1. Spirit Fanfics >
  2. Ligados Por Vidas Passadas >
  3. Capítulo II.

História Ligados Por Vidas Passadas - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


quem ler até o final ganha um moranguinho.

Capítulo 2 - Capítulo II.


Fanfic / Fanfiction Ligados Por Vidas Passadas - Capítulo 2 - Capítulo II.

Ponto de Vista Naruto


Meus olhos se tornaram pesados e ficou cada vez mais difícil me manter acordado. Senti minha consciência se esvaindo as poucos e tudo escureceu. 


Acordei com uma forte dor de cabeça. Tudo doía para falar a verdade. Era uma sala vermelha, luzes apontavam para mim, eu estava preso. Minhas mãos algemadas, orelhas de gato em minha cabeça e uma coleira. Eu sentia o vento arrepiar o meu corpo, eu estava...pelado? Arregalo os olhos ao perceber a situação vergonhosa que me encontrava, olhei para frente e vi várias pessoas me observando com desejo, eu senti minhas bochechas ficarem violentamente ruborizadas.


Como alguém pode fazer isso com o próprio filho? Me sinto sujo, o que eu fiz pra merecer isso? Me tratam como um animalzinho prestes a ser adotado. É assim que me vêem? Eu sou um humano e tenhos sentimentos, é tão errado assim querer ser feliz? Sem nem perceber começo a chorar. Minha visão esta embaçada por conta das lágrimas, me sinto morto, qual o motivo para continuar vivendo? É isso? A vida é assim? Cheia de dor e sofrimento? Eu queria tanto estar no seu colo mamãe, como naqueles dias que você cantava pra mim e afagava meus cabelos. 


"naze akai?

Yuube kanashii yume wo mita

Naite hanashita

Akai me yo"


Kushina cantava enquanto acariciava os fios loiros do pequeno Uzumaki. Naruto se sentia livre e feliz no colo da mãe, sentia como se tudo fosse possível, como se seus sonhos pudessem se tornar reais. Como se valesse a pena estar vivo.

Seu coração se aquecia a cada palavra recitada por sua progenitora, sentia-se leve, amado e protegido. Gostaria de congelar esse momento para sempre.


- Mamãe. - O pequeno chamou a ruiva que parou de cantar para ouvir seu filho.


- Sim? - Kushina continua a acariciar as madeixas loiras de Naruto, enquanto olhava aquelas orbes azul safira.


- Eu quero ser como você quando eu crescer. 


A ruiva arregalou os olhos e parou de massagear a cabeça do menor, mas sorriu gentilmente em seguida e voltou com o carinho. 


- Ah é? Você quer ser como a mamãe? 


- Sim, Sim! - O garotinho sorria de orelha a orelha. - Como eu faço pra ser igual a você?


- Meu amor, você não pode ser igual a mim, bobinho. - Kushina tocou a ponta do nariz de Naruto com o indicador.


- Sério? Mas, por que mamãe? Você é a melhor mãe, quero ser como você! 


- Querido, você tem que ser como o Naruto. 


- Mas, eu sou o Naruto, mamãe, você está ficando doidinha? 


Kushina soltou uma risada e disse 


- Não, meu amor, estou querendo dizer que tem que ser você mesmo. Você é incrivel, meu bebê.


- Mas, eu nunca serei como você.


- Você irá ser melhor, você já é. 


Naruto arregalou seus olhinhos brilhantes e sorriu.


- Mamãe, eu te amo.


- Eu te amo, pequeno. Agora durma, está bem? 


"naze mayou?

Kieta warashi wo sagashiteru

Dakara kanashii yume wo miru"


Tudo escureceu.


Sinto tanto sua falta, mãe. Me pergunto se está orgulhosa de ver seu filho assim. Eu não queria estar aqui, mamãe. Isso é embaraçoso. Me sinto triste e violado, estão olhando pra mim e eu gostaria de sair correndo, mas minhas pernas estão presas. Mamãe, a senhora disse que me ajudaria. Por favor, me ajude mamãe. Está doendo tanto o meu coração.


- Naruto. Abra seus olhos. 


Que voz é essa? Quem está aí? Quem é você? Me diz?


- Sou eu Naruto, olhe pra mim.


Abro meus olhos e percebo que estou em um lugar brilhante, não estava mais preso e nem haviam pessoas olhando o meu corpo como se eu fosse um objeto. Ao olhar para frente, vejo uma figura ruiva, me olhando com aqueles tão conhecidos olhos azuis. 


- M-mamãe? - Minha visão novamente se embaça, claro, as lágrimas não estão mais a meu controle. Será que eu estou morto?


- Querido, sou eu, eu disse que te ajud-


A Uzumaki foi cortada ao sentir um corpo junto ao seu, sentiu bochechas quentinhas e molhadas no seu pescoço, braços em sua cintura a abraçando. 


- Mãe, eu morri? 


- Claro que não seu bobo! Estou aqui pra te ajudar, meu amor. 


- Você vai me tirar daqui mamãe? - Uma onda de esperança passa pelo meu corpo, me deixando feliz.


- Infelizmente não posso fazer isso. Querido, seu destino foi escrito a muito tempo. Você encontrará a resposta a suas perguntas aqui, só vou guiar você. Sei que está sofrendo, meu bem, mas, você encontrará uma pessoa especial hoje, suas almas estão ligadas. 


- Mãe, do que você está falando? Almas ligadas? - Eu realmente não entendo nada, ela está falando a minha língua? Mas, estou tão feliz de ver ela, sinto que meu coração vai explodir! 


- Você irá entender, Naruto, mas não se desespere, como eu já disse, a Deusa do Amor está olhando por você. E Eu também - Sinto uma mão quente em meus cabelos os acariciando, e depois de anos senti uma paz acolhedora.


- Eu te amo, meu filho.


- Eu também te amo.


Tudo escureceu.


- Eu pago 55 milhões por ele.


Fui tirado de meus devaneios ao ouvir uma voz rouca e grossa ao mesmo tempo. Olho em direção ao som mas não sei exatamente quem falou isso, são tantas pessoas. 55 milhões? Por mim? 


- 55 MILHÕES? ALGUÉM DÁ MAIS? NÃO? 1, 2, 3 E VENDIDO AO SR. UCHIHA.


Sinto mãos me puxando e sou tirado daquela sala vermelha, me sinto aliviado por sair de lá, mas esse alívio se torna medo por saber que fui vendido. Quem é você, Uchiha?






Notas Finais


parabéns! aqui está seu moranguinho
🍓

lembrando que está fanfic também está disponível no wattpad!
https://my.w.tt/76uUP9EpJ7
me siga no twitter: (@venusbaka): https://twitter.com/venusbaka?s=09


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...