1. Spirit Fanfics >
  2. Light Us: Crazy and Crazy >
  3. Capítulo 11

História Light Us: Crazy and Crazy - Capítulo 12


Escrita por: tinyllgye

Notas do Autor


OPA PASSANDO PRA AVISAR QUE A PARTIR DO CAP 13/14! TERÁ FOTOS DE COMO ELES ESTARIAM VESTIDOS PARA CERTA OCASIÃO!

Capítulo 12 - Capítulo 11


 

Voltando para a cidade, o caos reinava ali em todos os cantos que se podem imaginar, Hyeon após voltar a vida tinha seus planos, acabar com a vida dos que ferraram com a sua, mandar nos humanos, era um pensamento diferente de antigamente onde queria matar a todos e se satisfazia bastante com o atual, enquanto sua irmã poderia comandar no mundo imortal ele poderia com o mortal, algo que Lee Kwan nunca cogitou em fazer por ser idiota o suficiente e pensar somente em guerras desconexas, ele ria ao ver cada expressão e pedido de misericórdia dos humanos, mas Hyeon sabia que ainda não estava ganha esta batalha, o mesmo viu Seoho passando por ele mas sem fazer nada.

— Sigam-no... — mandou em baixo tom e assentiram.

— Senhor, veja quem veio recebê-lo na sua volta — um dos homens falou e o Lee se virou para olhá-lo, um sorriso mínimo brotou em seus lábios.

— A quanto tempo... — olhou para os 4 vampiros e o único humano ali.

— Como? Você devia estar...

— Morto? — interrompeu Ravn que não tinha uma boa expressão no rosto — digamos que, estão a favor de mim... e também — desviou o olhar para Xion — eu vou adorar acabar com a vidinha de seu recém imortal do jeito que ele acabou com a minha.

— Está falando de mim? É claro que está, boa sorte — debochou o Son e Dongmyeong lhe deu um tapa em sua cabeça pela sua forma de agir deixando o irmão irritado, Hyeon por outro lado, internamente ele já tinha sua vontade de matá-los.

— Seoho... ele precisa da gente sim, eu já falei isso — disse Xion saindo dali afastando aqueles cujo eram seus adversários, e o maior deles os deixou passar, vingança era um prato que come frio e no momento estava pegando fogo, observou os vampiros e sorriu puxando o humano pelos cabelos os fazendo parar.

— Ahn — Myeong gemeu de dor ao ter seus cabelos puxados daquele maneira, Hwanwoong em um passo rápido segurou no braço inimigo com força fazendo este o soltar.

— Não seja estúpido se quer ter uma boa briga — lançou-lhe um olhar ameaçador e saíram dali de vez.

Correram até sua antiga casa, não era mais a mesma, definitivamente estava abandonada ninguém mais se importava com as palavras escritas naquele livros antigos, se algo fosse escrito ali que mudasse o futuro deles, eles mesmos mudavam eram donos da própria "vida".

— Seoho! — Xion gritou subindo até aquele andar que mesmo depois de anos e agora sendo um deles, ainda lhe causava calafrios.

— Dongju? — saiu do mesmo — o que fazem aqui? — perguntou olhando para os amigos.

— O que você está fazendo? — Youngjo perguntou.

— Deixa disso — o Son interrompeu o Kim — ela pegou ele, não pegou? — falou vendo o lee abaixar o olhar — sabia...

— Não te contamos nada, como soube? — perguntou o olhando.

— Parece que ele ler a gente e consegue ver o que aconteceu... — respondeu Hwan.

— Gente... — Myeong começou a falar — lá fora ta uma bagunça, se alguma coisa acontecer com CyA, eu acabo com aquele vampiro de merda — disse irritado.

— Quer ver se ele ta bem? — Ravn perguntou e este assentiu — vamos então, Leedo e Xion ajudem Seoho no que ele precisar.

— Vamos fingir que nem era isso que viemos fazer por aqui — Dongju sorriu forçado — Jo revirou os olhos e logo ele junto de Myeong e Hwan saíram dali.

— Hyeon é nossa menor preocupação, temos que ajudar Keonhee primeiro e acabar com isso de uma vez — o vampiro dizia — o que veio procurar?

— Informações sobre o culpado de tudo isso... Lee Miya.

— A irmã de Hyeon? Ela não estava desaparecida? — perguntou Leedo um pouco incrédulo.

— Ela parece desaparecida para você? O que sabe sobre a mesma? — perguntou também já que o Kim mudou de expressão ao citar o nome da vampira — eles o conhecem muito bem pelo visto — eu preciso achar o livro que diz sobre ela, falaremos mais desse assunto longe dos que estão nos vigiando agora — sussurrou.

— Temo o que podem fazer com Keonhee — disse Xion.

— O possível para não o matar, ainda... Uma nova lua de sangue... oh não — sussurrou frustrado em pensamentos — Sem hwasa não podemos impedir de uma nova lua sangrenta acontecer — falou o Lee.

— É só irmos até a mesma — Leedo deu de ombros, mas o silêncio o fez olhar rápido para o amigo — não...

— Miya chegou antes...

— Impossível que só tenha Hwasa nesse mundo que seja capaz de impedir uma lua de sangue — o Son falou.

— Vamos pegar o que preciso e falaremos disso depois — assentiram e adentraram no quarto procurando de vez alguma espécie de livro — é o mais velho e empoeirado, certeza — falava enquanto olhava as prateleiras.

— Keonhee acabaria com a gente se visse a bagunça que deixamos aqui...

— Esse quarto deixou de ser um segredo à algumas semanas — responde o Lee.

— Que saco, ainda me lembro daquele dia — falou não muito feliz — como durou tanto esse namoro de vocês ein? — perguntou o mais novo.

— Não é hora de conversa boba Xion, foco... achei — pegou o que queria, realmente dentre todos os livros dali ele era o mais antigo — vamos sair daqui.

Lá fora, os inimigos os vigiavam e se esconderam ao que os três vampiros saíam daquela casa esta que no mesmo momento começou a pegar fogo, aos poucos todas as lembranças, boa ou ruins que viveram ali passariam a ser cinzas e se certificaram de que nenhum objeto que poderia ser de valor para mãos inimigas ficassem com rastros de utilidade.

— Meu senhor — um dos seguidores de Hyeon se aproximou dele — eles queimaram a casa, impossível entrar, o quarto onde estavam o que necessitavas não tinha janelas, apenas uma única porta, mas era impossível entrar no mesmo — falou se ajoelhando sem olhar para o outro.

— Malditos! — levantou-se furioso — você siga eles, e não os permite que o capture, vá.

— Sim senhor... — sumiu, Hyeon olhava para todos os cantos pensativo, um sorriso diabólico surgiu em seus lábios.

— Você — apontou para uma vampira — como se chama?

— Soyeon — respondeu a mesma.

— Soyeon, quero que vá até o Clã Lee e capture a anciã deles, uma bruxa não combina com um monta de vampiros, vá! — e então a mulher sumiu, atrás de sua missão.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...