1. Spirit Fanfics >
  2. Lightning Rod - SUPERFLASH (ArrowVerse's Fanwork) >
  3. Uma visita aos Super's

História Lightning Rod - SUPERFLASH (ArrowVerse's Fanwork) - Capítulo 22


Escrita por:


Capítulo 22 - Uma visita aos Super's


O sol já incomodava a quem ainda se encontrava deitado na cama e Barry Allen não era diferente, ele levantou-se da cama que compartilha com a sua amada, Kara Danvers, e saiu silenciosamente do quarto. Rapidamente o velocista foi até à cozinha e preparou um café e uma montanha de panquecas para o pequeno almoço, pouco depois de ter a comida na mesa ele ouviu a sua namorada a chegar ao local.

Kara (espreguiçando-se e levemente irritada): Tu ias comer panquecas sem mim, Barr?

Barry (nervosamente): Claro que não, eu nunca faria tal coisa. Kara, meu amor, tu sabes que eu jamais comeria às escondidas.

Kara (de modo sarcástico e sentando-se à frente de Barry): Sim, eu sei.

Após uma leve risada de ambos, comeram satisfatoriamente a refeição e logo vestiram umas roupas casuais pois preparavam-se para sair numa visita à família de Clark.

Barry (penteando o seu cabelo): O Clark está em Smallville?

Kara (abraçando Barry por trás e sorrindo): Ele, a Lois, o Jon e, também, o Kon. Estão todos na fazenda à nossa espera, senhor Allen.

Barry sorriu e pegou na sua namorada em estilo de noiva e acelerou tão rapidamente que nem num piscar de olhos o casal já tinha chegado em frente à fazenda da família Kent, os dois se aproximaram da casa onde Kal-El vivia com a sua esposa e tocaram à campainha.

Lois (abrindo a porta): Kara, Barry. Bom dia, entrem!

O casal mais jovem entrou e, rapidamente, se deparou com o homem que era o Superman, o clone do próprio Homem do Amanhã e o filho do kryptoniano com a jornalista renomada do Daily Planet.

Clark logo cumprimentou Barry e Kara, de seguida Conner fez o mesmo… Jon apenas abraçou o casal carinhosamente.

Kara (curiosamente): Então qual é a verdadeira razão de nos ligarem? Algo se passou, Kal?

Clark (esfregando a parte traseira do pescoço): Não é nada, nós apenas já soubemos o que vai acontecer com o Barry e queríamos falar sobre isso. Tem que haver outra maneira.

Barry (negativamente abanava a cabeça): Não, Clark, não. Tu não podes fazer-me mudar de opinião, ninguém pode mudar o meu destino, nem mesmo tu.

Todos olharam para Barry de maneira preocupada, ele aparentava já ter aceitado a sua morte e nada iria fazer para ir contra isso, não parecia o mesmo Barry Allen que conheciam há tanto tempo. Clark então aproximou-se do velocista e pôs-lhe a mão por cima do ombro de modo a ter total atenção por parte do herói meta-humano.

Clark (calmamente): Barry, eu sei que o trabalho de herói nunca acaba e temos de tomar decisões difíceis em prol do bem estar de todas as pessoas mas o que achas que as pessoas que te amam vão sentir após o teu sacrifício?

Barry (suspirando pesadamente): Clark, tu achas que eu não penso nisso? Eu não quero deixar a Kara mas há um problema… se eu não me sacrificar ela não vai ter um mundo onde viver, eu não posso-me pôr à frente de tantas outras vidas.

Kara não aguentava mais ouvir sobre o assunto do sacrifício do amor da sua vida e então foi para o exterior da moradia e Lois a seguiu junto com Jon, Barry percebeu isso e logo ficou irritado consigo mesmo.

Barry (ignorando olhar para Clark ou Conner): Vocês os dois não tentem usar a Kara contra mim, a decisão não vai mudar. O Mon-El também tentou mudar a minha opinião e ele realmente fez o máximo para que pela Kara eu mudasse de ideia, não funcionou.

Conner (encarando Barry de maneira amigável): O Wally já sabe? Toda a tua equipa original já sabe, certo?

Barry (sorrindo levemente): Nós dissemos-lhes ontem, vocês devem ter sido informados de alguma forma.

Clark (cruzando os braços): Foi o próprio Cisco que me ligou, ele achou necessário e não o culpes, era puro choque.

Lois entretanto regressou para dentro da moradia e falou para que Barry fosse falar com Kara pois ela agora aparentava estar mais calma e assim Barry assentiu e foi para o exterior, viu imediatamente o jovem filho de Clark a falar cheio de emoção com a linda kryptoniana.

Kara percebeu a aproximação de Barry e começou a sorrir incontrolavelmente e tanto Jon como Barry perceberam, Barry se ajoelhou em frente a Kara e a mulher ficou vermelha de tanto corar.

Jon (interrompendo o momento entre o casal): Tio Barry, porque vais deixar a minha prima?

Barry (calmamente sorriu para Jon): Não é algo fácil de te explicar mas eu não posso controlar isso, eu quero mesmo voltar para a Kara, mas vai ser difícil.

Jon (curioso): É um sacrifício? É coisa de herói, é por causa disso?

A heroína kryptoniana parecia começar a sentir-se mal por causa do tema mas começou a respirar mais calmamente e então melhorou o seu estado, ficando assim totalmente capaz de intervir.

Kara (sorriu para Jon mexendo nos seus cabelos negros): Sim, priminho, é porque é coisa de herói e aqui o Barry é dos melhores que existe.

Jon (sorrindo e abraçando carinhosamente o casal): Eu amo-vos, são a melhor dupla de heróis que existe!

Barry (provocando a criança): Melhor do que o teu pai com o pai do Damian?

Jon apresentou umas feições pensativas pois deveria estar a pensar e a comparar as duas duplas mas então deve ter chegado a uma decisão e sorriu.

Jon (sorrindo): Vocês trabalham muitas mais vezes juntos do que o papá com o pai do Damian, mas eles também não são nada maus.

Após essa afirmação o casal abraçou em conjunto a criança, e filho do Superman, logo os dois levaram o jovem pretendente a herói para a sua moradia e então se despediram da família Kent para regressarem a casa em Central City, Barry acelerou com Kara e rapidamente se viram dentro do apartamento. O velocista e a kryptoniana vestiram umas roupas mais confortáveis para poderem estar mais relaxados um com o outro, sentaram-se no sofá e decidiram assistir um filme que estava a passar na televisão. Este que iria ser, possivelmente, um dos últimos momentos calmos entre o casal até ao começo da Crise que se aproximava e os assombrava.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...