:

 - Se você aprontar já sabe.. Se cuida.

 Minha mãe saiu o quarto e finalmente fiquei sozinha.

 Deitei na cama de novo, não estava com fome para tomar café da manhã. Coloquei minha playlist no Spotify, Everday da Ariana Grande começou a tocar, eu dancei, cantei e dei um show no quarto. Quase me senti feliz, quase me senti em casa, quase esqueci tudo que me faz mal. Quase.

 Fiquei fazendo coisas que costumava fazer no meu quarto, assisti alguns episódios de The Walking Dead e..

 Meu celular começou a tocar, era minha mãe;

 - Alô? – eu atendi.

 - Oi filha, como está indo? – perguntou ela – Está tudo bem?

 - Está sim – eu respondi.

 Bem a cara da minha mãe ligar de vez em quando ara saber se eu não coloquei fogo em alguma coisa.

 - É.. o Shawn quer falar com você – disse ela para a minha surpresa – Foi por isso que liguei.

 O Shawn? Querer falar comigo? Mas.. Porque?

 - Comigo? – eu perguntei curiosa – Porque?

 - Espera.. Eu vou passar para ele – disse ela.

Eu estranhei, esperei alguns longos segundos e uma voz ecoou do outro lado da linha.

 - Jade? – era Shawn – Preciso conversar com você.

 - Já está conversando – eu disse grossa – Fala logo.

 Ele não disse nada, ficou quieto por muito tempo.

Mais tempo.

 Um pouco mais.

 - Desculpa, mas vou devolver o telefone para a sua mãe e ligar do meu – ele disse.

 - Está bem – eu espondi.

 Ele desligou a ligação e eu não entendi nada, nada mesmo.

 Minutos se passaram e nada dele ligar. Nem sinal de Shawn.

 Tentei deixar isso para lá mais não consegui, sou curiosa e fiquei pensando no que ele queria falar comigo.. Não consegui não pensar nisso.

 Meia hora se passou.

 Quarenta minutos.

 Quarenta e sete minutos.

 Meu celular tocou, número desconhecido, atendi.

 - Shawn? – perguntei.

 - Sou eu – ele respondeu.

 Suspirei aliviada. Pelo menos minha curiosidade sumiria de vez agora.

 - Diga o que é tão importante assim – eu disse.

 - Então.. Ah.. Eu..

 - Diga, diga – eu disse ficando nervosa por ele enrolar – O que você queria dizer?

 Sem resposta, apenas outro silêncio, outros segundos de espera.

 - Olha – eu comecei a aumentar o tom – Se for para me ligar só para ficar com o telefone na orelha e não dizer nada.. Não precisa não tá?

 - Desculpa é que.. – Shawn parou de falar de repente.

 - Desculpa o que? – perguntei.

 Outros segundos sem resposta .

 Estava prestes a desligar a ligação quando a porta do quarto se abriu de repente revelando.. Shawn?

 Mas ele não estava no estúdio? Ué..

Shawn parecia transtornado, estava claramente mal.

 - O que foi? – eu perguntei.

 Ele olhou para mim e correu feito uma criança pra a mãe, correu para me abraçar.

 Fiquei sem reação, ele é x cm mais alto que eu e além disso não estou acostumada a abraçar pessoas assim, normalmente isso é com fãs e elas estão sorrindo em vez de chorar..

 Espera..

 Aí meu Deus, Shawn está chorando.

 O abracei de volta e ficamos assim por um tempão. Tentei sair do abraço, mas ele me apertava forte o suficiente para eu saber que ele não queria aquilo.

 Ele finalmente se soltou de mim e sentou em sua cama.

 - Agora me conta o que aconteceu – eu disse me sentando na minha ficando de frente para el.

 - O..Mike.. Ele..

 Fudeu, o velho da lanchonete morreu!

 - Ele morreu? – eu perguntei – Meus pêsames para vo..

 - Não! Ele não morreu! – Shawn gritou como se quisesse espantar esse tipo de pensamento – Ele está com câncer!

 Certo, me segurei para não dizer que isso é quase uma sentença de morte.

 - Minha família está em Pickering – ele começou a dizer – Quando comecei a fazer shows, Emma decidiu que ficaríamos em um hotel em Toronto, mesmo que minha cidade seja a vinte minutos daqui, seria mais trabalhoso. Faz pouco mais de um ano que não estou tendo uma vida normal e Louise, minha assistente, se tornou uma grande amiga. Com o tempo ela me levou ara conhecer Mike, seu tio e.. Bom, Mike é o mais próximo que tenho de um pai aqui.

 Procurei algo mais animado para dizer com “Calma, nem todo mundo que fica com câncer morre”, mas minha pequena experiência com a doença me fazia pensar o contrário.

 Lembro do marido de Regina, minha babá da infância. Ele teve um câncer maligno no fígado e não resistiu, mesmo com os meus pais pagando todo o tratamento para ele. Não há dinheiro no mundo que mude a morte.

 - Talvez.. Talvez ele consiga resistir! – eu disse tentando anima-lo – Sabe.. Muitas pessoas fazem o tratamento e se recuperam..

 Nem eu acreditava no que estava dizendo, mas Shawn estava tão abalado que nem percebeu a pouca fé que eu mesma tinha sob minhas palavras.

 - Sim, acho que você tem razão – disse ele se levantando – Devo focar em pensamentos positivos e não pensar que talvez ele tenha apenas mais alguns meses de vida e..

 Shawn começou a chorar de novo.

 Não sou boa em consolar pessoas.. Não mesmo. Mas eu sei muito bem que se ele ficar no quarto chorando o dia todo, não vai ajudar nada.

 - Shawn – eu disse me levantando – Você não pode chorar e nem sofrer agora. Seja forte, Mike precisa do seu apoio. Como vai apoiar alguém assim?

 - Sim.. Você está certa – ele disse para em seguida respirar fundo – Obrigado.

 Ontem Shawn fez eu me sentir melhor com música. Algo que ele sabe fazer muito bem.

 Apesar de ser youtuber tenho outros talentos. Algo que só uma brasileira sabe fazer e que faz qualquer um se sentir melhor.

 - Shawn – eu disse sorrindo – Já comeu brigadeiro?

 - Brigo o que? – ele perguntou confuso.

 Aquilo daria trabalho, mas arraste Shawn para fora do quarto e...

 

P.D.V de Shawn:

 - Com licença.. Como hospede do hotel eu posso usar a cozinha? – perguntou Jade para a recepcionista.

 A mulher olhou para Jade coo se ela fosse louca e confesso que eu também.

 Pelo o que eu entendi, Jade quer fazer alguma coisa para eu comer.

 - Não, é para isso que temos cozinheiros e chefes de cozinha, se quiser comer alguma coisa pode pedir o serviço de quarto, senhorita!

 Jade fez uma cara de cachorrinho abandonado para a mulher.

 - Posso usar a cozinha? Prometo que vai ser rapidinho e..

 - Sinto muito senhorita.. hã.. Picon – disse a mulher – Mas não podemos abrir a cozinha para hospedes.

 As duas ficaram discutindo por um tempão e pude perceber que o nome da mulher é Hazel.

 Jade começou a ficar nervosa de verdade (como fazia com quase tudo) e fez uma cara amarrada.

 - Olha aqui.. Hazel.. Você sabe com quem você está falando? – perguntou intimidando a morena atrás do balcão – Eu e Shawn somos pessoas famosas, se quisermos, com apenas uma postagem nas redes sociais destruímos esse hotel. Então se não quiser me deixar usar a cozinha eu entendo, mas vou fazer meus inscritos entenderem também.

 Hazel fez uma cara de assustada e logo deu um sorriso largo:

 - Isso não será necessário, vou chamar o gerente, você vai usar a cozinha em alguns minutos.

 Jade sorriu satisfeita.

 - Porque quer usar a cozinha? – eu perguntei confuso.

 - Espere aí Shawn, você vai ver!

 Jade correu para  elevador feito The Flash.

 - EU JÁ VOLTO TA? ME ESPERE AQUI!! – ela gritou.

 Esperei por cerca de sete minutos, quando Jade aparece com algo que parece caixas pequenas de leite.

 - Está pronto para comer o melhor doce da sua vida?

 

                                                ###

 

P.D.V  de Olivia:

 

 - Onde o Shawn foi?? – perguntou minha mãe desesperada – Onde esse menino está??

 - Ele deve ter saído para pensar um pouco, eu contei a ele sobre o meu tio – disse Louise.

 - Ah, então é por isso que ele queria falar com a Jade? – perguntou Mônica.

 - Espera.. Ele quis falar com a Jade? – perguntou minha mãe.

Enquanto ouvia as três adultas conversarem sobre o paradeiro de Shawn eu tentava juntar as peças.

 - Mandei uma mensagem para a Jade perguntando se ela sabe onde Shawn está – disse Mônica.

 - Shawn ficou bem abalado quando eu lhe disse que meu tio Mike estava com câncer, deve ter procurado algum tipo de apoio ou só saído para esfriar a cabeça – comentou Louise.

 - Jade me respondeu – disse Mônica olhando o celular – Shawn está com ela no hotel, os dois vão vir para cá logo.

 Opa bebê!

 Shawn está com Jade.. Shawn procurou apoio em Jade! Meu shipp está vivo!

 Abri o Twitter e digitei animada:

 “Shade is real! OTP!! The new miss Mendes” - @livbrown

 Um dia eles vão casar.. Só tô avisando.

 

P.DV de Shawn:

 

Jade fez o tal do brigadeiro, comi o “creme de chocolate” e é realmente muito bom.

 - Shawn, vamos para o estúdio. Já se acalmou não é?

 - Sim, vamos.

 Para não chamar atenção pedimos um Uber e ficamos esperando na frente do hotel, péssima ideia.

 - Aí meu Deus é Shawn Mendes!! – gritou uma menina na rua.

 Ela e as amigas correram para nós.

 - Nossa, nem acredito que estou te vendo, sou muito sua fã! – disse outra.

 - Tira uma foto comigo? – disse uma loira.

 Eu tirei foto com todas e autografei uma revista.

 Depois de tudo aquilo uma das meninas ficou encarando Jade.

 - Você é a menina que xingou ele em uma live né? – disse a fã brava – Quem você pensa que é?

 Jade foi responder a menina, mas eu a cortei antes que pudesse fazer besteira.

 - Aquilo foi um mau entendido, Jade é minha amiga agora – eu disse passando os braços em volta dela – Não há motivos para isso.

 Umas duas meninas se olharam.

 - Posso tirar uma selfie com os dois? – perguntou uma menina baixinha que estava quieta até então.

 - Sim – eu disse.

 A menina tirou o celular do bolso e eu e Jade nos abraçamos para a foto.

 Logo o nosso Uber chegou, nos despedimos da meninas e entramos no carro.]

 - Aposto que aquela menina não é minha fã, mas vou considerar essa a minha primeira foto com um fã aqui no Canadá. É a primeira vez que alguém me reconhece e nem é pelo meu trabalho – riu Jade.

 - Só te reconheceram por causa de mim – eu disse rindo também – Sua fama aqui é minha culpa tá?

 - Ui, desculpa artista internacional, mas fui eu que te dei mais fama no Brasil – disse Jade – Agora além de Shawn Mendes o cantor canadense, você é conhecido como Shawn Mendes, o inimigo de Jade Picon. A famosa, bonita e talentosa youtuber.

 Rimos muito, era engraçado falar de como achavam que nos odiamos.

 - Sim, porque você é minha inimiga mortal, não conseguimos nem ficar no mesmo cômodo.

 - Eu te odeio por... Por que acham que eu te odeio mesmo? – perguntou Jade.

 Explodimos em uma risada novamente.

 A risada de Jade era estranha, ela ria sem som e eu ria mais ainda por isso.

Naquele momento, eu não lembrei de Mike.

Apesar de nos conhecermos a poucos dias, eu queria conversar com alguém que não me conhece o suficiente, Jade foi a pessoa perfeita pra me ajudar. Mas procura-la foi a melhor coisa que fiz, pois ali naquele momento vi em Jade uma amiga que poderia confiar e uma amizade que estava prestes a nascer.


Notas Finais


Fiz com carinho, comentem o que acharam <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...